TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, maio 31, 2015

CICLISMO, O APANÁGIO DA IDIOTIA POLITICAMENTE CORRETA DO SÉCULO XXI.

John Kerry, aos 71 anos, trepado numa bike: a idiotia não tem limite de idade.
O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, foi internado no Hospital Universitário de Genebra depois de sofrer uma queda enquanto andava de bicicleta, neste domingo. De acordo com assessores, Kerry não tem nenhuma lesão grave na cabeça e os médicos verificam algumas escoreações em suas pernas. [Atualizando: Kerry quebrou a perna direita]
O chanceler americano estava em Genebra, onde no sábado se reuniu com seu colega iraniano, Mohamad Javad Zarif, Hoje, segundo sua agenda, Kerry deve viajar para a Espanha onde deve se reunir com o ministro das Relações Exteriores espanhol, José Manuel García Margallo. Do site da revista Veja
MEU COMENTÁRIO: Esta informação acima é veiculada por agência de notícia internacional. Porém é metirosa. Afirma que Kerry não tem nenhuma lesão grave na cabeça decorrente da queda. Na verdade, Kerry tem sim uma lesão congênita na cabeça, caso contrário não estaria andando de bicicleta aos 71 anos de idade e nem conversaria amigavelmente com os terroristas iranianos.
Mas o fato de Kerry praticar o ciclismo por si só já denota a sua idiotia congênita. Nenhuma pessoa que tenha o cérebro em perfeito funcionamento sairá por aí pedalando. Uma das razões é que as cidades não são mais as mesmas de 50 anos atrás, quando a população do planeta era muito menor e igualmente o trânsito de veículos. Portanto, insisto, quem sai pedalando por aí sofre de idiotia grave. Se resolver pedalar pelado, como fazem constantemente esses cretinos, tem-se então o efeito de uma zoonose equina incurável que migrou para o cérebro desses semoventes.
O ciclismo, fora das raias olímpicas, como se vê na atualidade, faz parte do conjunto de ferramentas de engenharia social. Na raiz desse modismo subjaz a guerrilha anti-capitalista e, portanto, anti-ocidental, consubstanciada na crítica ao uso de combustíveis fósseis e ao conjunto de valores que deram vida à civilização ocidental. Inclusive a educação e as boas maneiras. Lembrem-se que os ciclistas de vez enquanto endoidam e praticam o nudismo. 
O diabo é que quando um desses ciclistas sofre um acidente, como no caso de John Kerry, é socorrido normalmente por uma ambulância movida pelo “deletério” combustível fóssil.
Ato contínuo, o acidentado é levado a um hospital onde só pode ser salvo se houver energia elétrica, muitas vezes geradas em usinas a óleo, hidroelétrica ou nuclear. Neste caso a planta geradora de qualquer dessas modalidades energéticas só foi possível graças aos combustíveis fósseis utilizados nos equipamentos de sua construção.
O sujeito que sai por aí pedalando com aquele capacete ridículo na cabeça, se esgueirando entre os automóveis e olhando de cara feia, é um rematado imbecil. Mormente quando avança sobre a calçada de pedestres à procura de uma oportunidade para atropelar alguém.
Cada vez que vejo um desses semoventes trepado numa magrela sinto uma vontade irrefreável de lhe atirar um ramalhete de flores, se é que me entendem.

26 comentários:

Anônimo disse...

Aqui em Brasília, é comum ter ciclistas nos Eixos do Plano, às 7h da manhã, misturados com vans escolares, pais apressados e trocentos ônibus. Duas pistas pra essa fauna toda e a distância legal de 1,5m dos tontos pedalantes. É cruel conviver com boçais.

Anônimo disse...

Aluizio, pois é, de fato o ciclismo vem se impondo como uma das alternativas do “sistema” politicamente correto que a massa estrategicamente desinformada adota como a última moda e de coração aberto às “atitudes bondosas e solidárias” que lhe são determinadas. E, já reparou na propaganda, de vários minutos milionários com pedido de auxílio, do Médecins sans Frontières na TV? Só sofrem doenças nutricionais pretinhos africanos, todos tratados com carinho por louros escandinavos...Tem, também, da Fundação Abrinq com a colaboração de artistas televisivos emocionados e atores-crianças caracterizados de pobres dialogando com o lixo. É uma afronta à nossa inteligência e a essas crianças! Mas de bicicletas e pedaladas entendem muito bem o prefeito paulistano (dizem que o sogro tem uma fábrica de tinta) e a prisidAnta, né mesmo?


Anônimo disse...

Se Lula está fazendo o papel de Stalin, alguém saberia dizer quem (num futuro, se houver futuro) fará o papel de Trostki?

Sim, porque alguém vai pagar com a vida para a justificação da nova etapa revolucionária petista. O povo já está pagando com escravidão. Enquanto alguns outros ( que se sentem privilegiados) pagam com modesta serventia em troca de uma sopa gelatinosa de estupides e cretinice. Fazem de tudo, até desfilam com um marketing pendurado no pescoço, mais apropriado para divulgar sabão para lavar roupas que não limpam nada, e só aumentam a sujeira.

Alexandre, The Great disse...

É claro que entendemos, Aluízio! Contudo no meu comentário atrevo-me a dizer aquilo que vc não pode publicar: atiraria uma poia de merda!

Anônimo disse...

Aluizio,por que um homem de 71 anos não pode andar de bicicleta,considerando a nova expectativa de vida?Isso é preconceito! Segundo a sua opinião,quem já fez setenta tem que morrer?Você nem parece um homem do século vinte e um.Fala sério!!!

Adilson Minossi disse...

Gostaria de ver comentários com o nome das pessoas, ou pelo menos algum pseudônimo que sempre fosse usado o mesmo. Essa de "anônimo" perde a graça de ler os comentários. Não querem se expor, não comentem nada nos blogs. Esse Brasil estgá cada vez mais formado de "Múcios"...
Com relação á essa palhaçada de andar de bicicleta depois dos 70 só se fosse em algum parque só pra isso, mas mesmo assim....
Pegou uma febre de "qualidade de vida" insuportável. Ler alguma coisa, se instruir, saber qual o político menos ruim pra eleger, etc e tal.
Uma cunhada foi fazer um Mestrado na UnB em Brasília e foi atropelada pelo Olívio Cavalgadura Dutra que tinha a mania de ir de bicicleta de seu apto para o Ministério das Cidades. Em Porto Alegre andava de ônibus só para se dizer "povão"... Ora, vão à....

Anônimo disse...

Caramba, a conservalha tá cada dia mais insana. Agora é contra exercícios físicos também? Ser boçal é se exercitar, não importa a idade? Então, o negócio é ser sedentário e desenvolver um monte de doenças. Sério, conservador precisa se tratar da cabeça.

Anônimo disse...

as bicicletas, pelo visto, não gostam muito dos progressistas e seus simpatizantes...

Bobo Vox do U2 também se espatifou com uma bicicleta...

agora mais esse palerma dá com a cara no chão e se quebra por inteiro...

imaginem o perigo que seria dois bestalhões desses pilotando uma moto, já que com uma simples bicicleta conseguiram se espatifar feito uma fruta madura caindo da arvore...

Anônimo disse...

"O ciclismo, fora das raias olímpicas, como se vê na atualidade, faz parte do conjunto de ferramentas de engenharia social. Na raiz desse modismo subjaz a guerrilha anti-capitalista e, portanto, anti-ocidental, consubstanciada na crítica ao uso de combustíveis fósseis e ao conjunto de valores que deram vida à civilização ocidental. Inclusive a educação e as boas maneiras. Lembrem-se que os ciclistas de vez enquanto endoidam e praticam o nudismo"
Selecionei essa frase porque acertou na mosca. Ou seja, no fundo funciona como uma propaganda anti-capitalista e os ciclistas são os idiotas que prestam gratuitamente seus serviços à propaganda comunista. Em São Paulo, o prefeito comunista FERNANDO HADDAD, encheu a cidade de corredores dé ónibus e ciclofaixas que ninguém usa, infernizando a vida do trabalhador paulistano. Em breve vai reduzir a velocidade das marginais, principal via de entrada e saida da cidade, e de muitas ruas do centro da cidade, complementando o efeito catastrófico das ciclofaixas e corredores de ónibus sobre a economia da cidade. Un plano perfeito de IMOBILIDADE URBANA que como você disse, faz parte do plano de "engenharia social" do comunismo canalha.

Anônimo disse...

Moro em ITU - SP, e aqui a moda da juventude no momento é passeio de bikes pelas áreas rurais. Muito salutar. Os ciclistas saem em grupos, com seus capacetes e demais apetrechos,fazendo maratonas nas estradinhas de terras ou caminhos pelas matas e campos, e eu, com meus 72 anos, morro de inveja...

Anônimo disse...

Ao anônimo acima: Não há nenhum problema em um homen de 71 anos fazer ciclismo assim como não há problemas em fazer caminhadas (melhor ainda), corridas, musculação, ginástica, futebol, basquete, tenis, volley...
A colocação do Aluízio está correta. É aquela "engenharia social" do comunismo canalha cujo objetivo é tentar nivelar tudo por baixo incentivando supostamente o uso de bicicletas e trasnporte coletivo. Alguém pode relatar sobre um transporte coletivo decente na sua cidade? Carro representa o "capitalismo selvagem". Parte desse plano é infernizar a vida dos motoristas. Em São Paulo o comunista Haddad encheu a cidade de corredores de ónibus e ciclofaixas que praticamente ninguém usa. Acho que foi ontem que assistí na TV uma operação de reintegração de um terreno perto de um aeroporto. O jornal entrevistou uma mulher que respondeu: ...mas onde que a gente vai morar? Trabalhe e compre para sua casa, como todo mundo faz. Os agitadores comunistas estão por trás disso manipulando as pessoas e incentivando a violência.
Enquanto o comunismo canalha tenta nivelar todo mundo por baixo, eles roubam sem asco!

Anônimo disse...

Sr. Aluizio, destes uma bola fora! Falar do Sr. Kerry é uma coisa, mas generalizar taxando de idiotas e imbecis quem o senhor nem conhece é uma tremenda gafe,própria de um ser preconceituoso. Ora, desculpe-me, mas acho que o senhor deve uma retratação.

Jasmiro Junior disse...

Caro Aluízio, sei que John Kerry {que lutou em guerra no [e não na guerra do(contra quem CARA PÁLIDA)] Vietnã} faz parte da CAFAJESTADA/ CANALHADA/ MALANDRADA/ PILANTRADA PSICOPATA COMUNISTA DO PARTIDO DEMOCRATA (mais conhecida como ALA "THINK TANK" DO PARTIDO DEMOCRATA), mas TENTAR ACERTAR ESSE PESSOAL através da CRÍTICA PRÁTICA DO CICLISMO COMO ATIVIDADE ESPORTIVA PARA A MANUTENÇÃO DE VIDA SAUDÁVEL e através da CRÍTICA À ADOÇÃO DE BICICLETAS, DE TÁXIS, DE LIMOUSINES (como OCORRE em NEW YORK/ NOVA YORQUE), DO TRANSPORTE DE MASSA (como VLTs, METRÔS e ETC) E ETC COMO MEIOS DE TRANSPORTE ALTERNATIVOS EM RELAÇÃO AOS AUTOMÓVEIS PARA O DESLOCAMENTO, LOCOMOÇÃO E MOBILIDADE DAS PESSOAS NOS PEQUENOS, MÉDIOS E GRANDES CENTROS URBANOS, vamos reconhecer, É UM PUTA ERRO! Esse pessoal é CANALHA e CAFAJESTE até mesmo para SABER COMO UTILIZAR BOAS IDEIAS COMO ESSAS EM PROL DA CAUSA DELES e, AINDA POR CIMA, fazer passar por MALVADO e INSENSÍVEL aquele que FOR CRÍTICO DESSAS IDEIAS, que, COMO JÁ DISSE, são BOAS IDEIAS. E no momento que alguém, CRÍTICO e OPOSITOR desse PESSOAL, critica BOAS IDEIAS COMO ESSAS ao invés de SER VISTO COMO ALIADO NA LUTA CONTRA ESSE PESSOAL, pode ser visto como ALGUÉM QUE PODE ATRAPALHAR NA LUTA CONTRA ESSA CANALHADA/ CAFAJESTADA/ MALANDRADA/ PILANTRADA PSICOPATA COMUNISTA ou, PIOR, como VILÃO DA HUMANIDADE E DO MEIO AMBIENTE (quando SABEMOS QUEM NA VERDADE SÃO OS VERDADEIROS VILÕES). Portanto, meu caro Aluízio, SAIBA SAPECAR ESSES PSICOPATAS SEM CAIR NAS ARMADILHAS QUE ELES ADORAM PREPARAR CONTRA AQUELES QUE SE OPÕEM E QUEREM TIRÁ-LOS, EM DEFINITIVO, DE CIRCULAÇÃO. É a dica de um teus leitores (BAIANOS E NORDESTINOS) mais assíduos

Jasmiro Junior disse...

Obs: em um dos últimos textos de tua autoria que postastes aqui, li que faz um bom tempo que não vais ao Norte e não vens ao Nordeste (pelos motivos os quais concordo plenamente e que só agora, com essa não-nominada crise econômica, a maioria de nós nordestinos de bem instruídos, bem informados e conscientes percebe mais claramente), mas digo-te, o Norte e o Nordeste do Brasil, mesmo com toda essa situação que os psicopatas comunistas, aliados às elites políticas amorais e aéticas locais e tão psicopatas quanto os psicopatas comunistas nacionais [vide os senhores Renan Calheiros e Jáder Barbalho, os senhores e irmãos Cid e Ciro Gomes e o falecido senhor Antônio Carlos Peixoto de Magalhães (vulgo ACM)], estão promovendo, ainda são as regiões mais convidativas para a visitação e mais fantásticas a se visitar no país. Não deixe de voltar a visitar estas regiões maravilhosas caso ainda esteja vivo (e muito bem vivo e vivido) quando livrar-mo-nos e libertar-mo-nos de toda essa psicopatada (comunista e não-comunista)

Anônimo disse...

Você não pode estar falando sério. Na Alemanha, a bicicleta é muito importante. Ando de bicicleta porque é mais rápido do que outros transportes. Não faço isso por causa do combustível. Há um capitalismo que vende bicicletas e peças de reposição. Há o mercado de pneus de bicicleta. Você não está sendo sério no seu julgamento, lamento dizer.

Anônimo disse...

o que mais me chocou foi saber que o secretario de Estado dos EUA pedala num caco velho como esse...rsrs

Anônimo disse...

as pessoas hoje ficam ofendidas por qualquer coisa...

saem pelos blogs a exigir retratação tomando as dores de todos...

sou cilicista e adulto, logo, dispenso qualquer retratação do blog...

acho uma maravilha uma sociedade onde as pessoas pensam e dizem livremente o que querem...

Anônimo disse...

Concordo totalmente com o Aluizio.. quem tá brabinho com ele é pq está completamente por fora do tema. Só uma dica, assistam mais documentários, como por exemplo o Filme a "agenda".. disponível no youtube

rafernandes disse...

Aluísio,

Vc sabe que sou leitor assíduo de seu blog e, em geral, concordo com as suas observações. Desta vez, vc errou feio. Eu, por exemplo, tenho 70 anos e sou safenado. Por recomendação médica tenho que manter-me fisicamente ativo. Escolhi a bicicleta pois é a atividade mais viável para mim e a menos chata. Moro em Orlando, FL e saio pedalando pelas ciclovias da cidade todas as manhãs por uma hora, há anos. Nunca tive um incidente qualquer: uso as ciclovias onde existem, as calçadas na ausência de tráfego de pedestres e as ruas, se necessário. Eu e dezenas de outros nas redondezas. Não há nenhuma conotação política, nem estou economizando gasolina. Estou apenas fazendo uma atividade física agradável e liberando minhas endorfinas. E não me sinto e nem sou sentido como um idiota. Vc deve desculpas a seus leitores que estejam nas mesmas condições que eu.

roberto7c disse...

Parabéns por tocar nesse modismo imbecil em que, sem pensar, muita gente adere, achando que existe condição pra isso, e se estrepa. Repito, parabéns por sua visão e responsabilidade ao divulgar.

marcelo disse...

Os ingleses chamam essa turma de "mamil", middle aged man in lycra. Andar de bicicleta vá lá, mas vestir-se de competidor é uma palhaçada. O avanço da idade deveria trazer moderação, respeitar seus limites dá dignidade a velhice, mas o que mais vejo é idoso querendo ser mais jovem que os filhos...

---

Enfim, Kerry com sua aparência equina e agora de pata, digo, perna quebrada deveria ser posto pra descansar.

Aluizio Amorim disse...

Olá, estimados Leitores:

O que estou afirmando neste texto não se refere às pessoas que estão fora desses grupos de ciclistas fanáticos que teimam em pedalar em locais completamente impróprios, isto é, centros movimentados das cidades e de repente resolvem ficar completamente nus. Além de idiotia pura, isso é ridículo. Essa gente quer tentar impor à força um modo de comportamento, ou seja, todos largando os carros, ônibus e caminhões e pedalando de volta às cavernas.
É óbvio que as pessoas que usam a bicicleta de modo racional e responsável não são os alvos da minha crítica.
Obrigado

Carlo Germani disse...

Caro Aluizio,

Algumas ponderações sobre seu artigo:

1)Não há nenhuma idiotia no uso da bicicleta.

2)Os (des)governos impõem o uso das bicicletas quase sem nenuma infraestrutura nas cidades (topografia,tráfego pesado,qualidasde péssima das vias,(...).O comuna Haddad,por exemplo, pinta ciclofaixas e chama isso de ciclovias.Há um risco imenso de morte nas grandes cidades no uso de bicicletas.

3)Há uma pretensa exigência por parte da maioria dos usuários de bicicletas que o espaço é totalmente deles,e podem fazer o que quiserem.

4)Esta onda de "bikesismo" tem a sua importância no quesito saúde.
Por outro lado,a tentativa fraudulenta dos governos(?) em nada fazerem para o transporte público de qualidade.Bem como,projetos modernos de engenharia de tráfego para deslocamentos de veículos.

PS:A fraude governamental das Eras Lula/Dilma/PT,jogaram nas ruas milhões de veículos (fraude da prosperidade com endividamento financeiro insano)sem nenhuma infraestrutura para deslocamentos rápidos.

5)A bicicleta e os idosos: eu tenho 62 anos e há décadas uso a bicicleta como lazer e exercício físico.

A receita para nada acontecer deve seguir a regra básica: a)local apropriado.b)respeitar o espaço para os veículos.c)não encarar o esporte como competição.d)Saber o limite físico pessoal para a prática de esportes,como a bicicleta.e)não ser babaca comprando bicicletas importadas de alto valor.

6)John Kerry:É um satanista a serviço da insana e satânica Nova Ordem Mundial.Um "bagaço espiritual",e só.

PS2:Então Aluizio: posta uma foto sua andando de bicicleta.É mais interessante que você imagina.

Boas pedaladas.

Anônimo disse...

Aluizio, nao esquenta...

sou ciclista, como ja falei, mas pode contar comigo nessa....

odeia a militância ciclística...

e sou vegetariano também...

odeio a militância vegetariana idem...

vivo a minha vida com meus hábitos mas não faço deles uma bandeira para carregar...

como também já disse, adoro frequentar espaços na internet onde a idiotia do politicamente correto não domina...








Anônimo disse...

O que está errado é usar os ciclistas para fazer essa "re-engenharia social comunista" que basicamente é atacar e prejudicar quem anda de carro, o símbolo do capitalismo, entenderam? O comentário do anônimo acima está certo. São paulo está cheio de ciclofaixas que ninguém usa, e ninguém vai usar porque ninguém é louco para andar de bicicleta no meio dos carros, além do risco de assaltos. O resultado foi piorar o trânsito que já estava ruim causando enormes prejuizos econômicos para a cidade. Há uma tentativa evidente de prejudicar quem circula de carro que, não sua maior parte, são trabalhadores. Então senhores ciclistas, vocês podem usar suas bicicletas em paz, só não venham dizer que vocês são mais bacanas que os outros por andarem de bicicleta.

Anônimo disse...

Qual o problema em entrar na modinha da bicicleta? Deixe de ser antiquado, se a pessoa quer entrar na modinha, e quem sabe promover uma mudança gradativo na estrutura da cidade, bom para todos nós! Em grandes centros urbanos na Europa há uso de bicicleta como meio de transporte totalmente saudável e viável! Mas, continue fazendo o que está fazendo!!! Estimule mais compras de carros e viva perdendo horas da sua vida dentro de seu carro. Não é isso que é bom sr. Aluísio? Sinceramente, que pensamento retrógrado! Ainda diz que tem vontade de jogar flores...Pq vc não aproveita e compra logo umas pra si mesmo, pois lhe trago más notícias: dezenas de pessoas morrem todos os dias no trânsito caótico e desgovernado das grandes cidades e estradas! Quem sabe você não precise das suas flores?