TRANSLATE/TRADUTOR

sexta-feira, agosto 14, 2015

REPORTAGEM-BOMBA DE 'VEJA' REVELA QUE EMPRESA DE LULA FATUROU R$ 27 MILHÕES. QUASE A METADE DISSO PROCEDE DE EMPRESAS INVESTIGADAS NO PETROLÃO.

Como não poderia deixar de ser, a reportagem-bomba de Veja que chega às bancas neste sábado desta vez não vem apenas, quente, vem fervendo, borbulhando, porque revela com exclusividade que a empresa do ex-operário coitadinho e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que reivindicava a condição de "pai dos pobres", faturou R$ 27 milhões de reais. Deste soberbo e retumbante montante, R$ 10 milhões jorraram de construtoras investigadas pelo petrolão.

Trata-se da nebulosa LILS, um conjunto de letras formado pelas iniciais do nome do ex-presidente e que atua no ramo da "consultoria", designativo para ações variadas, nebulosas e misteriosas que resultaram num meteórico enriquecimento do ex-operário sindicaleiro e ex-presidente. Não que ganhar dinheiro seja um pecado. Aliás, é uma virtude, desde que as fontes sejam legítimas e estejam completamente fora do âmbito público.
PT: UM PARTIDO MOVIDO A 'PIXULECOS'
As investigações da Operação Lava Jato, que começaram num pequeno posto de gasolina já atingiram cinco ministérios, três partidos políticos, ministros, ex-ministros, senadores, deputados e um ex-presidente da República, o indefectível Lula, também conhecido pelas alcunhas de "Barba" ou "Brahma". Há, como se vê, a (con)fusão entre as esferas pública e privada, cuja separação total e completa é apanágio do denominado "Estado moderno". Se há esta confusão entre as duas esferas isto significa um retorno às monarquias absolutistas européia. Atribui-se a Luiz XIV a célebre frase: "O Estado sou eu". De fato, naquela época o soberano tinha o poder sobre tudo e sobre todos. Com o aparecimento do denominado "Estado moderno", o "direito racional" e codificado, o sufrágio universal, etc... abriu-se um novo horizonte para o mundo ocidental que só foi tisnado pela absurda teoria marxista que originou o comunismo onde o Partido emula Luiz XIV. E pode tudo, inclusive absorver "pixulecos" como bem entender.
O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, como explica a reportagem-bomba cunhou um termo muito específico - "pixuleco"- para designar o dinheiro sujo que vem sendo capturado pelo PT há mais de uma década, desde os tempos do mensalão. "Pixuleco" designa, na novilíngua petista, a propina.
Esta reportagem imperdível, intitulada "A República do Pixuleco", da revista Veja mostra que a Operação Lava Jato já chegou aos ministérios da Saúde, Minas e Energia, das Cidades, da Comunicação Social e ao Planejamento. E isto é o que se sabe até agora.
Além de tudo isso, Veja também faz um flash-back e compara o movimento pelo impeachment de Collor em 1992 com aquele que está agora na boca do povo em relação à Dilma.
Por tudo isso, a edição de Veja chega à bancas neste sábado - e daqui a pouco disponível para assinantes online - é imperdível. Principalmente porque vai fundo ao revelar o envolvimento de Lula com a teia diabólica do petrolão.
POR ISSO É MUITO IMPORTANTE:

4 comentários:

Anônimo disse...

Que adianta toda essa roubalheira denunciada se nada acontece? Está difícil ter um pouquinho de esperança que algo aconteça!

Lourdes

Caio Germano disse...

Uma coisa é fato. Esse ano, ou se destrói O PT, o o PT destrói o BRASIL!

Marat Silva disse...

.
Lula expandiu o significado de CORRUPÇÃO ao máximo concebido pela mentalidade humana.
É mentira ao CUBO!
Somente débil mental, ou ESQUERDOPATA(doente) para acreditar no lero-lero dessa figura.
BRASIL, ACORDA!

Anônimo disse...

se eu fosse uma margarida nao deixaria lulla usar esse chapeu.desmoraliza.