TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, junho 03, 2018

SOB A PRESIDÊNCIA DONALD TRUMP ECONOMIA DOS ESTADOS UNIDOS VOLTA A BOMBAR: 223 MIL NOVOS EMPREGOS EM MAIO. DESEMPREGO CAI 3,8%.

Banner da página oficial de Donald Trump no Facebook: os comunistas aqui e acolá ficam enlouquecidos com a performance de Trump, mormente pelo fato de cumprir o que prometeu, ou seja, aplicar o receituário conservador no que tange à economia, à política interna e externa e à cultura. Enfim, a retomada do que pregaram os denominados founding fathers.
Desde sua candidatura presidencial até a vitória, a posse e a implementação de suas propostas o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vem sendo vítima das fake news cometidas sem cerimônia pelos esbirros do esquerdismo delirante que povoa as redações da grande mídia no mundo inteiro! Claro, a mainstream media tupiniquim segue a cartilha do jornalismo bundalelê daquela troupe de chupins de New York e Washington que pululam como moscas varejeiras em torno do establishment, do qual são garotos de recado.

Mas o homem de topete louro jamais se curvou a essa gentalha, razão pela qual desponta como o maior líder global da atualidade.

Mais do que Trump é o povo trabalhador norte-americano que festeja. Afinal, se viu livre de Obama se seus sequazes e por isso tem mais segurança, mais emprego e mais dinheiro no bolso!

Nesta matéria da agência Down Jones Newswire, reproduzida em versão para o português pelo jornal O Estado de S. Paulo (milagre! o editor comunista estava de folga...hehe...) constata-se que a economia norte-americana sob Trump está bombando num nível que não se via há muitos anos. Leiam: 

Os Estados Unidos criaram 223 mil empregos em maio, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 1º, pelo Departamento do Trabalho. O resultado veio acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam geração de 190 mil vagas. O mês de maio marcou o 92º mês seguido de criação de empregos nos EUA, a série mais longa da história. Já a taxa de desemprego recuou de 3,9% em abril para 3,8% em maio, igualando o nível de abril de 2000, que foi o mais baixo desde 1969. A previsão era de manutenção da taxa, a 3,9%. Números revisados mostraram que a economia americana gerou 159 mil postos de trabalho em abril e 155 mil em março, resultando num ganho líquido de 15 mil no período.

Já a taxa de desemprego recuou de 3,9% em abril para 3,8% em maio, igualando o nível de abril de 2000, que foi o mais baixo desde 1969. A previsão era de manutenção da taxa, a 3,9%.
Números revisados mostraram que a economia americana gerou 159 mil postos de trabalho em abril e 155 mil em março, resultando num ganho líquido de 15 mil no período.
O salário médio por hora dos trabalhadores subiu 0,30% no mês passado ante abril, ou US$ 0,08, para US$ 26,92 por hora. O dado veio acima da previsão de acréscimo de 0,20%. Na comparação anual, o aumento foi de 2,7%.
Cerca de uma hora antes da publicação dos dados, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou em sua conta oficial no Twitter que estava "ansioso" para ver os últimos números do mercado de trabalho americano.
Efeitos. Com o dado acima das expectativas, a Bolsa americana deve operar em alta e os investidores já falam em nova alta de juros pelo banco central americano (FED).  Segundo as apostas monitoradas pelo CME Group, 91,3% dos investidores preveem uma elevação de juros de 0,25 ponto porcentual na próxima reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que termina em 13 de junho, enquanto apenas 8,7% acreditam que os juros podem seguir no nível atual. Antes do dado, 11,3% esperavam manutenção e 88,8%, uma alta. Do site do Estadão by Dow Jones Newswires

8 comentários:

Antipetista disse...

Parabéns a todos os nascidos na verdadeira América (EUA). Parabéns aos que decidiram emigrar (legalmente ou ilegalmente) para os EUA. Já para os habitantes do resto do mundo, arquem com as consequências.
God bless Potus!

Anônimo disse...

Os americanos que levantem suas mãos e agradeçam à Deus. Só um homem como Donald Trump para segurar a onda de destruição dos americanos. A batuta dos esquerdistas democratas não dá trégua e ainda tem apoio de certos companheiros de partido que se dizem republicanos.
Essa perseguição confirma que ele é bom. A mídia internacional veio com força total para destruí-lo, sentiu que ele realmente quer um país para os americanos.
Valorizou o trabalhador americanos, incomodou os chineses, que pagam uma merreca aos seus operários, normal para países socialistas/comunistas
Como queria ter um Donald Trump brasileiro.

Anônimo disse...

Lourival Santana Estadão: " (...) A China anunciou na sequência a redução de tarifas de importação de roupas, sapatos, utensílios para cozinha e artigos esportivos (de 15,9% para 7,1%), e de eletrodomésticos (20,5% para 8%). Além disso, prometeu relaxar as regras sobre investimentos estrangeiros em energia, exploração de recursos naturais, infraestrutura e transportes. O país já havia anunciado isso em relação a automóveis, estaleiros e a indústria da aviação.
Mas talvez o mais significativo: depois de uma reunião do gabinete, o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, prometeu que “não haverá mais a transferência forçada de tecnologia de empresas estrangeiras, e violações dos direitos de propriedade intelectual serão castigadas com todo o rigor da lei”."
Parecia impossível com toda a gritaria do mundo contra o Trump mas o Trump enquadrou a China e vai enquadrar a CEE também que paga 2,5% de impostos para exportar carros para os Estados Unidos enquanto taxa em 10% os veículos importados dos Estados Unidos. Estados Unidos sempre teve uma relação comercial assimétrica com o resto de mundo, relação de pai para filho enquanto os "filhos" tentavam destruir o capitalismo americana. Acabou!
O Brasil deveria seguir o exemplo. Recentemente a Europa proibiu a exportaçãp de carne de vários frigoríficos num evidente movimento protecionista. Europa vende o que quiser para o Brasil enquanto o Brasil, fora as commodities, não consegue vender uma bolachinha.

Danir disse...

O Problema do Brasil, é que aqueles que comandam o pais são covardes, venais e desonestos, alem de defenderem a ideologia comunista. Em suma, falta ho mem com H para conduzir o pais.

Anônimo disse...

ESTREBUCHEM DE ODIO, RASGUEM AS ROUPAS, ESQUERDAS com o machão Trump, que emudeceram os vagabundos Obama e Hillary!
Aliás, estão sumidinhos, gozando ferias em Marte, Vênus,
hem?
As pestes malditas comunistas por onde passam são como pragas devastadoras, deixando um rastro de miseria e desilusão, trazendo apenas desgraças ao povo por onde esses muares metem suas patas com ferraduras!
Mas, têm um lindo e cativante discursinho, ótimos encenadores de teatro, palco e picadeiro sem concorrentes, de tirarem os trabalhadores e operarios das mãos dos sanguessugas do povo, duzamerikanu burguês isploradô, embora quando dominam o pedaço ainda sejam muito piores que eles!
Mas, esses pangarés relincham a palavra povo o tempo todo, mas sempre de forma hipócrita se referem ao "povo" = movimentos sociais que são as suas milicias terroristas comunistas, MSTarados, prontas para aterrorizarem se não fizerem como os DESTEMIDOS SULISTAS, METENDO O PÉ NO RABO DESSES SAFADOS!
Mas que lição e traulitadas nazoreia desses quadrilheiros, reis do atraso, né Cuba concorrrente do Velho Oeste, né Trump?

Mata Viva disse...

VEJAM AREPORTAGEM PELO 92 MES SEGUIDO, ISTO QUER DIZER QUE É UM SEGUIMENTO DO OBANANA, VÃO TI CATAR ESTADO SE SÃO PAULO

Anônimo disse...

A verdade é que nossa economia poderia estar bombando não fosse os sucessivos golpes que sofreu nesses 2 anos, pelo MPF contra os frigoríficos e criadores de gado, da PGR contra Michel Temer, de Trump, contra o Aço e o Alumínio, dos inocentes caminhoneiros manipulados pelos patrões e pelas esquerdas.

Nesses 2 anos devemos ter perdido uns 500 bilhões de reais em nossa economia. Fora esses 500 bilhões, a B3 deve ter perdido uns 300 bilhões em investimentos com a greve dos caminhoneiros.

Isso não quer dizer que temos um empresariado livre de qualquer suspeita assim como os órgãos públicos.

Bilhões que deveriam estar sendo injetados na economia estão sendo gastos com segurança publica.

Ezequiel Diniz disse...

Calma, agora em Outubro 2018, vamos eleger BOLSONARO PRESIDENTE, o começo de um novo Brasil mais justo e p melhor 🇧🇷🇧🇷🇧🇷
Fora foro de São Paulo, anto de comunistas corruptos e ladrões.