TRANSLATE/TRADUTOR

terça-feira, setembro 20, 2016

SOB PRESSÃO, CÂMARA SUSPENDE VOTAÇÃO DE PROJETO DESTINADO A INOCENTAR OS LADRAVAZES DO BRASIL E TRAVAR A LAVA JATO.

O deputado Beto Mansur, do nanico PRB de São Paulo, preside sessão da Câmara onde se propôs a votação de projeto que anistia o chamado “caixa dois” em campanhas eleitorais. Num país sério os proponentes dessa vagabundagem teriam seus mandatos cassados. Não deixe de ler este post para entender a jogada. Compartilhe. Foto do site de O Globo
Por pouco esta noite não entrou para mais uma história de horror protagonizada pela cambada de vagabundos que povoa a Câmara de Deputados. Como foi noticiado retiraram da gaveta um projeto de lei já empoeirado cuja finalidade seria coibir o já denominado caixa 2, manobra comumente utilizada pelos larápios do Brasil na lavagem de dinheiro público para irrigar campanhas eleitorais e encher os bolsos de dinheiro roubado dos cofres públicos e empresas e agências estatais.

Ocorre que se esse projeto fosse aprovado - o que por pouco não aconteceu - estariam sendo anistiados todos - eu disse todos - os crimes de caixa 2 ocorridos antes da aprovação dessa lei. Por vias oblíquas e na tentativa de iludir a Nação, com supostos bons propósitos, na verdade os deputados estariam anistiando centenas de ladravazes do Brasil.

Em cima do laço e pela interveniência de alguns deputados, o projeto foi retirado da pauta.

Agora reparem bem. Com exceção do site O Antagonista, a maioria dos jornalistas fez corpo mole. Alguns dos grandes veículos de mídia sequer se manifestaram. E isso prova que continua em atuação grande complô cuja finalidade maior é detonar a Operação Lava Jato. E a maioria dos jornalistas da grande mídia faz parte dessa manobra espúria que tenta por todas as vias deixar tudo como está, ou seja, manter a ladroagem livre e solta.

Todavia, há ainda alguns Jornalistas com 'J' maiúsculo em veículos da grande mídia. Contam-se nos dedos, mas ainda existem colegas da estirpe de Merval Pereira, de O Globo. Tanto é que o artigo que Merval Pereira escreveu domingo em O Globo chegou a ser lido no plenário da Câmara na noite desta segunda-feira, como um libelo contra a manobra espúria dos deputados. Aliás, poucos foram os que se insurgiram contra esse golpe destinado a inocentar vagabundos. Sim, vagabundos. Esta é a qualificação mais educada para essa cambada de ladrões e imorais.

Transcrevo na íntegra o artigo de Merval Pereira publicado no último domingo, dia 18/09/2016: Leiam:

POR BAIXO DOS PANOS
Por Merval Pereira
Do site de O Globo
É provável que seja apresentado amanhã um projeto de lei criminalizando o Caixa 2 nas campanhas eleitorais, com o apoio de todas as legendas atuantes no Congresso, com a possível exceção do PSOL e da Rede.
A base do projeto é a medida 8 de combate à corrupção apresentada pelo Ministério Público de Curitiba sob o título “Responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2”. Há duas versões do texto: uma que anistia explicitamente todos os crimes eleitorais cometidos anteriormente; e uma segunda, que tem mais chance de ter o consenso, que criminaliza o Caixa 2 para encerrar a discussão sobre se esse financiamento por fora da legislação eleitoral é ou não crime passível de punição mais rigorosa.
Os deputados consideram que não há clima político para uma anistia explícita, e estão em busca de um texto que represente uma espécie de “anistia moral” quando as delações premiadas das empreiteiras OAS e Odebrecht listem cerca de 100 parlamentares, de praticamente todos os partidos, que receberam financiamentos legalmente ou no Caixa 2.
Como consideram que será difícil separar o joio do trigo, os parlamentares querem especificar na nova lei o que é Caixa 2 para financiamento de campanha, separando do que seja propina, para fins pessoais ou do partido. Na verdade, o objetivo da medida é livrar os parlamentares da acusação de primeira instância, pois eles consideram que os Procuradores de Curitiba e o próprio Juiz Sérgio Moro criminalizam a política.
Também se preocupam com a chegada da ministra Carmem Lucia à presidência do STF. Conhecida por sua severidade, a ministra disse, em 2012, no julgamento do mensalão, o seguinte: “Acho estranho e muito grave que alguém diga, com toda tranquilidade, que ‘ora, houve caixa dois’ na tribuna do tribunal supremo do país como se fosse algo banal, tranquilo, que se afirma com singeleza. Caixa dois é crime; caixa dois é uma agressão à sociedade brasileira; caixa dois compromete, mesmo que tivesse sido isso, ou só isso; e isso não é só; e isso não é pouco! E dizer isto da tribuna do Supremo Tribunal, ou perante qualquer juiz, parece-me, realmente, grave, porque fica parecendo que ilícito no Brasil pode ser praticado, confessado e tudo bem. E não é tudo bem, tudo bem é estar num país, num Estado de Direito, quando todo mundo cumpre a lei”.
Há na Justiça Eleitoral uma disputa de entendimentos sobre se o Caixa 2 é crime, ou apenas uma infração eleitoral. No artigo 350 do Código Eleitoral está dito que é crime “Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, para fins eleitorais”.
Muitos juízes interpretam esse texto como a definição do crime do Caixa 2, mas outros consideram que não está tipificado aí o crime. Se o Congresso aprovar um projeto de lei sobre o assunto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai ter que se definir sobre a questão, e é o que os parlamentares querem, pois a partir da nova lei, a punição não poderá retroceder.
A discussão sobre se o Caixa 2 é crime ou não tem base no Artigo 1º do Código Penal, segundo o qual “Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal”. Se vencerem o debate sobre o artigo 350 do Código Eleitoral, os parlamentares estarão protegidos sem nem mesmo precisarem explicitar uma anistia.
Mas ficarão suspeitos de estarem agindo para proteção mútua, conforme conversa gravada do senador Romero Jucá com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado:  
Machado
Rapaz, a solução mais fácil era botar o Michel (Temer).
Jucá
(concordando) Só o Renan que está contra essa p****. Porque não gosta do Michel, porque o Michel é Eduardo Cunha. Gente, esquece o Eduardo Cunha, o Eduardo Cunha está morto, p****.
Machado
É um acordo, botar o Michel, num grande acordo nacional.
Jucá
Com o Supremo, com tudo.
Machado 
Com tudo, aí parava tudo.
Jucá 
É. Delimitava onde está, pronto.
Machado
Parava tudo. Ou faz isso... 

22 comentários:

Anônimo disse...

Obrigado Aluízio Amorim por nos manter informado das manobras de todos estes cafajestes..E dessa grande imprensa, com redações infestadas de canalhas esquerdistas..

Anônimo disse...

P R B?
SIM SINHÔ!
O dep. Beto Mansur do P R B propondo anistia aos caixas 2 da campanhas - que maravilha, hem, sô deputado?
Também, sendo do PRB que era um partido da base do bando do PT no governo Dilmabutre, entende-se o porquê...
SABE A QUEM PERTENCE ESSE PARTIDO?
À SEITA PROTESTANTE IGREJA UNIVERSAL, DO EDIR MACEDO!
Precisa dizer mais alguma coisa?
Aliás, à lista abaixo, encontrará o partideco sempre aliado da quadrilha do PT, que esquecera de colocar na lista dos que JAMAIS, NUNCA devem merecer nosso voto - ainda mais depois dessa PATIFARIA!
13 – PT – A PATIFARIA COMO PARTIDO POLÍTICO!
65 – PC do B
50 – PSOL – o do Jean Wyllys, o do esgoto BBB!
21 – PCB
16 – PSTU
40 – PCB
12 – PDT
29 – PCO
10 - PRB - Igreja Universal-IURD, do Edir Macedo, saiu há pouco da base do governo Dilma, quando todos caiam fora...
18 – Rede, da Marina MELANCIA Silva, a comunista cãovertida pra crente que ficou apenas 25 anos no PT, refugio seguro dos que saem do PT e doutros partidos comunistas!

Cavallier Bus disse...

Jucá é um comunista (vigarista), uma sujeira de pé.

Sandra disse...

Parabéns Aluísio Amorim!...Obrigada!

TERMINATOR disse...

¨Sob pressão câmara suspende votação...¨. Pois é, essa é a ¨democracia¨ bananeira com os representantes bananeiros eleitos pelos eleitores bananeiros fazendo tudo menos representar os interesses dos... bananeiros! E assim caminha a vida aqui no terceiro mundo latrino-americano sempre com alguma desculpa e neste caso é porque somos ¨uma democracia jovem¨ que não fica adulta nunca.

Anônimo disse...

Aluízio

seria interessante divulgar

http://politicos.org.br/

Marcio

Anônimo disse...

Tudo combinado para salvar a pele de todos os canalhas de todos os poderes. Todos fazem parte do esquema, inclusive o presidente Michel. O impeachment foi combinando para salvar a pele de todos. Falar que o Sr. Michel não sabe de nada é o mesmo que falar que Dilma e Lula não sabiam de nada. Qual o próximo golpe? Parlamentarismo, quando esses senhores querem alguma coisa podem ter certeza que serão os únicos beneficiários. Igual à redução de partidos, realmente reduzir é necessário, mas alguém já viu falar em reduzir o valor do fundo partidário? Querem reduzir os partidos para aumentar o valor em que vão colocar suas mãos sujas. Para reduzir os partidos é só acabar com as urnas eletrônicas e com coligação partidária e estabelecer que quem não atingir determinado patamar está fora. Provavelmente muitos dos que estão mandando hoje sumiriam do mapa. Mas, os que eles querem? Os mesmos de sempre. Estão apenas procurando um meio de se perpetuar no poder e continuar roubando o país. Ouçam o áudio ele fala claramente de tudo isso, até de ministros dos stf que irão dar decisões favoráveis a eles. Aqui os únicos palhaços somos nós. https://www.youtube.com/watch?v=fGR_2xdyzEU

Anônimo disse...

Caro Aluízio
Somos desgovernados por criminosos de todos os lados...
Esther

Alexandre Sampaio disse...

São Paulo, 20 de setembro de 2.016

Prezado Sr. Amorim,

Mais uma prova cabal de que vivemos em um país comunista! STF, Senado, Câmara, Presidência da República, ninguém respeita as leis por aqui. Normas, regras, leis, decretos, devem ser aplicados apenas a plebe óbvio. Enquanto as pessoas não se conscientizarem que essa favela é comunista, não haverá solução para merda em que nos encontramos.

Rogério disse...

Justiça seja feita, concomitantemente com a denúncia do OANTAGONSTA, o Jornal Nacional veiculou a notícia da armação dando espaço ao Deputado Miro Teixeira.

TERMINATOR disse...

Acho que o maior problema é que aqui na Banânia esta difícil achar candidatos para cargos públicos que não sejam safados/bandidos/corruptos ou simplesmente incompetentes. Parece que procurar no meio dos bananeiros não vai se achar mesmo candidatos que prestem/sejam honestos/sejam competentes então minha proposta é: Que tal importar candidatos do Japão! Sim, porque as chances dele ser mais um vagabundo bandido sem vergonha ou um burro completo são mínimas e se acaso ele der uma surrupiada e ele for pego com a boca na botija pelo menos ele comete suicídio (honra e vergonha na cara japonês tem muuuuiiitoooo mais que os bananeiros!) e não precisamos ver ele voltando nas próximas eleições. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Manoel Francisco Gomes disse...

Pelo visto, os senhores deputados estão mesmo querendo provar aos eleitores que "nunca na história deste país" houve um parlamento composto por tantos vagabundos. É uma vergonha ! Nas próximas eleições gerais é preciso que os eleitores rejeitem a maioria dos nomes que hoje estão no Congresso. Na Câmara, todos os que silenciaram diante desse projeto criminoso deveriam ser rejeitados nas urnas. (mfgomes: 20/09/2016)

Anônimo disse...

Bom dia amigos leitores do blog do Aluizio, ouçam este vídeo, é longo porém é muito bom!!!

alvaro/ curitiba

Anônimo disse...

APENAS UMA PERGUNTA:
Já que todos apontam os políticos como culpados de tudo, não acham que vieram do lamaçal de corrupção daqui de baixo?
Os políticos não cairam do ceu, mas são daqui!
O povo tem sabido escolher seus representantes ou se vende àquele que lhe oferece algo?
O povo não que tem eleito o PT em todos os segmentos?
Tomaram a recente paulada com o PT e fiquemos espertos na próxima eleição de outubro, descartando todos os partidos comunistas!

Anônimo disse...

Ainda bem que ainda temos alguns que nos informam!Acho que no brasil Câmara de PUtados,Senadores,deveriam de ser fechadas!Só legislam a favor da cachorrada deles!Também ser representada por um Rodrigo Maia,Renan Calheiros,por um bando desqualificado de deputados,senadores,dá pra desistir!E olha que não tenho ódio deles,não!TENHO É NOJO!!!!O povo devia partir pra cima deles!!!

Cactus disse...

.
O trambiqueiro Temer disse que os milhares de haitianos, que entraram no Brasil, não são considerados refugiados. Disse que refugiados são os que saem dos seus países por motivo de guerras. Ou seja, para ele, os haitianos são, como direi, convidados, para que abra-se maior espaço para a entrada de grande leva de refugiados, que com os aumentos de impostos aos brasileiros estarão aptos a receberem bolsa família, bolsa isso, bolsa aquilo, assistência médica, escolas etc.
.
Pior, que esses "refugiados" são compostos, em sua maioria, de tranqueiras, ou vocês acham que vem para cá, advogados, professores, médicos?
.
É óbvio que ele está criando o caos por aqui, igual ao que está acontecendo na Europa, onde a Grã-Bretanha caiu fora desta farsa dos comunistas.
.

Anônimo disse...

Tentaram aplicar o método Renan-Lewandowski durante a votação do impeachment.
Como os Senadores, os deputados foram pegos de "surpresa", com exceção de cerca de uma dezena de verdadeiros representantes do povo. O RESTO deles são CANALHAS.
As votações NOTURNAS na Câmara serão sempre perigosas, nessa fase de intenso trabalho da lava-jato.
Olho vivo nos corruptos do Congresso Nacional.
Parabéns, A. Amorim, pela vigilância permanente.

Gandola-caqui.

Anônimo disse...

"Lula, finalmente, virou réu na Operação Lava Jato em Curitiba.
Sérgio Moro acaba de aceitar a denúncia do MPF que aponta o ex-presidente como "comandante máximo" do petrolão. Ele e sua mulher, Marisa, responderão por corrupção e lavagem de dinheiro.
O MPF acusa Lula de receber propina de contratos da OAS com a Petrobras na forma de bens e outras benesses, como a reforma do triplex do Guarujá e o pagamento pela armazenagem de itens que recebeu como presidente num depósito da Granero.
Além do casal, também viraram réus Paulo Okamotto, Léo Pinheiro e os executivos Agenor Franklin Medeiros, Paulo Gordilho, Fábio Yonamine e Roberto Moreira".
oantagonista.
Çujestão, Lula & Ratazana: corram para os braços de F Castro ou Maduro antes que o bicho pegue e montem lá um governo provisorio no exilio!

Ferreira Pena disse...

"Num país sério os proponentes dessa vagabundagem teriam seus mandatos cassados." "Aliás, poucos foram os que se insurgiram contra esse golpe destinado a inocentar vagabundos. Sim, vagabundos. Esta é a qualificação mais educada para essa cambada de ladrões e imorais." Aqui os vagabundos são chamados pelo verdadeiro nome deles: Vagabundos! E quantos dessa canalha imprestável serão eleitos?

Jr Medeiros disse...

Porque esses lixos humanos da política brasileira cometem atos de bandidagem descaradamente, sem nada esconder?
É porque eles sabem que a população brasileira (a maioria) limita-se, no máximo, à xingá-los.
São chamados de FDP, bandidos, ladrões, vagabundos, etc.
Quando vem eleições, o que o povo faz? Vota nos mesmos FDP, bandidos, ladrões e vagabundos.
Percebam que a classe política brasileira é formada, em sua quase totalidade, por mafiosos que estão lá à muitas décadas.
Quem os mantém no poder por tanto tempo?
Quem são os responsáveis diretos pela eterna permanência desta escumalha no poder, destruindo o país diuturnamente?

Anônimo disse...

Disse tudo, Aluízio; foi exatamente o que pensei:num país sério os mandatos seriam cassados. Por consequência, concluímos que os mais relevantes cargos da nação estão nas mãos de ladrões e imorais da mesma laia dos proponentes, visto que não ouvi o presidente da Câmara tampouco o do Senado manifestarem-se incisivamente sobre o fato.

Será que algum juiz, a presidente do STF ou o procurador geral da república, diante da notitia criminis amplamente divulgada e da qual não podem alegar desconhecimento determinarão a abertura de inquérito? Suponho que no mínimo estamos diante de uma falsidade, pois fizeram constar de um documento público declaração diversa da que deveria constar. Não se trata de algo a discutir, algo a ser debatido, portanto o dolo de incluir uma anistia a ladrões no meio é indicação clara de falsidade, estelionato ou coisa que o valha, na minha opinião.

Antonio disse...

Quando pensamos que tudo irá melhorar, e que, enfim os brasileiros tomaram juízo, eis que, nos deparamos com mais alguns pesadelos, me refiro às possíveis vitórias dos candidatos do PRB/MACEDO/IURD se elegendo prefeitos das duas capitais mais importantes do país, considero as vitórias de Crivella e Russomano um verdadeiro desastre, para quem não sabe, em 2013, após a posse do Haddad na prefeitura de São Paulo, o bispo Macedo recebeu de presente o controle do BANCO ESPÍRITO SANTO, isso foi a maior aberração político administrativa e judicial que aconteceu no Brasil, tão vergonhoso ou até pior do que o fatia mento do impedimento da Dilma com o total apoio do Lewandovsk, pois bem, o Macedão vinha tentando adquirir um BANCO desde o governo FHC, sempre impedido por ser dirigente de entidades filantrópicas (IGREJAS) e também por sempre se envolver em crimes contra o sistema financeiro, o Macedão e sua equipe tem vários inquéritos nas costas da PF e MPF, mas, curiosamente nem a MÍDIA e muito menos o MPF se manifestaram até agora, coisa de Brasil.