TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, janeiro 25, 2018

DEVASSANDO A MENTE DOENTIA DOS ESQUERDISTAS

A Gazeta do Povo é um jornal paranaense que se mudou com armas e bagagens para internet. Não é mais editado em papel. Além disso imprimiu um viés editorial que embora não abrace as teses conservadoras permite que liberais e conservadores escrevam no jornal o que já é uma mega novidade no Brasil.

Enquanto não se tem nenhum veículo da grande mídia no Brasil de viés conservador a Gazeta do Povo se transformou numa alternativa. Em sua edição de ontem esse jornal publicou um artigo assinado por Tiago Cordeiro a respeito de um livro que faz muito sucesso e que se encontra à venda aqui no blog. Trata-se de "A mente Esquerdista As causas Psicológica da Loucura Política".

E não haveria melhor oportunidade para a publicação deste artigo. Afinal viu-se todas as manifestações da loucura esquerdista ontem, quando o TFR-4 condenou ou Lula por 3x0. Os áulicos de Lula chegaram a atear fogo em pneus no meio de uma movimentada avenida de Porto Alegre. Em síntese fizeram o diabo como o diabo gosta corroborando a tese do livro em pauta. 

O autor do livro, o psiquiatra norte-americano Lyle H. Rossiter, por certo se dedica há muito tempo à pesquisa nesse campo. Todavia afirmo sem medo de errar que ainda não viu tudo. Suponho que não saiba que o Brasil, um país de 207 milhões de habitantes, tido como a 9a. economia do planeta, seja governado há anos por um bando de loucos de todos os gêneros.

Seja como for, é oportuno o artigo publicado pela Gazeta do Povo. E ainda que esse jornal tenha inovado em sua nova versão digital não consegue se desvencilhar de certos cacoetes criados justamente pelo esquerdismo que domina todas as redações da grande mídia. Tanto é que a seção em que publica o artigo é denominada "Temas Controversos".

Transcrevo o artigo e na sequência a entrevista com o autor do livro. Leiam:

SER DE ESQUERDA É UMA DOENÇA?
Pessoas adultas e psicologicamente equilibradas acreditam em suas próprias capacidades e desejam que o governo não seja invasivo, apenas cumpra seu papel de regulamentar o convívio social. Já pessoas infantilizadas e incapazes não querem construir sozinhas seu próprio destino. Não têm iniciativa, nem autonomia, e por isso pedem que o governo seja o provedor. E esses são os típicos esquerdistas radicais, que poderiam ser curados com terapia. 
Essa é a tese do psiquiatra americano Lyle H. Rossiter. Seu livro A Mente Esquerdista: As Causas Psicológicas da Loucura Política, que destrincha esse raciocínio ao longo de quase 500 páginas, busca problemas psicológicos e de comportamento nas pessoas que defendem um Estado amplo e provedor de programas públicos para todos os aspectos da vida. 
Rossiter é formado em psiquiatria e em direito, vive e mantém uma clínica em Chicago e foi, por dois anos, psiquiatra do exército americano. Como psiquiatra forense, já atuou em mais de 2700 processos. Seu livro é um projeto de vida: ele passou boa parte da vida tentando entender o que leva as pessoas a concordar com políticos de esquerda. 
“A agenda esquerdista despersonaliza, e até mesmo desumaniza, os cidadãos quando exalta a bondade de um ‘todo’ abstrato sobre a soberania do indivíduo, que deve assim estar subordinado aos fins coletivos do estado”, ele escreve em sua obra. “De fato, para o integrante do governo imerso nos propósitos coletivistas, seres humanos são coisas a serem dominadas; são meros meios para se atingir fins. Apenas a agenda política realmente importa, e não a experiência consciente do indivíduo que ela domina.” 
Problemas em casa 
Suas conclusões apontam que pessoas de esquerda sofreram problemas na infância, principalmente com os pais, que falharam em transformá-las em seres humanos funcionais. O autor considera que adultos funcionais são pessoas com iniciativa (capacidade de fazer as coisas acontecerem), atuação (inteligência para agir com um propósito), autonomia (poder de agir de forma independente), soberania (foco em viver sem depender dos outros). Pessoas assim, diz ele, são capazes de viver em sociedade, estudar, trabalhar, gerar renda, cuidar dos mais necessitados da comunidade e, principalmente, educar seus filhos para também eles serem adultos autossuficientes. 
Indivíduos completos assim, diz ele, aceitam viver em sociedade e são comprometidos com critérios morais e éticos. Não defendem criminosos, nem desejam penas abusivas. São capazes de se mobilizar para ajudar os cidadãos mais fragilizados da comunidade. Mas não esperam que o governo lhes dê educação, saúde, alimentação, emprego. 
Já os adeptos de políticas de esquerda, diz ele, consideram que a direção do governo é melhor do que os cidadãos tomarem conta de si próprios. Essas pessoas, ele argumenta, acreditam que a política precisa alcançar uma sociedade ideal, sem diferenças entre as pessoas, independentemente de sua capacidade individual, seu preparo e seu esforço. Enfim, consideram que os cidadãos são crianças que precisam ser tuteladas pelo Estado. “Grande parte da população tem adotado uma dependência infantil dos programas assistenciais do governo”, ele afirma no livro. 
“Se a pessoa for mal equipada para funcionar no mercado geral de bens, serviços e relacionamentos, ela pode ficar tentada a tirar vantagem do poder do governo para compensar suas deficiências à custa dos outros. Ela pode então fazer tentativas persistentes de aumentar o poder do governo até o nível da tirania, incluindo a tirania da maioria”. 
Rossiter divide os adeptos da esquerda em duas categorias: os benignos, inocentes úteis, e os radicais, que têm o objetivo de mentir até alcançar o poder. Os benignos, em especial, poderiam ser curados, desde que passassem por terapia para encontrar a autonomia.
Reações negativas 
A maneira como o autor tenta relacionar traumas de infância com uma posição política específica provocou poucas reações, em geral negativas. “O livro não contém nenhuma ciência séria”, diz o site RationalWiki. O autor também foi criticado ao considerar, em 2008, o então presidente americano Barack Obama um esquerdista radical. 
“O quanto imaturo foi Rossiter ao buscar frases de Obama, fora de contexto, para chamá-lo de radical?”, afirma o artigo. “O suficiente para desacreditar seu argumento de que os apoiadores de Obama é que são imaturos”. 
De toda forma, o autor continua se manifestando, em palestras e artigos, em defesa do pensamento de direita, que dê espaço para a expressão individual e a livre iniciativa, desde que os membros da sociedade se comportem segundo princípios éticos. 
ESQUERDISTAS SÃO RAIVOSOS
Leia a entrevista com o psiquiatra forense Lyle H. Rossiter: 
Por que o senhor considera que pessoas de esquerda são mentalmente perturbadas? 
A razão é que os esquerdistas radicais são abertamente irracionais, raivosos e desonestos. Por exemplo, eles se comportam como se a liberdade individual e os direitos à propriedade pudessem ser ignorados. Agem como se pessoas comuns fossem incapazes de colaborar entre si para suprir todas as necessidades de uma vida em sociedade, como educação, saúde, alimentação, cuidados com os pobres e os idosos. Nós humanos normalmente cuidados muito bem dos nossos semelhantes durante desastres naturais, e fazemos isso muito melhor e com mais agilidade do que os governos. 
Os programas sociais de esquerda não funcionam? 
Os esquerdistas radicais geralmente são violentos sem uma causa justa, e eles mentem para os cidadãos a respeito dos custos e benefícios de seus programas Além disso, eles se sentem muito confortáveis em usar forças do governo contra cidadãos que não querem seus programas. E eles o fazem porque seu principal objetivo não é ajudar as pessoas a terem uma boa vida. É chegar ao poder e garantir essa boa vida apenas para eles mesmos. 
É possível que radicais de direita também tenham problemas psicológicos? 
Sim, são pessoas que dão valor demais à autonomia e desconsideram as obrigações mútuas da vida em sociedade. São insensíveis a quaisquer ações que levem a ajustes nas condições sociais. 
Sendo tão problemático, como o pensamento de esquerda continua influente? 
Os esquerdistas apelam para necessidades infantis e regressivas. Oferecem cuidados paternais, incluindo benefícios gratuitos, sexo permissivo, perdão para crimes violentos. Até mesmo fornecem serviços estatais de caridade, para que as pessoas comuns não precisem cuidar das pessoas necessitadas de suas comunidades. Os esquerdistas sempre subestimam os custos e superestimam os benefícios. Pessoas ignorantes acreditam neles. 
É possível ser radical de esquerda e defender a democracia? 

Não. Os esquerdistas radicais não querem o poder para o povo, querem poder sobre o povo. Por isso, afastam quaisquer pensamentos democráticos. Existem esquerdistas benignos, que não são radicais. Estes são ingênuos e se deixam manipular facilmente, mesmo que, em tese, concordem com pensamentos democráticos. Mas os esquerdistas radicais não defendem a democracia.

26 comentários:

aOrelio disse...

Haja divã neste nosso Brasil... Este psicólogo fez para o mundo da psicología o que os três juízes da 8a Turma do TRF4 fizeram para a magistratura... descomplicaram a partir da observação da realidade. Genial!

Anônimo disse...

O psiquiatra Lyle Rossiter em suas investigações tem provas cabais que comunismo é doença contagiosa e fatal, pois faz pela lavagem cerebral enfiada na mente do sujeito que se dispõe a entrar nessa mafia o cara pare de raciocinar por si mesmo e se transforme em autõmato do partido!

Alexandre, The Great disse...

É exatamente isso - a esquerdopatia - que vem sendo implantada na juventude brasileira há décadas, seja nas escolas, nas religiões(também uma forma de coletivismo) e principalmente nas universidades. Isso gerou um povo doente, amoral, aético, desonesto. A correção levará muitas gerações e somente não sucumbiremos se a "parte sadia" ainda da sociedade não se omitir e souber se impor a esta impostura.

samuel disse...

The libtards are right when saying “the boom is because Obama left the conditions to take it”
That’s right. They, the libtards have NOT made enough laws to make economy irrecoverable by anyone even Trump.
They could have implanted the MUSSOLINI LABOR’s LAWS, with a specialized LABOR JUSTICE with lawyers to rule the relations PATRONS x EMPLOYEES. This law would rule every step of the working process.
Additionally they could implant a LAW AGAINST SLAVERY, that is if somebody earns less than US$ 15,00 an hour he would be considered a slave and the company would be charged with 100.000.000 fine.
Mussolini lost the war and those laws were overturned in modern Italy, but they do exist in certain LATIN AMERICAN countries. These laws have been reinforced up there and ….. those countries had their economy completely destroyed with no chance of recovery….. only after the third world war I guess …. LOL…

Anônimo disse...

São 2 aspectos: INDIVÍDUO e SOCIEDADE. Se não houvesse ser humano no planeta, não haveria PROPRIEDADES mas, territórios, defendidos pelos animais. Até as árvores lutam por território. Não haveria crenças, cultura, e nada que os humanos produziram.

Elefantes defendem território, alimento e seu grupo.

INDIVÍDUO e SOCIEDADE se mesclam em aspectos culturais. Os índios e outros tribais viviam e vivem em territórios, semelhante ao comportamento animal. Clero e Estado invadiram esses territórios. São milhares de anos de aculturação de domínio, invasão, conquista, expansão de riquezas, imposição de pensamento, escravidão, libertação, domínio de Estado e territorial.

Na Bíblia temos, de modo muito sucinto, o resumo: um Deus Criador, Adão e Eva como geradores da humanidade que, ao se apropriarem de CONHECIMENTO, passaram a viver suas próprias vidas, se desligando da total dependência do seu provedor.

Caim e Abel, como metáforas do positivo e negativo, do bem e do mal, esquerda e direita, buscavam oferecer suas ofertas em gratidão ao Criador. Uma oferta era aceita, a outra, não, por causa das intenções. A INVEJA gerou toda a discórdia porque Abel conseguia se ligar e Caim, não.

Cito essa passagem por ser parte de nossa CULTURA. Há relatos semelhantes entre muitos povos antigos.

Ainda há povos no planeta que vivem suas vidas sem depender absolutamente do Estado embora sob a jurisdição do mesmo.

Vejam, ninguém vive absolutamente livre da CULTURA protecionista e da sustentabilidade. Isto é evidente no texto publicado. Enquanto escrevo aqui, há pessoas produzindo alimentos, energia elétrica, medicamentos, PARA MIM e para toda a sociedade em troca do DINHEIRO, um padrão de troca e, há pessoas cuidando de pessoas mais fragilizadas. Há também uma diversidade de pessoas produtivas e improdutivas com diversos propósitos.

Eu acredito que a satisfação do blog são suas opiniões, sua abrangência, são os leitores e o debate. A DUALIDADE é uma realidade da manifestação do Universo. Não há sombra sem luz!

Somente nos preparando como indivíduos, respeitando a todos, em busca do equilíbrio, é que conseguiremos estabelecer regras sociais, sem dominações, quaisquer que sejam. É o CAMINHO DE MEIO. Esquerda e direita são os fios que acendem a lâmpada. Mas não dá para ter gente muito rica nem muito pobre em beneficio de radicais, sejma de esquerda ou de direita!




Anônimo disse...

Mas vamos ao contraditório? E os radicais de direita, por exemplo, grandiosos banqueiros e empresários que apoiaram essa algazarra, na revolução russa, no nazismo? esses não são doentes mentais? E qual é a democracia que tem que prevalecer? A do Morro do Alemão, da elite da Globo, da Zona Sul, do mercado ou dos sindicatos?

Anônimo disse...

sem duvida...

o sujeito que cresce e continua sendo de esquerda sofre de syndrome de Peter Pan...

é um sujeito adulto que insiste em se comportar como criança, sem admitir a realidade a sua volta e a vida real...

se refugia naqueles reunioes da esquerda, muitas regadas a uns "birinights" e ali se isola no seu mundinho revolucionario...

em Floripa, atras do Correios central, tinha uma bodega ali muito conhecida por reunir os "revolucionarios" da ilha e um punhado de gauchos meio hippies...

sempre me esforçava ao máximo para nao passar por aquela rua...

quanto tinha de faze-lo, parecia que tinha entrado num tunel do tempo e desembarcado nos anos 60, 70, com um punhado de revolucionarios barrigudos, poetas, wannabes em geral, artistas plasticos, musicos sem plateia, enfim, toda aquela cena da esquerda cafona e atrasada discutindo, ainda, a revolução...

Anônimo disse...

É muito óbvio que esquerdistas não são mentalmente saudáveis.
Eles distorcem a realidade e os fatos.
Veem o marxismo, o comunismo e o socialismo, sistemas mais perversos, desumanos e assassinos da história, como angelicais e bondosos.
Os esquerdistas tem claramente afinidade com o mal.

Anônimo disse...

desconfio de qualquer um que precisa sempre estar reunido num grupo ou num grupelho...

e isso é padrão na esquerda...

essa gente nao consegue ir na loja da esquina comprar um par de cuecas sem ter de precisar do "apoio dos companheiros"...

é tudo feito em ajuntamento, em amontoados de gente...

pra qualquer coisa clamam um reunião, um encontro, um protesto (em grupo, claro) e ali muitos ficam felizes feito pinto no lixo, naquele seu mundo de fantasia revolucionaria...

nada mais fascista do que a esquerda...

o simbolo do fascismo é um feixe de varas amarradas, o que representa fielmente a esquerda, principalmente a brasileira, que pra nao variar, é atrasada igualmente o país...

Anônimo disse...

Nada disso.... esquerdistas são bandidos aproveitadores de oportunidades. CRIME = VONTADE + OPORTUNIDADE. Simples assim.

Anônimo disse...

Interessante as ideias do psicólogo, mas focando especialmente a situação brasileira sem esquecer o restante da América Latina, o nosso esquerdismo tem na sua composição, mais que problemas psicológico e de educacão familiar, um ingrediente quase imprescindível para se alastrar como erva daninha: é a MALEMOLÊNCIA DO POVIM INZONEIRO, resultante talvez, repito talvez, principalmente da nossa peculiaridade genética. Explico: os desassistidos, descamisados, hipossuficientes, carentes e coitadinhos de variados naipes, ou seja, aquela massa que o Stanislau Ponte Preta chamou de plebe ignara só quer moleza mais casa e comida para dormir de dia ou fazer filhos (eufemismo, porque produzir filhos é consequência, não mesmo o objetivo...) daí o sucesso dos governos populistas de conotação socialista marxista-leninista e etc. Por isso submetem-se de boa vontade ao Estado Pai-Patrão com seus programas assistencialistas como bolsa-família, minha casa minha vida e cotas raciais. TRABALHAR, SER SENHOR DO PRÓPRIO NARIZ E TER OPINIÃO (com exceção do futebol) custa muito e dá uma preguiça... É essa gente que vai a manifestações petistas pela farra, pela mortadela, pelo transporte grátis e uns trocados e que, contrariada, põe fogo em pneus, invade prédios públicos e privados quebrando tudo. Mas os políticos populistas não querem mudar esse status quo, porque tanta ignorância e tanta desinformação GERAM A SERVIDÃO VOLUNTÁRIA que lhes garante acesso e manutenção do Poder. (lídia)

Anônimo disse...

a esquerdinha caviar da Opra, Ophra, Oprha, sei la, ja arregou....

foi só colocar a cara pra fora da janela e jogar luzes sobre a sua vida que ela sentiu cheiro de carne queimada e caiu fora...ahaha

até entao demonstrava aquela valentia tipica da esquerda, que late muito mas nao morde...

quando levaram um pouco a serio o negocio de ela vir a ser candidata, viu o tamanho do prejú que levaria ao ter a vida devassada e afinou...

tipica esquerdinha caviar de Hollywood, que gosta de discursar e posar de justiceira naquelas premiações que eles inventam para artista ficar babando ovo de outro artista...

Sempre Mais do MESMO disse...

O feudo bananéio é um Lixão tão fedorento que:

PELA TERCEIRA VEZ os vagabundos do stf estão cogitando decidir se condenado em segunda instância podem ser presos.

- Houve uma PRIMEIRA decisão do plenario na pocilga denominada stf e decidiram que condenados em segunda instancia RECORRERIAM PRESOS.

Ai Celso de Melo (advogado de merda, segundo Saulo ramos) simplesmente desobedeceu a decisão do plenário e imperdiu que um CAMARADA fosse preso após condenação em segunda instância.

- Houve então uma SEGUNDA decisão do plenario na pocilga denominada stf e decidiram que condenados em segunda instancia RECORRERIAM PRESOS.

Aí Gilmar Mendes simplesmente resolveu não acatar a SEGUNDA DECISÃO do plenário no puteiro denominado stf.

ENTÃO COGITA-SE UMA TERCEIRA REUNIÃO do plen[ário do PROSTÍBULO denominado stf para uma NOVÍSSIMA DECISÃO sobre prisão após segunda instância. PQP!!! PQP!!! e mil PQP's

De que valem as decisões do plenário do ANTRO de PULHAS???

Valem tanto quanto cada vagabundo que lá esta ABOLETADO como integrante da SÚCIA de DITADORES: NADA!!!

Conforme for se terá uma quarta, quinta, sexta ou milésima decisão da SÚCIA ABOLETADA no PROSTIBULO denominado stf.

Cunha esta preso desde ANTES de julgado, Marcelo Odebrecht também ficou 2,5 anos preso, grandes empresários bilionários foram presos.

Porém JULIO CAMARGO e SÉRGIO MACHADO que ATENDERAM a ENCOMENDA de JANOT para DELAÇÃO INVENTADA para EXCLUSIVAMENTE INCRIMINAR ADVERSÁRIOS do PT (com ilações píficas contra petistas para despistar), ESTÃO LIVRES SEM NENHUM ÔNUS a pagarem.

Como Janot concede IMUNIDADE ABSOLUTA para os DELATORES a quem ele, JANOT, ENCOMENDOU DELAÇÃO DIRECIONADA contra adversários de momento do PT e NINGUÉM ACABA COM ESTA PROSTITUIÇÃO JANOTIANA????

Depois Janot LIBERA os FreeBoys com imunidade absoluta para IMPEDIR QUE SEJAM INVESTIGADOS. ...mas acabaram presos por OUTROS CRIMES POSTERIORES à delação, JÁ QUE os CRIMES de ANTES da DELAÇÃO ENCOMENDADA estão perdoados e PROIBIDA INVESTIGAÇÃO.

Isso não é um país, é uma latrina de tendinha de comunidade.

Sempre Mais do MESMO disse...

.
A grande pergunta que NÃO TEM RESPOSTA é:

PARA QUE SERVEM os JUIZES de PRIMEIRA INSTÂNCIA ?

Pelo que se pode concluir da PRATICA é que NÃO SERVEM PARA NADA por serem inúteis, INCAPAZES, INCOMPETENTES e LEVIANOS.
Para não ser esta a conclusão, não haveria "INSTÂNCIA SUPERIOR" MAIS QUALIFICADA para JULGAR.

Sim, o que se pode concluir da absoluta negação da competência dos juizes de primeira instância é que SÃO uns INCOMPETENTES de baixa qualificação e que APENAS os JUIZES INDICADOS pelo staf POLITICO é que são capazes de julgar.

Por isso a SENTENÇA de PRIMEIRA INSTANCIA NÃO VALE NADA para quem tem dinheiro para recorrer a "JUIZES de VERDADE" em instância superior.

No fim das contas os únicos juizes realmente qualificados seriam os 33 do stj ou stf. Todos os "INFERIORES" seriam uns BOÇAIS do Direito.

...MAS os PAGADORES de IMPOSTOS SUSTENTAM MILHARES de juizes inúteis nos tribunais de primeira instância.

Apesar das sentenças desses "juizecos" NÃO TEREM VALIDADE ALGUMA para quem tem dinheiro para recorrer a "juizes de verdade".

NÃO DEVERIA EXISTIR INSTÂNCIA SUPERIOR, mas:

RECURSOS APENAS A uma JUNTA ou "colegiado" de JUIZES para JULGAR os recursos dos RÉUS que apontassem CABAIS ERROS do primeiro JUIZ.

Algo como uma REVISÃO por JUIZES SORTEADOS para REVISAR o JULGAMENTEO (de 4 a 7 juizes).

É ridículo a existência de "INSTÂNCIAS SUPERIORES" ...Isso carimba a primeira como INFERIOR, INÉPTA, INCAPAZ e por tal com sentenças absolutamente SEM VALOR.

Sempre Mais do MESMO disse...

.
UM FANTASMA RONDA SÃO BERNARDO...

...É O CAMBURÃO da POLICIA FEDERAL!

...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!


A revolução esta chegando?
...Serão 1000 anos de cadeia, será o MILÊNIO LULISTA!

Agora só mesmo a cachaça...
A CACHAÇA É O ÓPIO DOS LADRÕES CACHACEIROS!

LADRÕES bananeiros, UNIVO-VOS...

...NAS CELAS dos PRESÍDIOS!

Anônimo disse...

reparem no nivel de bizarrice daquela coisa chamada BeBeCê Braziu e dos seus "especialistas"...

Condenação de Lula inviabiliza discurso de Bolsonaro e pode monopolizar debate eleitoral de 2018, dizem cientistas políticos""

o condenado é o petista mas Bolsonaro é quem sofreria as consequencias...

o quão ridiculo essa gente pode chegar realmente impressiona...

Vivian Fauvel disse...

Virei "fã" do Aluízio. Parabéns pelo excelente trabalho amigo

Anônimo disse...

Parece que a "parte sadia" da sociedade, que sempre carregou o piano, está acordando. Uma luz no fundo do túnel, mas o trabalho será árduo para limpar o lixo esquerdista que fez desse povo seus "idiotas úteis", a lavagem cerebral fez e faz seus estragos,os protagonistas , Lula e sua trupe de canalhas quase conseguiram fazer aqui o que Fidel fez em Cuba e Chaves na Venezuela.

A palestra sempre atual de Yuri Bezmenov. um dissidente soviético dá em detalhes como fazer lavagem cerebral e como se transforma pessoas em “idiotas úteis”

https://www.youtube.com/watch?v=d0fTJqeRXCE

Anônimo disse...

OLê Olê
Olê Olê Olê Olê Olê Olê Olê Olê
sou BOLSONARO de coração
Eu quero o MITO
Pra endireitar essa NAÇÃO
OLê Olê
Olê Olê Olê Olê Olê Olê Olê Olê!!!

Jaime disse...

Quando digo que "todo esquerdista é invejoso", eles ficam furiosos.

Anônimo disse...

se ser de esquerda é uma doença?

vejam la no Polibio Braga o video da "filósofa" de esquerda que correu feito uma criança assustada do inofensivo guri do MBL durante o que viria a ser um debate numa radio gaucha...

é de rolar de rir...

quem só aceita "debater" com os que concordam entre si nao pode ser considerado alguem "saudavel", vamos ser sinceros...

Tataum disse...

Os comunistas são também piromaníacos, ou seja, adoradores do fogo infernal, pois adoram queimar as leis, os pneus, o baseado e a rosca!

Sempre Mais do MESMO disse...

...kkkkkkkkk!!!

Essa merece replay:

"Os comunistas são também piromaníacos, ou seja, adoradores do fogo infernal, pois adoram queimar as leis, os pneus, o baseado e a rosca!"

Pqp! Não é que é isso mesmo!!!
Grande Tataum ...rsrsrs

Anônimo disse...

Os comunistas também matam os outros comunistas! Vejam o que diz o professor Olavo de Carvalho, no texto abaixo com link do site que publicou o artigo:
Quanto menos resistência haja ao comunismo, mais inimigos imaginários o governo comunista vai matar. Isso é da natureza mesma do comunismo. A fase da tomada do poder jamais é tão mortífera quanto a "construção do socialismo" que vem em seguida. As grandes matanças na URSS, na China, no Camboja ou em Cuba aconteceram quando já não havia resistência organizada. E em parte alguma o comunismo terá encontrado tão pouca resistência organizada quanto no Brasil.
Quem pensa que odeio comunistas é louco. Sei que, quando vier o comunismo, noventa por cento deles sofrerão como cães. Desejar poupá-los disso é ódio? Combater o comunismo é um ato de caridade para com os próprios comunistas. Ninguém matou tantos deles quanto Stálin, Mao Dzedong e Polpot.
Qualquer comunista que não fosse um hábil puxa-saco, carreirista abjeto e delator de companheiros estaria mais seguro na Itália de Mussolini ou na Espanha de Franco do que na URSS, na China Comunista ou no Camboja. Uso o exemplo da Itália e da Espanha só para enfatizar, com casos reais, o quanto o comunismo é perigoso para os comunistas. Mais do que qualquer regime fascista. Nem falo da segurança e bem-estar que os comunistas desfrutam nas democracias ocidentais. Não pode ter sido coincidência, nesse sentido, que o pensamento marxista se desenvolvesse muito mais no Ocidente do que nos países comunistas. O fundador de um instituto com o nome de Georg Lukács deveria pensar nisso.
No mundo soviético o autor de História e Consciência de Classe só escapou de coisa pior porque, já em idade avançada, aceitou a humilhação, curvando-se ao beija-mão oficial. Na atmosfera ocidental de livre discussão, tornou-se pai de uma tradição de pensamento que dura até hoje.

Olavo de Carvalho

http://conspiratio3.blogspot.com.br/2016/08/socialismo-e-promessa-de-obter-um.html
SOCIALISMO É A PROMESSA DE OBTER UM RESULTADO POR MEIOS QUE PRODUZEM O RESULTADO INVERSO "Revolucionários são doentes mentais. Os exemplos de sua incapacidade para lidar com a realidade como pessoas maduras e normais são tantos e tão gigantescos que seu mostruário não tem mais fim. Cito um dentre milhares. O sentimento de estar constantemente exposto à violência e à perseguição por parte da "direita" é um dos elementos mais fortes que compõem a auto-imagem e o senso de unidade da militância esquerdista. No entanto, se somarmos todos os ataques sofridos pelos esquerdistas desde a "direita", eles são em número irrisório comparados aos que os esquerdistas sofreram dos regimes e governos que eles próprios criaram. Ninguém no mundo perseguiu, prendeu, torturou e matou tantos comunistas quanto Lenin, Stálin, Mao Tsé Tung, Pol Pot e Fidel Castro. A militância esquerdista sente-se permanentemente cercada de perigos, e nunca, nunca percebe que eles vêm dela própria e não de seus supostos "inimigos de classe".

Olavo de Carvalho








Anônimo disse...

Mais um lembrete de Olavo de Carvalho:
Não se esqueçam: Em TODOS os países em que o comunismo foi implantado, o povo estava maciçamente CONTRA e nada pôde fazer. A violência, o cinismo e a determinação da elite revolucionária não tem limites. Combatê-la com meias-medidas é fortalecê-la.
Olavo de Carvalho

Anônimo disse...

Ser esquerdista não é ser doente,é ser bandido, vagabundi, fedorento, promíscuo, mentiroso e idiota útil.