TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, maio 07, 2017

POR QUE MARINE LE PEN PERDEU?

Para quem acompanha a politica internacional e, particularmente, no que concerne à França, não se surpreendeu com o resultado deste segundo turno que deu a vitória a Emmanuel Macron e a derrota para Marine Le Pen. Ao final da refrega eleitoral os globalistas da União Europeia comemoraram.
A fórmula para garantir o poder na mão dos comuno-globalistas não é novidade. Na França, como aqui no Brasil, os comunistas criaram diversos partidos de forma a pulverizar os votos no primeiro turno para no segundo correrem para o abraço unidos. E esta é também a estratégia de todo o establishment cujo maior trunfo e poder reside no fato de manter o absoluto controle dos meios de comunicação, a dita grande mídia em âmbito internacional. Embora socialista desde criancinha, os jornalistas da grande mídia conseguiram pespegar no curriculum vitae de Macron que ele é um político "centrista".
Ressalte-se que tal estratégia não é difícil de ser aplicada porque quem escreve e fala na mídia mainstream são, evidentemente, os jornalistas. Como praticamente a totalidade dos jornalistas é composta por esquerdistas de todos os matizes, esse controle sobre a opinião pública torna-se extremamente fácil e super eficiente.
Ao mesmo tempo, deixa os donos das empresas de comunicação numa posição super confortável e ainda lhes confere a honra de não ditar regras editoriais, de não interferir na “liberdade de imprensa”. Os eventuais empresários donos de jornais e televisões que tentarem - o que praticamente não existe há muito tempo - interferir na redação apanharão mais do que os cachorros da rua. Além do mais remar contra a maré vermelha é suicídio empresarial pois imediatamente provocará o retraimento de mega anunciantes, já que estes também integram o establishment globalista. 
Numa abordagem ligeira é isso que acontece. Com todos os veículos de mídia tocando os fatos num diapasão de uma nota só que corresponde inteiramente aos ditames da camorra comuno-globalista, não sobra nada para os políticos que ousarem a se contrapor à truculência do establishment já que terão a maioria da opinião pública contra eles.
Em sociedades complexas, costumo afirmar, com número de habitantes em escala de milhões de pessoas a opinião pública é formada pelos veículos de mídia de massa, destacando-se a televisão. 
Ainda que com o advento da internet, sobretudo das redes sociais, sites e blogs independentes, esse panorama ensaie uma mutação, seu impacto ainda está longe de rivalizar com a televisão que, dada à produção em alta escala tornou-se um equipamento barato que já ilumina qualquer casebre das mais pobres favelas e determina a pauta dos lares da classe média. Agora, junte o efeito mídia à lavagem cerebral cometida dentro das escolas e universidades. 
Acrescente-se a isso as condicionantes históricas de formação de um país. Não é à toa que o Brexit no Reino Unido e a vitória de Donald Trump nos Estados Unidos são fatos que comprovam minha assertiva. Não é à toa também que ambos os países constituem as maiores potências bélicas e econômicas e exibem destacada estabilidade institucional. Seus povos sentiram o cheiro de carne queimada e avisaram nas urnas que não desejam ser aniquilados pelos tarados islâmicos. Afinal, nenhum desses dois países têm no seu histórico a carnificina protagonizada pela guilhotina muito menos o desejo de serem transformados numa Venezuela.
Por tudo isso, Marine Le Pen perdeu esta batalha na França, porém ainda não perdeu a guerra. Afinal, a invasão bárbara do Ocidente está ainda na fase inicial.
A partir do final da contagem dos votos na França os alegres rapazes e raparigas da grande mídia já começam a ter orgasmos. Aqui no Brasil este fato poderá ser constatado quando for ao ar aquele programa do indigitado William Waak, da Fake News, debatendo com os “universitários” companheiros...

Que nojo!

28 comentários:

Manoel Francisco Gomes disse...

A  derrota já era prevista.  Nem ela acreditava que venceria. Talvez na próxima. A França precisa afundar mais um pouco para se dar conta de que com ela seria menos ruim do que com um globalista como Macron. (mfgomes: 07/05/2017)

Antipetista disse...

A França não passa de um Brasil melhorado. Vai continuar comendo na mão da Sra. Angela Merkel, representante maior de toda a patota globalista europeia. De qualquer forma, o principal troféu já foi conquistado, e este foi a vitória nos EUA com o Trump. O resto (incluindo o Brasil) que se exploda!

Anônimo disse...

eu acho que perdeu por causa do tal Frexit...

os franceses nao querem sair da UE, temos de entender...

se nao tivesse flertado como essa historia de plebiscito, poderia ter feito mais votos e dar uma vitoria mais apertada para o meninão, o que sempre da uma enfraquecida no lado vitorioso...

e perdeu tambem pelo que eu disse aqui sobre a derrota da direita holandesa e de um outro país cujo nome agora nao me lembro...

o fator surpresa que elegeu Trump e fez o Brexit, acabou...o outro lado esta indo as urnas, pois sairam do modo automatico em que tinham entrado com as reiteradas vitorias da esquerda...

quem quiser se livrar do Islã no futuro vai ter de aprender a falar chines, russo ou polones...

o restante esta em vias de rapida capitulação diante dos islamicos...

Miguel Felix Barbosa disse...

Aqui no Brasil é pior ainda, Caro Aluizio Amorim e comentaristas, pois não temos partido de 'direita'! Só temos partidos comunas/socialistas! e o povo mais ignorante do ponto de vista político!

Anônimo disse...

A FRANÇA ESTÁ PERDIDA!!! VAI TOMAR NAQUELE LUGAR!!! MAS, QUE EXPLODA A FRANÇA, OS FRANCESES VÃO APRENDER COM O SOFRIMENTO!!! ASSIM COMO OS BRASILEIROS TAMBÉM VÃO TOMAR NAQUELE LUGAR POR CAUSA DA INCOMPETÊNCIA E COVARDIA DE SEUS COMANDANTES MILITARES!!! QUEM VIVER VERÁ!!!

Anônimo disse...

TOMEM NAZOREIA, "SEUS" CAIXAS DE PANCADAS DO ISLÃ!
Não emendam mesmo, franceses, sai Hollande e entra seu socio, Macron!
Estão mais se parecendo mulher de malandro, como se diz vulgarmente, mas os franceses querem é levarem das brecas e virarem Venezuela II!
Aguardem, pois Macronhollande dará um jeitinho trazendo mais "imigrantes" para darem um abraço de jacaré e chorarem lágrimas de crocodilo pelos sofrimento dos franquidiotas,
e tudo em nome da deusa lua Alah!
Eh, Maduro, invejaram v que arranjou parceiro: o povo franquipanaca!

Anônimo disse...

Essa foi a gota d'água. A França que se prepare para a guerra civil.
As esperanças de combater o islã em território francês se esgotou com a perda de Le Pen. Volto a dizer: A guerra civil acontecerá na França e se espalhará pela Europa. Será o fim da Europa de vez.

Marcelo Rodrigues Cunha disse...

Esse paizinho de merda está acabado desde de waterloo. O declinio populacional e o envelhecimento, além da viadagem generalizada já os condenaram. Eles não tem opção, precisam continuar atrelados a Berlim e a Bruxelas. A esperança para a Europa Continental é a Alemanha. Preparem-se para ouvir sobre Hitler como nunca ouviram em suas vidas.

Anônimo disse...

Muitos afirmam que a eleição hoje na França poderia dar um rumo definitivo do Ocidente a barbárie. Eu digo que não! A França perdeu parte de sua hegemonia cultural há anos e sua influência no Ocidente já não é mais a mesma há mais de 20 anos. As universidades francesas como a Souborne já não tem peso importante no ranking de maiores instituições acadêmicas, nem sequer figura entre as 300 instituições de nível superior. Há mais de 10 anos que o país tomou a onda de descristianização em massa onde suas igrejas seculares foram substituídas por estacionamentos ou danceterias raves. O país sofria uma grave influência multiculturalista já antes do islamismo se estabelecer. A França foi pioneira na inversão de valores, na destruição dos pilares morais e éticos, na formação da família tradicional. O conceito família foi destruído e nivelado ao mesmo tempo com o modernismo homossexual. Grande parte dos homens do país se tornou andrógeno tipificando o moralmente frouxo e sem o instinto de sobrevivência e luta. Os franceses há muitos anos abracaram a causa esquerdista. Grande parte de sua população se intitula de esquerda e ateia. A esfera espiritual francesa deu lugar ao bestialismo instintivo.
Na economia muitas empresas francesas tiveram que emigrar. Montadoras como a Renault, Citroen e Peugeot tiveram que fazer join ventures para sobreviver com empresas chinesas ou japonesas. Não se sabe da tecnologia aerospacial quem ainda a mantém.
A arrogância peculiar dos franceses poderão dessa vez comer as migalhas que cairão das mesas dos poderosos globalistas. Terão que competir com os cães.
Fiz este breve comentário acerca da incerteza consumada que hoje marcou o futuro daquele país.
Morre-se uma cultura, vencem os bárbaros.

Anônimo disse...

Recentemente, A Grande Mesquita de Paris, pediu aos muçulmanos para votar em Macron. E Obama também manifestou apoio a Macron.

Parece haver indícios de fraude nas eleições, eis algumas fontes

http://www.vanguardngr.com/2017/05/france-election-2017-fraud-rigged-european-union-masters-deceit-must-annulled-knowledgeable-professor-alexia-thomas-demands/

The French Elections 2017. Macron won by Fraud.

https://www.youtube.com/watch?v=9uwV4iAEjEU


Paris Votes 90% for Macron: can we say rigged election
Martin Brodel
Martin Brodel

https://www.youtube.com/watch?v=M0d7HwMFURA


the French are ANGRY!!!
https://www.youtube.com/watch?v=Ypcmbxi7At4

the French are ANGRY!!!
www.youtube.com
https://www.patreon.com/home you can donate through this site paypal email account MBrodel@aol.com Martin Brodel 36248 HWY 133 Hotchkiss, Colorado 81419 http...


ELECTION FRAUD: French Voters Receive Damaged Le Pen Ballots
https://www.youtube.com/watch?v=o5rl4BHFxG4


ELECTION FRAUD: French Voters Receive Damaged Le Pen Ballots
www.youtube.com
Reports are emerging of torn – and therefore invalid – Le Pen ballots being received by voters ahead the French presidential election. In each case, the ball...

Anônimo disse...

Na verdade a França desde a 2°guerra é um país de frouxo, se não fosse a Inglaterra e o EUA até hoje os franceses estariam sobre domínio narzista.

Jr Medeiros disse...

Marine Le Pen perdeu pelo mesmo motivo que o esquerdismo e o islamismo são vistos como purezas de santidade.
Marine Le Pen perdeu pelo mesmo motivo que monstros como Lula, Dilma, Stalin, Fidel, entre outros, são vistos como anjos bondosos.
A causa de tudo isso e muito mais é uma só: a maior de todas as epidemias que assola a raça humana, conhecida como DEMÊNCIA.
É graças a ela que o mal é visto como bem.
Diga a um esquerdista (demente) que Lula é um monstro psicopata e verá, claramente, a demência em ação.

Adilson Nagamine disse...

Macron não ganhou por Macron. Ganhou porque os eleitores estavam com medo de Marine le pen. Só isso.

Anônimo disse...

Le Pen era a peça chave que faltava p/ o desmonte duma vez da praga UE, agora consolidará um califado; foi democraticamente rechaçada, o povo, como aqui, gosta de tomar naquele lugar.
Só os EUA e Israel se salvarão.

Anônimo disse...

Liberté,Fraternité e igualité virou um bostê....

Anônimo disse...

Aluizio, de fato a maioria no jornalismo aparenta, para ficar bem na foto, esse perfil “humanitário e bonzinho”, que é o estofo das esquerdas e que execra, no interesse da dominação, toda ideia de valorização e iniciativa do indivíduo. Mas não só; os intelectuais de forma geral e a elite das classes de A a Z, desde criancinhas incorporaram de pai pra filho, com o apoio e incentivo das várias religiões, que cuidar dos pobres, necessitados, descamisados, carentes, e etc., leva a algum tipo de céu, além do poder político: uma atitude totalmente egoísta de fato (é a própria pele a ser salva no palanque, numa “vida eterna” ou, no mínimo, no facebook), e AINDA MAIS ELITISTA, já que só pode ajudar alguém em CONDIÇÃO SOCIAL INFERIOR quem se tem como dono de conhecimento, recursos, possibilidades, poder, etc., ou seja, aquele que se vê NUMA POSIÇÃO SUPERIOR. Gritam democracia para todos, mas nesse mundo deles alguns são SEMPRE MAIS IGUAIS que os outros. Como a fantasia continua e a máscara acabou grudando na cara, os FDP vivem da MENTIRA. (lídia)

Anônimo disse...

Ao comentarista acima.
"Muitos afirmam que a eleição hoje na França poderia dar um rumo definitivo do Ocidente a barbárie. Eu digo que não! A França perdeu parte de sua hegemonia cultural há anos ..."
Você disse tudo. Quando um pais joga no lixo seus valores z o povo perde sua identidade, vira manada.
riste ver a cultura se evaporar como um perfume cujo frasco ficou aberto.

Unknown disse...

Os franceses depois dessa vitória do Macron väo precisar restaurar a guilhotina e trazer de volta Robespierre pra botar ordem na velha Gâlia contaminada por ideologias degradantes e hordas de muçulmanos que têm por objetivo destruir a europa e a civilizaçäo ocidental que corre sério risco de desaparecer com a bárbarie dos seguidores de Maomé que contam com o beneplácito dos politicos de esquerda e a mídia globalizada que manipula e idiotiza o povo que aplaude e segue os ditames da UE dominada pelos burocratas globalistas que têm como meta suprema a destruiçäo do ocidente e a implantaçäo de um governo comunista e a aniquilaçào das fronteiras nacionais.

Unknown disse...

Com a vitória do Macron o menino do Hollande, a França selou seu destino de país submetido ao globalismo e as falácias e aberrações dos terroristas islâmicos que vào mostrar aos francrses e ao mundo como se domina um povo que voluntariamente se entrega à bárbarie da ralé muçulmana e ao comunismo internacional.Lamento pela França um país que tanto contribuiu para a civilização ocidental que agora parece estar entrando numa derrocada sem freio.Se houver alguma esperança de retomada do controle dos países europeus que contam como baluartes do mundo ocidental,isso partirá da Alemanha com a saída da traidora e lesa-pátria da Merkel, dai entäo a racionalidade e nacionalismo germânico salvará o mundo que nos interessa e que vale a pena dentro dessa orgia de multiculturalismo e frouxidäo das fronteiras nacionais.

Anônimo disse...

Poder Judiciário vermelho atuando a favor do caos:

http://www.nacaojuridica.com.br/2017/05/stj-reconhece-como-ilegal-invasao.html?m=1

Anônimo disse...

Resultado de mais de dois séculos de domínio da franco-maçonaria até o advento da elite socialista que domina a França há cinco décadas. O que dizer mais?
Só mesmo como disse o Olavo: "os franceses acostumaram tanto a tomar no... que se sentiram obrigados a dizer que gostam"

Anônimo disse...

Penso que os franceses votaram em Macron por medo desta Sra. La Pen.
Ela é contra tudo e contra todos!

ChrisSP


Anônimo disse...

Resultado de mais de dois séculos de domínio da franco-maçonaria até o advento da elite socialista que domina a França há cinco décadas. O que dizer mais?
Só mesmo como disse o Olavo: "os franceses acostumaram tanto a tomar no... que se sentiram obrigados a dizer que gostam"

indignado com os desmandos deste país disse...

Temos o PMB - partido militar brasileiro, onde Bolsonaro foi convidado a entrar! Ele nunca foi visto e lembrado, porque é pequeno.

Anônimo disse...

ChrisSP

é esse o problema desses novos expoentes da direita europeia...

eles nao conseguem formar aliados, nao falam para imigrantes que nao sao islamicos e que abominam o totalitarismo dessa gente, que poderiam ajudar a frear o avanço muçulmano, mas nao, para serem "coerentes", eles discursam contra tudo e contra todos...

quem tudo quer, nada tem...

a direita europeia precisa focar os seus objetivos, porque esse negocio de "dar tiro" para acertar todos os lados acaba deixando-os isolados...

o rapido avanço da população islamica poderia ser amenizado com politicas migratorias de paises nao-islamicos, mas, por exemplo, para brasileiros de boa formação profissional e dispostos a migrar, a burocracia exigida é literalmente leonina, enquanto os islamicos gozam de uma politica bestial chamada de "politica da reuniao familiar"...

com cinco anos de Europa, o muçulmano já tem o direito de trazer o pai, a mãe, o tio, a tia e quem mais ele tiver na familia vivendo fora da Europa...

certa vez minha esposa perdeu a carteira de identidade...

fomos ao orgao competente fazer uma nova e tivemos que pagar uma taxa de 270 euros!!!

a funcionaria do balcão chegou a dizer, "pena que voces nao sao turcos, porque pra eles o valor é de 70 euros"...

é assim que a banda esta tocando na Europa...

Anônimo disse...

"Governador cristão de Jacarta pega 2 anos de prisão por blasfêmia"

ja começou....

onde eles se tornarem maioria, isso vai ser a regra...

http://g1.globo.com/mundo/noticia/governador-cristao-de-jacarta-pega-2-anos-de-prisao-por-blasfemia.ghtml

Anônimo disse...

mais um exemplo do que pode vir a ser o futuro...

"Banda brasileira de metal diz ter sido retida em Bangladesh e tem show cancelado 'por questões de segurança'

Assessoria do Krisiun afirma que banda foi considerada 'satânica' no aeroporto do país de maioria muçulmana. Membros do grupo NervoChaos também teriam sido retidos.

http://g1.globo.com/musica/noticia/banda-brasileira-de-metal-diz-ter-sido-retida-em-bangladesh-e-tem-show-cancelado-por-questoes-de-seguranca.ghtml

Anônimo disse...

Não vou me compungir quando novos massacres ocorrerem na França. Cada um deve arcar com as consequências das decisões que tomaram.


Lanterna