TRANSLATE/TRADUTOR

sexta-feira, abril 07, 2017

UMA MISTURA E IGNORÂNCIA E OPORTUNISMO: "PODEMOS", A HERANÇA MALDITA DE HUGO CHÁVEZ, INSPIRA O NANICO PTN DO BRASIL.

Acima os dois principais chefes do Podemos da Espanha, Juan Carlos Monedero e Pablo Iglesias. Abaixo o Podemos nas ruas e o indefectível retrato de Che Guevara estampado na bandeira vermelha.
Embora no Brasil a maioria das pessoas estufe o peito para dizer que não tem preferência partidária e, mais ainda, que detesta a política há pelo menos 35 partidos políticos em atividade. Na quase totalidade são os chamados partidos nanicos. Dentre eles está o PTN - Partido Trabalhista Nacional, cuja origem remonta à ditadura de Getúlio Vargas. Aliás foi o festejado "pai dos pobres" que criou a sigla numa dessas jogadas político-eleitorais. O PTN sobreviveu até 1964 quando o regime militar fez uma limpeza geral permitindo apenas dois partidos: Arena e MDB.
A dita "redemocratização" deu um sopro de vida para esses cadáveres partidários. Como nos velhos filmes de terror repete-se a cena: num antigo cemitério alguém verte algumas gotas de sangue sobre o cadáver do Conde Drácula e ele se levanta, arregala os olhos e começa tudo outra vez.
Guardadas as devidas proporções é isso que aconteceu com os velhos partidos políticos. Só que esses foram ressuscitados com dinheiro, muito dinheiro do tal Fundo Partidário e passaram a gravitar em torno do PT, formando a funesta "base aliada".
Com a descoberta do “petrolão”, a maior teia de corrupcão e roubalheira do mundo trazida à luz pela Operação Lava Jato e que foi o estopim para o impeachment da Dilma, os partidos da tal base aliada foram para o vinagre juntamente com o PT e mais aquela meia dúzia de agremiações esquerdistas.
Entretanto, por ignorância ou má fé ou a combinação das duas coisas, o que foi revelado pela operação Lava Jato não serviu de exemplo. Da mesma forma, o enésimo naufrágio das teses esquerdistas também continua a ser descurado. Nem mesmo a bancarrota da Venezuela em decorrência da aventura comuno-bolivariana do chavismo é capaz de servir de alerta. 
Mas afinal o que tem a ver o PTN com toda essa história?, diria o leitor sequioso pelo epílogo. É o que tentarei explicar nas próximas linhas.

NO DESTAQUE DA FOTOMONTAGEM: “Nos documentos publicados pelo jornal ABC, da Espanha, sobre o esquema do Podemos espanhol e o chavista, afirma, a certa altura, que “o conseguinte apoio econômico que significará para a Fundação CEPS (embrião do Podemos espanhol) esta contratação. Permitirá estreitar laços e compromissos com reconhecidos representantes das escolas de pensamento de esquerdas. Fundamentalmente anticapitalista, que em Espanha podem criar consensos de forças políticas e movimentos sociais, propriciando nesse país (Espanha) mudanças políticas ainda mais afins ao Governo Bolivariano).” Cháves repassou para a fundação CESP, o embrião do Podemos, um total de mais de 7 milhões de euros, segundo o diário espanhol ABC.
IGNORÂNCIA E OPORTUNISMO
Dia desses o site O Antagonista publicou uma nota revelando que os senadores Álvaro Dias, Reguffe e Lasier Martins estariam articulando para se unirem em torno de um novo partido, o "Podemos", que será a nova versão do PTN presidido pela herdeira da velha sigla, a deputada Renata Abreu. A nota lembra que o Podemos já existe em países como Grécia e Portugal. Mas O Antagonista esqueceu do principal. O Podemos não existe apenas nesses dois países. Na verdade ele começou a existir primeiro na Espanha. Trata-se de agremiação ultra-esquerdista que foi estruturada e financiada pelo defunto caudilho Hugo Chávez que pretendia levar o chavismo para a Europa. 
O jornal ABC, da Espanha, publicou uma série de reportagens à época sobre o esquema que envolveu o embrião do Podemos espanhol: o Centro de Estudos Políticos e Sociais (CEPS), espécie de fundação destinada a estudos políticos sem fins lucrativos. Essa organização foi que originou mais adiante o partido espanhol Podemos.
NESTE VÍDEO O PRINCIPAL IDEÓLOGO DO 'PODEMOS' ESPANHOL, JUAN CARLOS MONEDERO, PARA QUEM A SALVAÇÃO DO MUNDO VIRÁ DA VENEZUELA. EVENTO DO FORO DE SÃO PAULO EM CARACAS - 2012.
Os dois principais líderes do podemos, Pablo Iglesias e o professor de ciências políticas Juan Carlos Monedero lideravam uma equipe do CEPS que operou na Venezuela de 2003 a 2007, instalada em bairro chique de Caracas sob os auspícios do então governo de Hugo Chávez.
De acordo com a série de reportagens do diário espanhol ABC, o partido Podemos da Espanha foi constituído com recursos públicos da Venezuela. Em 2016, as suspeitas que pesavam contra a fundação CEPS foram confirmadas pelo ex-ministro de Finanças e Planejamento e governador de Aragua, Rafael Isea, que desertou do chavismo refugiando-se nos Estados Unidos.
Em síntese: o governo do defunto caudilho Hugo Chávez foi quem financiou o Podemos espanhol, repassando via Fundação CEPS mais de 7 milhões de euros sob a rubrica de pagamento à fundação CEPS por serviços prestados. O objetivo de Chávez era levar a revolução bolivariana à Espanha e lutar contra o capitalismo. Não é à toa o fato de que a Venezuela foi estraçalhada e seu povo desfigurado pela fome vive agora zanzando como zumbis nos lixões em busca de algo que mitigue seu sofrimento, ou seja, a ausência de alimentos.
A deputada Renata Abreu, chefe do nanico PTN que quer virar 'Podemos'. 
O ‘PODEMOS’ BRASUCA
A decisão do PTN em se transformar no Podemos tupiniquim ocorreu no ano passado. Tanto é que o site esquerdista UOL do Grupo Folha de S. Paulo, dedicou uma reportagem sobre as tratativas de transformação do PTN em Podemos e o título da matéria é “PTN quer virar Podemos brasileiro e surfar na queda da esquerda”.
Diz no entanto que o PTN se identifica com bandeiras tradicionalmente de direita, como da defesa da família tradicional formada por homem e mulher (sic) e do Estado mínimo. Mais adiante revela que o projeto de reformulação do PTN não contempla ser de esquerda e nem de direita, segundo a presidente do partido, a deputada paulista Renata abreu. Ao mesmo tempo, segundo essa reportagem, ela afirma que sua inspiração original para reformular o PTN foi a campanha de Barack Obama à Casa Branca, cujo slogan “Yes We Can” - Sim Nós Podemos - coincide com o “Podemos”  dos esquerdistas espanhóis.
O que estou trazendo ao conhecimento dos estimados leitores não é novidade para quem acompanha a política internacional no que concerne ao movimento esquerdista internacional, sobretudo o surgimento do Podemos na Espanha e seus vínculos diretos com o chavismo bolivariano.
Tudo isso, no entanto, não deixa de ser emblemático no que tange a lamentável ignorância geral e irrestrita dos próprios políticos no que concerne à política, quando não se trata simplesmente de má fé e oportunismo. Mas o que é mais danoso do que essa avassaladora ignorância é o oportunismo. Aliás fato escancarado pela Operação Lava Jato. 
BALAIO DE GATOS
Neste caso, a reportagem do UOL está perfeita quando revela que “no modelo de democracia proposto pelo Podemos brasileiro, sobra pouco espaço para posições firmes, ideológicas. Tudo será decidido (ou pretende ser) conforme a vontade e a participação dos eleitores e militantes. Os críticos diriam, porém, que o partido evita se posicionar sobre questões polêmicas para não se comprometer”. Nessa seara também não inova, já que este é o modus operandi da maioria dos políticos. Neste caso, deve-se reconhecer que os esquerdistas nessa seara são uma exceção. Defendem com unhas e dentes sua ideologia e tem logrado sucesso. Se a direita e o centro não querem se comprometer sobra espaço para a deletéria ação comunista. No caso brasileiro degenerou na falência do Brasil, fato evidente que agora castiga os brasileiros. Oxalá tenha servido de exemplo.
Isso fica evidente no que afirma a própria presidente do Podemos brazuca: “O mundo é dinâmico - diz Renata Abreu - “e nem sempre uma bandeira que você defendeu em um primeiro momento passa a ser factível em um segundo. Nós temos que nos permitir a mudar as nossas posições”.
A legenda, segundo essa reportagem do UOL, não gosta de se posicionar sobre temas controversos, como legalização da drogas ou o direito ao aborto, a cota para mulheres na política ou o projeto Escola sem Partido. Em 2010, o PTN esteve coligado com o PT na campanha da Dilma à Presidência. Em 2014, apoiou Aécio Neves.
E, como podem notar, o UOL não descuidou de enfiar na matéria os temas bundalelês que contemplam legalização de drogas, aborto e cota para mulheres na política, assuntos de destaque na agenda politicamente correta.
EPÍLOGO
O que acabo de relatar neste texto dá uma ideia geral da brutal ignorância dominante no meio político brasileiro e também entre os jornalistas. E para isso contribui de forma perversa a grande mídia, seja no ato de distorcer ou escamotear fatos relevantes como a origem do partido espanhol Podemos. Ou ainda sobre a origem do slogan da campanha de Obama: “Yes We Can”, inspirada nas pregações do comunista norte-americano Saul Alinsk, preceptor de Obama e Hillary Clinton, cuja obra principal é o seu livro intitulado “Rules for Radicals” (Regras para Radicais). Quem sabe esse livro maldito também não serviu de base para a criação do Podemos espanhol e suas ramificações na Grécia e Portugal?

Esperamos que o Brasil escape de mais essa aventura maluca que parece ter prosperado na mambembe Península Ibérica e nas terras helênicas...É a revolução bolivariana chegando a Europa...

Na Venezuela, conforme este vídeo, dá para ter uma ideia do que os comunistas bolivarianos fizeram com o país. O povo já luta com paus e pedras contra a truculenta polícia do tiranete Nicolas Maduro. Vejam:

AS FONTES:
Aqui os links de matérias do diário espanhol ABC relativas ao nascimento do 'Podemos', partido de ultra-esquerda da Espanha financiado pelo finado chefete comunista Hugo Chávez:

http://www.abc.es/espana/abci-chavez-pago-7-millones-euros-para-crear-espana-fuerzas-politicas-bolivarianas-201604050224_noticia.html

EM TEMPO: Passado algum tempo, às vezes horas, depois que escrevi um texto, quando retorno ao meu escrito acabo tendo que fazer correções. Agora é que vi que escrevi Brazuca com "z", embora o certo seria com "s". Todavia na gíria a palavra se consagrou com "z" e até mesmo a Addidas lançou uma bola de futebol com o nome de "Brazuca".  Confiram aqui.

19 comentários:

Anônimo disse...

Essa gente me dá nojo.Esquerdistas malditos!

Anônimo disse...

Sei não, Aluizio, mas dei um Google e o que eu vi lá – filhinha de ex-deputado, 34 anos, deslumbrada, eleita com pouco mais de 85.000 votos – me pareceu mais uma alienada, maria-vai-com-as-outras, típica idiota útil. Veja você: ela achou lindo o “Yes, we can” do Obama e está confundindo ‘bife à milanesa com bife ali na mesa” usando o bordão obamista, para consumo brasuca, como filial do ultraesquerdista Podemos espanhol. É samba do crioulo doido, mas pode, sim, ter gente mais esperta por trás da proposta, do Fundo Partidário e da soma com o PT. Só que eles agora não vão poder contar com a generosidade do “pajarito”... (lídia)

Anônimo disse...

YES, WE CAN!
NÓS PODEMOS!
ESSE FOI O LEMA DO OBAMERDA, MAS NÃO AVISAVA QUE incentivava as Lutas de Classes e o interesse dele e de suas aliadas esquerdas era de relativizar a todos tidos como os incautos e colocar sob a NOM!
As esquerdas mudaram de tática depois da entrada de Trump, pois ele é de confrontação e passaram agir na base da sedução, falsas noticias e pequenas investidas, tipo escaramuças!
Mas não adianta: as redes as detonam direto e reto, de manhã à noite: os vermelhos são uma raça de golpistas, estelionatarios, ladrões, libertinos e refinados canalhas!

danir disse...

Com o perdão da má palavra, deveriam se chamar f...demos. Pois é isto que eles contumazmente fazem com o cidadão, principalmente com os idiotas úteis. Enquanto continuarmos a tratar estes safados como pessoas respeitáveis e não dermos nomes aos bois, eles continuarão roubando, matando e prejudicando as pessoas honestas e trabalhadoras. É uma turma do mal, que não merece consideração. No máximo um tratamento igual ao que oferecem.

Anônimo disse...

Esses energúmenos esqueceram-se de acordar para o novo mundo. Vivem no longínquo passado (vide a foto do criminoso che!). para elles não há presente, só o passado retrógrado e embolorado.
Que tal aplicar nelles o trinômio: Cavalaria, Tropa de Choque e presídio de segurança máxima?
Eduardo .45

Anônimo disse...

Só que, nas últimas eleições o Podemos espanhol se estatelou e encolheu pois, a população, em massa, optou, novamente pela política de centro-direita, onde alçaram novamente, como primeiro-ministro o sr. Ramos, do PP. Creio que é melhor mesmo que o Podemos comece a pensar em sair da "mambembe" península Ibérica pois há terras mais férteis na região do equador.

Finish them! disse...

... ou seja: O mesmo velho e carcomido comunismo... e o que é pior, nem bem acaba de morrer aqui por estas bandas latinas e já está renascendo ainda das cinzas quentes!!! Pode um negócio desses!!!

Isso vale para acordar os que achavam que o comunismo já era. A luta contra a peste do comunismo tem que ser eterna, isso para aqueles que pretendem viver livres - agora... para os que não ligam, tudo bem, não têm obrigação em lei, mas moral sem dúvida, do contrário depois não venham reclamar ou pedir dinheiro!!!

Anônimo disse...

Oi Aluízio.
Essa merece um post.
Elcio Paludo:
http://sensoincomum.org/2017/04/07/olavo-de-carvalho-harvard-universitarios-analfabetos/

Mais uma vez Olavo tem razão. Os alunos Brasileiros de Harvard e do MIT tbm se encaixam nos 80% que Olavo cita.

Anônimo disse...

Caro: Faltou acrescentar MALDADE aos atributos de ignorância e oportunismo dessa...gente.

Anônimo disse...

Aluízio, por quê ninguém até agora se insurgiu contra o IMORAL FUNDO PARTIDÁRIO, criado para alicerçar cada vez mais a CORRUPÇÃO no Brasil. É verdade que os CORRUPTOS comprometidos na Lava Jato, hoje no Congresso, jamais iriam abraçar essa causa. Mas há outras lideranças políticas mais legítimas e paytrióticas que poderiam pensar a respeito. Poderíamos circunscrever as CAMPANHAS POLÍTICAS apenas no Horário Político Eleitoral Gratuito (rádios e tvs), não sendo permitida qualquer manifestação politico eleitoral em outras mídias e horários. O custo das campanhas eleitorais seria ZERO para os PARTIDOS (claro!), acabando assim com a CORRUPÇÃO ELEITORAL ... Evidente que com a alta proliferação de partidos no Brasil, o Horário Político Eleitoral seria aberto APENAS PARA OS PARTIDOS QUE NAS ÚLTIMAS TIVESSEM ALCANÇADO PELO MENOS 3% DE VOTOS NO BRASIL ... Assim, FICARIAM DE FORA mais de 30 partidos NANICOS que em nada contribuem para a "grandeza" da nossa democracia.

Anônimo disse...

Boa tarde, Aluízio.

OCUPAÇÃO DO CONGRESSO NACIONAL
NÃO HÁ LÍDERES. É UM GRUPO SÉRIO
QUE PRETENDE COLOCAR 500 MIL PARA
INVADIR O CONGRESSO. CREIO QUE AGORA VAI.

http://www.ucopbrasil.com.br/

Anônimo disse...

Olá Aluízio,
-------
PODEMOS...
mas,
com PH !
-------
-------
Bom fim de semana.
-------
-------
ABC

Anônimo disse...

E na capa da Veja: "Eu sofrí de assédio sexual". Coitadinhas!
A esquerdista Veja não tem outro assunto. É sexismo, gayzismo, feminismo, machismo, "cultura do estupro", abortismo... Já encheu.

Anônimo disse...

ME PREOCUPA MUITO QUE PRENDAM O LULA - Dilma.
Evidente que sim: v seria a próxima!
Mais adiante relincha: ele tem 38% de intenções de voto; verdade, porém esqueceu da vírgula: 3,8%!

Anônimo disse...

Eu como sou vagabundo (do tipo que trabalha sempre tentando trabalhar menos, com produtividade), reconheço meus "semelhantes" (embora de outra variante). O primeiro é até engraçado http://www.tribunadainternet.com.br/todo-militar-e-meio-comunista-embora-nem-perceba-essa-curiosa-peculiaridade/ Mas o segundo é.... http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/eliziario-goulart-rocha-inimigos-reais-e-imaginarios/

Anônimo disse...

Aluizio o pior que temos no Brasil são os seus "políticos", estão querendo acabar com tudo.
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite de 6 de dezembro o (PL) Projeto de Lei 2516/15, do Senado, que cria a Lei de Migração. Devido a uma alteração, a PL volta ao Senado. Se aprovada ela revogará o Estatuto do Estrangeiro de 1980 (Lei 6.815/80). O PL é de autoria do deputado Aloysio Nunes (PSDB-SP).Esta lei, na prática, facilita a entrada de estrangeiros no Brasil ao permitir que qualquer pessoa permaneça no Brasil, independente de sua qualificação, mesmo se ela tiver entrado como turista.

A nova lei também oferece ao estrangeiro direitos semelhantes aos do cidadão comum, como por exemplo, poder participar de protesto e sindicatos. A legislação atualmente em vigor (Estatuto do Estrangeiro) não permite isso.

intervenção civil e militar disse...

Salve quem pode,o fumo vai arder vem guerra...

Anônimo disse...

Aluizio, faça um post comentando a bronca de Silvio Santos em seus apresentadores.Isso me cheira a censura vindo de órgãos e pessoas ligadas à esquerda globalista.

Anônimo disse...

http://www.ucopbrasil.com.br/
Os responsáveis por este movimento deve ser Soros e os os seus marionetes,os partidos brasileiros, encantadores de burros, igual ao MBL, vem prá rua... só para enganar os trouxas e não acontecer nada.