TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, novembro 26, 2017

ECOCHATOS NÃO CONSEGUIRAM DEMOLIR AS DUAS TORRES DE 81 ANDARES DO PRÉDIO MAIS ALTO DO BRASIL EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ (SC)

As duas torres do Edifício Yachthouse Residente Club, que os ecochatos queriam que fossem demolidas. Clique sobre a imagem para vê-la ampliada.
O movimento ecochado, a vanguarda do atraso, desta feita não logrou sucesso na tentativa de impedir a conclusão da construção do prédio mais alto do Brasil em Balneário Camboriú, aqui em Santa Catarina, com duas torres de 81 andares. Aqui o lead da matéria publicada na Gazeta do Povo, com link para leitura completa:

A 2ª Vara Federal de Itajaí, em Santa Catarina, arquivou a ação civil pública contra o Edifício Yachthouse Residence Club, empreendimento de luxo ainda em construção em Balneário Camboriú, que será o prédio mais alto do Brasil com 81 andares. A decisão, expedida na noite desta quinta-feira (23) pelo juiz federal André Luis Charan, livra o imóvel do grupo Pasqualotto & GT de demolir suas torres e de bancar indenizações ambientais adicionais. A ação havia sido proposta no final de maio pelo Ministério Público Federal do estado (MPF/SC). Clique AQUI para ler tudo

7 comentários:

Anônimo disse...

A reportagem diz: "Com a decisão, permanece o acordo anterior a 2005, em que o grupo promoveu um estudo de impacto ambiental, apresentou plano de recuperação da área e pagou mais de R$ 200 mil em medida compensatória"
Então o grupo fez tudo de acordo à lei e ainda foi denunciado pelo MPF? Tem que denunciar o MPF por abuso de autoridade e litigio de má-fé!!!

Anônimo disse...

O que guia essa cambada é sempre a mesma coisa: inveja.

Mata Viva disse...

mpf e merda é tudo amesma coisa, esta gente não presta.

Anônimo disse...

Morar nesse prédio deve ser uma maravilha, que gere bastante empregos diretos e indiretos e que seja um sucesso. Parabéns para a cidade!

Anônimo disse...

prejuizo ambietal realmente nao consigo ver algum, afinal, toda construção causa impacto ambiental, ate mesmo aquelas casas do Minha Cas, Minha Vida...

desmatou pra construir?, ok, o impacto esta feito, ficando a diferença entre a legalização da coisa ou nao...

agora, prejuizo estetico, ai me parece ser o caso...

dois espigões de gosto pra lá de duvidoso e disformes do restante...

as cidades brazucas ja sao um completo terror arquitetonico, com casas, barracos, predios e puxados de todos os tipos, cores, formas e tamanhos, obedecendo quase sempre a mais completa desordem estetica possivel...

ai voce vai na Europa e vê aquelas casinhas bonitinhas, quarteiroes organizados e planificados, e fica se perguntando porque nao é assim no Brasil...

ora, a resposta esta ai...

no Brasil, cada um praticamente faz o que quiser...

quem é de Floripa sabe daquelas casas que a ex-prefeita Angela Amin construiu ali nos arredores do supermercado BIG, no continente...

era um conjunto de casas populares geminadas em forma de chalés, tudo muito bonitinho...

passem la hoje e vejam no que se transformou o negocio...

uns fizeram puxados, outros ergueram garagens da frente da casa, fizeram sacadas, mudaram janelas, enfim, anularam a tentativa de se entregar algo esteticamente mais bonito...

em uma delas o sujeito ate arrancou o telhado que caracteriza um chalé e meteu la um terceiro andar...

tem jeito nao, meus chapas...

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Morar nesse prédio deve ser uma maravilha


concordo, principalmente na hora de uma emergencia se voce morar ou trabalhar la pelo septuagésimo andar...

deve ser uma maravilha...

per favore, plano diretor das cidades agora tambem vai virar um assunto de esquerda x direita?

ta dificil viver e conviver...

os ecochatos sao realmente chatos, mas esse caso ai é apenas de dois charutões monstruosos que destoam e poluem a paisagem...

Anônimo disse...

ECOCHATO É UM DAS ESQUERDAS ATUANDO NOUTRO FRONT, AJUDANDO A INFERNIZAR A VIDA DOS OUTROS, MAS SÃO TODOS UNS DESEQUILIBRADOS MENTAIS!
Ecochato é um neologismo reproduzindo um cara preconceituoso, configurando pobreza de espírito e falta de análise crítica do mundo, pessoas que CRIAM novos estereótipos dissimulando defender a natureza, EMBORA SAIBAMOS QUE ONDE METEREM SUAS PATAS TUDO DEVASTAM!
No mínimo, esse desserviço é um ato de maldade. Não apenas são acomodadas e indiferentes às injustiças - a propria ideologia que seguem é uma desgraça - mas ainda se incomodam com quem está agindo para mudar o mundo, sabendo nós que onde atual, a miseria geral aparece imediatamente!
PTêêêê!
Venezueeeeelaaaaa....
Onde fica esse aterro sanitariiiioooo?