TRANSLATE/TRADUTOR

terça-feira, novembro 24, 2015

POLÍCIA FEDERAL PREDE JOSÉ CARLOS BUMLAI, O EMPRESÁRIO AMIGO DE LULA, DURANTE 21a. FASE DA OPERAÇÃO LAVA JATO.

O pecuarista e empresário José Carlso Bumlai, amigo do ex-presidente Lula preso nesta terça-feira durante a 21a. fase da Operação Lava Jato,  batizada de 'Passe Livre'. Foto: Veja.
A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira, em Brasília, o pecuarista José Carlos Bumlai na 21ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Passe Livre. A nova etapa inclui investigações de pagamento de propina e fraude em licitações na contratação de navios-sonda pela Petrobras. Ao todo, além da prisão preventiva de Bumlai, estão sendo cumpridos 25 mandados de busca e apreensão e seis de condução coercitiva em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Lins (SP), Piracicaba (SP), Campo Grande e Dourados (MS). Bumlai iria depor na tarde desta terça-feira na CPI do BNDES e estava em um hotel próximo ao Palácio da Alvorada quando foi detido. Ele será levado para a Superintendência da PF em Curitiba.

O pecuarista foi citado na Lava Jato pelo lobista Fernando Baiano, apontado pelo Ministério Público como lobista do PMDB que intermediava o pagamento de propinas a agentes públicos que sangravam os cofres da Petrobras. Em depoimento de delação premiada, Baiano disse ter repassado 2 milhões de reais a uma nora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a pedido de Bumlai.

Segundo as investigações, os valores eram referentes a uma comissão a que o pecuarista tinha direito e, na transação, foi simulado um contrato de aluguel de equipamentos e emitidas notas fiscais falsas. O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa já havia dito, em depoimento, que José Carlos Bumlai "era um contato muito próximo de Fernando Baiano".
José Carlos Bumlai e Lula. Foto: Veja.
NEGÓCIOS BILIONÁRIOS
A nova fase da Lava Jato volta a rondar o ex-presidente Lula. Como VEJA havia revelado em 2011, o pecuarista Bumlai, um amigo próximo do então presidente Lula, foi favorecido por financiamentos do BNDES e tinha livre acesso ao Palácio do Planalto no governo petista. Um recado na portaria do principal prédio da administração pública federal determinava: "O sr. José Carlos Bumlai deverá ter prioridade de atendimento na portaria Principal do Palácio do Planalto, devendo ser encaminhado ao local de destino, após prévio contato telefônico, em qualquer tempo e qualquer circunstância".
No governo do petista, além do trânsito livre, Bumlai tinha autorização para intermediar negócios bilionários de interesse da administração federal. Como informou VEJA, ele foi encarregado, por exemplo, de montar um consórcio de empresas para disputar o leilão de construção da hidrelétrica de Belo Monte, uma obra prioritária do governo federal, orçada originalmente em 25 bilhões de reais. Bumlai não só formou o consórcio como venceu o leilão para construir uma das maiores hidrelétricas do mundo. Mas a atuação do pecuarista, uma espécie de lobista VIP, também resvalou em suspeitas de que estava usando a influência e o acesso consentido ao palácio para fazer negócios privados, como a compra de turbinas para a usina de Belo Monte com um grupo de chineses.
Nos últimos anos, grandes empreiteiras hoje enroladas na Lava Jato fizeram chegar ao Planalto queixas contra a atuação de Bumlai na Petrobras. Uma das mais recorrentes trata de possíveis privilégios que a construtora UTC estaria recebendo da estatal por causa do lobista. O dono da UTC Ricardo Pessoa chegou a ser preso no escândalo do petrolão. Depois se tornou delator e revelou como políticos e agentes da estatal enriqueceram às custas do pagamento massivo de dinheiro sujo retirado de contratos fraudados na estatal.
De acordo com a PF, os investigados nesta fase devem responder pelos crimes de fraudes a licitação, falsidade ideológica, falsificação de documentos, corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. "Segundo as apurações, complexas medidas de engenharia financeira foram utilizadas pelos investigados com o objetivo de ocultar a real destinação dos valores indevidos pagos a agentes públicos e diretores da estatal", diz a PF, em nota. Do site da revista Veja

9 comentários:

Anônimo disse...

Excelente notícia matinal. O cerco está se fechando.

Carlo Germani disse...

A próxima fase (nº22)será a do "poderoso chefão",Lula.

Rose disse...

JUÍZ MORO! isso mesmo, com todas as letras maiúsculas!
Todo brasileiro decente tem a OBRIGAÇÃO de declarar e manifestar apoio a esse grande PROFISSIONAL e HOMEM!
OBRIGADA por acender a nossa esperança, lavar a nossa alma, a alma daqueles que querem acreditar que nessa lama podre brasileira ainda podemos encontrar caráter como o seu!
O-BRI-GA-DA!

Anônimo disse...

O Geraldo foi show de bola no "Roda" da Band ontem. Acabou com a jornalita petista da Folha Mónica Bérgamo. O Alckmin é o candidato mais preparado para ser presidente. Administra o segundo maior PIB do país. O silêncio do Antagonista é ensurdecedor. Já se fosse o Aécio...

Anônimo disse...

Cadê o Ministro da Justiça que manda prender e arrebentar?

Terroristas made in Brasil

http://cgn.uol.com.br/blogs/caiogottlieb/?p=11265

Anônimo disse...

O blogueiro Orislandio Timóteo Araújo foi assassinado em Buriticupu, interior do Maranhão, no último sábado (21), por um motoqueiro com um disparo na cabeça. A polícia trabalha com hipótese de vingança por sua atividade. Já Ítalo Diniz foi assassinado no dia 13, por dois motoqueiros em Governador Nunes Freire, também no Maranhão. Ele já tinha avisado a polícia que estava sofrendo ameaças de morte. Eles são apenas os últimos de uma lista que não é curta.

http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2015/11/24/o-brasil-esta-se-especializando-em-matar-blogueiros/

WALID SAFRADO disse...

Só políticos-metralhas. Não salva um partido problemático nesse país! Voltaremos a ser colônia pra dar um restart nisso tudo.

Anônimo disse...

Caro Aluízio
Os campeões de fortunas feitas na era Lula as custas do BNDS, pouco a pouco vão falindo. O Eik Batista, o Cavendish, o Bumllai, etc. Penso que o escopo principal dessa gente é falir mesmo. Parece que a "massa falida" dá um lucro danado. Fiquemos, pois, no aguardo da falência da Friboi, pois, não. Acho que as empresas dessa gente são de fachada e a finalidade é mesmo pegar empréstimo no BNDS e não pagar, distribuindo a bufunfa entre os mesmos, conforme combinado.
Esther

Anônimo disse...


PROCURADO JOSUÉ DOS SANTOS FERREIRA, Falso Deputado.

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO

D.E.

Publicado em 14/08/2014
RECURSO EM SENTIDO ESTRITO Nº 0001218-71.2013.4.03.6181/SP
2013.61.81.001218-9/SP
RELATOR : Desembargador Federal ANDRÉ NEKATSCHALOW
RECORRENTE : Justica Publica
RECORRIDO(A) : JOSUE DOS SANTOS FERREIRA
ADVOGADO : SP126257 RICARDO SEIJI TAKAMUNE e outro
No. ORIG. : 00012187120134036181 4P Vr SAO PAULO/SP

Requer a intimação do denunciado Josué dos Santos Ferreira para que retire o Brasão da República de todas as páginas do sítio eletrônico do Instituto de Estudos Legislativos Brasileiro (www.idelb.org.br), no prazo de 3 (três) dias úteis após a intimação, sob pena de efetiva suspensão das atividades do Instituto e de expedição de mandado de prisão;
Link:
http://web.trf3.jus.br/acordaos/Acordao/BuscarDocumentoGedpro/3692504
http://www.prdf.mpf.mp.br/imprensa/arquivos_noticias/recomendacao-apolesf.pdf