TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, fevereiro 11, 2016

OS MILITARES E A CRISE

O deputado federal Raul Jugmann (PPS/PE), que conforme observou O Antagonista, está longe de ser uma “vivandeira dos quartéis”, não se exime de fazer uma observação muito pertinente e realista em sua página do Facebook e quebra o tabu que o esquerdismo construiu em torno dos militares. Como deputado e democrata - anota O Antagonista - Jugmann “conversa com militares, parte inextirpável da sociedade brasileira”.
Aliás, nos países verdadeiramente democráticos e livres as Forças Armadas têm o maior respeito e apreço por parte dos cidadãos. 
Transcrevo o texto do deputado Raul Jugmann:
O principal juízo dos militares sobre a crise parte da constatação que os atores políticos, legitimados pelo voto para apontar e construir os caminhos da solução, abdicaram do papel que o grave momento nacional lhes reserva e reduziram as enormes dificuldades que se abatem sobre nós a mera luta pelo poder, na sua expressão mais primária. E ao esforço de preservação de biografias que a cada dia se mostram mais indefensáveis.
Reclamam, em síntese, da inexistência de vontade política para o enfrentamento efetivo dos problemas e, em consequência, da incompreensível subordinação das razões de Estado às conveniências político-partidárias.
A visão que eles têm da crise atual pode ser assim resumida:
a. Estão fechados com o que diz a Constituição e seu papel por ela definido. Nas suas palavras, nada farão fora do que diz o "livrinho" - nem prá por, nem para tirar ninguém, nem aceitarão ou apoiarão aventuras institucionais de qualquer das partes envolvidas;
b. Entendem, tendo em vista o aprofundamento social e econômico da crise, que cabe aos políticos sua rápida resolução, antes que ela se agrave ainda mais; e
c. Estão preocupados com a perspectiva de, não revertido o quadro de deterioração em curso, se verem convocados a intervir em nome da Garantia da Lei e da Ordem - GLO, art. 142, caput, da CF.
Convenhamos, a conjuntura lhes dá razão quanto ao temor de um descontrole. O crescente desemprego, a recessão, inflação, colapso fiscal de estados e municípios justifica a preocupação. Ademais, a perspectiva inédita de três anos de recessão, associada à vertiginosa perda de legitimidade do sistema político, de corrupção endêmica do governo e de parte do parlamento, somadas a amplas manifestações via redes sociais, torna cinzento nosso futuro.
Esse quadro poderia ser saneado se a política não fosse refém dela própria, como já dissemos anteriormente.
Isto porque, a crise é sobretudo política e da política, na sua relação incestuosa com o capital privado e patrimonialista com o Estado, aprofundada e acelerada à metástase pelos governos do PT e aliados, os principais responsáveis diretos pelo que ai está.
Diferentemente do que se passou em vários momentos da nossa história desde a crise de 1868, quando Caxias promoveu a queda do gabinete liberal do 2o reinado, inexiste projeto de tutela dos militares sobre as decisões ou rumos políticos do pais..
Hoje, os militares não desejam o poder ou identificam motivos para nele interferir, o que contribui decisivamente para nossa estabilidade democrática. Porém, temem que a irresolução da crise e seu agravamento os tire dos quartéis, onde cumprem com disciplina e compromisso seus deveres profissionais e institucionais.

Raul Jungmann

22 comentários:

Anônimo disse...

Quem pode deve estar raspando o tacho e fixando residência longe do Brasil. Não se vê nenhuma proposta de mudança estrutural para reduzir a corrupção e poder dos príncipes, barões, duques e princesas. É o feudo em sua forma mais avassaladora. Continuem! até que os vassalos resolvam fechar aeroportos, portos e rotas de fuga. Aí, nem as FFAA terão controle sobre a situação.

Anônimo disse...

Aluizio, olha isto:

Petrobras coloca usinas térmicas, terminais de gás e gasodutos à venda

A intenção da estatal é reforçar o caixa com a arrecadação de US$ 57,7 bilhões (o equivalente a cerca de R$ 225 bilhões)

http://veja.abril.com.br/noticia/economia/petrobras-coloca-usinas-termicas-terminais-de-gas-e-gasodutos-a-venda

Eu só queria saber se isso foi aprovado pelos acionistas e quanto dividendo cada acionista receberá?

Ou seria é uma decisão de diretoria? Ou do conselho da empresa sem consultar os acionistas?

Anônimo disse...

a culpa é do eleitor...

simples assim...

Paolo Hemmerich disse...

A DIRMA, nova EROÍNA BRASELERA, vai comandar as gloriosas FFAA na CAÇA SEM TRÉGUA ao ZIKA!!! De FAL na mão e charuto cubano na boca!!! Tem um monte de general melancia desmaiando de emoção!!!!

Jaci Capistrano disse...

FRASES DE BARACK OBAMA SOBRE OS MILITARES

"...É graças aos soldados, e não aos sacerdotes, que podemos ter a religião que desejamos.
É graças aos soldados, e não aos jornalistas, que temos liberdade de imprensa.
É graças aos soldados, e não aos poetas, que podemos falar em público.
É graças aos soldados, e não aos professores, que existe liberdade de ensino.
É graças aos soldados, e não aos advogados, que existe o direito a um julgamento justo.
É graças aos soldados, e não aos políticos, que podemos votar..."

BARACK OBAMA no MEMORIAL DAY (durante a cerimônia do Dia do Veterano) há alguns dias.
Dedicado àqueles que perguntam: “Para que servem os militares?”

E olha que Obama é socialista fabiano como o PSDB.

Anônimo disse...

Ao anônimo sobre a Petrobras, o governo é o maior acionista e os demais estão de joelhos aqui no Brasil. Nos Estados unidos os ventos são outros.
Quando aos dividendos, Ademir Bendine apenas anunciou: "Dividendos não serão pagos"... "Simplesmente não vamos pagar".

http://g1.globo.com/economia/mercados/noticia/2015/04/petrobras-anuncia-que-nao-pagara-dividendos-acionistas-em-2015.html

Em qualquer pais serio um Bendine nem seria presidente de uma Petrobras, nem Lula teria sido presidente do Pais e olha que foi duas vezes e ainda emplacou a amiga.

O MESMO de SEMPRE disse...


O problema é a MORAL completamente distanciada da ideia de ÉTICA comomuma filosofia para as relações humanas. Afinal, a moral é ARBITRÁRIA baseando-se em DOGMAS para costumes e tradições.

No ocaso do Império Romano já não mais interessava uma moral GUERREIRA em apoio às conquistas (Dominação e SAQUES) de outros povos, para manter e ampliar o PODER dos soberanos estabelecidos ao custear exécitos e apaniguados FALADORES para acirrar um frenesi popular através da EXCITAÇÃO das MASSAS.

Sim, o NOVO objetivo era obter da PRÒPRIA POPULAÇÃO a permissão para EXPLORAR-LA, tornando-a VOLUNTARIAMENTE SUBMISSA.

Tal só é possivel ATRAVÉS da MANIPULAÇÃO moral. Ou seja, ATRAVÉS da MANIPULAÇÃO da VAIDADE humana.

(...)

A MORAL é a receita para uma inserção solidária num grupo ou comunidade, estabelecendo o valor do indivíduo para O GRUPO, PRESCREVENDO O COMPORTAMENTO IDEAL para o integrante.

A IDEOLOGIA firma-se como pretenso estudo ou conjunto/AMONTOADO de ideias/ALEGAÇÕES apresentadas como RECEITA p/ um OBJETIVO SUPREMO ou FIM REDENTOR.

A FANTASIA MARAVILHOSA assumida como UM BEM ABSOLUTO para a HUMANIDADE imediatamente faz do seguidor ideológico um "ALGUÉM MELHOR", um "SALVADOR da HUMANIDADE" ou HEROI, repleto de valor e utilidade para o grupo/comunidade de "SALVADORES" superiores aos RELES MORTAIS que por eles serão salvos para "VIVEREM em um PARAÍSO" ou Utopia qualquer.

Assim inventou-se a IDEOLOGIA CRISTÃ em CONTRADIÇÃO com o JUDAÍSMO, no qual JAVÉ seria o "SENHOR dos EXÉRCITOS", protegendo seu "POVO ESCOLHIDO" para reinar nos terrítorios por JAVÉ concedidos.

Ou seja, O CRISTIANISMO propunha NÃO MAIS uma MORAL de GUERREIROS, mas uma MORAL de CORDEIROS.

O Estado Romano não tinha mais povos a conquistar e SAQUEAR. O Estado/GOVERNO Romano tinha ELEVADO CUSTO de MANUTENÇÃO e disputas internas, precisando EXPLORAR a PRÓPRIA POPULAÇÃO, implicando em RISCO de REBELIÃO DESTA diante da exploração.

Com isso a NOVA POLÍTICA INVENTOU o CRISTIANISMO com sua MORAL CAPITULACIONISTA, onde o MAIOR VALOR do indivíduo seria sua SUBMISSÃO aos governantes (VIDE EPISTOLAS de PAULO ou "ROMANOS").

A NOVA MORAL CRISTÃ preconizava o "dar a outra face", o RESIGNAR-SE ante o sofrimento e ansiar apenas pela "VIDA ETERNA" no futuro incerto (ideologias prometem futuro incerto e maravilhoso).

Assim o Estado Romano DOMESTICOU as MASSAS, manipulando-lhes a vaidade, IMPONDO UMA NOVA MORAL PROPAGANDEADA como O VAOLOR VERDADEIRO para os indivíduos. Valor este DITADO por UM DEUS ou SEMI DEUS que opunha-se francamente as ideais de seu "deus pai".

Com essa NOVA MORAL a politica INDUZIU o ÓDIO aos RICOS chamados de "GANANCIOSOS", "AVARENTOS", "GULOSOS" etc.. Atribuindo a estes, FACILMENTE INVEJÁVEIS e POR TAL ODIAVEIS, todas as culpas e DEMÈRITOS, ao mesmo tempo que GLAMURIZAVA os MISERÁVEIS como se a miséria LHES FOSSE MÉRITO.

Com NOVA POLÍTICA o Estado ROMANO JUSTIFICOU-SE NO SAQUE CONTRA A PRÓPRIA POPULAÇÃO induzindo o ÓDIO contra os RICOS não simpáticos à EXCESSIVA COBRANÇA de IMPOSTOS perpetrada pelo Estado/governo.

Não por acaso foram inventados pecados da AVAREZA e da GULA bem como a condenável GANÂNCIA por riquezas ou "acumular tesouros na terra".

Pobres e miseráveis imediatamente sentiram-se GALANTEADOS pela NOVA IDEOLOGIA que atribuia-lhes grande VALOR MORAL, COMO SE A NECESSIDADE LHES ATRIBUISSE MÉRITOS.
Assim iniciou-se o POPULISMO na melhor interpretação de SUN TZU: SEMEAR a DISCÓRDIA dentre as classes da sociedade a qual o Estado/governo pretendia DOMINAR e EXPLORAR.

A política cristã é a origem do populismo e causa do socialismo/"comunismo".

Enquanto persistir essa MORAL PIEGAS do cristianismo a TIRANIA e a SAFADEZA têm futuro garantido.

O MESMO de SEMPRE disse...


Sim, no decadcente Império Romano, com suas disputas internais devido ao seu tamanho e dificuldade de um eficiente controle central, não tinha mais tantos povos para conquistar e EXPLORAR.

Assim percebeu-se que o Império somente se sustentaria através da exloração da PRÓPRIA POPULAÇÃO. Correndo o RISCO de rebeliões e acirramento da divisão do PODER.

Uma IDEOLOGIA GUERREIRA nÃO MAIS SERIA INTERESSANTE e SIM o CONTRÁRIO:

Uma IDEOLOGIA QUE INCENTIVASSE A COVARDIA, a FROUXIDÃO e o VALOR MORAL da OVELHA em oposição ao valor moral do GUERREIRO.

Foi essa a idéia para se conceber a NOVA MORAL ASCÈTICA que incentivava o DESPREZO por SI MESMO e a SERVIDÃO como VALORES MORAIS SUPERIORES.

Essa MORAL ASCÉTICA que foi patrocinada pelo Estado Romano CONTRA a ÉTICA ESTÓICA só poderia se ARBITRADA como DOGMA por um deus ou semi deus ou seria desprezada. Porém, para forçar um SINCRETISMO o novo semi deus "PACIFISTA" que chamava comerciantes de ladrões gananciosos forjou-se em flagrante contradição com seu deus pai e alterou o valor moral do "SENHOR dos EXÉRCITOS" para o valor morall do "REBANHO POPULAR".

Enquanto esta moral ideológica for assentida, a tirania e a safadeza terão um futuro de prosperidade.

SUCRIS disse...

https://www.youtube.com/watch?v=ch9EG9lI4h0

E AÍ TÁ CADA VEZ MAIS SEXO EXPLICITO!QUEM VAI FICAR?QUEM VAI EMBARCAR?só um meteoro!

TERMINATOR disse...

É, meus antigos coleguinhas militares. Vcs não fizeram o serviço bem feito quando estiveram no poder (ou seja, exterminado TODA a corja esquerdista/comunista de uma vez por todas) além de não terem conseguido ¨educar¨ (AI5?? Censura nas novelas? torturinhas de só meia dúzia de vagabundos que hoje tão aí aprontando? Fala sério!!) o povão para que largassem de ser o que mostrava que já eram e seriam pior no futuro ou seja, uns palhaços fracassados com alta inclinação para o banditismo e agora todo mundo quer vcs de volta para ¨arrumar¨ o que vcs não arrumaram quando tiveram oportunidade. Não tiro a razão de vcs hoje não querer mais se meter e ficarem quietos no seu canto. A coisa ficou mais difícil ainda do que era antigamente. A população aumentou muito e ficaram mais burros ainda e também mais violentos, o trabalho de vcs mais do que dobrou. Mas a maior ¨razão¨ do desânimo de vcs é o meu também: Compensa realmente lutar por um povinho igual o bananeiro? Compensou para vcs lutarem em 1964 para depois entregar o poder novamente aos civis bananeiros e o resultado é a calamidade que vivemos hoje em dia?

Anônimo disse...

Triste fim para as FABs

Anônimo disse...

Me desculpem aqueles que depositam esperanças nas fardas verdes (ou vermelhas!), mas esperar o quê, exatamente, de umas das mais idiotas, humilhadas e achincalhadas instituições desde que o esquerdismo tomou conta do Brasil? Vejamos:

1) Foram os criadores do PT e de seu abominável líder (é fato);

2) Concederam "anistia" total e irrestrita a todos aqueles que eram justamente os algozes do período de 60/70 e início dos 80 (fato). Este fato foi uma obra que destruiu a democracia e ainda aumentou o poder da esquerda. Isso foi imperdoável. Ainda durante a ditadura as redações já estavam tomadas pela propaganda de esquerda extremamente organizada e dirigida desde fora do país;

3) Transformaram o Brasil de 46º na economia mundial para 8º na economia mundial. A inflação era de 108% e foi a 20%. No governo Médici, o Brasil cresceu 15% ao ano. Tudo para entregarem de mão beijada à escória da humanidade. Resultado? O espaço foi tomado pela esquerda que já se articulava no país desde os anos 30;

4) Acabaram com a direita no cenário político: nas redações, os jornalistas conservadores foram sendo afastados e substituídos, não por simpatizantes da esquerda, mas por militantes. Não se viu jamais uma propaganda anticomunista na época e só se combateu o terrorismo. Não havia propaganda ideológica de direita, só havia propaganda ideológica de esquerda e nada fizeram para, no mínimo, equilibrar esse combate ideológico. Se houvesse uma campanha de educação demonstrando o que se passava na China, em Cuba, no Camboja em todos os locais onde a esquerda tomou o poder nós estaríamos livres destas ideias idiotas e de seus ideólogos sociopatas;

5) Juntando todos os pontos acima, temos esta distorção atual dos fatos, que elegeu o governo mais corrupto de nossa história e continua a nos prejudicar na medida em que tenta de todas as formas acabar com nossa soberania acatando ordens que vem de Cuba através do Foro de São Paulo, o qual une numa mesma máfia as Farc, grupos terroristas diversos e "partidos políticos" como o PT.

Assim sendo, acredito que é pura balela e papo-furado de meia-dúzia de ex-generais da reserva. Não farão absolutamente nada. As FFAA já estão ajoelhadas ante ao PT à mais de 30 anos e só saem dos quartéis se for para matarem mosquitos. Me desculpem os verdadeiros militares (que conheço muitos!), mas seus "chefes" generais só fizeram bobagem quando meteram-se em política.

Anônimo disse...

O Terminator acertou na mosca com seu comentário, faço minhas as suas palavras! É exatamente isso que ele disse! Agora, vamos ver o que vai acontecer com o Brasil neste estado de coisas que estamos vendo. O militares vão deixar para agir quando as coisas já estiverem bem pretas? Vão deixar os Russos, Chineses e Cubanos tomar o Brasil? Isso só o tempo vai nos dizer, porque do jeito que as coisas vão indo o futuro do Brasil é completamente incerto!

Anônimo disse...

Traduzido, se o Moro não conseguir botar ordem na casa, porque não se espera nada dos políticos, os militares vão para cima.

Anônimo disse...

Forças Armadas já é vermelha e não serve nem para matar mosquito.

flavio aragon disse...

Discurso sem o menor sentido. O que os soldados fizeram sozinhos? Nada. Juntos, todos fizeram tudo. Que bobagem!

samuel disse...

E olha que Obama é socialista fabiano como o PSDB. Ele mesmo se intitula... He has been in an Islamic school in Indonesia to the age of 16..........
... the president joked: "Now, look, I get it. These days, I look in the mirror and I have to admit, I’m not the strapping young Muslim socialist that I used to be. Time passes. You get a little gray."
http://www.cnsnews.com/news/ar.
PSDB também é um partido muçulmano?
Soldados fazem o que mandam e o Aldo Rebelo é o chefe deles atualmente...

samuel disse...

a culpa é do eleitor... NÃO! A CULPA É DE NOSSOS LÍDERES!
Em Nova Iorque, em seu aniversário, FHC bebe vinhos em farta mesa com Aecio, José Serra... Descobriu na maturidade, os prazeres de milionário com gordas contas bancárias no exterior. Saboreia o espírito de alguns livros, de alguns vinhos, de alguns uísques, de uma esposa jovem. Tudo que ele deseja é sossego e ....homenagens para massagear sua vaidade...
AQUI NO BRASIL PEDIA VOTOS PARA FACHIN.
Ele comete o terrível erro de avaliação de todos os que abraçaram a social-democracia, de achar que chegam ao poder, cavalgando na mentira igualitarista, e nele conseguirão manter-se. Ora, eles sempre serviram e servirão de abre-alas da revolução. Nas suas pegadas sempre virão os “verdadeiros” socialistas.
É impossível descobrir ou traçar qualquer conexão lógica entre as liberdades civis e a estatização dos meios de produção. São esquemas não somente heterogêneos, mas antagônicos. Antagônicos lógica e materialmente. Qualquer garoto de ginásio pode compreender isso tão logo lhe expliquem o sentido dos dois conceitos.
Mas, uma vez aprisionado nessa idiotice, o cérebro humano nada consegue conceber fora dela ou sem referência a ela, trazendo ao sucesso propagandístico da idéia socialista, uma multidão de cretinices derivadas e secundárias, cujo poder de persuasão não se rende nem mesmo ante a evidência dos fatos mais constantes e repetidos.
O exemplo mais óbvio é o dos sociólogos (Ciência social, no Brasil, é crime organizado), dos juristas, economistas e cientistas políticos de esquerda.
O CASO DO BRASIL MOSTRA QUE NUNCA, NA HISTÓRIA DO CAPITALISMO, O DISCURSO SOCIALISTA RENDEU TANTO DINHEIRO A TÃO POUCOS...

Pampeano disse...

Bom discurso!

Augusto disse...

Nessa nem português acredita... (Que SAUDADE do GENERAL FIGUEREDO)
“Fazemos essas atividades subsidiariamente", diz Aldo Rebelo sobre combate ao Aedes
http://jovempan.uol.com.br/noticias/saude/fazemos-essas-atividades-subsidiariamente-diz-aldo-rebelo-sobre-combate-ao-aedes.html

ENQUANTO ISSO: QUEM ESTARÁ FALANDO A VERDADE???
Exército Brasileiro será desativado na fronteira Brasil/Bolívia
http://sociologiapolitica.com.br/2014/02/14/exercito-brasileiro-sera-desativado-na-fronteira-brasilbolivia/


Anônimo disse...

Terminator o senhor tem toda razão, podemos pegar como exemplo o Chile.
Os militares de lá "fizeram a limpa", o que sobrou de esquerdista não é suficiente para desestabilizar o país.

Anônimo disse...

Esses traidores comunistas travestidos de "comandantes militares" são agentes da treinados da KGB, quem esta no "comando" da ABIN é um oficial Russo ex KGB contratado pelo comunista Aldo Rabelo para ser um "conselheiro" na ABIN!!!
O que falta mais dizer para comprovar que as FFAA estão nas mãos de melancias traidores? os comandantes velhacos são lacaios de Lulla de Dilma que são por sua vez são nojentos lacaios de Fidel Castro e da internacional socialista .
Dizer que estão esperando o país se desintegrar para poder agirem é a cereja do bolo da irresponsabilidade.

É mesmo que um bombeiro dizer que só irá combater um incendeio depois, quando ele tiver queimado tudo!!!

IRRESPONSÁVEIS! TRAIDORES! VELHACOS!COVARDES!!!
ESTE ANIMAIS SEBOSOS NÃO SÃO MILITARES DE VERDADE,
SÃO MILICIANOS COMUNISTAS APÁTRIDAS USANDO LEVIANAMENTE A GLORIOSA FARDA DAS FFAA.
TAL QUAL NA POBRE VENEZUELA.

FORA MELANCIAS! FORA GENERAIS COMUNISTAS!
FORA PT ! FORA LULLA! FORA DILMA!