TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, agosto 23, 2015

BUNDALELÊ GERAL E IRRESTRITO: A REPÚBLICA DOS PIXULECOS E DOS MACONHEIROS.

Vitima da "engenharia social" queimando um baseado de maconha. Cigarro comum, nem pensar. (Foto: Diário do Poder)
O Supremo Tribunal Federal, que já condenou às masmorras o cigarro comum, decide agora se é crime manter um bocado de maconha para “consumo próprio”. O primeiro voto, favorável à droga, pode indicar a tendência de descriminalizar, garantindo judicialmente clientela para o traficante. E fica combinado: neste País da piada pronta, será permitido se drogar, mas segue proibido vender droga. E fumar cigarro comum.
No debate sobre descriminalização, ignora-se convenientemente a palavra da ciência: maconha é mais prejudicial à saúde que o cigarro.
Para os “politicamente corretos”, essencial não é o mal à saúde, mas o “direito” do viciado – negado com cara de nojo ao fumante de cigarro.
Alguns dos defensores apaixonados da descriminalização querem só comprar seu suprimento de drogas sem se preocupar com a polícia. Da Coluna do Cláudio Humberto/Diário do Poder
O ESTADO GERAL BUNDALELÊ
MEU COMENTÁRIO: Muito bem Cláudio Humberto. É isso aí! Chega dessa militância antitabagista cretina e idiota, quando se sabe que o cigarro comum, de tabaco, não altera jamais o comportamento do usuário, não deixa o sujeito sob efeito alucinógeno, doidão ou ainda preguiçoso e vadio. A maior desgraça da humanidade são esses semoventes servos da "engenharia social" levada a efeito principalmente por meio da mídia a promover a destruição dos valores morais e da boa ética em favor da libertinagem, do consumo de drogas alucionógenas, da imoralidade e da indecência geral e irrestrita. 
Não há um dia sequer que a grande mídia não reverbere as ordens dos 'engenheiros sociais' decididos a "mudar o mundo". Esqueceram de perguntar se as pessoas desejam mudar o mundo para esse estado bundalelê onde impera a imoralidade de toda ordem, onde os marginais criminosos e assassinos são abençoados; onde os terror islâmico degola centenas de pessoas diariamente sem que haja um pingo de censura à essa insanidade desvairada; onde a escalada delirante, que chega a ser "non sense", desses tarados ideológicos que pregam um "outro mundo possível", persevera na destruição dos mais caros valores que deram vida à civilização ocidental. Valores esses vazados no Estado laico, no direito racional e na liberdade individual. Os vagabundos das redações relativizam tudo, até mesmo a adoção da sharia, a lei islâmica. Aliás, o jornal bundalelê Folha de S. Paulo possui um blog dedicado a relativizar o assassinato em massa de pessoas pelo tal "estado islâmico". Baseados demais? Pode ser.
Os principais difusores dessa praga, que começou com a proibição do uso do cigarro de tabaco dentro das aeronaves, depois no aeroporto e, depois, no lado de fora debaixo das marquises, são os jornalistas. E eu digo isso porque os conheço muito bem. Tenho mais de 40 anos de jornalismo. E, como advogado que também sou, há mais de uma década resolvi fazer o mestrado em Direito. Fui até o fim, conclui com a defesa da dissertação que foi publicada em livro. E isso foi muito bom porque cheguei à seguinte conclusão: dois ambientes em que existem mais idiotas, vadios, diletantes, maconheiros e assemelhados, são as redações dos veículos de mídia (onde trabalhei por quase duas décadas) e os cursos de pós-gradução na área das ditas "Ciências Humanas". Tirante o curso de Direito que é essencial, já que não se vislumbra nenhum tipo de grupamento humano sem o Direito, o resto desses cursos dessas pretensas "ciências" podem ser fechados já que não haverá nenhum prejuízo para a sociedade. Pelo contrário, uma vez que constituem o locus por excelência para a lavagem cerebral dos jovens. 
Retomando o caso da perseguição do cigarro de tabaco é bom notar que a "engenharia social" serviu-se da execração desse hábito, exercido por uma minoria, como teste comportamental para avançar depois na usurpação de outros direitos individuais. Já pararam para pensar quanto do nosso direito individual foi para o vinagre? Os vagabundos agora tentam inclusive definir qual deve ser o cardápio dos comensais em casa ou nos restaurantes. Já editaram a lei que proíbe o 'foie gras'. Isto é o início de uma nova escalada de proibições que os boçais das redações reverberarão 'ad nauseam'. 
Esses cretinos todos não me curvarão jamais! E espero que não ousem me admoestar pelo hábito de fumar cigarros comuns. Quem fizer isso comigo jamais terá a minha atenção. Passarei a ignorá-lo. Comentários aqui no blog condenando o cigarro de tabaco e defendendo a maconha e drogas análogas, serão deletados.
E, para concluir: no momento em que o Brasil e os brasileiros são seviciados pelos ladravazes do Foro de São Paulo ou a eles acumpliciados, é um troço surrealista ver os Ministros do Supremo Tribunal Federal gastarem horas de discussão para liberar o uso de um entorpecente. 
O Estado Geral Bundalelê chegou à Suprema Corte de Justiça! É a carnavalização do Direito, a esculhambação geral e irrestrita, algo típico de uma República dos Pixulecos.

23 comentários:

Anônimo disse...

SEM DROGAS NÃO HÁ COMUNISMO - Beria
Sem um povo idiotizado, dopado, não tem jeito do cara aceitar o marxismo pois essa doutrina é adotada por todos os diabólicos governos que prezam apenas seus pares na tarefa de tomar os bens dos outros e doar eles para o partido e para si.
Por isso imbelicizar as crianças na Ideologia de Gênero nas escolas infantis para relativizar elas!
Aliás, comunismo é a religião de vagabundos, preguiçosos e dos de tendências parasitarias: viver exclusivamente à custa dos outros, pois todo lugar onde passou o comunismo a destruição foi total e o povo virou escravo deles, tal como nos tempos da escravidão negreira no Brasil!
Qual a diferença entre o acima e o que o povo cubano passa confinado no curral-Cuba, sem direito algum!
Essa desgraça é que o sórdido PT que implantar no Brasil!
Trecho da "Carta que Fidel Castro enviou a Chávez, ensinando como instalar o comunismo na Venezuela":
... "Se tiveres conseguido tudo até esta etapa poderás seguir para a terceira. Na terceira etapa deverás violar a Constituição porque ninguém te impedirá. Ordene invasões. Distribua armas, drogas (para dopar) e dinheiro"...

João Labrego disse...

Eu falo por mim mesmo.

Quando adolescente, diante de tantos fracassos em busca de emprego e já fumando cigarro na época, vi-me compelido a pelo menos trabalhar para sustentar o meu vício, já que salário bom na época nem pensar.

Consegui meu primeiro emprego aos 20 anos de idade como bancário.

Pelo menos já dava para eu sustentar meu vício.

Depois estudei para tornar-me programador de computadores e já estou há 30 anos nessa área.

Sou capaz de jurar para quem quiser ouvir ou ler que foi justamente o cigarro que tornou pungente em mim a necessidade de trabalhar aceitando ganhar um salário-mínimo que na época estava abaixo de 100 dólares.

Se não fosse pela pungência do vício eu nem teria me preocupado em procurar emprego, visto que já tinha desistido de tentar construir uma vida profissional diante de tantos fracassos.

Fumo até hoje e nunca senti que o cigarro me faz mal.

Creio mesmo que a sensação de que o cigarro faz mal é quando a pessoa tem vários recursos motivacionais para se mover na vida e ainda fuma, causando-lhe uma sensação de mal-estar consigo mesma.

Eu não tinha nenhum recurso motivacional. Muito pelo contrário, tinha vários recursos desmotivacionais para adentrar o mercado de trabalho.

Mesmo que eu morra um dia por alguma doença oriunda do tabagismo, nunca deixarei de afirmar que foi o cigarro que me salvou a vida.

Anônimo disse...

DESTRUIRAM A POLITICA, ECONOMIA, ETICA E FAMILIA! (conseguiram ser piores que o comunismo)

macanudo disse...

A pergunta que não quer calar: Quantos ministros petralhas estão sendo financiados pelo tráfico internacional (que é um lobby fortíssimo)??!!! O supremo é um antro de petralhas e ponto!!! Cadê a PE que não acaba com isto? Aço!! Pantera!!

Antipetista disse...

E ainda dizem que basta tirar a Dilma da presidencia... Tem muito mais gente que precisa ser arrancada do poder.

TERMINATOR disse...

Bom, dizer o quê se o Brasil é a privada do planeta e os brasileiros são as fezes. Sorry, eu já me enchi disto aqui. É só merda atrás de merda sem parar, sem descanso. Quase nunca tem uma notícia boa. Então agora é só dar a descarga para ver aonde as bostas verde-amarelos vão parar, mas garanto que não é em nenhum lugar cheiroso e bonito.

Luiz Gonzaga disse...

Como psicoterapeuta confirmo a tese de que a maconha tem ação cumulativa e leva a alterações mentais. Tenho uma paciente que mora na Alemanha e me pede orientação via mail. Ela apresenta surto esquizofreniforme.
Quem favorece seu uso está mentindo descaradamente!

Anônimo disse...

Muito bem! Os Ministros do STF ao invés de gastarem tempo com coisas importantes como os acusados pela Lava jato,ficam perdendo tempo com assuntos irrelevantes,já que a Ciência comprovou que maconha é péssimo para o cérebro.Aliás,os traficantes agradecem à Suprema Corte do País.Isso é vergonhoso.Qual a certeza de que o usuário não é traficante?

Cosmo graffit disse...

o o

O Libertário disse...

Nada a acrescentar. Só aplausos.

Anônimo disse...

Este País não corre RISCO ALGUM...de dar certo!!!!

Carlo Germani disse...

Caro Aluizio,

Você sabe como procedo:se é para aplaudir,aplaudo.Se é para criticar,critico.

Este comentário seu é perfeito.

Isso é talento Jornalístico.

Entende agora porque não me ufano com os "dublês de jornalistas",os Antagonistas,Diogo Mainardi,Mario Sabino,e ...(quem é mesmo?) ?

Anônimo disse...

"E, para concluir: no momento em que o Brasil e os brasileiros são seviciados pelos ladravazes do Foro de São Paulo ou a eles acumpliciados, é um troço surrealista ver os Ministros do Supremo Tribunal Federal gastarem horas de discussão para liberar o uso de um entorpecente"
E isso mesmo alízio. É inacreditável que o Supremo esteja dando atenção para um troço tão surrealista. Uma simples substância como a aspirina, precisa de anos de pesquisas clínicas e bilhões de dólares de investimento para ser aprovada pelas agências sanitárias e liberada para a venda. Psicotrópicos e entorpecentes só podem ser vendidas com receita médica arquivada. Com você disse, os bacaninhas só querem comprar droga à vontade sem se preocupar com a polícia e o Supremo está nessa.

Anônimo disse...

Pô, Seu Aluizio... papo cabeça, Supremo Papo Cabeça no Supremo, morô?

É... é nóis na finta. É nóis... tamo junto. Falei!

Cabeça, irmão... cabeça... cabeça explode, irmão... cabeça... tamo junto... Supremo... falei...Supremo Papo Federal. Falei! Fui!

Anônimo disse...

Assino embaixo do seu texto. Se o cigarro que não afeta a mente é proibido, por que liberar o entorpecente?

O Brasil ainda existe? disse...

A saída, para o Brasil, é a extinção do PT.

Carlo Germani disse...

Caro Aluizio,

O judiciário brasileiro está repleto de oportunistas,jumentos iletrados,coniventes e subservientes à Revolução Gramscina (A tomada do poder por dentro do Estado e da sociedade),com raríssimas exceções.

A decisão insana do ministro do STF e relator da propo$ta de descrimização das drogas,Gilmar Mendes,certamente não leu o livro RED COCAINE,de Joseph D.Douglas e NARCOTRÁFICO S/A - A NOVA GUERRA DO ÓPIO,para compreender a decadência moral (primeiro nos EUA nos anos 60 em diante)e nas últimas décadas em toda a América Latina.

A descriminização das drogas,será a inviabilidade irreversível do Brasil como nação.Gerações de zumbis tornarão a vida insustentável.

A quem mais interessa a propalação sem limites do narcotráfico?
Ora,as FARC,as oligarquias do crime organizado,aos esquerdistas-comunistas,ao sistema financeiro (mais de 90% do dinheiro do tráfico de drogas circula naturalmente no sistema),(...).

PS:Os 3 maiores negócios do mundo:
1)A indústria bélica - o comércio da morte.
2) O narcotráfico.
3) O Petróleo.

A revolução marxista e o narcotráfico são "irmãos siameses".

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o texto. O cigarro não afeta a mente e não deixa a pessoa fora de si, como as drogas que induz ao usuário à prática dos mais violentos crimes. Mas mesmo que não fique violento, o viciado perde a sua capacidade de raciocínio.Já pensou se um médico decida usufruir do seu direito de se drogar - porque direito é para todos - e decide fumar ou injetar "uma" antes de operar um doente grave e, estando no delírio, erra e mata o paciente. O Estado vai se responsabilizar pela morte do cidadão indefeso nas mãos do viciado?
E os professores viciados em sala de aula , pode? onde estará o respeito ao mestre ? O mesmo digo para policiais, enfermeiros, motoristas de transporte público e, enfim, todas as profissões, eles podem se drogar? Acho que usar drogas não convém a nenhum cidadãos . É crime e ponto final.

Ferreira Pena disse...

Seu comentário vale mais que um texto de certos vagabundos da Fola. Parabéns!

Helena Amorim disse...

Boa Noite, Aluizio.
Estou cansada desta "caça" aos fumantes até mesmo no recinto doméstico. Desviam o foco de fatos mais sérios como o do link que segue:
https://www.facebook.com/matheusbrazmatt/videos/484823651671626/
Fique atento p/ a tranquilidade da presidanta, já em reunião para discutir o orçamento de 2015. O PARLASUL, sob as bênçãos de Renan Calheiros, levam a triste conclusão de que o golpe já foi dado.
Vou tomar um bom café e fumar meu cigarro enquanto posso...

Anônimo disse...


É um absurdo esta caça ao fumante de cigarros convencionais. O alcoolismo é muito mais prejudicial do que o tabaco. A cerveja tem propaganda liberada em horários em que crianças e adolescentes estão assistindo programas na TV.
O tabagista só prejudica a si próprio, mas o álcool causa desagregação familiar e violência.
Sou dentista e fumante há 40 anos, e vou continuar pitando meu cigarrinho...

Alexandre Sampaio disse...

São Paulo, 24 de agosto de 2.015

Prezado Sr. Amorim,

Parabéns pelo seu comentário a respeito da caça aos tabagistas e a liberação dos maconheiros. Vivemos tempos difíceis. Sempre quando acendo um cigarro, as pessoas olham-me como se fosse um criminoso hediondo, como se tivesse matado meus pais a porretadas como Richtoffen ou jogado minha filha da janela do nono andar como os Nardoni. Obrigado por expressar os sentimentos que muitos possuem mas que não são capazes de expressar, como eu. Danem-se os esquerdopatas, os politicamente corretos, os maconheiros, ciclistas, vegetarianos e toda essa raça escrota que pensam ser melhores do que nós, seres humanos normais. Passou da hora de retomarmos o país das mãos desses cretinos. Será uma luta árdua porém não devemos esmorecer. Avante!

elianemoura disse...

1-quem inventou que o cigarro fazia mal foi adolf hitler;
2-não custa lembrar que o canibal de Miami que comeu literalmente o rosto e os olhos de um homeless tinha usado só a inocente maconha. O canibal teve que ser abatido a tiros pelo policial.