TRANSLATE/TRADUTOR

sábado, agosto 01, 2015

COMUNISMO AVANÇA NA VENEZUELA E GERA TUMULTO COM POVO DESESPERADO EM BUSCA DE ALIMENTOS. JOVEM É MORTO COM TIRO NO PEITO E 60 PESSOAS SÃO PRESAS.

DESESPERO: Trabalhadores do grupo venezuelano Polar reagem contra a mais um avanço comunista, ou seja, a expropriação dessa empresa pelo tiranete bolivarino Nicolás Maduro. (Foto: Veja)
Um homem morreu e dezenas foram detidas após saques de supermercados em Ciudad Guayana, no sudeste da Venezuela, em meio à crise de abastecimento no país. Nesta quinta-feira, o governo de Nicolás Maduro expropriou depósitos de companhias de alimentos e afetou a distribuição em quase vinte municípios.
Consumidores que buscavam escassos bens de consumo como milho, arroz e farinha invadiram o estoque de um supermercado na manhã desta sexta-feira, levando outros estabelecimentos comerciais na área a fechar as portas, relatou o jornal local Correo del Caroni. Durante a confusão, Gustavo Patinez, de 21 anos, morreu com um tiro no peito, segundo o jornal, e 60 pessoas foram detidas.
Os baixos preços do petróleo e uma cada vez mais disfuncional série de controles de câmbio e preços têm fomentado uma escassez de bens de consumo e causado confusão em filas de supermercados pelo país. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, culpa líderes da oposição e empresários, dizendo que eles estão travando uma "guerra econômica" contra seu governo ao aumentar preços e acumular bens. Críticos dizem que os problemas devem-se a um fracassado modelo econômico liderado pelo Estado. Do site da revista Veja
A ARMA SOLERTE DA DESINFORMAÇÃO
A matéria acima, que deve ser de agência internacional de notícia, está publicada no site da revista Veja.
Notem como é narrada a notícia. Em nenhum momento é salientado o fato de que a Venezuela vive sob o tacão de uma ditadura comunista conforme o esquema do Foro de São Paulo, que aliás está reunido neste final de semana no México. Tanto é que Lula, fundador e chefe do Foro de SP, gravou e publicou ontem (dia 31) um vídeo saudando os ‘companheiros’ reunidos no México neste final de semana.  
Para narrar os eventos de violência que ocorrem na Venezuela neste final de semana, o texto atribui aos acontecimentos os efeitos da queda dos preços do petróleo e “uma cada vez mais disfuncional série de controles de câmbio e preços têm fomentado uma escassez de bens de consumo e causado confusão em filas de supermercados pelo país.”
Ora, não se trata de controles ‘disfuncionais’, mas sim da aplicação da estatização da economia, haja vista que nesta sexta-feira o tiranete Nicolás Maduro decidiu expropriar diversas empresas de alimentos, dentre elas a gigante Polar, estrangulando o fluxo de mercadorias, sobretudo alimentos, para as redes varejistas.
Em nenhum momento esta matéria alude ao fato de que o governo venezuelano é uma ditadura comunista. A palavra “comunismo” é escamoteada desse texto. Aliás, foi banida do noticiário. Trata-se da mais pura engenharia social que se vale da estratégia da “desinformação” para tentar fazer crer que a Venezuela é um país normal, democrático, que tem eleições e que o Foro de São Paulo não existe e que não há qualquer tentativa de transformar toda a América Latina, inclusive o Brasil, num continente comunista. 
Quem promove a desinformação são os próprios jornalistas que em sua maioria são esquerdistas. Alguns cumprem missão do Foro de São Paulo dentro das redações da grande mídia.
Outro fato notório é a desvinculação do projeto do Foro de São Paulo do processo de corrupção e roubalheiras que vêm ocorrendo no Brasil, quando se sabe que uma das principais estratégias para o domínio dos comunistas sempre foi a pilhagem dos cofres estatais.
Outro fato, como tenho afirmado de forma recorrente aqui no blog é que a escassez de alimentos é um esquema de controle social que sempre foi utilizado pelos comunistas para imobilizar a população. No caso do comunismo cucaracha, a história se repete. Que o digam os cubanos que vivem esfaimados há meio século enquanto Fidel e Raúl Castro e sua corriola vivem em mansões no Laguito, em segurança absoluta e com as despensas abarrotadas do bom e do melhor.
O mesmo acontece com o vagabundo e assassino tiranete da Venezuela Nicolás Maduro e seus sequazes que vivem numa redoma de luxo e prazeres. Lembrem-se que na Venezuela ocorre o que está acontecendo agora no Brasil, a associação de mega empresários com o regime bolivariano. Não é à toa que Lula passou de simples sindicalista a milionário desfrutando de fazenda suntuosa em Atibaia, apartamento triplex em praia, apartamento em São Bernardo. E isto é o que se sabe.

6 comentários:

Antipetista disse...

Boa sorte a todos os impeachmistas! Mas ha algum tempo mudei de lado: hoje sou intervencionista! Somente uma ruptura drastica para botar ordem nesta pocilga. Paredao e fusilamento aos traidores da patria. E tenho dito.

Anônimo disse...

SONEGAR ALIMENTOS E DESESPERAR O POVO!
Uma das frente de comunização e domínio de um povo, de manter ele de coleira no pescoço e de levar ele ao desespero pela inflação e pela falta de alimentos básicos é esse esquema de sonegação!
O governo comunista dá um jeito de quebrar as empresas por meio de arrochos e depois expropria tudo; aí, deixa faltar alimentos de propósito para manter o povo acuado, NAS FILAS, sem condições de se manifestar contra o governo e a culpa disso tudo o governo sujo e incompetente, como daqui, culpa umas tais "zelites", sem dar nome a quem quer que seja; safadeza, para saírem dessa chantagem!
Eles são as pragas causadoras de tudo isso, mas nada assumem de nada de erro, como a peste PT aqui!
O PT de lá é o PSUV do Maduro(e podre)!

Anônimo disse...

sem duvida, essa situação como a da Venezuela, por exemplo, só se resolve no combate militar, mesmo que seja o próprio exercito venezuelano a promover a guinada e derrubar esses malucos bolivarianos...

fora disso, não ha a menor chance de a situação mudar...

não vejo como...

joao batista disse...

Se houvesse intervenção eu queria trabalhar na policia que caçava os vagabundos petistas .

Anônimo disse...

o POVO TEM QUE OLHAR PRA REALIDADE. iSSO É GUERRA SUJA COMUNISTA , INFELIZMENTE TEM QUE SE ARMAR E PARTIR PRA DERRUBADA DESSE MADURO.

MarSea disse...

Eu também penso igual. Mas meu receio é o Exército obedecer as ordens do Governo como é na China e Venezuela. E o povo ficar desprotegido e acuado. Porque é estranho que até agora as FFAAs não interviram. Estranho! Estamos a beira de um Caos total não só na economia como na Bandidagem! A Falta de Integridade Moral e Física da nossa Nação. Onde todos os anos morrem 56 mil cidadãos vítimas de latrocínio. Fora os crimes de trânsito, estupro, passionais....marginalidade tomando conta e o cidadão de bem nem mais tem sossego de andar numa calçada que o próprio paga imposto.