TRANSLATE/TRADUTOR

sexta-feira, abril 28, 2017

GOVERNO COMUNISTA DA CHINA PROÍBE USO DE TRAJES COMO BURKA, VÉUS E LENÇOS, BEM COMO NOMES E MANIFESTAÇÕES ISLÂMICAS NO PAÍS.

Segundo o site norte-americano Breitbart, o governo comunista chinês decidiu cortar pela raiz o movimento islâmico no país, especialmente na província de Xinjiang, onde existe uma minoria étnica muçulmana. Para isso editou uma série de regras que incluem, inclusive, a proibição do registro de nomes de natureza islâmica, como Muhamad. Proíbe também adereços islâmicos, como véu, burka e lenços, bem como manifestações públicas exultando a doutrina islâmica.
Como os comunistas, esquerdistas e socialistas ocidentais defendem adoidado o islamismo, incluindo os atos terroristas por eles perpetrados, não se sabe qual será o comportamento desses grupos de agitação esquerdista-globalista, incluindo as famigeradas ONGs. Como se comportarão agora em relação ao governo comunista chinês. Afinal, todos esses ditos “ativistas" apoiam o regime comunista da China. 
Segue abaixo a matéria do site Breitbart, em tradução livre do inglês. Não ficou essas coisas, como se diz, mas dá para ter uma ideia do que está rolando por lá. Os comunistas chineses sentiram o indefectível cheiro de carne queimada e decidiram não dar qualquer arreglo para a tentativa da criação de um Califado Chinês.
Resta saber como se comportará a deletéria Internacional Socialista e demais aparatos do movimento comunista internacional que defendem com unhas e dentes a islamização do Ocidente. 
Marcas glamourosas da moda feminina internacional já estão fazendo propaganda de roupas e véus islâmicos em New York, Paris, Londres e Berlim. 
Como a maioria dessas empresas produz seus badulaques na China vamos ver qual é o comportamento do governo comunista chinês... Leiam:
NOMES ISLÂMICOS PROIBIDOS
O governo da China elaborou uma lista de nomes "excessivamente religiosos" proibidos na província de Xinjiang, onde vive a minoria étnica muçulmana Uighur. A lista inclui nomes como "Muhammad", "Jihad" e "Imã".
Segundo a Radio Free Asia (RFA), a iniciativa visa diminuir o perfil público da religião, particularmente do Islã, na região. O governo comunista chinês há muito considerou a religião uma ameaça ao seu domínio e, nos últimos anos, impôs uma série de iniciativas para limitar as práticas islâmicas, em particular, em resposta a uma série de ataques terroristas em Xinjiang e ameaças de grupos jihadistas externos como o denominado "Estado islâmico".
RFA lista "Islã, Alcorão, Meca, Jihad, Imam, Saddam, Hajj e Medina" entre os nomes no documento, intitulado "Regra de Nomes para Minorias Étnicas". O New York Times, relata que a lista inclui "mais de duas dúzias de nomes ", acrescenta" Mujahid "," Arafat” e “Muhammad" a essa lista. Qualquer pessoa com tais nomes será proibida de se registrar oficialmente, o que os exclui, dentre outras coisas, da educação pública e lhes nega os documentos legais necessários para encontrar trabalho e participar da sociedade em geral.
Um  funcionário governamental que falou com a RFA argumentou que não seria difícil para os uigures manterem-se afastados dos novos regulamentos: "Basta manter a linha do partido, e você ficará bem", disse o oficial à RFA. "Você não tem permissão para dar nomes com um forte sabor religioso, como Jihad ou nomes análogos. A coisa mais importante aqui é a conotação do nome. ... [Não deve ter] conotações de guerra santa ou divisão [independência de Xinjiang]".
Governo comunista chinês proibiu registro de nomes islâmicos para as criancinhas chinesas - Foto: site Breitbart
BURKAS E BARBAS PROIBIDAS
Já a Voz da América acrescenta que as restrições de nomes são parte de um conjunto maior de regulamentos proferidos na região de maioria muçulmana. O governo chinês agora também "proibirá as chamadas barbas “anormais ", o uso de véus em locais públicos e a recusa em assistir à televisão estatal" em toda a província ". Os lenços islâmicos já haviam sido proibidos em Urumqi, a capital de Xinjiang, e os trajes islâmicos e as barbas muçulmanas já impediam os indivíduos de usar o transporte público.
O Congresso Mundial Uigur, um grupo de defesa da minoria étnica que opera fora da China, condenou as novas medidas. "Ao estabelecer limites sobre a nomeação de uigures, o governo chinês está de fato envolvido em perseguição política sob outra aparência", disse Dilxat Raxit, porta-voz do grupo, à RFA. "Eles têm medo de que pessoas com tais nomes se tornem alienadas das políticas chinesas na região".
Essas restrições são as últimas transmitidas de Pequim para a província mais ocidental da nação. Em fevereiro, o governo implementou o rastreamento GPS obrigatório em todos os carros e caminhões registrados em Bayingol, Xinjiang. "Os carros são o principal meio de transporte para os terroristas e também uma ferramenta freqüentemente escolhida para conduzir ataques terroristas. Portanto, é necessário usar o sistema Beidou e a identificação eletrônica de veículos para melhorar a gestão de veículos", disse o governo local em comunicado.
TABACO E BEBIDA LIBERADOS
A China também implementou medidas para universalizar a linguagem no país, promovendo a língua principal, o mandarim em locais onde o cantonês, o uighur e o tibetano são línguas mais comuns. O governo refere-se ao mandarim como a "língua comum" e decidiu erradicar outras línguas das escolas locais.
Em janeiro, Xinjiang anunciou novas medidas de segurança de fronteira, também. froneiras de Xinjiang, Paquistão e Afeganistão, locais para uma variedade de grupos terroristas islâmicos por onde os terroristas Uighur podem fugir. O principal grupo terrorista que opera em Xinjiang é o Movimento Islâmico do Turquestão Oriental (ETIM), que aspira a estabelecer um Estado islâmico em Xinjiang. Autoridades do Partido Comunista em Xinjiang têm sido proibidas de observar publicamente o jejum do Ramadã. A lei exige que os comerciantes de Xinjiang vendam várias marcas de bebidas alcoólicas e cigarros, itens proibidos pela prática islâmica. Do site Breitbar - Click here to read in English

31 comentários:

Cleide Amaro disse...

Detesto concordar com comuna, mas fizeram o certo! No Brasil da década de 70, nenhum estrangeiro falava sua língua natal em público, nenhum brasileiro era obrigado a estar num ambiente sem saber o que estava sendo dito. Tolerância sim, mas abrir mão dos direitos dos nativos é essencial, linguagem, religião, trajes e etc tem que estar adapto ao país onde se reside. Ou se unem aos costumes do país ou que fiquem nos seus países de origem, principalmente esses malucos do islam.

Anônimo disse...

ja digo isso faz algum tempo...

quem quiser, no futuro, se livrar do islamismo e de nao ter de ver esse desfile de roupas islamicas que hoje acontece nas cidades europeias, vai ter de se mudar para a Russia ou a China, e acho que o Japao tambem esta nessa...

nao consegui confirmar, mas li sobre alguem falando que no Japão eles nao dao cidadania a islamicos...acho que podem morar por la, mas nao podem se tornar cidadãos para evitar que possam um dia se tornar maioria e vir a implodir o sistema cultural japones "por dentro", criando uma maioria de eleitores como ja acontece na descolada Londres, que elegeu la um prefeito islamico...

Malasia e Indonesia ja estao tomadas, ali ja é caso perdido...

resumindo, o futuro é esse ai, ou um dia voce acaba sob o chicote do Islã dentro do seu proprio país sob os olhares severos de uma especie de "policia religiosa", ou acaba numa masmorra comunista russa ou chinesa "assistindo a televisão estatal", que tal?

curioso que esse é o mesmo Ocidente que nao permite mais sequer qualquer uso de simbolo religioso cristão dentro de espaços publicos...

mas permite que os islamicos possam exibir sua religiao - sim, a roupa deles é um simbolo religioso - nas ruas, bem diante do seu nariz...

outra coisa que os brasileiros precisam agora ficar espertos e que ate entao nao estava no imaginario da brasileirada: a maneira como a direita europeia vai resolver o problema dos refugiados...

o boato é que um bocado deles será despachado para a America Latina, especificamente o Brasil, porque ate Cuba vai ficar de fora, porque nao foi considerado um pais "seguro" para receber os refugiados...

lembro que o tal do Mais Medicos surgiu como um "boato" ate ser confirmado pelo governo e os brasileiros começarem a receber os famigerados medicos cubanos...

como podem ver, nao da pra torcer por mais ninguem...

Anônimo disse...

Certo a China.

Anônimo disse...

Uma sugestão. Vamos fazer uma campanha. Banco que adere greves devemos retirar e encerrar nossas contas.

Cactus disse...

.
Agora há pouco na radio-jornal "Jornal da Manhã" (rádio Jovem Pã) uma notícia de um susto em São Paulo, uma explosão em um bar onde se feriram seis pessoas, uma inclusive com queimaduras e ferimentos graves; voaram mesas e até geladeira para fora, na qual, dizem, não se sabe o motivo, se foi gás do bar ou gás "natural" - sabe-se lá o que é isso! -, mas claro, nem investigam dizem logo que foi gás. Creio mesmo ter sido um tipo de bomba.
.
Entretanto a questão não é essa, é a chamada "um susto". Ah bom!, foi só um susto. Canalhas, querem que o público não dê importância, ache normal. Picaretas.
.

Anônimo disse...

Onde está a ONU, Obama e Clintons, Merkel, George Soros, PTralhas e afins, enfim toda a escumalha vigarista esquerdume e globalista nessa hora. Ah! É a China comunista, tá tudo certo.

SEMPRE mais do MESMO disse...

.
Caro Aluizio,
o uso incorreto das palavras é um trunfo da esquerda (diga-se: PODER ABSOLUTO para o ESTAMENTO ESTATAL).
A esquerda e os tais Conservadores são mestres em deturpar o vocabulário em favor de suas causas.

O tal "comunismo" preconizado inicialmente por Thomas More (fervoroso cristão) inspirado na República de Platão e mesmo nos judeus essênios, que eram "comunistas", veio a ser reintroduzido na mitologia moderna por Marx.

Comunismo, segundo o profeta Karl Marx, seria o sucessor do Socialismo "Científico" ou Ditadura do Proletariado (no iluminismo falar "científico" dava ibope).
Ou seja, Marx prometia transformar o ser humano em santo, sem ambição e voltado unicamente para o bem alheio. Então durante o seu Socialismo prometido para mil anos (sim, tirou isso do apocalipse) após a rebelião dos proletários que ele queria adiantar na história, o tal Comunismo se implantaria naturalmente e até os governos desapareceriam. Mas isso só ocorreria depois do Socialismo "científico" criar a ABUNDÂNCIA ABSOLUTA.

Sim, segundo o profeta Marx, o tal Comunismo só aconteceria após a abundância absoluta. Antes disso vigoraria a Ditadura do Proletariado. Evidentemente essa Ditadura seria a dos "REPRESENTANTES" do proletariado.

Marx fez uma profecia de uma rebelião dos proletários e que tal "apocalipse" resultaria na Ditadura do Proletariado ou em mil anos de Socialismo. Sim, essa foi a promessa.

Só depois de tal ditadura implantar a ABUNDÂNCIA ABSOLUTA é que o tal comunismo se implantaria naturalmente e o Estado desapareceria por ser desnecessário. ...rsrs

UM EMBUSTE PARA IMBECIS!
É ÓBVIA a intenção do marxismo e de qq outro socialismo de apenas reivindicar PODER ABSOLUTO para a HIERARQUIA ESTATAL.

Promessa profética para um futuro sem data e incerto, um embuste IDEOLÓGICO que oferece um futuro para justificar tudo que for feito em nome deste futuro incerto e verdadeiramente impossível e,no caso, injusto além de contraditório. Pois Marx dizia ser injusto que o trabalhador braçal não possuisse toda sua produção. Ora se o mais capaz vai ceder ao menos capaz, como Marx sugeria, não poderia dizer: de cada um segundo sua capacidade e para cada um segundo sua necessidade. Afinal necessidade não é direito.

Ou seja, TODOS os países dito "comunistas" pelos conservadores foram e são Socialistas.
A URSS era União da repúblicas Socialistas. Os conservadores é que tentam salvar a palavra Socialismo como um imperativo moral. Não é.

Portanto, ninguém deve se preocupar com a idiotice canalha do INJUSTO e IMPOSSÍVEL Comunismo. Pois o que almejam estabelecer é apenas o TOTALITARISMO ESTATAL SOCIALISTA ou Conservador, como no velho FEUDALISMO.

Chamar paises Socialistas de Comunistas é errado e tolo, além de limpar a palavra Socialismo para torna-la aceitável como uma moral coletivista voltada para o tal "bem comum" sob o gaudio da hierarquia estatal totalitária ...sempre em nome do bem, sempre em nome de alegadas boas intenções cujo resultado é sempre a dor, a injustiça e mesmo a tragédia.

Anônimo disse...

NA VERDADE, AS ALIANÇAS ENTRE OS ISLÃ E OS COMUNISTAS SÃO APENAS DE CONVENIENCIA DE MOMENTO pois ambos se detestam, e sabemos o que sejam bandos se ajuntarem com outros desafetos tais quais apenas para certa e determinada ação!
É o caso atual: ambos se interessam em destruir a civilização cristã do Ocidente, mas que houve um RACHA entre eles, é fato - que aumente, incentivaremos!
De qualquer forma, estão começando a se estranharem - boooom, muito bom - que cresça a tensão, senão confrontos entre eles, ainda mais começando da China!
QUE SE ESTRAÇALHEM, SE ARREBENTEM UNS AOS OUTROS!
Por outro lado, na Russia comunista combater os muçulmanos rende votos!...
CONTINUEM SE ESTRANHANDO, PARTAM PROS INSULTOS E DEPOIS VÃO PRO PAU, uma guerrinha oportuna de vermelhos x Islã!
EXCELEEEEEENTE!

Anônimo disse...

Ao contrário disso os "políticos" brasileiros com sua famigerada lei de migração querem que os brasileiros se "adaptem" aos estrangeiros. Além disso eles terão direito à previdência e assistência social, enquanto brasileiro é tratado como se não fosse ninguém em outros países.Dizem que a previdência está quebrada, mas vejam o que eles estão fazendo.

Refugiado angolano obtém benefício do INSS na Justiça brasileira
erritoriojuridico.com.br/2016/04/angolano-com-deficiencia-obtem-direito-ao-beneficio-assistencial-na-justica-brasileira/

STF decide que estrangeiro tem direito a receber benefício social do INSS - decisão tomada por unanimidade ... a decisão deverá ter impacto de aproximadamente R$ 160 milhões nas contas da Previdência Social. Adivinha quem paga?
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-04/stf-decide-

Anônimo disse...

Por ocasião da votação da lei de migração no senado, vejam o que falou Randolfe Rodrigues a partir dos 0:39 min
https://www.youtube.com/watch?v=8AzTqjiOxF4
Enquanto muitos brasileiros não consegue receber o BPC, pois a pessoa não contribui, a Previdência está "quebrada", vejam o que eles estão fazendo com o dinheiro de quem contribui.
STF decide que estrangeiro tem direito a receber benefício social do INSS- em decisão unânime
De acordo com a Advocacia-Geral da União (AGU), a decisão deverá ter impacto de aproximadamente R$ 160 milhões nas contas da Previdência Social.
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-04/stf-decide-que-estrangeiro-tem-direito-receber-beneficio-social-do-inss
http://territoriojuridico.com.br/2016/04/angolano-com-deficiencia-obtem-direito-ao-beneficio-assistencial-na-justica-brasileira/

Anônimo disse...

Comunista é foda, usa tais grupos a favor dos interesses, mas quando não interessa elimina; é assim, sempre foi assim e sempre será assim!

Islamismo, multiculturalismo, é só p/ os trouxas do Ocidente hehe

Manoel Francisco Gomes disse...

A  China não está preocupada com o politicamente correto dos idiotas esquerdistas ocidentais. Faz muito bem.  É preciso conter o avanço de mais uma ideologia totalitária. O islamismo é uma ideologia totalitária desde que a religião surgiu com Maomé e que se expandiu pela força militar, ocupando no início todo o norte da África, o Oriente Médio e até mesmo partes da Europa. Modernamente a expansão é pacífica, via migração. Como na China o governo já é totalitário, evidentemente não quer concorrência. Não faria sentido.

Parcialmente triste disse...

Justíssimo! Se nos países islâmicos eles não permitem que os ocidentais expressem seus costumes e crenças, porque devemos permitir que eles os façam em nossas cidades. É uma pena que tenha partido dos comunas a decisão de proibi-los.

Alexandre, The Great disse...

Quero ver o que dirão (se é que dirão algo) as ONGs humanitárias e globalistas, o establishment europeu, a ONU e a Igreja. Só esperando...

Anônimo disse...

A Rússia também adotou a mesma tática.

Mata Viva disse...

HEHEHEHEHEH REIOS NESTES MUÇULMANOS,O TRUMP TA AJEITANDO OS CHINESES HAHAHAH

Anônimo disse...

infelizmente, para dar jeito na expansão do Islã, só os comunistas mesmo...

os ocidentais capitalistas e liberais ja capitularam ha tempos...

beira ao inacreditavel constatar que lutamos tanto tempo por civilização, por liberdades individuais, por direitos igualitarios, por moderação na religiao, para no final de tudo termos que ser salvos do chicote do Islã pelos comunistas...

é desanimador pensar no futuro...

SEMPRE mais do MESMO disse...

.
Os judeus essênios eram comunistas e João Batista era essênio.

Thomas More era um fervoroso cristão e a sua Utopia era uma ilha comunista e ele explicou como funcionaria. Tentou ser justo até em fazer rodízio das terras. Porém não dispensou a tirania e inventou o que veio a ser chamado posteriormente de "ESTADO de SITIO" na sua Utopia. Até mutilações de ESCRAVOS o HUMANISTA Thomas More propôs em sua tão elogiada Utopia. ...hehehe!

Bem, o cristianismo foi inspirado na baboseira de Platão e mesmo More admite isso em sua Utopia. Platão é aquele que afirmava que havia homens com ouro, prata e bronze na sua constituição e que os "de ouro" deveriam governar, os "de prata" seriam soldados e os "de bronze" trabalhariam para sustentar esses "maravilhosos".

Foi de Platão a ideia da IMORTALIDADE da ALMA, antes tal inexistia. O Paraíso foi sincretizado da ideologia dos bábaros com o seu WALHALLA (algo assim).

O FEUDALISMO implantado pelo cristianismo tornou os trabalhadores em SERVOS (escravos) e a nobreza e o clero em PARASITAS. inicialmente os FEUDOS não eram propriedades, pois terras não deveriam ter donos (eram os meios de produção).

É inegável que Marx sincretizou com o cristianismo e repetiu a história: roma inventou o cristianismo quando o PODER político se via em apuros. Então jogou pobres x ricos e introduziu uma moral POLITICAMENTE CORRETA bem PIEGAS (como atualmente) para glorificar a auto renuncia, a covardia, a pobreza, a RESIGNAÇÃO diante do PODER ESTABELECIDO, a frouxidão e etc.. Enfim, o OBJETIVO era FAZER o POVO SUBMISSO.

SUBMISSÃO é o objetivo das ideologias e não por acaso ISLÃ é SUBMISSÃO. Os profetas mandam, arbitram, e os imbecis se SUBMETEM a estes MANÌACOS com suas IDEOLOGIAS SAFADAS e IMBECIS.

..e tem asnáticos que dizem que marxistas são ateus, apesar dos Papas Paulo VI e Francisco, CNBB e os padres de passeata e sobretudo dos padres bandidos do CMI. ...pqp ..humanos, demasiado humanos!

Anônimo disse...

Trump e Xi Jinping quando se encontraram, no início do mês, devem ter tratado da atual invasão islâmica e os chineses, mais autoritários, já se adiantaram – tipo saibam todos! - em conter a expansão dos muçulmanos no próprio quintal. Ótima ideia a aplicação da regra de ouro do império romano: Em Roma, como os romanos! Portanto, nada de véus, burcas, saudações públicas a Meca, registro de nomes de pessoas ou associações civis e que tais com nomes recorrentes do Islã e Maomé, já que a China é uma república leiga e oficialmente ateia, além de uma cultura milenar. Modelito que deveria ser copiado por todos que ora se veem oprimidos por levas de refugiados camufladores de terroristas, principalmente a França. E qual é a do horroroso Aloysio Nunes? Pretende montar um harém aqui com os pixulecos da Odebrecht? (lídia)

neiabisset disse...

É só mandar a canalha para a Coreia do Norte, e o caso fica resolvido. Já estou de saco cheio com essas histórias sobre os muçu.

Anônimo disse...

Estão certíssimos!Quem não quiser obedecer que se mude para um país muçulmano!Queria que fosse adotadas medidas assim por aqui!!!

Anônimo disse...

nao sei se é fake news, mas fiquei meio preocupado com uma materia sobre Trump ter declarado que "achava que as coisas seriam mais faceis como presidente"...

o tom da materia revela uma certa frustração e decepção do presidente com o verdadeiro poder disponivel de uma caneta presidencial...

um cansaço precoce se revela nas palavras dele...

os atos executivos foram todos esculhambados por simples juizes americanos, que ate entao, ate onde lembro, nao haviam interferido em nenhuma das decisões tomadas pelo governo Bobama...

tambem nao conseguiu implodir o Bobama Care...

a "extinção" do ISIS acabou saindo do noticiario e dando lugar a uma possivel guerra com a Coreia do Norte que ate entao, tambem ate onde me lembro, nao era nem de longe um dos pontos principais dos discursos da campanha eleitoral...

se Trump fracassar, nao será uma Theresa May da vida que dará jeito no mundo, muito menos uma Le Pen...essas serao engolidas pelo califado e enfiadas rapidamente dentro de uma burca...

os islamicos vao entrar arrebentando com os dois pés na Europa e na America se tudo der errado...

só os alienados e jumentos juramentados nao conseguem se preocupar com a real situação do futuro do mundo...

a turma la no Antagonista esta achando que uma guerra nuclear ficará circunscrita apenas aquele pedaço entre Coreia do Sul e do Norte...entre xingamentos e relinchos acham que irao assistir a uma guerra de video game como no caso da invasão do Iraque, que depois se soube mal tinham fuzis e metralhadoras...

vão nao...a onda de choque e de calor de uma guerra nuclear de grandes proporções pega a todos...frita todo mundo em milesimos de segundo...

nao conseguimos ainda sequer dar um combate decente ao ISIS, que sao um bando de broncos em cima de uma caminhonetes no meio daquele deserto e ate mal armados diante de um país que tem - ou pode ter, nao se sabe ainda - poderio militar nuclear e um maluco no comando que nao estao nem ai para mercados, ONU e o escambau...

preocupante demais...

Carl disse...

Não gosto de comunista e de chinês mas tenho que reconhecer que a elite que governa a China sabe o que quer e sabe agir. Estão cortando pela raiz algo que depois será impossível, é só ver a França.

Histórico disse...

"lutamos tanto tempo por civilização, por liberdades individuais, por direitos igualitários, por moderação na religião, para no final de tudo termos que abrir mão para os islámicos? Desde o Império ERA PROIBIDO ENTRAR IMIGRANTE ISLÁMICO NO BRASIL. REGRA QUE FOI DERRUBADA PELO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO e agora sacramentada pela nova lei de imigração do PSDBISTA A. Moraes. O papa argentino seguramente vai aprovar tal medida. No c% dos outros é refresco!

Anônimo disse...

Ninguém está acompanhando a polêmica na Italia ?
http://www.ilgiornale.it/
https://www.youtube.com/watch?v=dP4rYgJKo_w
http://www.ilgiornale.it/news/cronache/ong-finanziate-dagli-scafisti-csm-valuter-procuratore-1390900.html
https://www.youtube.com/watch?v=TbIc1LZqIAw

Anônimo disse...

ah, e pra completar meu comentario anterior, ainda tem o tal do muro com o Mexico, que nao saiu, e agora nao se sabe se e quando vai sair, e quem ira pagar essa conta...

ta tudo muito esquisito...

Carlos Bonasser disse...

A CHINA ESTÁ CERTA...AGORA POR AQUI QUANDO APERTAR, VAI CORRER MUITA BALA...NÃO VAMOS FICAR ESPERANDO AÇÃO DO desGOVERNO NEM PARA VER COMO É QUE FICA...VAMOS TER QUE NOS UNIR PARA CORTAR LOGO ESTE MAL...E JÁ

Anônimo disse...

A maior polêmica nos jornais da Itália por causa de investigações sobre as ONGs taxi que o garoto evidenciou no youtube, e no Brasil ninguém fala nada.
https://www.youtube.com/watch?v=TbIc1LZqIAw
people trafficking
https://www.youtube.com/watch?v=dP4rYgJKo_w
La verità sui "MIGRANTI"

Anônimo disse...

Não gosto e não concordo com comunistas, mas tenho que admitir que chinês não é bobo.

Anticomunista disse...

A Indonésia é a maior população islâmica mundial, e em 1 região, já está implantada a sharia. A Malásia é + moderna, apesar de islâmica. Vc vê todo tipo de vestimenta ocidental nas ruas. Dá nojo andar pela Europa. Mulheres em trages árabes, xingam mulheres de roupas ocidentais. Parabéns China, concordarei com vc, pela 1ª vez na vida.

Marcelo Rodrigues Cunha disse...

Assim que o ocidente logicamente o Brasil tem que fazer. Acabar com essa moleza propiciada pela esquerda globalista é essencial para botar um fim na sanha desses terroristas. Inclusive esses vermes juntos com os vermelhos atacaram à bomba uma pacifica manifestação de Patriotas na Av Paulista que protestavam pacificamente contra o atentado lesa-patrias da nova lei de imigração do terrorista tucano aluisio nunes.