TRANSLATE/TRADUTOR

terça-feira, agosto 23, 2016

TRUMP DESDE CRIANCINHA

Por Alexandre Borges (*)
Do site Senso Incomum
Sou Trump desde criancinha. Mais precisamente, desde ontem. Se você tem alguma preocupação com os rumos do planeta, deveria ser também.
Sei de todos os defeitos de Trump, tanto os reais quanto imaginários, e lamento a estupidez dos principais comentaristas conservadores americanos que não foram apenas contra a indicação do seu nome (eu fui contra até ontem) mas apostaram no tudo ou nada e queimaram as pontes possíveis para um acordo a partir da sua nomeação. É um momento em que muitos “pundits” deveriam considerar seriamente a aposentadoria.
O treino acabou e é hora do campeonato. Não há pouca coisa em jogo nesta eleição presidencial e é bom você ter plena noção disso. Lembre do que disse Andrew Breitbart em 2012, quando muitos conservadores torciam o nariz para Mitt Romney (se você não sabe quem é Andrew Breitbart, não perca tempo com Trump agora e vá estudar um pouco): “a luta é contra eles, eu vou apoiar qualquer candidato republicano, não importa, é nós contra eles. Se você não apoia nossos candidatos, você é uma vergonha para nosso lado. Se você não ajuda nosso lado por ter restrições ao candidato, você está do lado deles.”
Barack Obama deixará a presidência com uma coleção inigualável de crimes contra o próprio país, que vão da explosão do déficit público ao acordo com o Irã que poderá levar o mundo à Terceira Guerra Mundial, em parte com a cumplicidade de Hillary Clinton. O próximo presidente terá que reverter parte deste desastre e ainda indicar um juiz da Suprema Corte que será o fiel da balança entre direita e esquerda na mais alta instância jurídica da única superpotência do planeta.
“Ah, mas Trump pode fazer isso e aquilo”. Sim, ele pode cometer erros, mas enquanto em relação a ele trabalhamos com possibilidades e hipóteses, Hillary tem um currículo que deverá um dia não só desqualificar seu nome para qualquer cargo público como mandá-la para a cadeia. É literalmente o desastre certo pelo duvidoso. “Mas Trump já foi do lado de lá e teve posições de esquerda”. Ronald Reagan também, próximo assunto. Até Olavo de Carvalho e David Horowitz já foram de esquerda, C. S. Lewis já foi ateu, Saulo de Tarso matava cristãos antes de se tornar São Paulo. Sigamos.
Trump pode ser um idiota ou um gênio, os próximos meses dirão. Se ele é um bilionário narcisista e destemperado ou um brilhante estrategista que usou as mais novas táticas do playbook político para vencer, só saberemos com o tempo. Se Trump subitamente assumir um tom conciliatório e começar a soar como estadista, é preciso parar de dizer que ele não sabe o que está fazendo.
Num momento em que a grande imprensa, especialmente a americana, está praticamente toda virada para a esquerda e em campanha pelo partido democrata, bancar o louco para ganhar as manchetes e manipular a imprensa para abrir um canal direto com a população é simplesmente genial. Como saber se ele brincou com todo mundo para ter acesso aos eleitores menos instruídos e, após criar uma base sólida de apoio popular, vai buscar uma conciliação com os formadores de opinião, não há como saber neste momento. E aconselho que você desconfie de todo mundo que acha que sabe o que vai acontecer, especialmente numa eleição que está desafiando todas as previsões.
Um dos mais inteligentes conservadores da atualidade é Milo Yiannopoulos, o britânico que trabalha no Breitbart.com de Londres. Católico, abertamente gay e com 32 anos, é uma das vozes mais lúcidas comentando o atual momento da política americana e um defensor ferrenho de Donald Trump. Para ele, o Partido Republicano está envelhecido, perdeu a conexão com a realidade e com as bases, e só um troll como Trump para chacoalhar tudo e forçar a renovação do partido. Espero que ele esteja certo.
Agora é hora de curar as feridas da batalha anterior e se preparar para a guerra ao lado de Trump contra Hillary. Falo como alguém que apoiou Scott Walker, Carly Fiorina e Ted Cruz contra Trump, mas ele venceu democraticamente um por um por mérito e não há como não reconhecer que ele é o merecedor da vaga.
Antes de tomar uma decisão contrária a Trump apenas para não dar o braço a torcer, lembre do que disse John Milton, papel de Al Pacino em “O Advogado do Diabo” (1999): “Vanity – definitely my favorite sin.” O mundo não suportará mais quatro anos de desmandos na Casa Branca e é isso que importa.
_________________________
COMENTO:
Para quem não conhece, Alexandre Borges é Diretor do Instituto Liberal e um exímio remador contra a maré vermelha. Escritor prolífico é articulista em diversos sites da internet e em sua página do Facebook que é muito lida.
Este artigo que transcrevo acima está no site Senso Incomum sob o comando do escritor, ensaísta e palestrante Flávio Morgenstern. São nomes de uma nova safra de intelectuais brasileiros liberais e conservadores. Sim, a designação "intelectual" é pretensamente apropriada pelo esquerdismo. Mas fazendo bem as contas é difícil considerar intelectuais os esquerdistas áulicos dos assassinos Fidel Castro, Nicolás Maduro e Rafael Correa, para ficar apenas aqui na América Latina e adjacências.
Este artigo de Alexandre Borges é daqueles escritos que jamais seriam publicados pela grande mídia nacional e internacional, toda ela sob o severo controle da vagabundagem comunista. Sim, são vagabundos. Com 45 anos de jornalismo nunca vi um comunista trabalhando ou empreendendo e contribuindo para gerar empregos. 
Concordo totalmente com o Alexandre Borges no que respeita à eleição presidencial americana. E faço a publicação deste artigo também para mostrar como o jornalismo capacho dos comunistas escamoteia a verdade dos fatos.
Não se sabe quem vencerá o pleito presidencial americano. Mas uma coisa é certa: a ira e o inconformismo do jornalismo esquerdista bundalelê com a performance desse bem sucedido empresário americano é indicador seguro de que Donald Trump tem condições de derrubar a velhota comunista, dando um chega prá lá nesses psicopatas cavernosos.

12 comentários:

Veronica Ruzzi disse...

Trump é a unica chance que o povo americano tem, de ter o seu país de volta, que não percam esta oportunidade que também beneficiara muitas nações mundo afora.

Anônimo disse...

Se os americanos quiserem acabar com o país basta manterem a sombra do fantasma Obama no poder, a esquerdóide doidona de mais Hillary, pois o resto dos malfeitos vem após!
O Partido Democrata americano é o maldito ex PT daqui, PSUV da Venezuela, PT de Cuba, PS do Hollande, todos amigos dos muçulmanos e de todos os regimes vermelhos!

TERMINATOR disse...

Antes quero agradecer a todos que gostaram e que dedicaram parte dos seus tempos escrevendo apoio aos meus comentários, obrigado mesmo. Quanto ao Trump tenho mais fé nele (e torcida!) que em qualquer um dos atuais políticos aqui da Banânia. Aqui já deu o que tinha que dar e depois do que eu vi nesta palhaçada de olim-piadas o povinho daqui não aprendeu nada mesmo e continuam confundido ufanismo barato hipócrita com patriotismo. O hoje demonizado PT é só o resultado do povinho burro, vagabundo, sem personalidade e sem caráter que o pariu e logo esse mesmo povinho que só se importa com futebol irá parir outros lixos tão ruim quanto ou pior para liderá-los. Esse é o presente e o futuro do país com nome de árvore: o povo vivendo de festa deitado na merda mas ¨orgulhosos¨ de seus títulos e medalhas no futebol.

Irmão do Eremildo disse...

Cara Veronica: diria mais, diria que a chamada Civilização Ocidental, terá seu futuro definido por essa eleição. Caso Hillary vença, ocorrerá a islamização dos EUA, seguido de toda agenda esquerdopata mundial, depois disso ninguém segura mais a BESTA.

samuel disse...

That said, I hasten to add that SHE is also something else: totally amoral. Hillary and hubby have clearly demonstrated that they will do anything, anytime, anywhere, to anybody if it’s in their best interest.
Putting them back in the White House would be like letting a man-eating tiger babysit your kids...

Anônimo disse...

Parou! 'gay conservador assumido publicamente' ? é o mesmo que falar 'Sol que gera negritude'.

Por mais profícuo que o articulista seja em matérias políticas-liberais, isto não dá-lhe direito de anular a lei da gravidade.. Conservador é alguém que Conserva a Moral dos nossos pais e antepassados, o que é impossível sendo um Quebrador de Tabus morais (como quem se diz gay, evidentemente por achar que isto deve ser proselitado ao invés de combatido em sí).

Nunca! haverá gay-conservador, há um Embrião de esquerdista em cada gay assumido, alego e posso provar.

Helio Jr disse...

Trump deve alertar também aos americanos para
fazer estoque de remédios, alimentos e água ,
não esquecendo se se armar contra a invasão
do EI , assim que a comunista Hilary assumir o
poder da Aldeia Global por ela defenfendido
desde de priscas eras .
Os idiotas atacam o passado daqueles de desconhecem;
por outro lado , defendem o passado dos desconhecidos ,
como é o caso da corneada Hillary .

Anônimo disse...

A torcida da mídia brasileira pela bruxa Hillary (que mulherzinha fingida, siô!) é não só autêntica (os carinhas jornalistas foram condicionados pavlovianamente ao programa esquerdista), mas, e principalmente, teleguiada pelos interesses dos controladores dos cordéis, tipo Foro S. Paulo, Soros, e outros apologistas do “coitadismo” que os mantêm sempre no topo do poder político e econômico. A máquina dos Democratas é bem azeitada e experiente, não sei se o Trump conseguirá jogar areia nas engrenagens dela... Eu cá torço é por uma renovação da política americana via Republicanos.
(lídia)

Anônimo disse...

TOMARA QUE O DONALD TRUMP VENÇA ESSAS ELEIÇÕES PARA A PRESIDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS! SENÃO VAI SER O FIM DO MUNDO! HILARY CLINTON É A DILMA AMERICANA VERSÃO MELHORADA E O BOSTAMA O LULA DE LÁ!!! GRANDE PARTE DOS AMERICANOS NÃO ESTÃO ENXERGANDO ISSO, PARECE QUE COMERAM TITICA ASSADA DE GALINHA!!!

Paulo Robson Ferreira disse...

Fico bastante intrigado com os comentários acima. São profundamente irracionais e mostram uma total falta de lucidez emocional. Não é porque estamos nos libertando de um governo de esquerda trágico é que vamos aderir à direita selvagem! Hillary tem uma referência de governo que se chama Bill Clinton, que foi um presidente até hoje festejado pelo povo americano, enquanto Trump é olhado com desconfiança até pelos seus pares, mostrando ser muito mais um defensor de sua imensa vaidade do que um indivíduo preocupado com o interesse popular. Trump aciona o orgulho do povo enquanto Hillary se mostra muito mais séria e foca interesses do indivíduo. Ou seja Trump é populista, explora o emocional, e Hillary, embora não seja genial, tem seus pés apoiados no chão.

Anônimo disse...

O Paulo Robson Ferreira também tem razão! O Trump é meio locão mesmo, mas não é comunista, segundo consta, mas a Hilary não é de confiança ela também é de esquerda igualmente o Obama! Se os Democratas atuais tomarem o poder, na minha opinião, eu acho que vai dar é merda! Mas respeito a opinião do Paulo Robson Ferreira acima! Bem, nós nada podemos fazer a não ser torcer, cada um pelo seu candidato favorito, pois não podemos votar neles mesmo!

Anônimo disse...

Para Paulo Robson Ferreira:
1) Sobre o tão festejado Ex-presidente Clinton e sua esposa o vídeo A historia não contada da fortuna dos Clinton é muito elucidador.
https://www.youtube.com/watch?v=PxpTIdfI-1U
2) Sobre Hillary ter os pés no chão:
Qual o motivo do comportamento bizarro de Hillary
https://www.youtube.com/watch?v=jN_uPSu8s5E