TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, maio 26, 2019

A FORÇA DO POVO NAS RUAS DE TODO O BRASIL EM APOIO ÀS REFORMAS PROPOSTAS PELO GOVERNO DO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO

IMPRESSIONANTE! EM BRASÍLIA MILHARES DE MANIFESTANTES.
Para que os leitores do blog possam ter uma ideia do tamanho das manifestações que ocorrem em todo o Brasil neste momento em apoio às reformas propostas pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro, aí logo abaixo deste texto estão algumas fotografias. 
Quem utiliza as redes sociais como Twitter e Facebook pode acompanhar tudo o que está acontecendo em todas as regiões do Brasil. Há inclusive cobertura ao vivo em vídeos postados pelos próprios participantes dessas manifestações, a mostrar que ninguém mais precisa unicamente das mídias tradicionais para estar informado. Algumas dessas fotos que estou publicando aqui são prints que fiz de imagens transmitidas online por participantes dessas manifestações.
Pelo que se constata esses eventos estão ocorrendo neste momento em todas as capitais dos Estados e em centenas de cidades pelo interior do Brasil, no que pode ser uma das maiores mobilizações já registradas na história do Brasil.
Conforme postei aqui no blog o Movimento Avança Brasil publicou uma lista de mais de 350 cidades brasileiros onde estão previstas estas manifestações de apoio às reformas propostas pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro destinadas a salvar o Brasil da bancarrota. Essas medidas salvacionistas estão engasgadas no Congresso Nacional pelo criminoso boicote do dito "Centrão" acumpliciado com a bancada comunista. Essa gente estava acostumada há anos a condicionar as votações das matérias com base em negociações conhecidas como "toma lá, dá cá", envolvendo troca de favores com base em nomeações para cargos públicos e até mesmo por quantias em dinheiro como ocorreu com o "Mensalão", por exemplo.
É a primeira vez na história do Brasil que tudo isso chega ao conhecimento amplo dos cidadãos brasileiros e isso resultou no apoio maciço ao Presidente Jair Bolsonaro que durante a campanha eleitoral afirmou que lutaria para salvar o Brasil e os brasileiros da bancarrota total que nos colocaria na situação da Venezuela. 
As manifestações deste domingo, 26 de maio de 2019, tem o objetivo de reforçar o cacife político do Governo Jair Bolsonaro. É o recado do povo nas ruas. E essa massa humana que tinge as cidades brasileiras de verde amarelo, as cores da nossa Bandeira, hipotecando total apoio ao Presidente Jair Bolsonaro tem um significado histórico inaudito. Nunca houve no Brasil algo semelhante. Esta é a verdade!
Avenida Paulista em São Paulo agora à tarde

Copacabana, Rio de Janeiro.
São Luiz do Maranhão
Belo Horizonte
Belém do Pará
Boneco de Rodrigo Maia no Rio de Janeiro
Porto Alegre

Brasília


Pelas redes sociais apelos ao 'Centrão' como é identificada a camorra maldita que aprisiona o Brasil para manter os privilégios particulares com dinheiro público, cargos e poder.
Super-Moro, um boneco gigante representando o Ministro da Justiça Sergio Moro com traje do herói dos quadrinhos Super-Homem.

MEGA MANIFESTAÇÃO NESTE DOMINGO 26/05. O POVO NAS RUAS EM APOIO AO PRESIDENTE BOLSONARO EXIGE A CONTRAPARTIDA DO CONGRESSO NACIONAL NA APROVAÇÃO URGENTE DAS REFORMAS PARA EVITAR A VENEZUELIZAÇÃO DO BRASIL!


O Movimento Avança Brasil, que ao lado de outros movimentos está engajado na campanha em favor das Reformas propostas pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro e que constituem o mote para as manifestações que ocorrerão neste domingo 26/05/2019 em todo o Brasil, produziu um vídeo em que reúne declarações de diversos youtubers em favor desse movimento popular.

Youtuber é a denominação dada essas pessoas que se dedicam a análises políticas, entre outros temas, por meio da maior plataforma de vídeos disponível na internet que é o Youtube. Quem utiliza essa ferramenta já está familiarizado com esses analistas políticos que vêm fazendo um interessante contraponto ao meios midiáticos tradicionais.

O Movimento Avança Brasil também publicou em seu site uma listagem das cidades e respectivos locais e horários onde ocorrerão manifestações em favor das Reformas propostas pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro. Para conferir a listagem basta clicar aqui.

Trata-se, portanto, de uma manifestação articulada e convocada por organizações de fora do Governo. A intenção é desse movimento é sensibilizar os parlamentares com assento no Congresso Nacional e repudiar manobras espúrias que ao longo de 130 anos da República, infelizmente, transformaram o Legislativo num verdadeiro balcão de negócios.


A ÚLTIMA CHANCE 
Não há qualquer dúvida que a aprovação do conjunto de reformas proposto pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro é um passo decisivo para recolocar as contas públicas sob estrito controle. Sem as reformas sabe-se que o futuro imediato do Brasil é se transformar numa nova Venezuela, dada à desorganização das contas públicas e a transferência de dinheiro público para ditaduras comunistas integrantes do Foro de São Paulo, como a própria Venezuela e até mesmo ditaduras comunistas africanas.

O Foro de São Paulo é uma organização esquerdista que foi fundada em 1990 em evento organizado por Lula e seus sequazes. Lula atualmente cumpre pena na cadeia, mas o Foro de São Paulo continua em atuação tendo inclusive site oficial na internet.

Por tudo isso, a ascensão de Jair Bolsonaro à Presidência do Brasil ocorreu, como se diz, no último minuto do segundo tempo. Ao longo de sua campanha Bolsonaro alertou para o descalabro econômico do Brasil e prometeu que se fosse eleito, como de fato foi, promoveria as reformas inadiáveis para evitar a venezuelização do Brasil.

Assim, as manifestações que ocorrem neste domingo, dia 26 de maior de 2019, são de iniciativa popular, portanto fora dos partidos políticos e do Governo, e têm por objetivo um apelo direto aos parlamentares para que aprovem sem mais delongas essas reformas que o Governo do Presidente Jair Bolsonaro está encaminhando ao Congresso Nacional.

Ao mesmo tempo cobrará lisura no trato dessas matérias, ou seja, o povo brasileiro repudia a prática viciosa que se configura pelo dito "toma lá, dá cá", que além de desmoralizar o Congresso Nacional põe em risco a segurança dos cidadãos brasileiros e do nosso próprio País. Haja vista para ao que acontece na Venezuela e também vem acontecendo na vizinha Argentina.

Por tudo isso essa grande manifestação marcada para este domingo 26 de maio de 2019 é histórica, pois o povo brasileiro, por sua própria iniciativa irá às ruas para cobrar uma ação cívica dos parlamentares. Ninguém aguenta mais essa sucessão de crises no Brasil onde já faltou combustível, carne e outros alimentos, a par da insegurança crônica que castiga as famílias açoitadas por planos mirabolantes de modificação do nosso padrão monetário.

A população brasileira resolveu por suas próprias mãos ir às ruas em todo o país clamar pela lisura e responsabilidade daqueles que pelo voto conferido pelos eleitores têm a obrigação de trabalhar com honestidade em consonância com as necessidades urgentes da Nação.

Sponholz: Chega de gambiarras!

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

sábado, maio 25, 2019

O MUNDO MUDOU. SÓ A GRANDE MÍDIA NÃO VIU. E O POVO BRASILEIRO VAI ÀS RUAS EM DEFESA DAS REFORMAS PROPOSTAS PELO GOVERNO BOLSONARO.


Neste vídeo o youtuber Luiz Carmargo em apenas 7 minutos consegue resumir o que de fato está rolando na política brasileira, principalmente no que diz respeito aos temas que devem levar neste domingo, dia 26 de maio de 2019, milhares de brasileiros às ruas de pelo menos 350 cidades do país. 

Além de Luiz Camargo há mais jovens talentosos produzindo análises e informações que comumente são desprezadas pela dita mainstream media, a velha grande mídia, que continua operando por meio de uma linguagem e parâmetros midiáticos pré-históricos. Sem falar na manipulação da informação em proveito da velha e carcomida política exercitada pelo cabuloso "centrão", ou seja, os esbirros do establishment, que como vampiros têm horror à luz e por isso agem nos porões do poder.

Portanto, este vídeo serve para demonstrar tudo isso e comprova um fato: a opinião pública não é mais formada apenas pelos veículos da mídia tradicional, como a televisão, rádio e imprensa. E a prova inconteste do que afirmo é que todas as grandes manifestações populares de viés conservador - as maiores da nossa história - foram organizadas só e apenas pelas redes sociais, blogs e sites independentes. Sim, porque se dependessem da dita grande mídia jamais teriam acontecido.

E isto é apenas o começo do impacto das novas tecnologias. Tanto é que os operadores do establishment tentam ressuscitar a velha censura pura e simples, algo que por si só soa no mínimo esquisito, até porque os avanços tecnológicos jamais retrocedem. Ou alguém é capaz de imaginar que a humanidade esteja disposta a voltar para o tempo do boi e do arado?

Se os gigantes da tecnologia insistirem na censura tendo por base a estratégia da guerra cultural elaborada pelos engenheiros sociais do movimento comunista, simplesmente desaparecerão. A ciência e a tecnologia - e a história está aí para provar - evoluíram justamente no calor da histórica batalha contra a censura e todos os tipos de opressão.

E o mais interessante disso tudo é que praticamente as manifestações populares aqui no Brasil e no resto do mundo sempre tiveram no passado recente um viés esquerdista. Mas isto mudou completamente! Nos últimos tempos o povo brasileiro tem ido às ruas, como fará amanhã, domingo 26 de maio de 2019, em apoio às medidas do Governo Bolsonaro enviadas ao Congresso. 

Essas manifestações recentes no Brasil têm portando uma pegada  nitidamente conservadora. E isso também está ocorrendo na maioria do Ocidente devendo tomar conta da Europa. Ao que parece os europeus descobriram finalmente que a União Europeia está fazendo o que os comunistas da ex-URSS e os Nazistas de Adolf Hitler não conseguiram fazer!

É hora de ir para as ruas. 

DESESPERADO PELO FLUXO INTENSO DA INFORMAÇÃO PELAS REDES SOCIAIS O 'ESTABLISHMENT' TENTA EM VÃO DESGASTAR A POPULARIDADE DO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO


Como noticiei aqui no blog na tarde desta sexta-feira, o Presidente Jair Bolsonaro esteve no Nordeste participando da cerimônia de entrega de 472 imóveis em um conjunto habitacional do programa Minha Casa, Minha Vida, em Petrolina (PE), que servirão de moradia própria para cerca de 2 mil pessoas. A solenidade de entrega dessas unidades habitacionais está no vídeo acima que abre esta postagem.
Praticamente a totalidade dos veículos da dita grande mídia ignorou os eventos ocorridos em Petrolina, no Estado do Pernambuco onde o Presidente Jair Bolsonaro foi recebido com muito carinho pelos nordestinos como se pode ver no conteúdo do vídeo acima, bem como em outro que postei aqui no blog. 
Enquanto ignorava a visita do Presidente Jair Bolsonaro ao Nordeste, o jornalismo partisan manteve-se operando full-time na produção de muita fofoca política de acordo com as ordens do establishment em conluio com o dito “centrão", o ajuntamento dos derrotados na eleição Presidencial de 2018, quando um turbilhão de votos levou Jair Messias Bolsonaro à Presidência da República.
Essa estratégia do deep state, ou seja, o Estado profundo, a camarilha que suga o erário desde o golpe da Proclamação da República agora já pode ser identificada. Trata-se de um esquema maligno que vem sendo passado aos seus descendentes por tradição hereditária e que há pouco, com o episódio da tentativa de assassinato do então candidato presidencial Jair Bolsonaro, deixou tudo muito claro. 
Derrotados pelos quase 60 milhões de votos que ungiram Jair Bolsonaro conduzindo-o à Presidência da República restou ao establishment e seus sequazes impedir que a vontade popular seja respeitada. E o fazem utilizando seus apaniguados dentro da máquina estatal e, de outro lado, movimentam o sistema toma lá, da cá, dentro do Congresso Nacional e alimentam as fofocas midiáticas. 
Se valem em grande medida da Constituição Comunista de 1988 que o próprio establishment elaborou, de forma tal que a governabilidade só é possível desde que o Presidente da República pertença ao dito “centrão”. Caso contrário nenhuma das urgentes reformas necessárias para evitar o caos de estilo venezuelano será recebida de bom grado por boa parte dos parlamentares.

A ordem do establishment é a geração de uma crise de governabilidade artificial. Para isso utilizam o esquema de mídia, já que podem contar com seus comparsas de primeira hora que são os jornalistas, bem como com os seus patrões agora apavorados pela raridade dos caraminguás estatais que fluíam facilmente para dentro de seus cafofos. Lembram-se das malas de dinheiro encontradas pela polícia em passado recente?
Em resumo é isto aí. E é por isso que o evento que levou o Presidente Jair Bolsonaro ao Nordeste do Brasil foi ignorado. Os algozes do povo brasileiro continuam há décadas a usar o povo nordestino para viabilizar seu estratagema de poder. E, como o Presidente Jair Bolsonaro foi recebido carinhosamente nesta sexta-feira em Petrolina, cidade importante do Estado de Pernambuco, os eternos donos do poder trataram que apagar o brilho do evento, praticamente banindo-o ou minimizando-o nos veículos midiáticos.
Não é para menos que mais de 350 cidades brasileiras prometem ir às ruas em todo o Brasil neste domingo, 26 de maio de 2019, para demonstrar o apoio da maioria da população brasileira ao Presidente Jair Bolsonaro e às propostas reformistas por ele encaminhadas ao Congresso Nacional.
Esquecem os eternos donos do poder que os cidadãos brasileiros não dependem mais da grande mídia para se informar. Com a internet, as redes sociais, blogs e sites independentes não há mais como enganar e manter a população brasileira na eterna ignorância.
Todos agora estão vendo tudo! Simples assim.

Sponholz: Domingo sem lagosta.

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

sexta-feira, maio 24, 2019

O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO CHEGA AO NORDESTE E É RECEBIDO POR CALOROSO APOIO POPULAR NAS RUAS DE PETROLINA (PE)


O Presidente Jair Bolsonaro já iniciou sua visita ao Nordeste do Brasil e acabou de postar em sua conta do Facebook o vídeo acima nas ruas da cidade de Petrolina. Por enquanto o jornalismo chulé dita grande mídia sequer deu uma notinha. Até o momento, 17 horas, os tradicionais sites noticiosos dos ex-jornalões estão fechados em copa. 

Os jornalistas da grande mídia a serviço dos golpistas do centrão, o famigerado contubérnio entre o establishment e o que restou dos comunistas, seguem boicotando o Brasil. Lutam arduamente para transformar o Brasil numa nova Venezuela.

Não passarão!

"O BRASIL JAMAIS SERÁ VERMELHO": O VATICÍNIO QUE ACABOU SE CONFIRMANDO COM JAIR BOLSONARO PRESIDENTE DO BRASIL.

A bandeira gigante em foto de reportagem do jornal O Globo que apareceu colada numa das laterais do Morro do Corcovado aos pés da imagem do Cristo Redentor há mais de 1 ano, cujo dístico "O Brasil jamais será vermelho" se confirmou com a eleição do Presidente Jair Bolsonaro.
Há exatamente 1 ano e 20 dias, o vaticínio contido numa bandeira gigante pregada numa das laterais do Morro do Corcovado, que tem no topo a estátua do Cristo Redentor de braços abertos sobre a Baía da Guanabara, com a inscrição "O Brasil jamais será vermelho", vem se confirmando. Afinal, desde o golpe da Proclamação da República é a primeira vez que o nosso país tem um Chefe de Estado declaradamente anticomunista, que é o Presidente Jair Messias Bolsonaro. 

Até hoje não se sabe quem teve a premonitória iniciativa de desfraldar aquele aviso. Supõem-se, no entanto, que o seu mentor sabia das coisas, já que a bandeira foi colada aos pés do Cristo Redentor no dia 05 de maio, coincidentemente com a data do nascimento de Karl Marx, que nasceu em Trier, Alemanha, no dia 05 de maio de 1818, portanto quando os comunistas estavam festejando o centenário do nascimento de seu guru.

E não deixa de ser interessante a reportagem então publicada pelo jornal O Globo sobre o ocorrido. A repórter da matéria inclusive conseguiu encontrar um homem que estava irado com a ocorrência: "Deve ser coisa de algum grupo extremista. Algo de quem não tem o que fazer. Espero que tirem logo a bandeira do morro".

Mas a reportagem foi mais além, entrando no terreno do ecochatismo e procurou o dito Instituto Chico Mendes - ICMbio, encarregado de multar todo aquele cidadão que for flagrado desobedecendo aquele cipoal de regras ecochatas. E o chefete do ICMBio não se fez de rogado e tascou: "É passível de multa!", referindo-se ao ato da colocação da bandeira na encosta do Morro do Corcovado.

No final das contas O Globo estava imbuído em punir aqueles anticomunistas de alguma forma. Para tanto, bingo!, a reportagem ouviu também um 'ambientalista', Mas esse jogou água fria na fervura assinalando que não teria havido "crime ambiental" e que portanto o fato não era passível de multa.

Ah! No final a reportagem retoma o centenário do nascimento de Karl Marx, concluindo: 

"Na Alemanha, as manifestações pelo bicentenário de Karl Marx são controversas. Vários protestos foram programados para denunciar o legado do autor de "O capital". Em Tréveris, terra natal de Marx, no entanto, foi inaugurada uma exposição permanente na casa onde Marx cresceu. Há ainda 600 eventos comemorativos programados para os próximos meses na cidade, como exposições, peças teatrais e palestras."
Há 1 ano e 20 dias os jornalistas da grande mídia nacional jamais imaginavam que Jair Bolsonaro chegaria à Presidência da República confirmando o dístico inscrito naquela bandeira gigante colada aos pés da estátua do Cristo Redentor: "O Brasil jamais será vermelho".
Não é à toa que tentaram matá-lo no dia 6 de setembro de 2018, quando em campanha eleitoral era carregado nos ombros de uma multidão numa rua central de cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.
Homem de fé, católico, Jair Bolsonaro escapou da morte por um milagre para mais adiante se tornar o Presidente da República do Brasil.

quinta-feira, maio 23, 2019

MAIS DE 350 CIDADES EM TODO O BRASIL JÁ CONFIRMARAM MANIFESTAÇÕES PRÓ-BOLSONARO EM 26/05, SEGUNDO O 'MOVIMENTO AVANÇA BRASIL'. SAIBA QUAIS SÃO AS PAUTAS PRINCIPAIS.

Em sua página no Facebook, conforme o print acima, a postagem do Presidente Jair Bolsonaro em relação à iniciativa popular da manifestação marcada para o próximo domingo, dia 26 de maio de 2019.
Segundo o Movimento Avança Brasil, uma das organizações populares que articula as manifestações em apoio ao Presidente Jair Bolsonaro, anunciou que até, ontem, quarta-feira (dia 22/05/2019), mais de 350 cidades em praticamente todos os Estados do Brasil confirmaram a realização de eventos, incluindo passeatas, em apoio ao Governo Bolsonaro e, principalmente, às reformas propostas e encaminhadas ao Congresso Nacional.

O site do jornal O Estado de S. Paulo publicou um matéria sobre essas manifestações e que inclusive foi recomendada no site do Movimento Avança Brasil. Faço a transcrição a parte inicial desta matéria do Estadão com link ao final para que os leitores possam ler no original que contém uma série de links.

Transcrevo também o texto que realmente oferece informações a respeito dos temas que serão enfocados nessas manifestações. Além disso, clicando aqui os leitores irão diretamente à relação das cidades e locais onde ocorrerão manifestações.

Seque a matéria do Estadão que expõe os temas que serão as bandeiras dessa manifestação que tem capilaridade nacional. Leiam:

Os atos favoráveis ao governo Jair Bolsonaro marcados para o próximo domingo, 26, têm causado divergência entre partidos, integrantes do PSL e apoiadores do presidente. Três assuntos, no entanto, são unânimes para a maior parte das pessoas que vão sair às ruas: a aprovação da reforma da Previdência, do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro e a votação da medida provisória 870, que trata da reforma administrativa e perde a validade em 3 de junho. Caso a MP caduque, o governo seria obrigado a recriar até dez ministérios. 
Alguns grupos defendem ainda o enfrentamento ao Centrão e também a criação da CPI da Lava Toga, para investigar o que qualificam como ativismo por parte de integrantes do poder Judiciário. O presidente anunciou que não vai e orientou ministros a não participarem dos atos. A manifestação também dividiu o PSL, que não vai apoiá-lo institucionalmente. Entenda, abaixo, algumas das reivindicações dos grupos: 
Aprovação da Reforma da Previdência
Uma das principais bandeiras do governo, a reforma da Previdência é vista por setores da economia como necessária para "destravar" o País, atrair investimentos internacionais e reduzir o déficit nas contas públicas. A proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata da mudança nas regras de aposentadoria está na Comissão Especial na Câmara dos Deputados. Antes, passou pela Comissão de Constituição e Justiça da mesma Casa. A estimativa do governo é de economizar R$ 1 trilhão com a mudança. Entenda o que muda com a reforma da Previdência. 
O ministro Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, apresentou no início de fevereiro um projeto de lei para fortalecer o combate à corrupção, aos crimes violentos e à criminalidade organizada. A proposta altera leis e o Código Penal. Até o momento, o projeto está na Câmara e não foi votado. Não passou por nenhuma comissão ainda. 
Aprovação da medida provisória 870
A medida provisória 870, da reforma administrativa, diminuiu o número de ministérios de 29 para 22. Ela é válida até 3 de junho e, se não for votada, perde a validade. A medida colocou o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) na alçada do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, mas deputados querem enviá-lo de volta para o Ministério da Economia.
A comissão de deputados e senadores que analisa a medida provisória da reforma ministerial decidiu por essa mudança. O grupo também decidiu pela transferência da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Justiça. 
Críticas ao 'Centrão'
A atuação do chamado 'Centrão' - grupo formado por cerca de 230 deputados de diversos partidos que não se alinham nem à oposição nem ao governo - tem causado desconforto em alguns segmentos da sociedade. Um dos grupos descontentes é o Movimento Avança Brasil (MAB). CEO do movimento, Eduardo Platon diz que o MAB vai manifestar para repudiar o comportamento de "bloqueio de pautas" do Centrão.
"Esses políticos atuam como negociadores, não estão comprometidos com as agendas. Virou um balcão de negócios", afirma. "Esse pessoal do Centrão funciona quando aperta o calo deles. Quando não aperta, recuam nas pautas. Então, a gente procura manter sempre uma vigilância", afirmou o responsável pelo grupo fundado em fevereiro de 2015 que foi atuante no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e na eleição. 
CPI Lava Toga 
Segundo alguns dos organizadores dos protestos, uma parcela do Judiciário nacional atua de maneira política e não técnica. Eles apoiam a criação da CPI da Lava Toga, para investigar eventuais abusos. Em março, senadores protocolaram um requerimento para criar a comissão parlamentar de inquérito para investigar o "ativismo judicial" em tribunais superiores.
O documento, que conta com 29 assinaturas, foi a segunda tentativa de emplacar a comissão no Senado. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse, à época, que a medida não faria bem para o Brasil. "Topo fazer um diálogo em relação à reforma e ao aprimoramento da questão do Judiciário. Não vejo neste momento uma CPI do Judiciário e dos tribunais superiores. Não vai fazer bem para o Brasil", afirmou.

Alcolumbre também citou o regimento interno do Senado que proíbe esse tipo de CPI. O artigo 146 prevê que CPIs sobre matérias pertinentes à Câmara dos Deputados, às atribuições do Poder Judiciário e aos Estados não serão admitidas. "Seria um conflito que nós criaríamos contra o regimento interno do Senado num momento decisivo da história do Brasil", afirmou.

quarta-feira, maio 22, 2019

GRAÇAS À MAIORIA CONSERVADORA A LIBERDADE, A ORDEM, A DECÊNCIA E A DEMOCRACIA AINDA PREVALECEM NO MUNDO OCIDENTAL


Os estimados leitores deste blog devem ter notado que publiquei no último sábado uma postagem sobre o resultado da eleição na Austrália. Toda a grande mídia e os institutos de pesquisa davam como favas contadas a vitória do Partido Trabalhista, a sucursal do movimento comuno-globalista. Mas quem venceu foi o Partido Conservador.

Vejam portanto que há uma união ideológica da mainstream media em nível global. Os jornalistas dessas empresas de comunicação no mundo inteiro têm comportamento igual. São viciados em fake news e comunismo desde de criancinhas. Se for para a destruição da Cultura Ocidental vale tudo. E o conteúdo do vídeo revela também como a campanha dos comunistas tinha como pièce de résistance os preceitos da guerra cultural que envolvem ecologia, diversidade sexual e proibições e ameaças diversas.  

Esqueceram, entretanto, de que na Austrália, nos Estados Unidos, no Brasil e em todo o Ocidente prevalecem os valores conservadores que orientam as ações da maioria dos povos ocidentais.

E a palavra "povo" é sempre utilizada para definir aquela maioria silenciosa que normalmente trabalha, estuda, tem família e seu principal ponto de referência é o lar, a residência, a casa da família. Essa maioria nunca é notícia na grande mídia. Mas vota! E normalmente vota nos candidatos a cargos eletivos que professam o conservadorismo, ora bolas!

Aliás, aqui mesmo no Brasil se viu há pouco a torrente de votos que levou Jair Bolsonaro à Presidência do Brasil. É aquela mesma maioria silenciosa que no Referendo de 2005 não caiu na pegadinha dos comunistas e disse "não" à proibição da comercialização de armas de fogo. O resultado foi detonado na maior cara dura pelos "digníssimos" parlamentares atendendo sem discussão às ordens dos comunistas então no poder no Brasil. Resultado: fizeram tábula rasa do resultado do referendo e criaram o tal Estatuto do Desarmamento, um doce e côco para o banditismo e para os contrabandistas de armamento. Deu no que deu! O Brasil é recordista mundial em assassinatos e violência.

A mostrar que na Austrália como aqui no Brasil e em praticamente todo o Ocidente os conservadores constituem a maioria das respectivas populações.

Pois bem. Voltei ao assunto da eleição australiana porque a Embaixada da Resistência no Facebook fez a tradução com legendas em português do vídeo que abre esta postagem e que mostra sem qualquer tergiversação o que aconteceu por lá. E anotou:

Enquanto isso na Austrália, a esquerda chora...
Tinham palhaços e foguetes preparados para a festa e até uma casa de apostas já havia distribuído o dinheiro da vitória dos "Trabalhistas". Mas deu errado...
Talvez na próxima com ainda mais ajuda da "fake mídia" e com um reforço da censura nas redes, consigam finalmente destruir a Austrália com mais impostos, mais taxas, mais "progressismo", mais imigração ilegal em massa e até quem sabe com pragas de gafanhotos para "salvar o Planeta".
Por enquanto, parabéns Austrália!

Sponholz: Excesso de excrementos.

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

terça-feira, maio 21, 2019

NÃO TEM PREÇO VER O 'CENTRÃO' DESNORTEADO. O POVO BRASILEIRO DECIDIU TOMAR AS RUAS DO BRASIL EM APOIO AO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO E ÀS REFORMAS PARA SALVAR O BRASIL.


Neste vídeo aí acima o jornalista e youtuber Bernardo Küster, que dispensa apresentação, vai diretamente ao ponto sobre o que está rolando em nível político, ou sejam, as ditas pressões e contrapressões no que respeita ao mega movimento popular que está se agigantando com vistas à manifestação do povo brasileiro prevista para 26/05, em apoio ao conjunto de reformas proposto pelo Governo do Presidente Jair Bolsonaro. A bandeira principal é a Reforma da Previdência que vem sendo adiada há anos pelos governos passados.

Nenhum dos governos, desde a dita Nova República que sucedeu o regime militar, quis arcar como o ônus político de passar a limpo as contas governamentais. Todas as vezes usaram artifícios para manter a roubalheira dos cofres públicos. 

Chegou-se, entretanto, a um limite extremamente perigoso que nos separa por um fio de uma tragédia nos moldes da Venezuela. Mas nem essa realidade brutal sensibiliza o famigerado "centrão" que reúne os herdeiros dos históricos predadores do Brasil desde a Proclamação da República. De 1889 até o hoje, portanto, durante mais de um século, a maioria dos brasileiros come apenas o pão que o diabo amassou.

Notem que é a primeira vez em nossa história que um Presidente da República encara de frente esse problema crônico. É o Presidente Jair Messias Bolsonaro! E o faz na derradeira hora, no último minuto do segundo tempo se preferem a metáfora futebolística.

E é também pela primeira vez que o dito "centrão", esse contubérnio dos predadores da nossa Pátria está acuado. Pululam pelos labirintos do Congresso Nacional tendo sempre à mão algum jornalista da grande mídia para fazer rodar a usina de fofocas, desinformação e fake news.

Cansado de batalhar e sempre perder a guerra, desta feita o povo brasileiro decidiu partir pra cima de forma vigorosa para por um fim nesse cipoal de iniquidades. Esse povo elegeu o Presidente Jair Bolsonaro para fazer o que ele realmente está propondo e, ele o povo, decidiu manifestar o seu apoio inconteste ao nosso Presidente.

Os quase 60 milhões de eleitores que elegeram o Presidente Jair Bolsonaro vão às ruas de todo o Brasil neste 26 de maio de 2019 em seu apoio total e irrestrito ao nosso Presidente. Ao mesmo tempo execrarão o maldito "centrão" do qual fazem parte os operadores do establishment, essa organização que age nas sombras e que se considera acima de todos! 

Só os néscios desconhecem esta brutal realidade. Mas aquele contingente extraordinário de eleitores que levaram Jair Bolsonaro à Presidência da República sabe perfeitamente o que está acontecendo e de onde procede o mal que aflige todas as famílias brasileiras. E sabem muito bem quem são os velhos algozes e também os novos que acabam de ser comprados pela bandalha do "centrão' dentro do velho esquema do toma lá, dá cá! 

No vídeo, de forma coloquial e direta Bernardo Küster explica tudo. Vale a pena ver o vídeo e compartilhar à farta esta postagem utilizando aqui mesmo no blog, logo abaixo deste texto, os ícones das redes sociais. É só clicar e mandar pra frente!