TRANSLATE/TRADUTOR

sábado, junho 03, 2017

É BOMBA! LENHA NA FOGUEIRA PORQUE A QUADRILHA VAI DANÇAR.


Integrantes do "quadrilhão” serão denunciados até setembro pelo procurador-geral da República por crimes que podem chegar a oito anos de prisão. Entre os políticos que fazem parte da quadrilha estão: Mário Negromonte, Henrique Eduardo Alves, Eduardo Cunha, João Vaccari, Lula e Antonio Palocci (da esq. para a dir.) (Crédito: Reprodução/IstoÉ) - A reportagem que segue é de Débora Bergamasco e Eduardo Militão.
Políticos apontados como principais chefes da “organização criminosa” incrustada dentro de três partidos – PT, PMDB e PP – devem sofrer um novo revés nas próximas semanas. Antes de deixar o cargo em 17 de setembro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai apresentar a maior parte das denúncias contra os 23 integrantes do chamado “quadrilhão” da Operação Lava Jato. Serão denunciados políticos como o ex-presidente Lula e o ex-ministro Antonio Palocci, pelo PT, os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) pelo PMDB do Senado, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) pelo PMDB da Câmara, e o senador Benedito Lira (PP-AL) e o ex-deputado Mário Negromonte (PP-BA) pelo PP. Janot vai apontar esses e outros políticos dos três partidos que sustentaram os governos petistas no poder como mentores de um esquema de arrecadação de dinheiro em estatais e órgãos do governo, em conluio com grandes empreiteiros de grandes obras públicas. A acusação contra eles será a de crime de organização criminosa, cuja pena varia de três a oito anos de cadeia.
De acordo com Janot, os políticos do PT, do PMDB do Senado e da Câmara e do PP formaram um grupo criminoso com o objetivo “de saquear os cofres públicos” beneficiando empresários amigos e financiando as atividades desses partidos. Para a PGR, existe “uma teia criminosa única”, mas com “núcleos políticos” diferentes neste “grupo criminoso”. As cúpulas dos partidos que compõem o “quadrilhão” montaram também um esquema de “enriquecimento ilícito com fim de beneficiar seus integrantes, bem como financiar campanhas eleitorais, a partir de desvios públicos de diversas empresas estatais”, segundo Janot.
O procurador-geral narrou em documentos que integram os quatro inquéritos do “quadrilhão” que, inicialmente, “alguns membros do PP, PMDB e PT, utilizando as siglas partidárias, dividindo entre si, por exemplo, as diretorias de Abastecimento, Serviços e Internacional de Petrobras” para a arrecadação das propinas. “Como visto, a indicação de determinadas pessoas para importantes postos chaves do ente público, por membros dos partidos, era essencial para implementação do projeto criminoso.”
Entretanto, os crimes se arrastaram para outros órgãos do Estado. “Os elementos de informação que compõem o presente inquérito modularam um desenho de um grupo criminoso organizado único, amplo e complexo, com uma miríade de atores que se interligam em uma estrutura com vínculos horizontais”.
Parte do raciocínio do procurador-geral da República sobre o chamado “quadrilhão” está na denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra Lula pela posse do triplex, no Guarujá. Nela, os procuradores narram fatos de um governo regido por propinas, a chamada “propinocracia”, para contextualizar a acusação de que o petista ganhou um apartamento e a armazenagem de bens da empreiteira OAS em troca dos favores que concedeu à empresa de Léo Pinheiro. Lula não foi denunciado pelo crime de organização criminosa exatamente porque essa parte faz parte da denúncia do “quadrilhão” e é tratada no Supremo Tribunal Federal.
A DIVISÃO DO BUTIM
Para o Ministério Público, está claro que os três partidos comandavam o esquema de arrecadação de dinheiro usando dois vértices comuns no relacionamento com os empreiteiros. O primeiro eram altos funcionários públicos, muitos deles indicados para postos-chave pelos partidos. No entanto, essas indicações de diretores à cargos na Petrobrás eram condicionadas ao pagamentos de propinas para os políticos e suas campanhas eleitorais, por meio de caixa dois ou de doações registradas oficialmente. Na Petrobras, por exemplo, o PT tinha o controle da Diretoria de Serviços, comandada por Renato Duque. O PMDB, controlava a área Internacional, que ficou a cargo de Nestor Cerveró e Jorge Zelada. E o PP, comandava o setor de Abastecimento dirigido por Paulo Roberto Costa.

Esses dirigentes recebiam dinheiro das empresas fornecedoras e partilhavam o “butim” com os políticos. Para isso, se utilizavam do segundo vértice, os operadores da lavagem de dinheiro. Doleiros, lobistas e até tesoureiros dos partidos eram usados em esquemas complexos de repasse de dinheiro em espécie, ou na forma de depósitos no exterior, até chegarem às mãos dos políticos. No PT, quem exercia esse papel era o ex-tesoureiro João Vaccari, que já acumula condenações que superam os 33 anos de prisão. No PP, o principal arrecadador era o doleiro Alberto Youssef , que só está em casa porque fez acordo de colaboração premiada. No PMDB, esse papel era feito pelos lobistas Fernando Soares, Milton Lyra e Jorge Luz, que repassavam o dinheiro para os senadores e deputados peemedebistas. Do site da revista IstoÉ

15 comentários:

Anônimo disse...

"SEUS" COMUNISTAS PADRECOS DA
TL E PASTORECOS DE TANTAS GRANDES SEITAS, responsaveis pela quadrilha acima!
Foram os maiores grandes propulsores do comunismo no Brasil, estavam nas formiguinhas comunistas padres da Teologia da Libertação nas paroquias e pastores nos cultos falando sobre os messias vermelhos, salvadores dos pobres explorados pelos capitalistas, mas todos não passavam de uns ungidos do capeta!
Se infiltraram, como em "movimentos populares" da CEB da esquerdista CNBB e nos cultos das seitas, enganando o povo com a DITADURA MILITAR que "reprimia e matava sem dó", mas golpistas com eram esses fezes do diabo comunistas padres e pastores, preparavam para instalarem no Brasil da DITADURA COMUNISTA, do modelo castro-stalinista, a mesma da Venezuela, hoje na guela dos comunistas e que virou uma favela, a ceu aberto, mais de 70 mortos recentes por repressão!
Vão prás Caracas, seus maloqueiros!

Anônimo disse...

"No PP, o principal arrecadador era o doleiro Alberto Youssef , que só está em casa porque fez acordo de colaboração premiada."

esse negocio tem de acabar...

a pena pode ate ter alguma redução, mas esse advento da "prisao domiciliar" tem de acabar, ate mesmo porque a condição se iguala a dos brasileiros honestos que cumprem "prisao domiciliar" sem terem cometido crime algum por causa da violencia extrema no país...

Herege do Socialismo disse...

.
Infelizmente o rebanho popular NÃO TEM MEMÓRIA e tão pouco consegue analisar FATOS e tirar conclusões:

- Janot atuou como advogado do PT tão logo assumiu, ao final do julgamento do MENSALÃO.

- Janot embromou por meses, sempre adiando apresentação das denúncias solicitadas pela PF (ala saudável e não a ala STASI nela plantada por montadores de provas do PT). Primeiro, em meados do ano, prometeu para após o ano novo, depois adiou por suas férias, depois ficou para depois do carnaval e aí somente em marco, com ânimos populares arrefecidos pela memória fraca, Janot denunciou APENAS políticos de outros partidos, sobretudo PP, sem NENHUM PETISTA.

- Quando Eduardo Cunha ousou, após candidatar-se contra o petista Arlindo Chinaglia à presidente da câmara, vencer e enfrentar o petismo (acreditando que tinha potencial para isso), sobretudo colocando em pauta assuntos que horrorisam a esquerda canalha (menor idade e desarmamento), ainda acenando com aceitação do impeachment; o CUMPANHÊRO Janot resolveu ouvir Julio Camargo e, após duas delações deste sem citar Cunha, Julio Camargo resolveu incriminar Cunha, sem apresentar qualquer prova para ser LIBERADO completamente pela PGR e poder curtir os milões roubados.

Janot, após encomendar tal delação à Julio Camargo ameaçou RENAN e CUNHA, adicionando Collor para despiste. RENAN, mais esperto que Cunha, logo voltou atrás em seu enfrentamento ao PT, mas Cunha acreditou que teria força contra a máquina petista e não cedeu à chantagem de Janot.

Nessa toada, André Esteves como banqueiro suiço amigo dios petistas informou sobre Romário que atrapalharia Eduardo Paes e os suiços informaram sobre uma conta de participação em fundos em nome de ERduardo Cunha. (Só Cunha foi descoberto com conta, mais ninguém).
Assim Janot conseguiu alijar Cunha para que não atrapalhasse Dilma. Ao mesmo tempo que ALICIOU RENAN através da chantagem.

- Quando as descobertas da PF acossavam políticos declaradamente socialistas revolucionários, gerando noticiário incriminatório ao PT, o CUMPANHÊRO JANOT apresentou uma delação (encomendada) de SÉRGIO MACHADO contra políticos que abandonavam o PT.
Sérgio Machado procurou OS políticos rebeldes ao PT e provocou-os para GRAVA-LOS e incrimina-los. NÃO GRAVOU NENHUM PETISTA nem REVOLUCIONÁRIO.
Com isso o CUMPANHÊRO JANOT DESVIOU o FOCO na MIDIA para que petistas fugissem para a sobra.
O PADRÃO Janot foi aplicado à Sérgio Machado: livrou-o e a seus filhos sem ônus. Somente Sérgio Machado ganhou prisão domiciliar por 2 anos em sua MANSÃO de QUARTEIRÃO. Os filhos livres de todos os crimes. Um comprou milhões de libras em imóeis londrinos. O roubo de mais de bilhão foi perdoado.

- Quando LULLA se vê novamente no "olho do furacão" midiático, sendo acossado por delações e flagrado em ocultação de patrimônio do TRIPLEX e ATIBAIA. Onde os argumentos incriminatórios a este se escancararam estrondosamente, o CUMPANHÊRO JANOT NOVAMENTE se vale de seu PADRÃO ao encomendar delação dos irmãos JBS.
Joesley então procura políticos, certamente escolhidos por Janot, e provoca para que fossem gravados. Sobretudo grava o Presidente (é estranho ter obtido autorização do STF para tal, pois com base em qual investigação?).
Com essa manobra o CUMPANHÊRO JANOT DESVIA o FOCO de LULLA para TEMER.

- Conforme o Padrão PGR os delatores se safam livres, leves e soltos, além de faturarem com a especulação baseada nas próprias denuncias. Repetem Sérgio Machado e igualmente NÃO GRAVAM NENHUM PETISTA e apenas fazem menção a contas de Lulla e Dilma que operava como laranja. Tais contas não devem levar a provas cabais, servindo como despeiste da delação encomendada. Ou talvez queimem Lulla e Dilma para salvar muitos outros petistas.

_ O CUMPANHÊRO JANOT livrou Gleisi Hoffman, Humberto Costa, Edson Lobão e Tião Viana sob alegação de falta de provas contra estes em algumas investigações da PF.
Janot também nada fez contra MERCADANTE que foi gravado conspirando contra a justiça.

...e tem quem acredite, ou finja crer, na probidade ou isenção de Janot ...PQP!!!

Herege do Socialismo disse...

.
Ia esquecendo que o CUMPANHÊRO JANOT também arquivou denuncia contra Lindberg.

Janot é tão bonzinho com petistas....

Aliás Janot VAZOU UMA MENTIRA que só ele poderia saber, pois foi quem elaborou a conclusão fraudulenta sobre a fita e VAZOU criminosamente para que a MIDIA PETIOSTA (sobretudo Grobo) fizesse o alarido e TIRASSE o FOCO de LULLA!!!

Ora, o cumpoanhêro Janot VAZOU sua própria conclusão tendenciosa para divulgação da FRAUDE que ele e só ele poderia vazar.

Quem autorizou que se gravasse o corrupto presidente???
Autorização com base em qual evidência obtida em qual investigação???

Fica evidente que houve CRIME por parte da PGR e mesmo do STF, se autorizou a gravação, segundo as regras legais (não legitimas, mas apenas legais).

Ou seja, o bananão é uma GANG sem qualquer regra ou lei, pois TUDO É ARBITRADO segundo o interesse dos quadrilheiros.

O stf deliberou, em certa época, que haveria prisão após condenação em segunda instância:

- Depois dessa decisão do PLENÁRIO o decano CELSO de MELLO (advogado de merda, apud Saulo Ramos), resolveu VIOLAR a decisão do plenário e suspendeu prisão após condenação em segunda instancia.

Isso levou a que NOVAMENTE o plenário se reunisse, posteriormente, para NOVAMENTE DECIDIR pela prisão após condenação em segunda instância. E assim o fêz.

Agora, NOVAMENTE, Gilmar Mendes (que impediu quebra de sigilo bancário de Paulo Okamoto no MENSALÃO, que incriminaria Lulla) resolve que vai mudar de opinião e já se cogita NOVAMENTE LEVAR ao PLENÁRIO DO stf UMA NOVA DELIBERAÇÃO.

O stf É UM CIRCO!!! ...Trata-se do mais abjeto que se possa imaginar. É inimaginável uma instituição que se porta com baixeza inferior a de um prostíbulo com animais disponíveis.

Veronica Ruzzi disse...

Quanto mais este bando de marginais rouba, faz deboche com a justiça, mais se impura com a barriga a prisão desta gente, o povo brasileiro é sem duvida nenhuma o grande responsavel por esta situação vergonhosa, pois não reage, é covarde e conivente, uma vergonha em todos os sentidos.

Anônimo disse...

Não será surpresa nenhuma, se no final o Janot denunciar todos menos Lulla. Para mim ficou claro o ardil para inocentar Lulla e lhe dar um discurso arrasador contra a Lava Jato: Ora, se o PRÓPRIO PGR não "achou provas" para denunciar Lulla ... como o STF vai condenar?

Anônimo disse...

A causa dessa ROUBALHEIRA histórica e generalizada deve-se às ESTATAIS, principalmente. Elas são defendidas pelos políticos, sindicalistas, etc. porque é por elas que os CORRUPTOS, hoje já identificados em sua maioria, SANGRAM os cofres públicos, sem dó nem piedade. Na verdade, esses já conhecidos CORRUPTOS, ainda no poder, RASPAM todos os cofres públicos, NADA deixando nem para os hospitais e escolas (merendas das crianças inclusive). Esses LADRÕES não têm ética nem compostura. São cínicos e descarados e estão bilionários.

Então o brasileiro precisa sair desse pesadelo chamado ESTATAIS ... Precisa PRIVATIZAR todas elas, se quiser ser um dia um PAÍS DE PRIMEIRO MUNDO !!! Observe que nos Estados Unidos e demais países DESENVOLVIDOS, como Inglaterra, Alemanha, França, Holanda, etc., NÃO TÊM ESTATAIS, uma sequer, para SANGRAR seus cofres públicos. Mas o brasileiro, influenciado pelos SINDICALISTAS, parece gostar de ESTATAIS que, no final das contas, servem apenas de CABIDÕES DE EMPREGOS ... `PRIVATIZAÇÕES JÁ, PORTANTO, TODAS ESTATAIS, sem exceção, é a saída para podermos alcançar uma economia próspera e sólida.

Brasileiro desmemoriado disse...

Muito bem descrito.

Herege do Socialismo disse...


.
Link interessante:

http://www.ceticismopolitico.com/12-pontos-muito-esquisitos-na-relacao-entre-jbs-globo-janot-fachin-e-o-caos-no-cenario-politico/

Anônimo disse...

Quadrilha não vai dançar nada, é o procurador denunciar e o STF com a barriga empurrar e nada de condenar.
Vivemos em Banânia, acordem!

Anônimo disse...


OFF TOPIC

A canalhice global por trás de tudo.

PORQUE O PAPA BENTO XVI "RENUNCIOU" AO CARGO.
Geo-estrategista italiano alimenta debate sobre a renúncia do Papa Bento XVI.
(...)
o Papa Bento XVI, na época, se posicionou em oposição à colaboração do presidente Obama com a Irmandade Muçulmana, especialmente com o discurso do Papa em Regensburg, no qual criticou o fundamentalismo islâmico. Os Estados Unidos, como Rico juntamente com Dottori explicam, não eram favoráveis a uma aproximação papal com o Patriarcado de Moscou, o que poderia apoiar ainda mais uma aproximação européia com a Rússia. Uma base parcial para essa desejada aproximação poderia ser também uma rejeição do relativismo moral do Ocidente.
(...)
Apareceram documentos dos quais emerge uma forte intenção da parte equipe de Hillary de provocar uma revolta no interior da Igreja para enfraquecer sua hierarquia. Eles usaram grupos de pressão e movimentos de base, seguindo um consolidado esquema usado pelas experientes revoluções das minorias. Ainda não chegamos na arma do crime, mas estamos perto.


UM PAPA ELEITO NA SUÍÇA - REVELAÇÃO DO CARDEAL GODFRIED DANNEELS, UM DOS PRINCIPAIS CARDEAIS DA IGREJA CATÓLICA.
https://www.youtube.com/watch?v=RZa6OQBxJvA

Existe um “ministério expandido” e Bento XVI ainda é Papa. Como é possível? - Por Antonio Socci
http://www.catolicismoromano.com.br/content/view/6809/37/

Cactus disse...

.
É amanhã, protesto dia 4/6/17, todos diante dos principais quarteis de sua cidade, em São Paulo é no Mário Kozel Filho, no Ibirapuera.
.
.
https://www.youtube.com/watch?v=g4N6Vlu72qw
.
Buzinem:
.
https://www.youtube.com/watch?v=E10Aw_Oj9rQ
.

Anônimo disse...

Só oito pro cramulhão?!!

Não está faltando um zero aí não?

Depois do que ele fez pra nação, tem que prender e jogar a chave fora!!!

lagcorrea disse...

Análise perfeita!! Venho acompanhando esses fatos e me admirando de ninguém trazê-los à tona nesse tempo todo, com alguns pretensos gurus (ex: Antagonistas) ainda elogiando o petista Janot.

Marcelo Rodrigues Cunha disse...

Ue só? ?? E o PSDB do propinoduto do Aecio? Da amante em Paris do FHC mantida a propina e da compra da reeleição em 98? E o trensalao da São Paulo do Alkimin?? Vamos lá, Amorim não me faça crer que você joga no time pilantra reinaldo azevedo!