TRANSLATE/TRADUTOR

terça-feira, agosto 30, 2016

PETISTA ELA WIECKO É EXONERADA DA CARGO DE VICE-PROCURADDORA GERAL DA REPÚBLICA. MAS TEM DE FAZER UMA LIMPEZA GERAL.

Wolckmer Castilho, Ela Wiecko e Teori Zavascki: aparelhamento comunista em altas esferas da República.
A vice-procuradora Geral da República, a numero 2 de Rodrigo Janot, acaba de deixar o cargo de vice-procuradora-geral da República. Sua situação ficou insustentável depois de revelar que Michel Temer está sendo delatado na Lava Jato. A informação é do site O Angagonista.
Wiecko fez tal afirmação à Veja, após ser questionada sobre a participação num protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff, conforme postagem aqui no blog.
O Antagonista revela que em nota à imprensa, a PGR confirmou que "Ela Wiecko pediu dispensa das funções do cargo de vice-procurador-geral da República". Rodrigo Janot já assinou a portaria de exoneração da procuradora.
Como se vê ainda é muito pouco a renúncia dessa comunista do PT ao cargo de vice da PGR. Afinal ela continuará atuando como membro do Ministério Público. Essa comunista tem de ser exonerada a bem do serviço público e processada na forma da lei por se utilizar de cargo público para conspirar contra a a Nação. Ela e seu marido que até há pouco era assessor direto de Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal, s!ao o exemplo do grau de aparelhamento das instituições pelos tarados comunistas do PT. O Presidente Michel Temer tem de fazer uma limpeza geral.
O site da revista Veja suitou a notícia a explica a desenvoltura com que Ela Wiecko e seu marido Manoel Lauro Wolkmer de Castilho, desembargador aposentado, operavam dentro dentro da PGR e do STF. Nesta altura está envolvido também o Ministro Teori Zavascki que mantinha o comunista  como seu assessor direto dentro do STF. Leiam a reportagem do site de Veja para ter uma ideia do aparelhamento das mais altas instâncias do Judiciario pela canalhada comunista do PT:
APARELHAMENTO COMUNISTA
Um casal estrategicamente instalado, com posições políticas muito bem definidas e acesso privilegiado aos processos sigilosos da Procuradoria-Geral da República (PGR) e do Supremo Tribunal Federal (STF) que podem definir os derradeiros rumos das investigações sobre o petrolão, o maior escândalo de corrupção da história do país. Ela Wiecko, vice-procuradora-geral da República, e Manoel Lauro Wolkmer de Castilho, desembargador aposentado e até recentemente um diligente assessor do ministro Teori Zavascki.
Ela, substituta imediata de Rodrigo Janot, e, ao mesmo tempo, militando contra o presidente em exercício Michel Temer, classificando o processo de impeachment como “golpe” e revelando que existem informações que comprometem Temer no escândalo. Ele, defendendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — alvo de investigações tanto no STF quanto na primeira instância da Justiça Federal, sob suspeita de ser um dos responsáveis pelo esquema de corrupção na Petrobras — e, ao mesmo tempo, assessorando Teori Zavascki, o relator do petrolão no STF.
Historicamente alinhada a causas de esquerda, Ela Wiecko não resistiu ao recrudescimento da crise política. No fim de junho passado, como mostrou VEJA, ela participou em Portugal de um ato contra o presidente em exercício Michel Temer. Na manifestação, ela segurava uma faixa onde se lia “Fora Temer. Contra o golpe!”. Em entrevista na manhã desta terça-feira, a procuradora subiu o tom na crítica: disse considerar que o processo de impeachment é, sim, um golpe (“Um golpe bem feito, dentro daquelas regras”) e atacou Michel Temer (“Não me agrada ter o Temer como presidente. Ele não está sendo delatado? Eu sei que está”).
Eterna candidata a procuradora-geral, Ela chegou a integrar por várias vezes a lista tríplice enviada à Presidência da República pela associação que representa os procuradores. Mesmo preterida em todas as ocasiões, inclusive nos governos do PT, ela não rompeu os laços com o partido. Com a chegada de Rodrigo Janot ao posto, indicado por Dilma Rousseff em 2013, foi escolhida por ele para ser a número dois da instituição. Para o outro posto importante de livre escolha do chefe da PGR, o de vice-procurador-geral-eleitoral, Janot nomeou àquela altura Eugênio Aragão, mais tarde escolhido por Dilma Rousseff como ministro da Justiça.
Como vice-procuradora-geral, Ela Wiecko toca os principais processos da PGR no Superior Tribunal de Justiça (STJ) – é a responsável, por exemplo, pela tarefa de conduzir os procedimentos criminais contra governadores de estado, como o que investiga o mineiro Fernando Pimentel, do PT. Ela também tem a incumbência de substituir Rodrigo Janot no Supremo Tribunal Federal. A partir da cadeira de número dois da PGR, a procuradora tem acesso às informações mais sensíveis dos processos em curso na Procuradoria.
Há três semanas, o marido dela, Manoel Lauro Volkmer de Castilho, se envolveu em polêmica similar. Só que por sair em defesa do ex-presidente Lula. Mesmo trabalhando no gabinete do ministro Teori Zavascki, relator de investigações do petrolão que têm Lula como um dos suspeitos, Manoel Lauro Volkmer não viu problemas em assinar um manifesto em apoio à decisão do petista de recorrer ao Comitê de Direitos Humanos da ONU para denunciar o que classifica como uma injusta “caçada judicial” contra ele. A polêmica o levou a pedir exoneração do cargo de assessor de Teori. Do site de Veja

12 comentários:

Anônimo disse...

SERÁ QUE O AA PUBLICARÁ MEU COMENTARIO POR CAUSA DE MINHA AFINIDADE PELO ATOR JEC?
NÃO ABRO MÃO!
Desejaria ver mais vezes o MASCARADO JEC nas novelas da Globo e tantas mais series dramaturgas assim como as rainhas dos palcos, as SONSAS Dilma e a Gleisi, que maravilhosas encenadoras FARSANTES de teatro, concordam comigo?
Não foi à toa que foram eleitas dentre as melhores encenadoras de QUIMERAS do mundo, não é mesmo?!
JEC DERRAMOU LÁGRIMAS DE JACARÉ em entrevista, falando sobre a entrevista da Drª Janaína Paschoal - que encenação digna de nota e me levou ás lágrimas!
O que Dilma não conseguiu fazer foi chorar de verdade: se derretesse em lágrimas, mudaria as posições dos senadores, mas não deu conta, né korassaum walenty?
Além de advogado, JEC está se mostrando um excelente ator, emprego garantido após o impeachment!
Assim, felizmente a teledramaturgia nacional não perderá seus grandes talentos; atuarão doravante em palcos de teatro, seus lugares ideais, ainda bem!
Se não estiver satisfeita com impeachment, Dilma, o STF é gelada, recorra à makumba!

Anônimo disse...

Historicamente alinhada a causas de esquerda, Ela Wiecko, DEVE GANHAR UMA BOLADA DE DINHEIRO PAGO PELOS CONTRIBUINTES E COM CERTEZA, COMO CAUSÍDICA DE ESQUERDA, DEVE TER EM SUA MANSÃO UMA CENTENA DE SEM TETOS.

Anônimo disse...

A SUBVERSIVA se deu mal. Conspirando contra o cidadão que lhe paga o salário. VAZA de uma vez. Vai trabalhar com Nicolas Maduro, aquele gordo fedorento, babão e porco.

Anônimo disse...

Aluizio e leitores do blog, deem uma lida no artigo abaixo e veja de onde vem parte do dinheiro que financia esses doentes mentais.

"Por que George Soros financia movimentos de esquerda? Entenda"

http://www.infomoney.com.br/blogs/economia-e-politica/economia-e-politica-direto-ao-ponto/post/5476997/por-que-george-soros-financia-movimentos-de-esquerda-entenda

Anônimo disse...

Diz O Antagonista, que Ela "sentou encima" da delação da dona da empresa Pepper, que denunciava uma série de petistas, dentre eles o braço direito de Dilma, o tal Giles!!! Assim, devem existir dezenas de processos engavetados por essa petista, com a anuência do outro não menos petista, Rodrigo Janot!!!!

Jr Medeiros disse...

A grande maioria das pessoas, no Brasil e no mundo, ainda não se deram conta da verdadeira essência que rege o caráter de pessoas que adotam o marxismo em sua vidas.
A essência dessas pessoas é a psicopatia.
Esses psicopatas tem como única intenção impor seus valores doentios a toda e qualquer nação em que eles conseguem algum tipo de poder.
Pessoas como as citadas neste artigo, dentre outras, só chegam ao poder graças a incapacidade da grande maioria de perceber quão grandes criaturas degeneradas que elas são.

Anônimo disse...

VEja: "Evo convocará embaixador no Brasil se Dilma for destituída"
O Brasil poderia começar a pensar em recuperar o Petrobrás boliviana que nos foi roubada por EVO.

Anônimo disse...

TEM QUE SER BANIDA DO MPF POIS NÃO DETÉM A REPUTAÇÃO ILIBADA E NEM A CONFIANÇA PARA O CARGO...COMO PODERÍAMOS CONFIAR A UMA CRIATURA DESTA A FISCALIZAÇÃO DAS LEIS...
ABRAÇOS

CARLOS BONASSER

Anônimo disse...

Nada a estranhar, pois é assim que os comunistas agem mesmo! O marido era assessor do Teori, que é o santo protetor do Lula, e a mulher, além de proteger o Pimentel, fazia campanha contra o impeachment.Aparelhamento, nada menos do que aoarelhamento do Judicário.

Na mesma linha, aconteceu algo de muito grave na sessão de segunda-feira, e que passou despercebido para muitos. Foi durante o depoimento de Julio Marcelo. Ele foi desquaificado como testemunha pelo Lewandóvsky, numa manobra que parece ter sido tramada com o porquinho da Dilma, José Eduardo Cardozo. Fala, nesse sentido, o modo como o porquinho da Dilma atribuiu, antes, a Julio Marcelo a responsabilidiade intelectual pelo impeachment, até que o Lewandóvsky, já com os artigos da lei convenientes nas mãos, decidiisse desqualificá-lo. E fala também, no mesmo sentido, aquele patético senadorzinho da cota da Marina Silva, o nanico Randolfe Rodrigues, que entrou hoje com uma representação contra Julio Marcelo, em mais uma patética encenação da ponochanchada politica em que o PT meteu o Brasil. O cara ousou falar até em não sujar a biografia, enquanto fazia o servicinho sujo para a Rede e para o PT. Babaca!

Alexandre Sampaio disse...

Aguardo ansioso, um post apaixonado do Reinaldo Azevedo, insistindo na tese cretina de que as instituições brasileiras funcionam perfeitamente!

samuel disse...

de onde vem parte do dinheiro que financia esses doentes mentais? Resposta: BIG GOVERNMENT! Soros é somente o catalizador...

Ricardo A. N. Dornelles disse...

Adolescente senil. Viuvete de John Lennon.