TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, março 06, 2016

JAQUES WAGNER É HOSTILIZADO EM RESTAURANTE GRÃ-FINO EM BRASÍLIA: "FORA LADRÃO", GRITARAM EM CORO.

Jaques Wagner quis reagir mas foi contido pelo dono do restaurante. "Fora ladrão'' gritavam as pessoas. Foto DP
O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, foi hostilizado neste domingo, 6, ao deixar o restaurante japonês onde almoçou, acompanhado de sua mulher, Fátima, em Brasília. Ao se dirigir para a saída do restaurante, uma cliente gritou: "Fora PT". O protesto acabou acompanhado por outros presentes que, em coro, começaram a entoar "Fora!", "Ladrões!".
Muito irritado, o ministro rebateu, também aos gritos: "Vocês não estudaram? Vagabundos, mal-educado, fascista".
A assessoria do ministro confirmou o incidente e informou que Jaques Wagner classificou o episódio como "intolerância" e "falta de respeito". Para o ministro, "é preciso ter educação democrática , conviver com as diferenças sem discriminar ou ofender gratuitamente".
O bate boca foi rápido e a mulher do petista e o gerente do restaurante New Koto, localizado na SQS 212, o seguraram e o desencorajaram a prosseguir o debate.
Jaques Wagner ficou "muito chateado" com o ocorrido e considerou o gesto um "desrespeito à sua mulher". A confusão gerou mal-estar no local.
Esta foi a primeira vez que o ministro foi hostilizado. Outros ministros do governo Dilma já sofreram o mesmo constrangimento, mas em São Paulo. Foi o caso dos ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e da Saúde Alexandre Padilha. Em novembro do ano passado foi a vez do presidente do PT, Rui Falcão, ser hostilizado, no aeroporto de Brasília, quando embarcava para São Paulo.
O restaurante New Koto é considerado um dos melhores de comida japonesa, em Brasília. Um atestado de qualidade era sempre conferido por ocasião das visitas oficiais da família imperial japonesa ao Brasil: convidado pela embaixada do Japão, seu chefe e fundador Komiya se responsabilizou pela alimentação dos visitantes ilustres. Do site Diário do Poder

20 comentários:

Anônimo disse...

ESSE É UM DOS FDPs QUE MERECEM SER XINGADOS MUITO!!!

Anônimo disse...

Hehe... o valente usa a mulher como escudo.

Viviane Buzato disse...

Isso não é desrespeitar por diferenças....

É que is brasileiros não devem respeitar nunca bandidos e os q defendem os bandidos no caso desse Sr. Os 2 pelo jeito cabem muito bem.
Parabéns brasiliense s

Anônimo disse...

Isso mesmo!! É preciso perseguir essa escória bolivariana em todos os lugares!! É muita cara de pau esse cafajeste falar em tolerância. VAGABUNDO!!

Anônimo disse...

Este senhor que está ministro deveria se olhar no espelho, quem não respeitou a sua mulher nem o povo brasileiro foi ele mesmo quando se meteu em falcatruas.

Anônimo disse...

chateado?

chateado vai ficar quando a Lava Jato chegar nele...

aprende uma coisa barba branca, a Lava Jato ja chegou no teu Chefe...

ninguem mais escapa agora...

Anônimo disse...

quem foi oposição nos tempos áureos do lulopetismo, como eu e esse blog do Aluizio, conhece bem a "educação democrática" desses escrotos...

Anônimo disse...

Uma mulher que beija outra na boca e em público
pode ser constrangida? Ainda mais mulher de
petista que, logo, logo, vai viajar para Curitiba.

Anônimo disse...

Este é o tipo de VIDA que os PETISTAS NÓTORIOS vão levar daqui por diante até se auto-exilarem ou serem PRESOS!
se sairem as RUAS vão ser detonados e muito provavelmente agredidos.
A FURIA popular já esta fora de controle!

Anônimo disse...

Mais do que merecido. Lugar de bandido é na cadeia. O Brasil não aguenta mais essa quadrilha governando o pais.

Anônimo disse...

Os membros do desgoverno petista podem ir se acostumando porque ouvirão muitas vaias quando aparecerem em público. Só serão aplaudidos por for platéia amestrada.

Anônimo disse...

A mulher do compositor, a enfermeira Fátima, foi agraciada pelo maridão,ignorando a lei que impede nomeações de parentes(nepotismo), qdo. governador da Bahia num cargo que hoje lhe rende $16.000,00 por mes de aposentadoria,além do mais esta "sra" em Salvador mostrou o lindo gesto de apontar o dedo médio para pessoas que vaiavam o maridão.
È para ser respeitada?

Alexandre Sampaio disse...

São Paulo, 7 de março de 2.016

O vagabundo não gosta de ouvir verdades de suas vítimas, mas não se importa, quando comparsas como o seminarista do demônio, também conhecido como " o homem do carro preto", ameaça descaradamente a sociedade com seus cumpinchas esquerdopatas, quando o bebum de Rosemary for preso. Sim, quando, não "se". Preparem seus porretes, senhores! Esses filhos da puta não largaram o poder sem impingir o terror!

Despetralhando disse...

Conviver com as diferenças é diferente de conviver com ladrão safado.
Assim como eu não cometo crimes, para não ser preso e para não ter que conviver com ladrão, também não quero que ladrão viva no meu espaço (democraticamente falando).

Anônimo disse...

Conviver com as diferenças até que não é difícil!Difícil é conviver com Ladrões!!!Fora!Vocês estão colhendo o que plantou!Vai chegar o dia que vocês não sairão mais de casa!Ninguém tolera mais essa turma do governo!Esse então!!!!

Anônimo disse...

Desde quando bandido merece respeito? Esse b #%sta nao vale o que come.

wanderson fortuna disse...

Isso é justiça. perseguir ladrões e incomoda-los é o mínimo que o povo brasileiro tem que fazer para que esses ratos se escondam e se envergonhem de terem roubado o país nessa proporção. Esse Wágner é ladrão mesmo.

Anônimo disse...

Jamais se pode ter respeito a bandido como esse. Deve ser humilhado, arremessado lixo, gosma e fezes contra essa figura.
É por honra xingar esses bandidos que destruiram o presente e o futuro do país. Devem ser achincalhados, humilhados ao extremo.
Façam isso em nome da dignidade.

Anônimo disse...

Humilhação é o preço pago pelo decaramento.Por enquanto só são xingados,mas vai chegar a hora
que vão apanhar muito.

Silvio Requeijo disse...

Estudar pra que, ministrinho playboy de merda?
O boçal do teu chefe, de quem tu és um lacaio mal ajambrado, também năo estudou!