TRANSLATE/TRADUTOR

quarta-feira, fevereiro 24, 2016

Sponholz: Acarajé bichado.

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

5 comentários:

Alexandre, The Great disse...

Muito bom (como sempre)! Valeu Spon!!!

Anônimo disse...

O Mapa do Impeachment é uma iniciativa do Movimento Vem Pra Rua

Vamos cobrar os indecisos, denunciar os que são contrários e apoiar os que são a favor do impeachment!

http://www.mapa.vemprarua.net/

Anônimo disse...

O PT não vai largar o osso. Não vai sair voluntariamente até arruinar o Brasil. Os petistas vão ficar no governo o maior tempo possível rapinhando o máximo que puderem. Esse é o único motivo pelo qual a Dilma não vai embora porque já não tem nem terá mais condições de governar. A oposição, traduzida, o Aécio e o PSDB, é resposánvel de toda essa crise que se arrasta.

Anônimo disse...

JOÃO SANTANA PREPARANDO OS 2 MAIORES ATORES DO PT PARA MAIS UMA CENA DE UMA NOVELA CHAMADA DE "COMO CONTINUAR A ROUBAR SEM DAR NA PINTA"!...
Diz ele a Lula e Dilma: olhem como se fosse para o povo, falem com convicção como se fosse verdade, olhem bem aqui pois o foco refletirá irá nos olhos de cada telespectador(idita-útil)!
Digam assim cada um com voz forte e pausada, com seriedade: a crise passará, estamos tomando todas as medidas para que a renda do trabalhador não caia e estamos dando em cima dos oportunistas e aproveitadores, como os banqueiros!
GUARDEM AS RISADAS PARA DEPOIS NOS CAMARINS, controlem-se na hora, tá gente, vamos ensaiar?

Anônimo disse...

Acho boa a democracia, a representatividade. Sei que a maioria das pessoas não tem tempo para acompanhar a política por causa de seus trabalhos e família, filhos, etc., por isso confiam na representatividade em seus eleitos. Mas não é Aécio e o PSDB os responsáveis de toda essa crise que se arrasta. A consolidação de normas democráticas é lenta, demora, principalmente em um país com tantos povos diferentes. Porém, sua destruição pode ser muito rápida. É preciso cada um, sem se arvorar em dono da verdade, fazer a sua parte. Comecemos por não jogar lixo das ruas, nos córregos, no terreno baldio, nas praias, etc. Não votar, ou votar em qualquer um, também é uma forma de jogar lixo por aí ou não se incomodar com o lixo do vizinho.