TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, outubro 18, 2015

SUPER EXTRA! NA TRILHA DA OPERAÇÃO LAVA JATO. NINGUÉM DORME. NINGUÉM SABE COMO SERÁ O OUTRO DIA. NINGUÉM SABE QUEM SERÁ O PRÓXIMO.

Em ação contra lavagem de dinheiro, cerca de 400 policiais federais saíram em 17 de março de 2014 no encalço de um punhado de doleiros e acabaram puxando os fios do maior escândalo de corrupção da história do país. Confira os passos dos investigadores e entenda como as provas e depoimentos colhidos em cada etapa levaram a operação ao patamar seguinte.
A Polícia Federal deslancha operação contra lavagem de dinheiro em dezessete cidades de seis Estados e no Distrito Federal. Os alvos da operação são “alguns dos principais personagens do mercado clandestino de câmbio”, segundo a PF. Ou seja, doleiros a serviço das mais diversas traficâncias: sonegação fiscal, evasão de divisas, contrabando de pedras preciosas, desvios de recursos públicos, corrupção de agentes públicos, tráfico internacional de drogas etc. O marco zero da operação é o Posto da Torre (foto), a cerca de três quilômetros do Congresso, apontado pelos investigadores como uma espécie de “caixa eletrônico da propina”. É a ele que a operação deve seu nome – embora, a rigor, não houvesse ali nenhum lava-jato, mas uma lavanderia e uma casa de câmbio, fechada pela PF. Trinta pessoas foram presas nesta primeira fase, incluindo velhos conhecidos da Justiça: o mensaleiro Enivaldo Quadrado; o doleiro Carlos Habib Chater, dono do posto; a doleira Nelma Kodama (no aeroporto, tentando fugir do país com 200.000 euros na calcinha, segundo a PF); e Alberto Youssef, um dos principais personagens da CPI do Banestado, de 2003, que à época foi poupado da prisão em razão de um acordo de delação. Certo de pegar uma dura sentença, Youssef não demora a tentar uma nova colaboração com a Justiça e decide contar o que sabe, começando pelos serviços prestados a um certo Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, a quem deu um jipe Land Rover de 200.000 reais.
Este é o começo da Operação Lava Jato. Clique AQUI e veja tudo muito bem editado com textos curtos e objetivos além dos vídeos dos depoimentos.
Enfim, tudo o que você queria saber  sobre a Operação Lava Jato, a maior operação policial da história do Brasil que eviscerou víbora da corrupção e da ladroagem de dinheiro público. A víbora é vermelha e se chama PT. Seu chefe é Lula. 
Nesse torvelinho sem fim de roubalheiras o PT conseguiu alcançar um poder inaudito no que tange a uma agremiação política, comprando a totalidade do PMDB e sustentando uma teia de partidos nanicos comunistas. Por trás da cena o Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro em 1990, destinada a turbinar a comunização de todo continente latino-americano, centro-americano e o Caribe e que, nestas alturas, absorveu o Tesouro Nacional. Não se sabe até agora quanto de dinheiro público já foi amealhado pelo PT e seus sequazes e quantas ditaduras bolivarianas e africanas sobrevivem à custa de ‘empréstimos’ secretos do BNDES e outras agências governamentais.
Os estimados leitores podem ler e ver tudo sobre a Operação Lava Jato no site de Veja sem gastar um tostão. 
Portanto, não gaste seu dinheiro pagando acesso aos sites de jornalões como Estadão, Folha de S. Paulo e O Globo. 
Leiam de graça o site da revista Veja e os blogs jornalísticos independentes como este aqui. Economize e fique bem informado. Informação verdadeira é tudo e mais um pouco!
Boa leitura. Ótimas informações.

3 comentários:

Ralph Minei disse...

Muito obrigado obrigado obrigado obrigado obrigado por existir jornalistas e sites fidedignos como você, Aluísio.

Parabéns pelo seu brilhante trabalho de um profissional sério. Abraços.

Anônimo disse...

Ah, se não fosse um JB e depois o campeão Dr Moro, onde estaríamos?
O Brasil já seria Venezuela II há anos, e sem possibilidade de retorno, pois os comunistas são feras no esquema de dominar e depois linchar sem dó e misericórdia quem questione eles!
O PT que desviou muitos bilhões vive pressionando Cunha que teria pego apenas alguns poucos milhões numa PERSEGUIÇÃO SELETIVA, querendo desviar o foco de suas 1001 tramas!
A reação só dará efeitos se todos recomeçarem os protestos nas ruas, direto e reto, até que o PT caia e que Lula e Dilma rachem ainda mais!

Antonino Camelier disse...

Minha gratidão a você, Aluízio, um verdadeiro operário da notícia.