TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, fevereiro 08, 2018

ESTABLISHMENT TIRA A MÁSCARA E TENTA DETONAR A LIBERDADE DE EXPRESSÃO EM NÍVEL GLOBAL. ESSA EXPERIÊNCIA MEDONHA COMEÇA PELA UNIÃO EUROPEIA.

Quem acompanha este blog sabe que tenho imprimido um viés editorial que procura proporcionar aos leitores justamente aquilo que a grande mídia sonega. E quando não sonega modifica o conteúdo de determinada informação adequando-a à narrativa comuno-globalista.
Com a internet apareceram primeiro blogs e sites independentes como este blog que está no ar há mais de uma década. Todavia a difusão da informação ainda era precária no ambiente da web. A disseminação dos blogs e sites independentes só ganhou força primeiro com o aparecimento das redes sociais.Depois, quando Steve Jobs conseguiu colocar num telefone celular um computador propiciou a interação online em nível planetário, e as mídias alternativas iniciaram um poderoso contra-ataque às “fake news” produzidas pela grande mídia.
Refiro-me a blogs e sites independentes editados por jornalistas profissionais, como é o caso deste meu blog. Passei com armas e bagagens para a internet trazendo a experiência acumulada desde 1971 quando iniciei a carreira em jornal diário em, ao mesmo tempo em que iniciava o primeiro ano do Curso de Direito da Universidade Federal de Santa Catarina onde me formei. Mais tarde voltei à mesma Universidade onde me pós graduei no Mestrado em Direito. O jornalismo é dessas profissões que depende de uma vocação inata.
Muitos profissionais hoje se dedicam a exercer o jornalismo no ambiente da internet. E isso tem agregado ao longo do tempo muita qualidade ao jornalismo profissional na web.
O crescimento dessas fontes noticiosas e, sobretudo, analíticas na internet têm tido um efeito corrosivo sobre a mainstream media que até então vinha reinando absoluta e totalmente aparelhada pelos ditos jornalistas engagés vinculados diretamente ao movimento comunista internacional. 
Isto funcionou muito bem para o establishment até o aparecimento dessa mídia verdadeiramente alternativa na internet. Digo verdadeiramente porque enquanto os comunistas não tinham ainda conseguido o domínio total das redações de jornais, televisões e rádios eram eles que editavam o que denominavam “jornais alternativos”. Aqui mesmo no Brasil surgiram vários desses veículos ditos “alternativos”, como os semanários Opinião, O Pasquim, dentre outros menos votados, justamente durante o regime militar de 1964, quando a grande mídia ainda não tinha sido totalmente dominada pelos esbirros do comunismo. 
Hoje em dia, com a internet e os dispositivos móveis, o controle da informação pelo establishment foi para o vinagre. Cada vez menos a mainstream media consegue emplacar “fake news” ou "meias verdades” sem que seja muitas vezes desmascarada em cima do lance, ainda que suas redações sejam integradas pelos esbirros do dito establishment que tem como cúmplices os comunistas hoje fantasiados pela “diversidade bundalelê” ditada pelos cânones do pensamento politicamente correto que envolve “ambientalismo", “ciclismo”, "política de gênero/transgênero”, “feminismo”, enfim, toda uma agenda “diversitária” voltada a destruição da matriz cultural judaico-cristã que deu vida à cultura ocidental. 
Como a grande mídia vem sendo paulatinamente desmoralizada em que pese ainda o seu poder de formação da opinião pública, o establishment resolveu tirar a máscara. Neste caso retorna à estaca zero valendo-se da censura pura e simples. Sim, é a tal '"regulação da mídia”, conforme a novilíngua dos “comuno-globalistas". 
E, como não poderia deixar de ser, essa tenebrosa experiência censória será aplicada (bingo!), pela União Europeia que é a primeira experiência de governo totalitário mundial. A cambada que controla a União Europeia domina nada menos do que 28 países que formam o bloco. 
Possivelmente este Blog do Aluizio Amorim não tardará em ser proibido na UE, como os demais blogs e sites profissionais que batem de frente contra esses filhotes de Hitler, Stalin e Mussolini.
E a coisa já está tão avançada que foi tema de artigo do Site Gatestone que transcrevo na íntegra na segunda parte desta postagem logo em seguida.
Em síntese, a União Europeia conta com programas, que já estão em vigor, para influenciar os principais meios de comunicação e jornalistas com seus próprios programas, como a contínua migração em massa da África e do Oriente Médio para a Europa. Para este fim, a Comissão Europeia patrocinou recentemente a publicação de um manual com as diretrizes destinadas aos jornalistas, sobre como redigir matérias sobre migrantes e migração.
Ao que tudo indica, a serviço do interesse dos representantes dessa mídia, para rotular a concorrência da mídia alternativa ou nova, como "fake news".
A lei francesa proposta permitirá às autoridades francesas bloquearem Websites durante os períodos eleitorais, medida draconiana que visa combater os opositores políticos, o que colocará a França em pé de igualdade com países como a China e o Irã que bloqueiam Websites que não se adequam aos programas do governo.

Antes de fazer a transcrição do artigo, um alerta: As Nações Unidas (ONU) pretendem ter cartões de identificação biométricos nas mãos de cada homem, mulher e criança em todo o planeta até 2030. Por enquanto fica o link para esta informação. Está em inglês. Vou tentar traduzir mais adiante e postar esta matéria aqui no blog. Para quem quiser conferir clique AQUI.

Tanto o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker (esquerda) como o presidente francês, Emmanuel Macron (direita), propõem restrições que violariam o direito à liberdade de expressão e à informação garantidos na Convenção Europeia dos Direitos Humanos. (Imagem: Comissão Europeia)
EUROPA: TORNANDO O TOTALITARISMO GRANDE NOVAMENTE

Por Judit Bergmann (*)
Tradução: Joseph Skilnik
A União Europeia está intensificando a campanha para censurar e marginalizar as vozes que discordam de suas políticas, atuando segundo as diretrizes do conveniente eufemismo de combater "fake news".
"A Comissão precisa apreciar os desafios que as plataformas da Internet promovem nas nossas democracias no que diz respeito à disseminação de informações falsas e iniciar uma reflexão sobre o que seria necessário na esfera da UE para proteger nossos cidadãos," salientou Jean-Claude Juncker, Presidente da Comissão Europeia, em maio de 2017. Quanta bondade e consideração de Juncker que, de forma totalitária, quer proteger os cidadãos da UE de notícias que não se encaixam nas narrativas e programas da Comissão Europeia.
Em outubro de 2017, a Comissão Europeia anunciou suas diretrizes sobre "fake news" e como pretende "projetar soluções para abordar a disseminação de notícias falsas". De acordo com a Comissão, "fake news consiste na disseminação da desinformação intencional através das plataformas sociais da Internet, meios de comunicação ou a tradicional mídia impressa". Além disso, de acordo com a Comissão, a política em relação às fake news da UE é guiada, entre outras coisas, "pela liberdade de expressão, pluralismo dos meios de comunicação e o direito dos cidadãos ao acesso a informações das mais variadas tendências além da confiabilidade".
Essa garantia de liberdade de expressão e pluralismo parece bastante risível: a UE já está fazendo o possível para acabar com o "pluralismo na mídia e... no tocante às informações de diversas tendências e confiabilidade". Por exemplo, a UE conta com programas que já estão em vigor, como o Programa de Direitos, Igualdade e Cidadania (REC), que se debruçam pesadamente em influenciar os principais meios de comunicação europeus e seus jornalistas com seus próprios programas, como a contínua migração em massa da África e do Oriente Médio para a Europa. Para este fim, a Comissão Europeia patrocinou recentemente a publicação de um manual com as diretrizes, destinadas aos jornalistas, sobre como redigir matérias sobre migrantes e migração. O manual foi lançado em 12 de outubro pelo International Press Institute (IPI), associação de profissionais de mídia que representam os principais veículos de comunicação de notícias digitais, impressas e de rádio e televisão em mais de 120 países. Especificamente, em relação aos muçulmanos, as diretrizes recomendam o seguinte:
"... Tenha cuidado para não estigmatizar mais ainda termos como "muçulmano" ou "Islã" quando associá-los a determinados atos... Não deixe que afirmações de extremistas sobre agir "em nome do Islã" fiquem sem resposta. Destaque... a diversidade das comunidades muçulmanas..."
A UE também apoia financeiramente a campanha "Mídia Contra o Ódio" gerida pela Federação Europeia de Jornalistas (EJF), a maior organização de jornalistas da Europa, representando mais de 320 mil jornalistas em 43 países. A campanha objetiva:
"...aprimorar a cobertura da mídia no tocante à migração, refugiados, religião e grupos marginalizados... combater o discurso de incitamento ao ódio, intolerância, racismo e discriminação... aprimorar a implementação de estruturas legais que limitem o discurso de incitamento ao ódio e a liberdade de expressão..."
Com o intuito de promover as incipientes diretrizes em relação às "fake news", a Comissão Europeia acabou de contratar 39 "especialistas" para o assim chamado "Grupo de Alto Nível (HLEG) para tratar das Fake News e desinformação na Internet":
"O Grupo de Alto Nível é composto por representantes da sociedade civil, plataformas de redes sociais, organizações de órgãos de imprensa, jornalistas e representantes do mundo acadêmico...
"O Grupo de Alto Nível orientará a Comissão sobre o alcance do fenômeno das fake news, definirá os papéis e responsabilidades das partes interessadas, compreendendo sua dimensão internacional, avaliando os posicionamentos em questão, formulando recomendações".
Os representantes da mídia foram quase que exclusivamente escolhidos dentro das organizações da grande mídia, de gigantes como ARD, RTL, televisão pública da Suécia, Sky News, AFP e News Media Europe, o que torna qualquer tipo de resultado equilibrado desses "especialistas" bastante ilusório. Na medida em que eles veem a mídia nova ou alternativa como ameaça, é, ao que tudo indica, de interesse dos representantes dessa mídia, rotular a concorrência da mídia alternativa ou nova, como "fake news". O Grupo de Alto Nível realizou sua reunião inaugural em 15 de janeiro de 2018.
A Comissão Europeia fará levantamentos de cidadãos da UE e realizará uma pesquisa de opinião com o Eurobarômetro a ser lançada no início de 2018 "com o objetivo de medir e analisar as percepções e preocupações dos cidadãos europeus com respeito às fake news". A Comissão também organizará uma "conferência com todos os interessados na questão Fake News", que "definirá os limites do problema, avaliará a eficiência das soluções já implementadas por plataformas de redes sociais e... concordará com os princípios fundamentais para conduzir novas atividades".
A UE não está sozinha na ameaça de acabar com a liberdade de expressão sob a máscara do combate às "fake news". Na França o presidente Emmanuel Macron anunciou que ele quer introduzir uma nova legislação destinada a regulamentar as "fake news" durante o período eleitoral, incluindo "ações judiciais de emergência" que permitiriam ao governo francês remover "fake news" de um Website ou bloquear websites por completo. Macron ressaltou:
"Se quisermos proteger as democracias liberais, devemos ser fortes e ter regras claras. Quando as fake news forem disseminadas, será possível ir até um juiz... e, se for o caso, ter o conteúdo retirado, contas de usuários excluídas e por fim, sites bloqueados".
Uma lei como essa significaria que o Estado francês ou qualquer um com autoridade para agir como patrulheiro ideológico se tornaria o árbitro do que constitui a "verdade", da mesma forma que a nova lei de censura alemã exige que as redes de mídia social atuem como patrulheiros ideológicos privatizados do estado alemão.
No entanto, a lei francesa proposta, irá ainda mais longe do que a censura alemã, na medida em que permitirá às autoridades francesas bloquearem Websites inteiros durante os períodos eleitorais, medida draconiana que visa combater os opositores políticos, o que colocará a França em pé de igualdade de países como a China e o Irã que bloqueiam sites que não se adequam aos programas do governo.
Essa lei francesa também violará o direito à liberdade de expressão e à informação garantidas no Artigo 10 da Convenção Europeia dos Direitos Humanos, da qual a França é signatária e também a jurisprudência do Tribunal Europeu de Direitos Humanos. O Artigo 10 estabelece que todos não apenas têm o direito à liberdade de expressão, mas também "de receber ou de transmitir informações ou ideias sem que possa haver ingerência de quaisquer autoridades públicas e sem considerações de fronteiras..." Os governos não devem interferir nesse direito, com algumas exceções específicas descritas no Artigo 10, porque essa interferência constitui censura governamental.
No geral, a Europa parece aspirar tornar o totalitarismo grande novamente.
(*) Judith Bergman é colunista, advogada e analista política.

21 comentários:

Anônimo disse...

mas a dita liberdade de expressão ja foi para as cucuias faz muito tempo...

voce simplesmente não pode dizer o que quer e, principalmente, como quer...

é preciso se precaver com as palavras, tomar cuidado redobrado e, de preferencia, postar na internet sempre tendo ao lado um grupo de adEvogados, que é pra saber se voce nao esta incorrendo nos inumeros "crimes" ja tipificados por uma legislação cada vez mais limitadora...

a cultura do processo judicial tomou conta do Brasil, com tudo e todos processando uns aos outros o tempo inteiro pelos motivos mais rasos possiveis, onde um pedido de desculpa ou uma retratação formal caberiam perfeitamente para apaziguar as coisas...

o brasileiro aboliu o pedido de desculpas e retratação...

e depedendo do caso, as redes cada vez mais insociais so aceitam a mais completa e total destruição do sujeito, onde ele precisa perder o emprego, o patrimonio, o dinheiro, os amigos, ficar na rua da amargura e, a cereja do bolo, nao ter mais futuro algum...

a turma das redes insociais gostaria de pulverizar o infeliz que deu alguma mancada e faze-lo desaparecer na face da Terra, ja que se ele for contratado por uma outra empresa, a perseguição ao individuo e a empresa recomeçará, tirando-lhe ate o que o Codigo Penal nao consegue fazer: a possibilidade de ter um futuro...

basicamente, hoje voce só pode mesmo é concordar, e nem com tudo, porque se voce concorda com Trump, por exemplo, pode estar ai com um "problema" a ser resolvido...

alguns dos ditos "youtubers", essa "profissão" absolutamente surreal, passam metade do dia gravando videos e a outra metade processando uns aos outros porque um nao gostou da cor do cabelo do outro e vice-versa (isso é só figura de linguagem, tá?)

curioso que o proprio jornalismo já é vitima desse proprio codigo monstruoso de controle que estao ajudando a criar...

vide as materias cujos textos sempre trazem o famigerado "suposto"...

o jornalismo virou um festival de achismos, ja que os jornalistas estao impedidos (alguns se "auto-impedem") de fazer afirmações e tudo passa a ser um festival de "talvez, quem sabe, pode ser, teria, seria"...

dia desses vi uma materia com video gravado e tudo, onde o sujeito que aparecia roubando foi classificado com "suspeito de ser suspeito" do crime praticado...

é o fim...

Marat Silva disse...

O que Hitler não conseguiu, a "UE e a ONU" estão paulatinamente estabelecendo.

Sempre Mais do MESMO disse...

.
Todo mal é sempre feito em nome do bem. Aliás, todas as desgraças que a humanidade passou se deram em nome de "maravilhosas intenções".

Perdoe-me Aluizio, mas discordo sobre a tal civilização judaico-cristã se usada no sentido de liberdade e prosperidade do ocidente. Primeiramente porque o cristianismo modifica completamente o judaísmo, tendo perseguido, torturado e assassinado judeus em massa, como a história comprova. Porém isso não é o importante, já que bem antes a REPÚBLICA Romana era bastante organizada em termos de civilização. A FILOSOFIA ESTÓICA tinha por base PRINCÍPIOS orientadores da moral e mesmo a escravidão não era aprovada por esta filosofia, apesar da existência de SERVOS. Contudo já havia a idéia do DIREITO como tentativa de uma justiça objetiva, baseada sobretudo no argumento.
O judaísmo era declaradamente favorável à escravidão, como se pode constatar no VT, bem como o deus de Abraão (o mesmo de Maomé) era pródigo nas recomendações para MATAR homens, mulheres e crianças (literalmente na bíblia), apesar de já ter passado a Moisés os tais DEZ MANDAMENTOS e entre eles o não matarás. Demonstrando ser um embuste de manipulação vulgar de mentes.

Essa repetição que faz penetrar "verdades" em mentes não condiz com a realidade. Afinal, ao final do Império Romano é que se implantou, IMPÔS, a vida sob orientação do cristianismo e o resultado foi o FEUDALISMO. Este impunha um tanto de sistema de CASTAS onde a NOBREZA e sobretudo o REI eram escolhidos pelo deus que os autorizava a viver nababescamente de IMPOSTOS. Conforme escreve o insuspeito Paulo (epístolas ou romanos, 13). Quantoa a CENSURA, esta foi mesmo organizada como criação CRISTÃ. A célebre inquisição veio não para impor TORTURA e a MATANÇA de INFIÉIS, mas para torna-la obrigatória, pois que já era largamente usada.

Thomas More, autor de Utopia, era um fervoroso cristão e foi o mais notório, depois de Marx, a propor um Estado Comunista onde censura, e mesmo o que veio a ser Estado de Sítio, bem como reforçar a legalidade da escravidão e até mutilações "do bem". T. More chega a confessar a apropriação de Platão por parte do cristianismo sem contar que é deste a idéia de imortalidade da alma.

Claro que as disputas políticas no já decadente Império ROmano (a república já se tinha ido) levaram a uniões até mesmo com BÀRBAROS, visando a manutenção ou conquista do Poder. Fato este que SIMILARMENTE se repete com políticos e côrtesão em geral valendo-se dos islâmicos na tentativa de se manterem no Poder.
Sim a farsa se está a repetir como história.

O atual politicamente correto nada é senão uma reediçao do moralismo PIEGAS inventado no ocaso do Império Romano para imbecilizar a população e induzi-la a covardia, resignação e mesmo a SERVIDÃO VOLUNTÁRIA como trunfo moral. Essa, como diz NIETZSCHE, feminilização da população (no sentido de fragiliza-la e torna-la indefesa) pelo politicamente correto é uma estratégia de dominação pela moral. Tática inventada no ocaso do Império Romano OPONDO-SE a MORAL do GUERREIRO dos Judeus visando SUBSTITUÍ-LA pela MORAL do ESCRAVOS do cristianismo. Afinal o governo visava explorar a própria população na tentativa de manter o caríssimo aparato de PODER.

A atualidade é bem parecida com a decadência do Império Romano: esta muito caro sustentar apoiadores dos governos, pois estes cresceram enormente e tal os fez cada vez mais tirânicos. Muitos não percebem porque cozidos como sapos, lentam,ente. Como bem disse Hayek: "não se perde a liberdade de uma vez só".

Estamos, sim, prestes a sermos submetidos a um FEUDALISMO REQUENTADO com direito ao politicamente correto que reedita o moralismo PIEGAS que recomenda aos cordeiros entregarem suas gargantas aos lobos.

Repetem milhares de vezes que o socialismo marxista é ateu e isso é bobagem, pois se Marx era comunista ateu, Thomas More era fervoroso cristão e NIETZSCHE que opôs moralmente ao socialismo marxista era um ateu. Sem contar que o marxismo é um SINCRETISMO com o cristianismo.

Anônimo disse...

tipo de comentario que sera permitido no futuro:

oi gente, olha só, queria dar a minha opinião sobre a situação atual e, sei la, acho que tudo é bom, mas tambem pode nao ser tao bom assim, vá saber, né?

gosto de tudo, amo tudo, mas tambem nao é tuuuudo, é quase tudo, mas tenho certeza que pode até um dia vir a ser tudo...

animais? gosto de todos, todos sao bonitos, porco, javali, cobra, galinha, cachorro, so lagarto que acho ou pouco assim, sei la, feio, mas nao é assim feeeeio, tao feio ou muito feio, é so um pouquinho, um tiquinho feio, mas tambem pensando melhor tem lá a sua beleza, né?

mas assim, se a maioria achar que lagartos sao feios eu acharei tambem, mas se a maioria achar que nao sao feios, ai gente, sei la, tambem acharei...

o muro do Trump? ai gente, sei la, acho que vai ser bom, mas tambem nao sei se será tao booooom assim, só um pouco bom, mas tambem tem o lado ruim, né? ai gente, vamos construir pontes e nao muros...hi, hi, hi..

diversidade cultural? ai gente, acho assim muito bom, ate mesmo quando a população estrangeira supera em numeros a população local e substitui uma cultura e religião pela outra, mas tambem, sei la, pode nao ser tao booom assim, né?, va saber...

bom gente, é essa a minha "opinião" sobre varios assuntos...

beijinhos, beijinhos....

Anônimo disse...

O engraçado .o povo europeu parece gado ,aceita essas aberrações pacificamente.Não vao às ruas protestar, nada.E assim os totalitarios vão governando.

Anônimo disse...

Não seria lícito supor que as FakeNews foram produzidas em larga escala, como finta, como engodo, com efeitos calculados de pouca repercussão, se tornando elas mesmas a causa para esse constrangimento de liberdade?
Vocês querem ver?
As fakes sobre a vitória de Trump. Muitas caras e bocas, muito mimimi, comportamentos teatrais de jornalistas e tal, mas, de fato, que consequências graves tiveram? Os EUA não estão indo de vento em popa? O Trump não foi vaiado em Davos, como se supunha.
No Brasil há um projeto de Lei querendo fazer a mesma coisa, justificando as notícias falaciosas.
Posso estar enganado, mas desconfiar não custa nada.
Fiquemos atentos.

Cavalaria Ligeira

Sempre Mais do MESMO disse...

Algo sobre o PODER das CELEBRIDADES e a razão de sempre serem favoráveis a governos que TUDO PODEM para perseguir adversários ou ACARICIAR AMIGOS FIÉIS da MIDIA:

http://expresso.sapo.pt/internacional/2018-02-08-59-juizes-recusaram-ouvi-la-depois-de-ter-sido-violada-durante-tres-meses-mas-Linda-esta-a-vencer

"Linda Loaiza tinha 18 anos quando foi raptada por um homem e levada para um apartamento na zona leste de Caracas, capital da Venezuela, onde foi torturada e violada durante mais de três meses.

Linda Loaiza fora de tal modo violentada - o atacante, depois identificado como Luis Carrera Almoina, arrancara-lhe um mamilo, partira-lhe o maxilar e ferira-lhe as orelhas - que teve de ser internada durante um ano e submetida a 12 intervenções cirúrgicas.

Luis Almoina foi condenado a seis anos de prisão por “ferimentos corporais graves e privação ilegítima de liberdade”, mas não por “rapto e tentativa de homicídio”"

E o mais interessante sobre o PORQUE a pena foi tão BRANDA:

"Suspeitando que tal impunidade se devia ao estatuto do pai do seu atacante, Gustavo Carrera Damas, escritor e crítico literário considerado uma das figuras mais importantes do meio intelectual venezuelano da segunda metade do séc. XX, Linda Loaiza pediu para ser ouvida por dezenas de juízes - 59, para sermos mais concretos - mas todos recusaram ouvi-la."

Anônimo disse...

OS PARANÓICOS ACIMA DA UE...
Devido a sua psicose, querem na marra destituirem o Senhor Deus e se colocarem no lugar d’Ele para distribuir justiça, felicidade e bem-estar social, solucionar todos os problemas do mundo e da humanidade, dentre outras questões, para as quais em seus delirios se acha capaz!
É um indivíduo que tem a consciência moral deformada e deseja, acima de tudo, destruir todos os valores cristãos e construir um mundo novo, segundo suas concepções paranóicas.
Os caras da UE são uns narcisistas, abjetos, infames, torpes, vis, míseros, malvados, perversos e crueéis, todos sinônimos, mas insuficientes para definir seus verdadeiros perfiis, ele é perigoso e letal, querendo a todas as mentes escravizar sob as patas da NOM!..

Anônimo disse...

Impressionante, como esses FDPs da União Européia e ONU conseguiram imbecilizar e afeminar a maioria dos povos Europeus!!! Esse povo todo se comporta como gado, como aqui no Brasil, kkkkkkkkkk!!!
Mas, com certeza isso não vai dar certo, e esses FDPs, cedo ou tarde vão dar com "os burros na água", segundo a famosa "lei da ação e reação" e também a conhecida "lei da compensação", essa lei é terrível, esperem para ver!!!

Anônimo disse...

Cavalaria ligeira está com uma boa suspeita. Assim acontece também em casos em que se faz toda uma legislação com fatos isolados. As empresas construtoras de veículos, por exemplo, já provaram que extintor de incêndio nos veículos não resolve nada. Entretanto estão querendo trazê-lo de volta. A privação das liberdades vai acontecendo aos poucos e poucos se dão conta. Temos um Estado complicado onde juízes legislam sobre "brechas" das leis em lugar de devolver a lei para o Congresso aprimorar.

Leis estaduais, por exemplo, não deveriam repetir leis federais, nem leis municipais repetir leis federais e estaduais.

Mas isso, é da "tradição" do Direito brasileiro, como me disse certa vez um jurista.

Eu chego à conclusão que a Justiça brasileira é o maior entrave para a prosperidade de nosso país.

Vejam... Quem manda nos Cartórios? Um país de 500 anos com regras de 500 anos atrás.

E tomem taxas, impostos, certidões, autenticações, selos, carimbos, etc, etc, etc.

Anônimo disse...

O Novo presidente do TSE, Luis Fux diz que TSE aplicará Lei de Ficha LImpa e combaterá "fake news"
Eu recebo um monte de "fake News" pelas redes principalmente sobre a reforma da previdência, mentiras espalhadas por petistas e servidores da administração pública.
Gostaria de saber se o Fux vai combater as "fake News" do Datafolha, Ibope e Globo. Recentemente o Datafolha fez uma pesquisa que causou revolta ao tentar beneficiar o Lula e prejudicar o Bolsonaro. O Datafolha parece que confia muito na "justiça". Não teve a mais mínimo constrangimento ao tentar manipular os resultados.

Anônimo disse...

AS FAKE NEWS, quem as propaga em mais que AS PROPRIAS ESQUERDAS?
Ninguém ganha delas em materia de espalhar boataria e isso cheiraria ao seguinte, de elas espalharem as FAKE NEWS e depois querem reprimir a todos via casuísmo, como se elas fossem emitidas pelos outros!
Que bandos malvados, só vivem de enganos e tramoias, armando ciladas para pegarem os outros e depois a todos os mais censurarem por culpas e propósito deles mesmos, FAKE NEWS EM PESSOAS E COMPORTAMENTOS.
FAZER PRESSÃO EM CONTRARIO enquanto é tempo pois as redes sociais tem feito maravilhas e nunca, jamais, sob hipótese alguma votar em socialistas ou comunistas, MOSTRANDO AS TRAMOIAS DESSES ESQUERDIOTAS MALFEITORES E TRAIDORES DO POVO!

Anônimo disse...

Aqui o soltador-mor da república,gilmar beiçola, defensor de corruptos, bandidos e terroristas, quer com a ajuda da PF e do Exército, censurar a opinião pública na Internet. FORA GILMAR, FORA GILMAR, FORA GILMAR!!!

Anônimo disse...

Que pais pode seu povo prosperar com uma sanha arrecadatória de todos os setores da administração publica, municipal, federal e estadual; executivo, legislativo e judiciário?

Aqui na cidade de Amparo/SP, além do pagamento do IPVA, IPTU, ITR, pedágio, ISS, Taxa de Iluminação Pública e outras taxas, impostos e tributos, cobra-se pelo estacionamento em vias públicas, a chamada Zona Azul! Nome bonito: ZONA AZUL. Todo mundo que come, cala a boca, nem legislativo nem judiciário se manifestam com uma aberração dessas, projeto do Executivo.

Qual comércio, Indústria, empreendimento imobiliário, empreendimento educacional, podem prosperar com essas aberrações?

Oh! É para gerar 6 empregos!

País comunista é assim! Quero ver o Estado Gigante! Povo encabrestado, calado e feliz! Nunca mais frequentarei a cidade de Amparo/SP. Deixem os chineses tomar conta de tudo!

Anônimo disse...

esta pintando uma jaula, ou uma forca, para aquele tirano bigodudo da Venezuela...

ja temos o segundo parlamentar americano falando em remover aquele canalha pelo unico meio possivel de se acabar com aquela ditadura: o militar....

enquanto isso, autoridades brasileiras, daquele jeito bem bananeiro nosso de nao fazer nada mas fingir que faz alguma coisa, propoem o "espalhamento" de todos os venezuelanos de Roraima para o restante do país...

o proprio governo se propõe a remove-los, o que significa que muitos outros virão, pois o sinal que chegará do outro lado da fronteira será claro: chegue no Bananistão que o proprio governo providenciará a sua "mudança"...

pra não variar, ao inves de resolver o problema, o governo ainda agravará a situação...

Anônimo disse...

Continuação do texto acima:
DOENÇA MORAL HEDIONDA(...)Não há nada de estranho em que o mesmo diagnóstico se aplique ipsis litteris ao nazifascismo, já que este não passa de uma variante interna do socialismo -- obviedade histórica que na época dos fatos era universalmente conhecida e que só a propaganda maciça pode ter apagado da memória pública ao menos em alguns países. Nem é de espantar que, observados de perto, na escala de suas atitudes pessoais, os mais destacados expoentes da ideologia socialista se revelem invariavelmente personalidades cruéis, sem moral, sem amor ao próximo, sem o mínimo de sentimentos humanos nem mesmo por seus familiares e amigos. Estudem as biografias de Karl Marx, de Lênin, de Stalin, de Mao-Tsé-Tung, de Pol-Pot, de Fidel Castro – sobretudo os depoimentos do médico pessoal de Mao e os das filhas de Stalin e Castro -- e vejam se há algum exagero em chamar esses indivíduos de monstros, ou de perversos os que os admiram.
Quem quer que, conhecendo esses fatos, ainda julgue que o oceano de crueldade e sofrimento produzido por esses personagens e pelos movimentos que lideraram é preferível aos “males do capitalismo”, decididamente não tem senso de proporções, não tem maturidade intelectual ou humana bastante para ser admitido como interlocutor respeitável num debate de idéias. Desgraçadamente, é justamente esse o tipo de indivíduo que hoje dá o tom das discussões nacionais e se arroga, com sucesso, o papel de medida-padrão das virtudes humanas, à luz da qual devem ser julgados todos os atos, seres e situações. A covardia e o despreparo gerais da classe dominante no Brasil fizeram dela a cúmplice ao menos passiva da ascensão desses celerados ao primeiro escalão da hierarquia social, de onde hoje é quase impossível removê-los.
Olavo de Carvalho




Anônimo disse...


OS INIMIGOS DO BRASIL SÃO:
a) O Foro de São Paulo
b) O esquema comunolarápio
c) A falsa oposição
d) As quinze famílias mais ricas do país
e) Banqueiros em geral
f) Mídia
g) A classe dos professores universitários praticamente inteira
h) Os comandantes das três Forças Armadas e todos os seus puxa-sacos fardados ou à paisana.
Somem toda essa putada e verão que não chega a dez mil pessoas. Acuadas como ratos na toca, mostram os
dentes, mas, contra uma nação inteira, não têm autoridade nem poder.

Olavo de Carvalho

"A minoria organizada sempre vencerá a maioria desorganizada".
Lenin

Por isso, o povo brasileiro deve se unir e se organizar contra o comunismo globalista, pois o povo unido JAMAIS SERÁ VENCIDO!!!
FORA AS URNAS ELETRÔNICAS DA SMARTMATIC!!!
O VOTO TEM QUE SER IMPRESSO OU EM PAPEL, O POVO DEVE PROTESTAR NAS RUAS POR ISSO, FAZER NOVAS MANIFESTAÇÕES, QUE ALIÁS, NO FACEBOOK JÁ ESTÃO PROPONDO!!!
OU MELHOR AINDA, UMA INTERVENÇÃO POPULAR, POR QUE AS FFAA ESTÃO PELO JEITO, "BICHADAS" PELOS COMUNISTAS!!! UMA INTERVENÇÃO POPULAR COM GREVE GERAL ATÉ A ESQUERDA SAIR DO PODER!!!



Anônimo disse...

Para o Anônimo que disse que disse: AS FAKE NEWS, quem as propaga mais que AS PRÓPRIAS ESQUERDAS?..., veja a explicação de Olavo de Carvalho para a perversidade dos COMUNISTAS:

DOENÇA MORAL HEDIONDA (...) Essa realidade pode ser formulada em termos simples e inequívocos: quanto maior a dose de controle estatal, mais miséria, mais opressão, mais sofrimento; quanto maior o índice de liberdade econômica, mais prosperidade, mais respeito aos direitos humanos, mais oportunidades para uma vida digna oferecidas a faixas mais extensas da população. Qualquer esquerdista intelectualmente capacitado a ler uma publicação desse tipo tem, diante dela, no mínimo a obrigação de ficar em dúvida quanto à superioridade moral excelsa que a propaganda política atribui ao socialismo e de moderar um pouco aquele tom de certeza absoluta e inquestionável com que sempre atribui ao adversário, pelo simples fato de ser pró-capitalista, as piores e mais baixas intenções. Na mais modesta das hipóteses, uma consciência moral tão elevada quanto aquela que se arrogam os esquerdistas deveria ter ao menos um pouquinho de senso da verdade, ao menos um pouquinho da humildade necessária para admitir os fatos e tirar alguma conseqüência deles.
Mas isso está infinitamente acima do que se pode esperar dessas criaturas. Quanto mais deploráveis os resultados econômicos do socialismo, quanto maior a dose de crimes e violências necessários para produzi-los, tanto mais enfática a alegação de superioridade, tanto mais inabalável o sentimento de possuir o monopólio da bondade humana, tanto mais virulento o discurso esquerdista contra o capitalismo e seus defensores. Quanto mais extensas as provas do seu erro, tanto mais arraigada e intolerante a sua certeza, tanto menor a sua disposição de conceder ao adversário o benefício da dúvida ou até mesmo o direito à palavra, que com a maior desenvoltura lhe cassam ao mesmo tempo que, numa apoteose de cinismo, o rotulam de dogmático e intolerante.
Observar esse contraste, repetidamente, ao longo dos anos, é ser arrastado a uma conclusão que a alma rejeita, mas que a consciência impõe inexoravelmente: o socialismo não é uma opinião política como qualquer outra, é uma doença do espírito, uma deformidade moral hedionda, pertinaz e dificilmente curável.
A observação pessoal é confirmada por estudos consistentes como “La Fausse Conscience”, Joseph Gabel, “Intellectuals”, de Paul Johnson, “Modernity Without Restraint”, de Eric Voegelin, “Fire in the Minds of Men”, de James Billington e outros tantos inumeráveis.
Olavo de Carvalho

Continua ACIMA!!!
O Google não deixou-me publicar o início do texto!!!

Anônimo disse...

vejam o teatrinho da destruição de "armas" feito hoje pelo governo de Goiás para impressionar a chefA do Supremo...

https://g1.globo.com/go/goias/noticia/ministra-carmen-lucia-visita-novamente-goias-para-participar-da-inauguracao-de-presidio.ghtml

só garrucha, espingarda velha e carcomida, treis-oitão ultrapassado...

nenhum fuzil dos tipos usados pela bandidagem...

na materia diz que ha fuzis ali, eu nao vi nenhum na foto, só uns 38 caindo aos pedaços...

e ainda tiveram a cara de pau de dizer que aquele verdadeiro museu do armamento estava com o "crime organizado"...

ah, sim, o crime organizado anda de espingarda obsoleta remendada com "silver tape"...

Anônimo disse...

Quanto ao comentário do Editor sobre o cartão eletrônico que cada pessoa terá que portar na nova ordem mundial, é isso mesmo, pois senão como eles irão controlar as massas ideologicamente? Os que não se "adaptarem" serão eliminados!!! Simples assim...

Anônimo disse...

Essa estória (sim, estória com E) de cartões de identificação é fake news, não entre nessa, Aluízio.

Não é nem necessário esses tipo de cartão, porque o reconhecimento facial está super avançado.

Pense bem antes de embarcar nessa.

Lanterna