TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, dezembro 11, 2014

REAÇÃO MILITAR: GENERAL DA ATIVA QUALIFICA DE "LEVIANA" ACUSAÇÃO DA COMISSÃO DA VERDADE DO PT CONTRA O PAI EM NOTA ASSINADA PELA FAMÍLIA.

O general de Exército da ativa, Sérgio Etchegoyen (FOTO), chefe do Departamento Geral do Pessoal, assina nota, em conjunto com a sua família, repudiando o relatório divulgado nessa quarta-feira, 10, pela Comissão Nacional da Verdade e classificando seu trabalho como "leviano". No documento, a Comissão responsabilizou o pai do atual chefe do DGP, o general Leo Guedes Etchegoyen, e outros 376 civis e militares, por violações de diretos humanos durante o governo militar, sem apontar os fatos que teriam levado às acusações.
"Ao apresentar seu nome, acompanhado de apenas três das muitas funções que desempenhou a serviço do Brasil, sem qualquer vinculação a fatos ou vítimas, os integrantes da CNV deixaram clara a natureza leviana de suas investigações e explicitaram o propósito de seu trabalho, qual seja o de puramente denegrir", diz a nota. "Ao investirem contra um cidadão já falecido, sem qualquer possibilidade de defesa, instituíram a covardia como norma e a perversidade como técnica acusatória", prossegue a nota, acrescentando que, "no seu patético esforço para reescrever a história, a CNV apontou um culpado para um crime que não identifica, sem qualquer respeito aos princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa". A família estuda formas de entrar na Justiça contra o relatório da comissão.
Esta é a primeira manifestação de um general da ativa, que integra ao Alto Comando do Exército, a condenar a conduta da Comissão Nacional da Verdade. O Comandante do Exército, general Enzo Peri, foi comunicado pelo general Etchegoyen da decisão da família de responder às acusações. Oficiais da ativa não costumam se pronunciar em relação a questões políticas, por conta de restrições impostas pelo Regulamento Disciplinar do Exército, deixando este papel, normalmente para os militares da reserva. 
Desta vez, no entanto, o repúdio, do general veio em forma de uma nota de desabafo, de uma família que se considera atingida pela comissão, o que é, no mínimo, inédito. Oficiais consultados pelo Estado consideraram "legítima" a forma usada pelo general Etchegoyen e há preocupação de que outras manifestações aconteçam.
O general Etchegoyen já esteve envolvido em outro episódio em defesa do pai, que lhe custou 15 dias de prisão, em outubro de 1983, quando era capitão subcomandante do 3º Esquadrão de Cavalaria Mecanizada, localizado em Brasília. O então capitão de 31 anos reagiu às acusações à época comandante Militar do Planalto, general Newton Cruz, que convocou uma reunião com todos os cerca de 200 oficiais da área para atacar o funcionamento do Congresso e classificar como "incompetente", "frustrado" e "mau caráter" quem comparecesse às Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) da Câmara ou do Senado para prestar de depoimentos. 
Na época, o Congresso noticiara que convocaria o então general da reserva Leo Etchegoyen, pai do hoje chefe do DGP, para depor sobre a possibilidade de serem devassadas contas bancárias sigilosas de brasileiros em bancos da Suíça, que Leo Etchegoyen, quando era adido militar na Suíça, constatou que era possível, desde que o governo brasileiro solicitasse a providência. Só que o pedido nunca chegou. 
Diante das críticas indiretas ao seu pai, o então capitão Etchegoyen, interrompeu a palestra do todo poderoso general Newton Cruz, avisando que entre os que iriam depor estava seu pai. O general Newton Cruz disse que não sabia e foi contestado mais uma vez pelo capitão que lembrou que não tinha como ele não saber porque aquilo estava sendo amplamente noticiado e afirmou que não admitia que a honra e a dignidade de seu pai fossem atacadas. Recebeu voz de prisão de oito dias, ampliada em mais sete, depois, por ter recorrido contra a punição. Do Blog do Coronel
A íntegra da carta da família Etchegoyen, contra a Comissão Nacional da Verdade:
A comissão nacional da verdade (CNV) divulgou ontem seu relatório final, onde relaciona 377 nomes sob a qualificação de "autores de graves violações de direitos humanos". Nela consta o nome de Leo Guedes Etchegoyen. 
Sobre o fato, nós, viúva e filhos, manifestamos a nossa opinião. 
Jamais fomos contatados por qualquer integrante ou representante daquela comissão, nem o Exército recebeu qualquer solicitação de informações ou documentos acerca de Leo G. Etchegoyen. Ao apresentar seu nome, acompanhado de apenas três das muitas funções que desempenhou a serviço do Brasil, sem qualquer vinculação a fatos ou vítimas, os integrantes da CNV deixaram clara a natureza leviana de suas investigações e explicitaram o propósito de seu trabalho, qual seja o de puramente denegrir. 
Ao investirem contra um cidadão já falecido, sem qualquer possibilidade de defesa, instituíram a covardia como norma e a perversidade como técnica acusatória. No seu patético esforço para reescrever a história, a CNV apontou um culpado para um crime que não identifica, sem qualquer respeito aos princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa. 
Leo Guedes Etchegoyen representa a segunda geração de uma família de generais que serve o Brasil, com retidão e patriotismo, há 96 anos. Seguiremos defendendo sua honrada memória e responsabilizando os levianos que a atacarem. 
Porto Alegre, RS , 11 de dezembro de 2014 
Lucia Westphalen Etchegoyen, viúva
Sergio Westphalen Etchegoyen, filho
Maria Lucia Westphalen Etchegoyen, filha
Alcides Luiz Westphalen Etchegoyen, filho
Marcos Westphalen Etchegoyen, filho
Roberto Westphalen Etchegoyen, filho

26 comentários:

Anônimo disse...

O General reage por meio de "nota"? E como reage o PT quando se sente ofendido? Por meio de processos judiciais. O Olavo de Carvalho cansa de avisar, mas os militares continuam surdos...

Anônimo disse...

Parabéns ao general e sua família! Não se deixem intimidar por essa corja bolivariana!

Anônimo disse...

Che Guevara estuprou sua empregada na frente de quatro amigos em sua casa durante uma reunião;
( Silêncio dos esquerdalhas)
-> Asessor de Gleise Hoffman foi acusado por estupro e pedofilia;
( Silêncio dos esquerdalhas )
> Lula falou que tentou estuprar um colega de prisão na cadeia;
( Silêncio da esquerda )
-> Paulo Ghiraldelli falou que Rachel Sheherazad deveria ser estuprada;
(Silêncio da esquerda)
-> Isis foram acusados de estuprarem mulheres no oriente médio;
( Silêncio da esquerda )
-> Maria do Rosário defendeu penas mais brandas pra estupradores;
( Silêncio da esquerda )
-> Bolsonaro é acusado de estuprador e se defende com ironia dizendo: "Não te estupro por que você não merece";
(O Brasil todo em alvoroço)
:

Augusto disse...

Um general de verdade.

Anônimo disse...

General,eles estão fazendo isso porque os senhores permitiram.Quando começou essa tal Comissão da Verdade,já era para os senhores terem entrado com um precesso contra, porque todos nós sabemos que o PT tem um enorme"telhado de vidro".

Anônimo disse...

Ali falou o filho, indignado com a injustiça em relação a seu pai, de saudosa memória para a família e amigos!!
As FA continuam MUDAS!!!!!


Paolo Hemmerich

dinho fire disse...

General esta esperando oque por aventura vamos esperar a AS Força Armada ser humilhada destruída por essa quadrilha comunista ? esqueceste que temos mais 70 % do brasileiros do nosso lado ou vamos cometer a mesma merda que tivemos em 65 de deixar esses comunista livre Constituição não tem mais nesse pais democracia é uma piada Pense bem Coronel depois que AS FORÇA ARMADA FOR DESTRUÍDA AI é tarde ai nem o povo brasileiro vai poder salvar voces.

Anônimo disse...

Se fosse comigo jogaria uma bomba nessa comissão de inverdades!Bando de canalhas.

Anônimo disse...

Avante!

Seeeelllvaaa!!!

Manoel Francisco Gomes disse...

Bom seria que houvesse reação em relação a todos os militares atingidos que se sentissem (ou suas famílias ) injustiçados por essa farsa chamada de Comissão Nacional da Verdade. Se fosse séria, a "verdade" que ´pretende apontar incluiria os crimes cometidos pelos terroristas comunistas da época que pretendiam instituir no Brasil um "paraíso" semelhante ao cubano, ideal que hoje está mais vivo que nunca.

Daniel Martinelli disse...

O povo brasileiro sabe Coronel quem são os verdadeiros patriotas e brasileiros que lutaram e ainda lutam pelo nosso País, esses comunista de merda da Comissão da Mentira demagogos inúteis investigue familia de cada um para ver o desastre que é, isso se tiverem família idiotas úteis. Parabéns Coronel e fica aqui minha homenagem a sua familia, muita saúde e paz a todos.

Fernando M C de Mello disse...

Instrumento parcialmente útil para a Historia e para os Historiadores sérios !
Entrevistadores sem compreensão do contexto não souberam fazer a exegese de muitos relatos !
Principalmente não deram sequencia a investigações de fatos graves relatados na entrevista do Coronel Malhães, que passou informações sobre a disputa de poder no sindicalismo da época que envolveu, inclusive, tentativa de assassinato para ascenção na hierarquia sindical !
Tambem faltou investigar a morte do sindicalista Ze Nabo , lider dos Ferroviarios do ‪#‎Brasil‬ !
Tinha tanto poder que quando dizia: -Pára ! O Brasil parava mesmo !
Contavam que depois de 5 anos cassado, retornou à vida política, foi prefeito de Miguel Pereira, RJ mas, na reorganização do Sindicalismo já não aparece mais na História !
Mas, historiadores terão que queimar mais a pestana para entender a Historia recente do Brasil, o que é sempre dificil, cargas de tendencias , partidarismos e revanchismos, ainda influenciam os analistas principalmente porque muitos infiltrados, jovens à época e vivos ainda hoje, jamais reconhecerão e confessarão que eram infiltrados e outros descobertos como infiltrados foram mortos pela propria facção armada e dados como mortos pela repressão !
Estas analises demandam tempo e a Historia futuramente fará analise mais equilibrada !
De qualquer forma, toda Violencia deve ser condenada enquanto toda História deve ser isenta ! #BRASIL

Anônimo disse...

Reação tímida para uma corporação vilipendiada pelos canalhas bolivarianos.
Espera-se mais patriotismo do EB, como de todas FFAA.

Anônimo disse...

Exemplo típico de acusação em processo "kafkaniano". É assim que começa. Reaja, General e família, que o Brasil decente aplaudirá e estará com vocês. Onde já se viu, acusar alguém, envolvendo-o em relatório incriminador, sem apontar o fato e nem sequer ouvir alguém da família, que, inclusive, tem um membro das forças armadas. Isso é coisa de gângsteres comunistóides.

Carlo Germani disse...

Tudo na vida é CAUSAL e não casual.

A ascensão ao poder pelo PT,teve o aval de FHC,PSDB,pseudas-oposições, da Oligarquia Financeira Mundial ("os senhores donos do mundo" )e a
subserviência dos militares.

Explico:como a redemocratização do país foi uma fraude,porque durante
os governos militares,toda a canalha comunista ficou livre para
executar a revolução Gramsciana
(a tomada do poder por dentro do Estado e de toda a sociedade).

Os governos militares focaram equivocadamente,ingenuamente ou
de forma conivente,apenas a luta armada e o terrorismo (apesar do sucesso).Enquanto isso a expansão comunista avançava e avança até hoje,sem adr um tiro ou praticar atos de terrorismo.

Atos como o do Gen.Sergio Etchegoyen são simbolicos.Em nada
impede o comunismo do século 21,a
revolução bolivariana fundamentada nas insanidades do Foro de S.Paulo.

PS:Desde 1985,os militares "engolem sapos" um atrás do outro dessa corja comunista.

Será que algum dia,ao menos dentro
da área militar haverá um "freio de arrumação",um basta,para se fazerem respeitar?

Tenho minhas dúvidas,porque a maioria dos militares da atual geração,são "verdes por fora e vermelhos (comunistas) por dentro".

O aparelhamento petista-comunista
já está infiltrado na estrutura militar.Não há como esconder essa trágica realidade.

Anônimo disse...

Força General Sérgio Etchegoyen!
Todos os militares atingidos ou familiares deveriam entrar com vários processos contra os integrantes desta "comissão da mentira", com o apoio do clube militar e outras instituições militares, para mostrar para esses vagabundos da esquerda com quem eles estão tratando e não se intimidar com essas falsas acusações.
MILITARES DO EXÉRCITO NÃO SE INTIMIDEM, UNÍ-VOS CONTRA ESSES PARASITAS DA ESQUERDA! PAU NELES!
Eu noto que até a imprensa anti-petralha tem um certo medinho de falar em intervenção constitucional militar, mas a verdade é que é a única saída para o Brasil, e no fundo todos apoiariam mesmo fazendo caras e bocas, porque depois que isso aqui virar uma republiqueta bolivariana aí não tem mais volta. Foda-se a Marinha e a Aeronáutica que já devem estar bem adestradas, os Milicos do Exército devem fazer a frente, e dar uma sacudida na poeira, e saírem desta letargia, para que serve um exército que não é usado nem mesmo diante de um perigo extremo, então acaba logo com essa instituição que não serve para nada, entreguem as armas e fiquem aguardando as ordens dos militares cubanos e venezuelanos que logo estarão mandando por aqui!

Anônimo disse...

Só falta a pronúncia dos outros 376!
Se ficarem calados é porque aceitaram o resultado desta comissão da mentira!

Anônimo disse...

Lamentável! Além de leviana, é de uma grande irresponsabilidade! Comissão composta por canalhas! Vejam só que ironia: Em 64, os militares salvaram o Brasil destes canalhas, que hoje estão no poder e vão implantar o comunismo, pois hoje os militares estão omissos!!
Os quadrilheiros aparelharam o Estado, estão sugando as riquezas do Brasil! Hoje, não temos segurança. Lembro, também, que os grandes traficantes estão junto com esta corja de vagabundos, que querem tornar o Brasil um apêndice de Cuba! PE nelles! Para por ordem na Casa! Fora, canalhas!

Anônimo disse...

FORA COM ESSES COMUNISTAS!!!!Bandidos que queriam transformar nosso pais em uma cuba gigante. Por aqui não passarão!!! Ninguém vai manchar a bandeira do meu pais!!! só por cima do meu cadáver depois de deixar uns cinquenta comunistas estirados no chão!!! FORA DILMA FORA LULA FORO FORO DE SÃO PÁULO FORA FIDEL, porque o chaves já tá no inferno!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Parabéns General e família . Reagir sempre contra estes esquerdopatas cuja especialidade é roubar nossos impostos e atacar a honra de pessoas de bem . Sãos desprezíveis e a história reporá a verdadeira verdade.

moacir irineu disse...

Corja de corruptos ladrões!!!

Anônimo disse...

Não sei como esses militares ainda não apertaram a garganta dessa gentalha, que produz uma mentira dessas - em outro país já teriam aberto fogo!

Anônimo disse...

Aviso à família castrense:
ou reagem agora ou serão dizimados pelos comunistas.
Anotem aí!

Carlo Germani disse...

Anònimo disse: "Aviso à família castrense:ou reagem agora ou serão dizimados pelos comunistas".

BINGO!

Mota Lima disse...

Felizmente a família tem a intenção de entrar na justiça.Espero mesmo que o façam.
É revoltante ouvir o Dalari dizer-se indignado pelo silêncio das FFAA ante o relatório da CNV (pra mim, um calhamaço de papel cagado, isso mesmo, não serve pra nada).
Mas o comandante da Marinha ainda vai-nos surpreender, negativamente, como tem sido até agora, ao levar-se em conta suas declarações de ontem, em entrevista no estaleiro de submarinos eem Itaguaí.

Mota Lima disse...

Desculpe-me, o Brasil todo não.Os petralhas.Petralha não é brasileiro.Petralha é petralha e ponto.