TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, fevereiro 15, 2018

SUPER-EXTRA! ADVOGADO MODESTO CARVALHOSA DIVULGA ARTIGO ESPECIAL DENUNCIANDO "A FARSA DA NOVA URNA ELETRÔNICA".

O advogado Modesto Carvalhosa acaba de postar em sua página do Facebook um artigo extenso porém denso em informações sobre rumoroso caso das 'urnas eletrônicas' e a questão da confiabilidade e possibilidade de auditoria face a eventuais dúvidas e suspeitas de fraude. A lisura do pleito de outubro deste ano de 2018, portanto, está em jogo caso o TSE permaneça tergiversando e com a PGR tentando derrubar a Lei do Voto Impresso aprovada no ano passado pelo Congresso Nacional. 
Transcrevo na íntegra o artigo publicado pelo advogado Modesto Carvalhosa, de forma especial para aqueles leitores que por ventura não utilizam o Facebook. Leiam:

O texto a seguir foi feito por muitas mãos. É grande, mas explica, de modo ordenado e histórico, o que está verdadeiramente acontecendo. Pedimos que COMPARTILHEM. Precisamos que a OPINIÃO PÚBLICA saiba o que está acontecendo. Marque seus amigos, seus conhecidos. Marque a imprensa e quem interessa. Contamos com TODOS vocês. É a nossa chance.
RAQUEL DODGE, GILMAR MENDES E A 
FARSA DA 'NOVA URNA ELETRÔNICA'
A ação de inconstitucionalidade movida pela procuradoria-geral da república CONTRA a lei do VOTO IMPRESSO, protocolada no STF às vésperas da transmissão da presidência de Gilmar Mendes ao ministro Luiz Fux, dia 05 de fevereiro, sem dúvida tem relação com algo extremamente GRAVE.
Na ação, a Dra. Raquel Dodge requer em caráter liminar a suspensão das atividades do TSE relativas à IMPLEMENTAÇÃO da lei, sendo o próprio ministro Gilmar Mendes o relator da matéria na suprema corte.
Na ânsia de boicotar a todo custo a impressão do voto, aprovada DUAS VEZES por AMPLA MAIORIA do congresso em 2015, refletindo a vontade da população brasileira, conforme já apontado em diversas pesquisas de opinião pública, Gilmar, como presidente do TSE, endossou uma farsa insustentável, que tinha por objetivo ser usada como justificativa para a NÃO IMPLEMENTAÇÃO do voto impresso.
A estória contada pelo TSE é de que seria necessário adquirir um novo modelo de urna eletrônica para o atendimento da legislação no que tange à impressão do voto. De forma absolutamente irresponsável, a primeira providência da secretaria de tecnologia da informação foi OCULTAR o fato de que as urnas existentes sob a guarda do TSE, cerca de 550 mil, SÃO APTAS para a impressão do voto, bastando para isso o simples acoplamento de impressoras, a um custo significativamente mais baixo que o de se adquirir urnas novas, que IGUALMENTE iriam precisar de impressoras.
Em seguida a ocultação da verdade, contrataram, sem licitação, um instituto de pesquisa privado a um custo de SETE MILHÕES de reais para desenvolver o projeto da nova urna eletrônica, desnecessariamente, DESPREZANDO as 550 mil existentes que poderiam acoplar impressoras.
Protelando de toda a forma a implementação da legislação, o TSE lançou em 2017 o prospecto da "nova urna eletrônica", tendo ocorrido inclusive uma cerimônia de lançamento na qual diversos ministros evidenciaram a "beleza e o design" do equipamento. Não houve nenhum comentário relativo ao CUSTO EXTRA de aquisição comparado ao custo das impressoras, o que era o verdadeiramente necessário.
Este prospecto é realmente uma das pérolas da farsa engendrada pelo TSE. Tal documento é uma demonstração cabal da má fé e da conduta inadequada e nitidamente MALICIOSA de alguns servidores do tribunal, que agiram sob o endosso de seu presidente.
O prospecto se configura, portanto, uma coleção de PROVAS.
A proposta de substituir 35 mil urnas a cada dois anos é simplesmente inacreditável. Parece uma forma encontrada para ludibriar quem não entende do assunto.
É preciso notar que de acordo com esta proposta, o TSE JAMAIS viria a implementar a lei. A matemática não mente:
Se a necessidade de reposição anual é de dez por cento, conforme informações do próprio TSE, cerca de 55 mil urnas por ano, a pergunta é: de que tipo seriam as outras 35 mil urnas adquiridas por ano para atender a necessidade de reposição? Iriam ser desprovidas de impressoras?
É surreal a desfaçatez dos irresponsáveis que fizeram este documento vir a público dessa maneira. Não se deram sequer ao cuidado de fazer as contas, pois se o objetivo era realmente implementar aos poucos, a medida da necessidade de reposição, o número correto seria de 55 mil urnas por ano, e não 17.500 em média. Uma vergonha que a máquina pública seja utilizada dessa forma na tentativa de se obstruir a aplicação da lei.
Até o final de novembro, a farsa ia caminhando bem, atingindo seu objetivo.
O que o TSE não contava, porém, foi com uma denúncia feita em audiência pública na Câmara dos Deputados, no dia 30/11/17, na qual foi apresentado um comunicado do próprio TSE, datado de 2009 e assinado pelo Ministro Carlos Ayres Britto, atestando que as urnas eletrônicas adquiridas daquela data em diante se prestavam TODAS ao ACOPLAMENTO de IMPRESSORAS.
A BOMBA estourou no TSE imediatamente, e no dia seguinte ao da audiência pública o coordenador de sistemas eleitorais admitiu, ao ser questionado durante entrevista coletiva, que as urnas existentes realmente poderiam ser utilizadas para a impressão do voto, desde que acopladas a impressoras!
Estava finalmente desmascarada a farsa da necessidade de uma nova urna para o cumprimento do disposto na lei eleitoral.
O que se viu a partir daí foi mais uma sequência de horrores, e de novos atos ilícitos em sequência, na tentativa de encobrir a verdade e obstruir a ação da justiça, no que se refere aos crimes praticados contra a administração pública até aquele momento.
Na tentativa de passar despercebido, sem dar a menor explicação do motivo pelo qual havia desistido das novas urnas eletrônicas, o TSE, logo no primeiro dia útil após a farsa ter sido desmarcada, anunciou em seu site, na segunda feira 4 de dezembro, que iria promover uma licitação para a compra de impressoras.
Na semana seguinte, no dia 12, anunciou, novamente em seu site, a realização de uma sessão pública marcada para apenas dois dias depois, visando dar caráter de legalidade e transparência ao processo licitatório decidido às pressas, resultante da impossibilidade de se levar adiante a farsa mal sucedida.
Mal organizado, mal divulgado e lançado durante o recesso da maioria das empresas, com fortes indícios de superfaturamento e direcionamento, o certame foi alvo de severas críticas e recursos por parte da sociedade civil organizada, que, vigilante, denunciou na mídia mais uma tentativa do TSE de favorecer à empresa Smartmatic, velha conhecida do tribunal, desclassificada do pregão eletrônico após as fortes pressões, "por razões técnicas" de acordo com o alegado pelos membros da comissão de assessoramento técnico da licitação, promovida durante o período de recesso do próprio tribunal.
Coincidentemente, exatamente nesta mesma data, 05 de fevereiro, dia da desclassificação da Smartmatic, justamente na véspera da transmissão do cargo de presidente do TSE do Ministro Gilmar Mendes para o Ministro Luiz Fux, foi protocolada no STF a ação de Raquel Dodge, mais de dois anos após o Congresso ter DERRUBADO o veto imposto pela presidente Dilma à lei do voto impresso.
Alguém, em sã consciência, seria capaz de dizer que a ação da PGR não tem nada a ver com todos estes fatos?
O que está parecendo é que o TSE, pressionado e acuado após ser flagrado em conduta ilícita, tenta resolver o problema causado por ele mesmo através de uma solução jurídica, uma chicana, na qual não se sabe de que forma foi envolvida a procuradora-geral da república, que é também a procuradora-geral eleitoral.
A procuradora-geral, que já havia sido alertada no dia 4 de dezembro, por membros do CMind - Comitê Multidisciplinar Independente, profundos conhecedores do assunto, através de petição na qual requereram a realização de uma audiência pública para fins de esclarecimentos, nem ao menos respondeu à demanda da sociedade. Posteriormente, outra petição relativa à questão foi protocolada na PGR, no mesmo sentido, desta vez pelo Movimento Convergências, mas novamente a PGR se fez de morta, preferindo se manter em silêncio até o dia 05 de fevereiro deste ano, quando deu entrada no STF na ADI contra a lei do voto impresso, aparentando uma articulação com o TSE.
A petição do CMind pode ser acessada através do link: http://cic.unb.br/~rezen…/trabs/PeticaoAudPublicaTSE2017.pdf
A decisão no momento está, a exemplo do que aconteceu antes das eleições de 2014, nas mãos do STF.
Cabe a TODOS, cabe ao POVO BRASILEIRO, aos parlamentares, às entidades da sociedade civil e à imprensa, o dever de DEFENDER a LEI do VOTO IMPRESSO, único meio de se garantir a segurança, a transparência e a lisura do processo eleitoral, e a integridade e a veracidade do resultado das urnas nas próximas eleições."

30 comentários:

Antipetista disse...

Como eu já disse neste blog, com essas máquinas eletrônicas "mandrake" da Smartmatic, e sem auditoria e sem impressão de votos, é GAME OVER! Será eleito em 2018 alguém do Establishment para a Presidência. PONTO FINAL.

Anônimo disse...

"BOM QUE OS ELEITORES SAIBAM QUE HOUVE ELEIÇÕES. OS ELEITORES DE NADA VALEM, MAS OS QUE CONTAM OS VOTOS DECIDEM TUDO" - Stálin.
EleiçÕes com urnas eletrõnicas - a intenção seria mesmo a fraude - é garantia que o Brasil poderá ser controlado pelos grandes e poderosos desse mundo e do além mar continue nos controlando e mantendo o país sempre atrasado, GARANTIDAMENTE É ISSO.
NAO VOTAREI EM URNAS ELETRÔNICAS, APENAS ISSO; ESCOLHO O CANDIDATO, UM ANTICOMUNISTA, MAS ELES QUEREM É UM DELES, como foi na eleição passada, Aecio ganhou, mas a vitoria foi da Dilmula!

Anônimo disse...

a velha historianha da alta de custos nao cola...

nessas horas eles são tão cuidadosos com o dinheiro publico, né?

a gente ate quase chora em ver tanto zelo pelo dinheiro do contribuinte...


Anônimo disse...

Se estas máquinas fossem confiáveis, o governo americano usaria em suas eleições.
Foram duas multinacionais americanas que fabricaram as urnas eletrônicas: Unisys e Diebold.

Anônimo disse...

Obrigado, Aluízio! Eu também sou um dos que não têm Facebook.

Nunca confiei...

HNG disse...

Mobilizem-se todos!

Marat Silva disse...

Não esqueçamos que o IME e o ITA, se ofereceram para o projeto dessa impressora e urna de voto, certamente por muito, mas muito menos do que os 7 mi descritos acima.

Anônimo disse...

Aparelhado, o Estado esquerdopata vê a enorme vantagem de BOLSONARO nas eleições deste ano. Os ouvidos moucos do STF, do TSE e da PGR à urna imprensa decidida pelo Congresso em 2015 não passa de plano sórdido e medo dos rumos que o país vai tomar seja a nova urna implementada. A FARSA ELEITORAL DE 2018 JÁ ESTÁ DETECTADA.

Anônimo disse...

qualquer imbecil, burro, jumento, asno ou quadrupede de qualquer especie sabe que nao existe nenhuma maquina ou sistema que são inviolaveis quando se trata de informática...

só a brazucada acredita nessa "altissima" tecnologia unica desenvolvida para as inacreditaveis e portentosas urnas eletronicas...

não sei como o mundo ainda nao se ajoelhou aos nossos pés...

Anônimo disse...

Cabe ao POVO BRASILEIRO...que povo brasileiro??? Aquele tem a capacidade de encher as ruas e pular dias sem se cansar se sentindo o máximo porque o BRASIL tem o melhoro carnaval do mundo; aquele que canta a glória de seus bandidos de estimação, aquele que lota estádios e grita gool; aquele que se vangloria por ter gato net, gato energia, gato agua e acho normal tirar dos outros que tem um pouquinho mais porque estudaram e trabalham, que acreditam que ser tolerante é passar a mão na cabeça daqueles que assaltam os outros (se for com eles é diferente)
Cabe aos PARLAMENTARES...que parlamentares??? Que trocam seus votos por barganhas, que ameaçam alto e claro que o Brasil arderá em chamas se Lula for preso? Que convidam com a maior cara de pau lula para seu palanque, que permitiram homenagear Chê, um assassino confesso...
Cabe às Entidades da SOCIEDDE CIVIL ...quais???
Cabe à IMPRENSA...que imprensa???
Está difícil, não temos nem um STF. Não vejo nenhuma luz no fundo do túnel, a lavagem cerebral foi feita, os "idiotas úteis" que repetem como papagaios sua "luta" pela "igualdade social" continuem crescendo. Se o Brasil virasse uma Venezuela certamente culpariam os" imperialistas " americanos.

Como tornar alguém um "idiota útil". Yuri Bezmenov. dissidente soviético, mostra o passo a passo.
Confira:
Completo e legendado:
https://www.youtube.com/watch?v=d0fTJqeRXCE

Anônimo disse...

O mantra continua valendo: Você foi, é e será enganado.

Mais: O maior bandido do Brasil é o governo com seus três poderes: executivo, legislativo e judiciário sendo que o judiciário é o pior deles. E foda-se o politicamente correto. De norte a sul, ninguém aceita mais tanta sujeira, tanta corrupção, incompetência, desmando, manipulação e imoralidades contra o povo e a coisa pública.


Índio/SP

Anônimo disse...

Cabe ao POVO BRASILEIRO, onde está esse povo? Vale repetir.Seria o mesmo que:

- permitiu que um Ministro do STF rasgasse a Constituição no Senado Federal aplicando apenas a metade da pena a senhora Dilma que não teve seus direitos políticos cassados como manda a Constituição?
- permitiu ao salvador da pátria Lula, a doação de duas refinarias ao ditador Evo Morales da Bolívia e perdoou bilhões a paises da América Latina e África coincidência ou não todos de esquerda ?
- permitiu que lula levasse pessoalmente US$ 330 milhões para construção da “ Estrada da c”Coca e colocou no pescoço o colar de folhas de coca oferecido pelos cocaleiros da Bolívia como agradecimento?
-permitiu a destruição econômica e moral do pais porque, um “operário” com o qual se identificou aceitou benesses, independente a classe social?
- vota em Renans, Gleisys, Lindenbergs ou vota em Tiriricas, Rimários, (nada pessoal) achando que basta ser cidadão brasileiro para ocupar uma cadeira no Congresso Nacional, onde deveriam estar as mentes mais brilhantes e os homens simplesmente honestos?
- que permitiu em 2007 homenagem no Congresso Nacional a Che Guevara, o defensor do “ódio que faz do homem uma fria máquina de matar”?
- permitiu e sambou na passarela homenageando a Che, um assassino frio, como um dos destaques no carnaval de Florianópolis em 2011?
- debocha em plena Sapucaí, mesmo sabendo de toda a podridão pedralha ofendem os HONESTOS que bateram panelas?
A lista é enorme, mas a pergunta é simples e curta: que população Brasileira?

https://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/homenagem-ao-porco-fedorento-e-os-textos-asquerosos-da-agencia-senado/

Anônimo disse...

Muito respeito o Dr. Carvalhosa e a todos que defendem essa forma de voto impresso, mas acredito que, mesmo assim há grandes possibilidades de fraude.
De todas essas soluções para para verificação da votação, a melhor é a utilização das cédulas manuais, sendo que o comparecimento pode ser verificado por via eletrônica, mas o voto, reafirmo, por via manual.

Anônimo disse...

Peço ao digno advogado que mude sua solicitação:
Acabe con as urnas eletrônicas!
Peça voto em cédulas de papel e ajude a estruturar a contagem de votos de forma segura.
Se as urnas permanecerem, muito embreve seremos Venezuela!
Flor Lilás

Alexandre Sampaio disse...

São as instituições brasileira funcionando perfeitamente, apud Arruinaldo Azedo.

Gasparzinho disse...

Aluízio, temo pelos votos de Bolsonaro.

Anônimo disse...

do G1: Justiça pede apreensão dos computadores usados na eleição no Corinthians

eleição eletronica, via computador, tal qual esse portento defendido pelo TSE...

só olhando de rabeira o juiz ja viu varias "incongruencias", como diz na materia...

e quem "ganhou" foi um petista...ahahha

ai que preguiça, como diria o homem que tinha cinco mil empregos...

Anônimo disse...

Com a permissão do Blog:

Aluízio, seria interessante uma matéria sobre a venda da Embraer para a BOEING. EUA quer levar cadeia produtiva inteira da EMBRAER para solo americano, 50 empresas.

"A mudança aos Estados Unidos, da Base Industrial de Defesa Brasileira parece ser a Boia de Salvação. Será Verdade?" Estamos desempregando os brasileiros e criando empregos nos EUA?

Mais aqui:

http://www.defesanet.com.br/demb/noticia/28435/EUA-quer-levar-cadeia-produtiva-inteira-da-EMBRAER-para-solo-americano/

Índio/SP

Anônimo disse...

Eles estão se segurando como podem nas urnas eletrônicas. Obvaimente que tem coisa muito podre aí. Nem voto impresso estão aceitando. Em que cabeça caberia ser contra um simples voto impresso?
Tem que voltar ao voto e contagem manuais. Nada garante que não haverá fraude, acontece que na urana eletrônica a fraude pode ser em grande escala, com um clique pode mudar a eleição.
Eles estão muito incomodados com a possiblidade de serem auditados!

Anônimo disse...


Isso é coisa de brasileiro, sempre encontrando um jeitinho de fraudar; gatonet, gatolight, gatocemig, gatosabesp, gatovoto, gatogás, etc.

O sistema de votação eletrônica é espetacular, apuração rápida, tirando o gato.

Como fraudaram o sistema, o jeito é votar somente em papel, em grandes ginásios ou quadras, áreas amplas, com depósito em urna central, sob vigilância da policia e dos partidos e a apuração começar no mesmo local.

Anônimo disse...

O Voto poderia ser dado de qualquer lugar do Brasil através do celular, computador, agencia bancária, etc. Quem garante que as pesquisas em projetos de lei, no Senado, na Câmara Federal são seguros? Vamos lá no AVAAZ e votamos. Quem garante a segurança?

Qualquer sistema predatório tende à morte, ao fracasso. Uma nova porta se abre e se se adotarmos o predatório, fracassará também.

Temos um guerra civil surda, 60 mil assassinatos por ano no Brasil. Agora ela está indo para as ruas, sem líder, sem ideologia, sem propósitos, apenas o predatório.

Brevemente irá atingir as Zonas de conforto do ricos consumidores de drogas, dos consumidores de drogas, financiadores da "ideologia do pobrismo", elites que são "contra os ricos" contra eles mesmos, favoráveis à manutenção da pobreza, extrativismo, desemprego, desabastecimento, Venezuela, Bolívia, terrorismos e afins.

Mas o carnaval é nosso, somente nosso! Tempo de reverter!

Anônimo disse...

Existe uma fonte altamente confiável que desmonta o tal “déficit da Previdência”.
Aqui:
http://www.tribunadainternet.com.br/existe-uma-fonte-altamente-confiavel-que-desmonta-o-tal-deficit-da-previdencia/

Anônimo disse...

Todo ato administrativo deve estar submetido à Lei, e não o contrário.

Assim, devem ser ANULADOS TODOS OS ATOS ADMINISTRATIVOS conflitantes com a legislação aprovada pelo Congresso e sancionada pelo Presidente da República, sob a égide da Constituição Federal.

LANTERNA

Anônimo disse...

Alias, sobre meu comentário anterior, ao tomar conhecimento de atos administrativos ilegais, como estes ligados à compra das urnas viciadas, a Procuradora estará prevaricando se nada fizer ao tomar conhecimento de Taís fatos.


LANTERNA

Ferreira Pena disse...

Os nababos não querem deixar a carniça! Uma verdadeira desgraça o que sempre tivemos nesse Brasil de gente sem moral. Há solução?

Mario38W disse...

Concordo inteiramente! Só isso explicaria tamanha sequência de cretinices!

Anônimo disse...

Perfeito!
Essa deve ser a nossa bandeira de luta agora: se não pode imprimir o voto em larga escala, tem que usar o voto em papel.

Anônimo disse...

Deixe de ser bobo. Aécio é outro comunista. PT, PSDB e PMDB são a mesma titica. A diferença é que uns são radicais e outros dissimulados.

Anônimo disse...

Os caras vão deixar o Bolsonaro ir ao segundo turno para dar a impressão de legalidade do pleito, depois vão fraudar a contagem dos votos para eleger um bandido do establishment, membro da quadrilha.

Anônimo disse...

Gilmar beiçola e raquel fusquinha conspiram contra Lei aprovada pelos representantes do Povo no Congresso Nacional. Os dois pilantras deveriam ser enjaulados.