sexta-feira, março 06, 2015

RENAN CALHEIROS QUER SABER DO QUE É ACUSADO NO PETROLÃO. É BRIGA DE CACHORRO GRANDE DENTRO DE UM GRANDE LAMAÇAL.

Depois de ter defendido a possibilidade de mudança nas regras de eleição do procurador-geral da República, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), encaminhou nesta sexta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido para ter acesso aos documentos que o ligam à Operação Lava Jato e ao escândalo do petrolão. O peemedebista, que tem elevado o tom contra o governo desde que foi informado de que era uma das autoridades da temida "lista de Janot", foi apontado pelo delator Paulo Roberto Costa como responsável por negociar um acordo para que o fundo de pensão dos Correios (Postalis) comprasse 50 milhões de reais em debêntures emitidos em nome da agência de viagens Marsans, controlada pelo doleiro Alberto Youssef.
Na petição enviada ao STF na manhã desta sexta, o advogado do Senado Alberto Cascais pede acesso às citações contra Renan para que ele possa fazer considerações sobre as suspeitas e começar a montar uma estratégia de defesa. De acordo com o defensor, o procurador-geral Rodrigo Janot violou normas internas do Conselho Nacional do Ministério Público e do Conselho Superior do Ministério Público ao não informar previamente às autoridades sobre os pedidos de abertura de inquérito. No documento, Calheiros pede acessos aos documentos antes da efetiva abertura de inquérito no STF.
"A petição é para garantir o direito de defesa, mas também em razão do caráter institucional que se deu ao caso, já que o presidente Renan preside o Poder Legislativo, o Congresso Nacional", disse Cascais ao site de VEJA. No pedido enviado ao STF, Renan critica o vazamento de informações confidenciais sobre a Operação Lava Jato e ataca o procurador-geral. "O PGR, saindo de sua praxe, não concedeu ao peticionário a mínima oportunidade de esclarecer previamente fatos ou insinuações que contra ele porventura tenham sido levantados. Mais do que os princípios recomendados pela prudência e pela responsabilidade institucional, em claro descumprimento das normas a que os membros do Ministério Público se encontram submetidos, o PGR deixou de observar regra expressa prevista em resolução do Conselho Nacional do Ministério Público", afirma. A Resolução 77, de 2014, porém, prevê que "sempre que possível" o autor do fato investigado será procurado para prestar esclarecimentos.
"É inegável que a mera instauração de inquérito contra uma autoridade pública, notadamente um Chefe de Poder, pode provocar fortes repercussões institucionais, de modo que a solicitação em casos tais deve se cercar de redobrado zelo, afigurando-se inexplicável a omissão quanto à prévia abertura de prazo para esclarecimentos", diz trecho da petição enviada ao STF, critica Renan.
Nesta quinta, Calheiros partiu para o ataque contra o Ministério Público e indicou que a Casa poderia discutir uma nova regra para a eleição do procurador-geral da República. Ele disse que o atual procurador-geral Rodrigo Janot está em campanha para ser reconduzido ao cargo e defendeu que, a exemplo de outras autoridades, ele deveria se afastar do posto para pedir votos para um novo mandato. Essa foi a primeira reação explícita do senador contra o MP desde o envio, na terça-feira, de 28 pedidos de abertura de inquérito contra autoridades suspeitas de participação no escândalo do petrolão. Do site da revista Veja

NOTÍCIA DE JORNAL INDICA QUE GOVERNO DO PT ESTÁ PRESTES A DESABAR. BASTA UM LEVE TOQUE.

Clima de velório
Como todos os leitores bem sabem, pelo menos os mais atilados e bem informados, a Folha de São Paulo é órgão oficial do PT. E quando o calo petralha começa a doer entra em campo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, que é mui amiga da Dilma, para providenciar um linimento sobre a calosidade vermelha entumescida.
A novidade, afirma Bérgamo, é que a Dilma estaria em busca de um ‘consenso nacional’ para não ter de sair pela porta dos fundos do Planalto. Esse consenso, segundo a colunista petista, incluiria o PSDB e os interlocutores seriam FHC e José Serra.
Espera-se que essa notícia seja apenas um balão de ensaio. Se não procede, FHC e Serra devem, por certo, manifestar-se nesta sexta-feira. 
Se ficarem calados aquecem o caldeirão de insatisfação popular que deve transbordar para as ruas na grande manifestação marcada para este 15 de março e serão alvos, evidentemente, da ira popular.
Ah! A mesma colunista do PT formula uma daquelas notinhas marotas dando uma cacetada no Aécio Neves. 
Seja como for, os fatos indicam 100% que Lula, Dilma et caterva do PT serão derrubados do poder. Sim, a situação é grave. E a cada minuto que passa torna-se pior. É algo nunca visto antes na história do Brasil. É terra arrasada. Chegou-se a uma situação que só a derrubada total do PT do poder salvar o Brasil e os brasileiros. Por isso mesmo em 15 de Março os brasileiros estarão nas ruas não só de São Paulo e Rio de Janeiro, mas em todos os cantos e recantos do Brasil.
Leiam o que diz a colunista:
NAQUELA MESA
A rápida deterioração do quadro político e o agravamento da crise econômica podem obrigar Dilma Rousseff a buscar um pacto político no país, esforçando-se para incluir nele o PSDB. A ideia já é discutida entre dirigentes e ex-ministros do PT.
EMPURRÃO
O empurrão viria de setores empresariais e financeiros com pânico da recessão (só o setor de máquinas e equipamentos prevê demitir 30 mil neste ano). E também de lideranças políticas atingidas pelo aprofundamento da crise. Nesta semana, milhares de professores em greve saíram às ruas no Paraná para protestar contra o governador tucano Beto Richa, por exemplo.
EMPURRÃO 2
A possibilidade de rodízio de água em SP também coloca o governo do tucano Geraldo Alckmin em alerta, pelo potencial de turbulência social que a medida pode gerar.
EMPURRÃO 3
Além de governadores do PSDB, também José Serra (PSDB-SP) e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso são vistos como possíveis interlocutores de um diálogo emergencial para que o caldo não entorne de uma vez.
ÁGUA FRIA
A exclusão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) da lista de envolvidos no escândalo da Operação Lava Jato frustrou boa parte do governo e do PT. O procurador-geral, Rodrigo Janot, que fechou o documento, não guardou segredo quanto ao fato de o tucano estar citado em delações premiadas. Isso foi entendido como um sinal de que ele não pouparia o tucano.

PSICOPATAS E HISTÉRICOS DO PT E PSOL ATACAM PRESIDENTE DA CPI DA PETROBRAS NUM EPISÓDIO BURLESCO QUE ANTECIPA O ENFRAQUECIMENTO DO ESQUERDISMO NO BRASIL


Desde os velhos tempos de jornal diário impresso, quando cobria política, curto um tumulto em plenário...hehe... Mas ver esta escaramuça protagonizada por um bando de psicopatas e histéricos comunistas que até ontem deitavam e rolavam no Congresso Nacional, não tem preço.

É que as velhas e calejadas raposas do PMDB sentiram o cheiro de carne queimada. Os comunistas do PT, PSOL e correlatos verão a partir de agora o que é bom para tosse. Suas vitórias no parlamento se deram sempre à custa do apoio do PMDB. Mas quando o PT resolveu dar o pulo do gato numa artimanha com Gilberto Kassab, para mais adiante descartar o PMDB, as velhas e calejadas raposas peemedebistas entraram e ação.

Dá para morrer de rir ver esses sabujos do Lula endoidando. É histeria típica desses jagunços ideológicos que estavam acostumados a fazer o que bem entendiam na Câmara e no Senado. 

O que desatou o ataque de nervos na galera petralha foi o fato de que o presidente da CPI, o jovem deputado Hugo Motta, anunciou que iria nomear as sub-relatorias da CPI. Os esquerdistas queriam que o petista Luz Sérgio, como relator, nomeasse essas sub-relatorias. Argumentam que isso estaria de acordo com regimento. Todavia, do regimento é omisso.

O presidente da CPI, deputado Hugo Motta, apesar de estar no segundo mandato, tem apenas 25 anos de idade, mas já avisou que não estará ali como um "fantoche" e que também é bom de briga.

O presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha apareceu depois calmamente no recinto dando apoio pessoal ao jovem presidente da CPI, enquanto os histéricos rangiam os dentes e babavam na gravata.
Segundo salientou Eduardo Cunha, as decisões do aliado têm previsão regimental. Cunha, que tem a prerrogativa de revisar deliberações dos comandos das comissões, adiantou inclusive que vai bancar o entendimento firmado por Motta.

"Não há dúvida nenhuma de que a decisão dele será mantida. As pessoas estão acostumadas a achar que no Parlamento tem que ter confusão e ganhar no grito. Temos que fazer o que for correto para a investigação prosseguir", disse Cunha.
Se o PT pensava que poderia descartar o PMDB atendendo o cronograma do Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro, que pretende transformar todos os países latino-americanos em republiquetas comunistas de viés cubano, está enganado.
Quem é capaz de estabelecer links entre os fatos, fazer uma análise de conjuntura, já sabia de antemão que mais dia menos dia tudo isso que está acontecendo agora haveria mesmo de acontecer. 
Não se trata de nenhuma bonomia do PMDB. Nada disso. Trata-se apenas de uma realidade política que os analistas da grande mídia escamoteiam. Alguns por ignorância e até mesmo ingenuidade; outros porque fazem parte do esquema do Foro de São Paulo. Cumprem missão dentro das redações dos jornalões e das redes de televisão e rádio e vivem mentindo todos os dias.
Seja como for não deixa de ser extremamente auspiciosa essa reviravolta política que espreme Lula, Dilma e seus sequazes e que pode ter consequências de toda ordem, inclusive o impeachment da "presidenta" e a proscrição do PT e demais partidos de viés comunista. Isto faz sentido. Se é proibido partido nazista, por que então é permitido partido comunista?, se ambos são verso e anverso da mesma medalha, ou seja, do totalitarismo assassino. 

Sponholz: Afinal, o que irá acontecer?


quinta-feira, março 05, 2015

POR QUE A DEMOCRACIA ESTÁ EM RISCO NO BRASIL?

A grande manifestação popular anti-PT no dia 1º de novembro de 2014. Abaixo a foto da capa da revista destacando a reportagem-bomba que abalou o Brasil: Lula e Dilma sabiam de tudo.
O procurador-geral da República Rodrigo Janot recomendou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que não abra investigações sobre um possível envolvimento da presidente Dilma Rousseff no petrolão, informa a edição desta quinta-feira do jornal Folha de S. Paulo. A presidente foi citada no depoimento do delator Alberto Youssef à Polícia Federal. Segundo a Folha, o nome de Dilma estaria entre os pedidos de arquivamento feitos por Janot. Na decisão, o procurador-geral teria levado em conta o artigo da Constituição que define que um presidente, na vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado por atos que não sejam relacionados ao exercício de suas funções.
O procurador-geral também pediu o arquivamento da investigação contra o senador Aécio Neves(PSDB-MG). Na avaliação de Janot, o tucano foi citado de forma genérica e sem a apresentação de indícios mínimos. Segundo a Folha, o procurador-geral sugeriu ainda o arquivamento do caso contra o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). As solicitações de Janot serão analisadas pelo ministro Teori Zavascki, relator do processo da Lava Jato no Supremo.
Conforme revelou VEJA em outubro, Dilma e seu antecessor Lula foram citados pelo doleiro Alberto Youssef em seu processo de delação premiada. Perguntado pelos investigadores da Lava Jato sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção, o doleiro foi taxativo: "O Planalto sabia de tudo!". "Mas quem no Planalto?", perguntou o delegado. "Lula e Dilma", respondeu Youssef.
Lista - Na noite de terça, Janot encaminhou ao Supremo 28 pedidos de investigação contra 54 pessoas, incluindo parlamentares suspeitos de terem recebido propina no escândalo do petrolão e autoridades sem direito a foro privilegiado. Houve sete pedidos de arquivamento. Os nomes dos presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), estão entre as autoridades alvos de pedidos de abertura inquérito pelo chefe do Ministério Público.
Apesar dos pedidos, a identidade da maior parte dos deputados e senadores apontados como beneficiários do petrolão ainda é mantida em sigilo. O relator do caso no STF, ministro Teori Zavascki, pretende nos próximos dias dar ampla publicidade aos nomes das autoridades investigadas, determinando que fiquem em segredo apenas situações que possam atrapalhar o andamento das apurações - como quebras de sigilo, grampos telefônicos e buscas e apreensões. Do site da revista Veja


A VENEZUELIZAÇÃO DO BRASIL?
Se prosperar a operação abafa-petrolão desencadeada pelo PT não há dúvida que a fragilização das instituições democráticas levadas a efeito pelo Foro de São Paulo podem ser maior do que se imagina.

O Foro de São Paulo é a organização esquerdista fundada por Lula e Fidel Castro em 1990, num congresso na capital paulista, destinada a transformar todos os países latino-americanos em repúblicas socialistas do século XXI, eufemismo que esconde, na verdade, a cubanização de todo o continente sul americano.

A Venezuela é o exemplo mais concreto da ação do Foro de São Paulo. A corrupção desenfreada com o assalto aos cofres públicos é o modus operandi do esquema do Foro de São Paulo. Não se trata apenas de roubalheiras comuns, mas de uma forma de cooptar todos os agentes políticos e econômicos. O dinheiro público passa a comprar consciências viabilizando o aparelhamento completo de todas as instâncias estatais. 

Uma das características desse neocomunismo é ter como sócios empresários e banqueiros. O golpe contra o Estado de Direito democrático se dá por etapas. Foi assim que ocorreu na Venezuela, que é o exemplo mais evidente. Lá os Poderes Legislativo e Judiciário já estão completamente aparelhados, bem como as Forças Armadas.

Na Argentina também avança o sistema dito bolivariano. O caso Nisman mostra que já ocorre a eliminação física de opositores do regime. Na Venezuela já aconteceram vários assassinatos e já existem algumas dezenas de presos políticos, dentre eles o líder oposicionista Leopoldo Lopez. Mais recentemente o tiranete Nicolás Maduro mandou, sem mais nem menos, prender o prefeito de Caracas.

Os últimos acontecimentos no Brasil sugerem que o projeto do Foro de São Paulo permanece incólume e avançando. A obstrução aos trâmites legais para a apuração completa dos crimes do petrolão já é uma evidência concreta da fragilidade de todas as instituições democráticas. Virtualmente, já se vive numa ditadura socialista. 

Duas conclusões: 1) a democracia brasileira corre um sério risco no Brasil. 2) A salvação da democracia brasileira depende de tão somente de duas providências: impeachment da Dilma e a proscrição do PT e de todos os partidos esquerdistas revolucionários.

quarta-feira, março 04, 2015

CRESCE NAS REDES SOCIAIS ORGANIZAÇÃO DA MEGA MANIFESTAÇÃO DE 15 DE MARÇO! YOUTUBE, FACEBOOK, TWITTER E WHATSAPP ESTÃO BOMBANDO! CONVOCAÇÃO GERAL E IRRESTRITA.



Rafael Oliveira é um carioca, ativista político na web, presença permanente nas redes sociais sempre em cima do lance. Em outras oportunidades tive a satisfação de postar seus vídeos aqui no blog. Com a mega manifestação anti-PT marcada para este 15 de Março, ele volta à carga, como mostra este vídeo que já viaja pelas redes sociais.

Desta feita Rafael Oliveira, como sempre, larga tudo e de dedica de corpo e alma na defesa dos valores democráticos, principalmente quando a democracia brasileira corre real perigo sob o assédio enlouquecido do Foro de São Paulo, que, felizmente, perde terreno em todo o continente latino-americano. 

Entretanto, como o Foro de São Paulo é uma organização de viés comunista, dito bolivariano, não vai tirar suas garras sobre o Brasil e demais países latino-americanos facilmente. A luta está apenas começando para banir o comunismo do século XXI definitivamente do horizonte do Brasil e de todo continente.

No Brasil o PT, que comanda o Foro, está balançando. Seus dirigentes e acólitos estão apavorados. Perdendo o Brasil, o Foro de São Paulo derrete e isso significa que a liberdade será restaurada não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina, a começar pela Venezuela.

Neste vídeo Rafael Oliveira, que assina @rafasoli no Twitter, revela como a mega manifestação marcada para o dia 15 de março (está pertinho!) se organiza de forma livre pelas redes sociais e como todos os cidadãos podem participar e contribuir para essa que poderá ser a maior manifestação popular da história do Brasil.

Grave seu vídeo, contando porque você vai no dia 15/03 e mande para o WhatsApp 21 96850-9878 ou para o e-mail dia15euvouporque@gmail.com
Sugestão! Comece com: 'Dia 15, eu vou porque...
Está aí o esquema. Qualquer cidadão pode gravar seu vídeo e enviar para os endereços acima que serão amplamente divulgados. É isso aí Galera. Vamos nessa!

AS DEZ PESSOAS MAIS INTELIGENTES DA HISTÓRIA. CAMPEÃO DE QI É UM NORTE-AMERICANO.

William Sidis foi uma criança prodígio americana. Aos 2 anos de idade, Sidis já lia o New York Times e escrevia (em inglês e francês) na máquina de escrever. Aos 9 anos, foi aceito na Universidade de Harvard — mas, sem capacidade emocional para frequentar as aulas, só pode ingressar aos 11 anos. Sidis faleceu com 46 anos em 1944 devido a uma hemorragia cerebral. A estimativa de seu QI varia de 200 de 300. Entre os 10 mais inteligentes William Sidis é o campeão em nível de QI.
O engenheiro eletroquímico americano Libb Thims, que estuda a genialidade humana, listou as 40 pessoas mais inteligentes da história. O escritor alemão Johann Goethe lidera o ranking. Nas 20 primeiras posições aparecem nomes como Leonardo da Vinci, Nicolau Copérnico, Isaac Newton, Galileo Galilei, Nikola Tesla, William Shakespeare, Voltaire e Marie Curie.
Para criar o ranking, Thims não usou somente o QI (quociente de inteligência) das personalidades - embora os testes de QI sejam uma medida altamente imprecisa e controversa, o método ainda é tido como uma das principais formas de avaliar as capacidades intelectuais. Ele optou por considerar também a capacidade de realização de cada personalidade, antes de lhe conferir o título de gênio.
Para não excluir personalidades que nasceram antes da invenção dos testes de QI, Thims usou como referência a metodologia Cox, que estima o QI dos trezentos maiores gênios que viveram entre 1450 e 1850. A metodologia foi historicamente determinada através de 1.500 biografias, realizações de vida de cada indivíduo e habilidades reconhecidas na infância. Além disso, o material foi revisado de acordo com a Escala Stanford-Binet, primeiro indicador para medir a inteligência humana.
Os primeiros colocados na lista elaborada por Thims têm QI estimado em torno de 200. A título de comparação, cerca de 50% da população mundial possui QI de 90 a 105, que é considerada inteligência média. Estima-se que apenas 2% da população mundial possua QI acima de 150. Do site da revista Veja onde há as fotos e informações de cada um dos 10 mais inteligentes da história.

Sponholz: Um desastre anunciado!


MAIS VALE DOIS ANTAGONISTAS NA MÃO DO QUE TODA A GRANDE MÍDIA BRASILEIRA. JÁ SE SABE O QUE DILMA DIRÁ EM REDE NACIONAL DE TELEVISÃO. É MUITA CARA DE PAU.

O Antagonista, o site dirigido e escrito por Diogo Mainardi e Mário Sabino, deu mais um glorioso furo jornalístico nos alegres rapazes e meninas da grande mídia nacional que, como sempre, estão mais preocupados em atender as ordens do Palácio do Planalto. 
Sabe-se que Dilma, emulando Nicolás Maduro, o tiranete venezuelano, entrará em rede nacional neste domingo para proceder aquilo que pode ser seu derradeiro ato como presidente, ou seja, defender o indefensável, seu governo, o governo do PT.
O Antagonista teve acesso ao roteiro, evidentemente escrito pelo indefectível marketeiro João Santana, especialista em coordenar campanhas eleitorais de tiranetes bolivarianos.
Sorry periferia, mas dois jornalistas apenas estão fazendo muito, mas muito mais que as redações inteiras dos jornalões e mega redes de televisão.
Aqui um resumo do que Dilma dirá os brasileiros. É muita cara de pau. Tchau Dilma! Leiam:
No domingo à noite, um programa humorístico irá ao ar em cadeia nacional. A pretexto de comemorar o Dia Internacional da Mulher, Dilma Rousseff fará a defesa do seu governo, para tentar resgatar a popularidade.
O Antagonista teve acesso ao roteiro. A ex-guerrilheira de esquerda contará as seguintes piadas:
a) Que o país, apesar das adversidades, entrará em novo ciclo de crescimento
b) Que nunca antes a corrupção foi tão combatida no Brasil
c) Que ela vai avançar ainda mais na luta contra a corrupção com o lançamento de um pacote de medidas duras
d) Que ela está comprometida com a defesa da Petrobras, contra aqueles que sonham privatizar esse patrimônio do povo brasileiro
e) Que os programas sociais do PT são uma maravilha, e tem mais um: a Casa da Mulher Brasileira
Quer piada nova? Vá para a rua no dia 15.

RODRIGO JANOT: O PÔNCIO PILATOS DA REPÚBLICA DE BANANAS.


Neste vídeo o excelente comentário da jornalista de Veja, Joice Hasselmann, sobre a mais autêntica operação abafa petrolão. Refere-se à tal "lista de Janot", o listão de políticos envolvidos no petrolão, a fabulosa roubalheira na Petrobras, entregue ontem ao STF. Na mais perfeita operação "bolivariana" Rodrigo Janot, vejam só, o Procurador Geral da República, lavou as mão em relação ao rigor da lei para os políticos do petrolão. Todos foram nivelados por baixo. A hierarquia do crime foi deixada de lado. Enquanto isso, os primeiros vazamentos dos nomes já acontecem

O comentário de Joice diz tudo. Tudo o que a maioria dos ditos analistas políticos dos jornalões e grandes redes de televisão jamais dirão.
A chamada para o vídeo no site de Veja está perfeita. Tão perfeita que decidi transformá-la no título deste post. 

Estamos vendo todas as instituições democráticas do Brasil sendo pisoteadas de forma debochada. Tudo igual ao que aconteceu na Venezuela. Lá o esquema do Foro de São Paulo está mais adiantado. Tanto é que acabei de ler no jornal El Nuevo Herald a denúncia da Oposição venezuelana afirmando que o tiranete Nicolás Maduro poderá até mesmo suspender as eleições legislativas.

E sempre me lembro que há algum tempo, quando o câncer ainda não tinha eliminado o defunto caudilho Hugo Chávez e o dinheiro dos outros não havia acabado, Lula afirmou que "na Venezuela tem democracia até demais".

Os alegres rapazes da grande mídia brasileira deram curso à informação e foram incapazes de censurar com vigor a mentira de Lula. Nessa época o dinheiro dos outros não havia acabado e Lula vivia cruzando os ares à bordo do aerolula junto com Rosemary Noronha. O mensalão já havia sido descoberto e Lula e seus sequazes iniciavam o petrolão.

Sponholz: O homem da camisa vermelha no STF.


"BANDILMA" VISITA OS CAMINHONEIROS QUE CONTINUAM MOBILIZADOS EM BRASÍLIA PRESSIONANDO O GOVERNO.

"Bandilma" entre os caminhoneiros (Foto: Correio Braziliense).
Pela reportagem do jornal Correio Braziliense, constata-se que o movimento dos caminhoneiros entrou em compasso de espera. Há pelo menos uns 60 caminhões estacionados nas proximidades do estádio Mané Garrincha. Os bloqueios nas rodovias diminuíram mas o movimento permanece de pé. 

Os caminhoneiros resolveram suspender por enquanto o 'buzinaço' e o destaque ficou por conta da "Bandilma", uma mulher imitando a Dilma que visitou os caminhoneiros. Transcrevo a matéria do Correio Braziliense sendo que lá no site do jornal podem ver vistas diversas fotografias da concentração do caminhoneiros. Leiam:

Após a reunião entre caminhoneiros e parlamentares no Congresso, no final desta tarde de terça-feira (3/3), um dos líderes do movimento, Ivan Schmidt disse que foi convidado para se encontrar com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, no Palácio do Planalto. No caminho para a suposta segunda reunião, Schmidt confessou estar otimista quanto às negociações. Ele disse que a expectativa é só realizar "buzinaço" para "comemorar resultados". A assessoria da presidência, contudo, contesta a informação.
Os parlamentares convidaram líderes para audiência pública nesta tarde, quando foram visitá-los, no local onde o grupo estava concentrado, no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha. Entre os manifestantes, uma mulher, que preferiu não se identificar, estava fantasiada com roupas que faziam alusão à figura da presidente Dilma Rousseff. Desde ontem (2/2), chegaram cerca de 30 caminhoneiros preparados para o protesto, marcado para hoje.
Com uma faixa onde se lia o título 'Bandilma', uma servidora pública de 45 anos, natural de Mossoró (RN), apoiava o movimento. O pai, que trabalhou por 45 anos como caminhoneiro, faleceu aos 74 anos, em 2007, e sempre se queixou das rodovias sucateadas e do baixo custo do frete. "É uma categoria injustiçada aos olhos do governo. Meu pai sofria para trazer um pouco de dinheiro para casa. Em muitas ocasiões, fiquei mais de um mês sem vê-lo", afirmou.
A pauta dos manifestantes inclui, entre outros: a redução do percentual do último aumento do PIS/Cofins sobre o Diesel, ou seja, diminuição no preço do combustível; que o governo defina a opção por uma tabela mínima de frete nas discussões que serão realizadas no próximo 10/3; abertura de linha de crédito especial para o transportador autônomo de cargas; carência de 12 meses para pagar as parcelas de financiamento da compra dos caminhões e o perdão de multas, notificações e processos judiciais aplicados durante as manifestações.
Os caminhoneiros começaram os bloqueios no final de fevereiro. No auge das manifestações, quarta-feira (25), foram 129 trechos bloqueados em 14 estados. No dia seguinte, na quinta-feira, o governo chegou a um acordo com representantes dos caminhoneiros, após longa reunião, com a presença de empresas transportadoras e líderes dos setores afetados pelos bloqueios das rodovias. 
No entanto, havia divergência sindical - liderada por Ivar Schmidt - quanto ao acordo, e as paralisações continuaram, em menor escala.  Até as 17h de ontem (2/2), tinham sido registradas 35 manifestações em seis estados — Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo. O movimento perdeu força à noite, mas, às 19h, três estados (SC, MT, RS) ainda tinham 22 pontos de bloqueio em estradas.
A presidente Dilma Rousseff sancionou, sem vetos, a Lei dos Caminhoneiros ontem (2/3), como parte do acordo apresentado pelo governo para o fim das paralisações. No entanto, as pautas principais - a diminuição do preço do frete, do diesel e dos pedágeos - não havia sido contemplada. Do site do Correio Braziliense

Sponholz: Janot "esqueceu" do Lula.


terça-feira, março 03, 2015

LOBÃO, O RETORNO: POVO NA RUA EM 15 DE MARÇO TEM TUDO PARA MUDAR O BRASIL. IMPEACHMENT ESTÁ PRONTO E FALTA APENAS O EMPURRÃO FINAL.


Neste video o cantor, compositor e escritor Lobão é entrevistado por Diogo Mainardi sobre a manifestação anti-PT marcada para o próximo dia 15 deste mês de março. É que Lobão que no passado chegou a subir nos palanques do PT, há muito tempo passou a fazer oposição ao governo do PT não apenas pelas redes sociais mas ao vivo e em cores. Tanto é que lá estava Lobão no Congresso Nacional quando Renan Calheiro mandou a polícia retirar cidadãos que estavam nas galerias do plenário durante a rumorosa votação do orçamento.

E há um bom tempo que Lobão também vem realizando hangouts por meio do Youtube e debatendo com ativivistas políticos, intelectuais e diversas personalidades que cerram fileiras contra o governo do PT. A bem da verdade Lobão, com sua popularidade e prestígio como artista pioneiro do rock no Brasil, foi importante para romper a inércia política dos brasileiros.

Alguns leitores aqui no blog dia desses indagavam onde estaria Lobão. Neste bate-papo com Diogo Mainardi, o Lobão mostra que continua em campo e revela, inclusive, que esteve novamente no Congresso Nacional conversando com diversos parlamentares e ficou sabendo que o impeachment já estaria protinho para chegar aos finalmente. Segundo Lobão, falta apenas o empurrão final do povo brasileiro. Por isso, argumenta, que os brasileiros têm de ir às ruas neste 15 de março. Isto será fundamental e mudará a história do Brasil.

Ao mesmo tempo, Lobão enfatiza que não pertence a nenhum movimento específico, a nenhum partido e/ ou organizção política. Ninguém, segundo Lobão e Diogo Mainardi têm direitos exclusivos sobre as ruas que são do povo.

Ao mesmo tempo Lobão promete reeditar novos hangouts debatendo a crise política gerada pelo governo do PT, principalmente depois que explodiu a roubalheira da Petrobras e se configurou de forma clara o estelionato eleitoral da Dilma. 

Sponholz: Lula e Dilma em fuga!


CAMINHONEIROS COMEÇAM A CHEGAR EM BRASÍLIA E PROMETEM BUZINAÇO NESTA TERÇA-FEIRA

Pelo menos quatro caminhões já estavam estacionados ao lado do Estádio Nacional Mané Garrincha, no fim da noite desta segunda-feira (2/3). Os motoristas, que vieram por conta própria de Guarujá do Sul, em Santa Catarina, e de Ijuí, no Rio Grande do Sul, pretendem se juntar aos demais veículos vindos de SC, que prometem chegar à capital federal ainda nesta terça-feira (3/3). 
Os quatro carros foram os primeiros a entrar em Brasília. Eles se estabeleceram ao lado do estádio, mas não foi montado acampamento. Segundo Jocelito Aguiar, que trouxe o veículo de Ijuí, o grupo deve ficar no local até ter as reivindicações atendidas. 
Mais de 50 carretas se aglomeram na BR-040, na altura do Jardim Ingá, no entorno do Distrito Federal, aguardando a determinação do comando para entrar na cidade. Parlamentares que apoiam o movimento, contudo, negociaram com as autoridades do GDF a permissão para que os manifestantes se concentrem nesta terça-feira (3/3), no estacionamento do Estádio Mané Garrincha.
Hoje, enquanto se reuníram na BR-040, os motoristas não obstruíram a estrada para não receber as pesadas multas com as quais o governo ameaçou quem promovesse bloqueios.
Reivindicações
Entre os pedidos da categoria, estão a fixação do frete por quilômetro rodado, carência de seis meses a um ano para os financiamento de veículos de carga, aposentadoria integral aos motoristas profissionais com 25 anos de contribuição, a redução do preço dos combustíveis e reajuste conforme o preço do barril do petróleo no mercado internacional. Do Correio Braziliense

URGENTE! POLÍCIA NACIONAL DO PT DO LULA E DA DILMA ENTRA EM CONFRONTO COM CAMINHONEIROS EM CAMAQUÃ, NO RIO GRANDE DO SUL. POVO REAGE À INVESTIDA BOLIVARIANA.



Leitor do blog acaba de deixar os links para estes vídeos que mostram o confronto ocorrido entre a Força Nacional, espécie de 'Polícia Bolivariana' do governo do PT, e os caminhoneiros na cidade de Camaquã, no interior do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira.

Nota-se também que populares se incorporam na luta ao lado do movimento dos caminhoneiros.

Infelizmente a cena é muito parecida com aquelas escaramuças que ocorrem na Venezuela e que tantas vezes já mostrei aos leitores aqui no blog.

No Youtube - basta clicar sobre os vídeos para ir direto ao original - há dezenas de comentários dos internautas onde não faltam as comparações entre o Brasil, sob o garrote de Lula, Dilma e seus sequazes e a Venezuela sob a tirania de Nicolás Maduro.

Se qualifiquei de "infeliz" as cenas colhidas pelos cinegrafistas do confronto em Camaquã, por outro lado considero que finalmente, e portanto, felizmente, ao que parece a ficha finalmente começou a cair para a maioria dos brasileiros.

Se os brasileiros pretendem viver em paz e se livrar do virus bolivariano com o qual Lula, Dilma e seus asseclas pretendem contaminar a Nação brasileira, a hora de reagir é agora. Qualquer vacilo será fatal.

Aliás, diariamente os venezuelanos que  seguem este blog pelo Twitter alertam para que os brasileiros resistam à ameaça do comunismo bolivariano que já destruiu a Venezuela.

Confirmo que esses alertas são procedentes, pois eu mesmo tenho feito advertências para o fato de que o PT é o dirigente maior do Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro para transformar a América Latina na tal "pátria grande" bolivariana de viés cubano. 

Se o povo brasileiro conseguir depor o governo do PT chefiado pelo Lula e pela Dilma, não apenas os brasileiros se livrarão da tragédia que já castiga severamente a Venezuela. A deposição do governo petista representará a vitória da democracia, do Estado de Direito democrático e das liberdades civis garantidas pela Constituição de 1988.

E mais ainda: a derrubada do PT do poder no Brasil representará um golpe mortal ao plano comunista totalitário bolivariano do Foro de São Paulo. Isto significará também a libertação de venezuelanos, bolivianos, equatorianos e argentinos dos grilhões do comunismo do século XXI, movimento golpista conhecido pelo eufemismo malandro de "bolivarianismo". 

Segundo o site do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, pelo menos seis pessoas foram hospitalizadas em Camaquã em decorrência do confronto.

segunda-feira, março 02, 2015

SEGUINDO O RASTRO DO PETROLÃO JORNALISTAS DESCOBREM QUE SE A EMPREITEIRA ODEBRECHT CAIR, LULA TAMBÉM CAIRÁ.

Lula inaugurando obra com os Odebrecht. Na extrema direita, o atual manda chuva da empresa, Marcelo Odebrecht que em passado recente escreveu artigo na Folha de S. Paulo defendendo as viagens de Lula ao exterior para facilitar contatos de empreiteiros.
O que segue está no site O Antagonista, escrito e dirigido por Diogo Mainardi (Manhattan Conection e ex-Veja) e Mario Sabino, ex-Chefe de Redação de Veja. No âmbito da grande mídia nacional são dois profissionais muito bem informados. 
Enquanto os jornalões e grandes redes de TV fingem que estão revelando tudo o que acontece nos bastidores do petrolão, a mega roubalheira na Petrobras, O Antagonista foi atrás a partir de informações fragmentadas e que, a rigor, constituem apenas tiros n’água. O jornalismo de verdade exige o árduo trabalho investigativo e fontes altamente qualificadas. 
Vejam o que descobriram:
César Mata Pires, fundador da OAS, é um homem desesperado. A sua empreiteira está afundando depois de deflagração da Operação Lava Jato. Desesperado e amargurado com a Odebrecht, com quem mantinha, digamos, acordos bastante lucrativos. Ele foi aconselhado a ameaçar Lula, como contaremos a seguir.
No dia 20 de fevereiro, reproduzimos aqui que César Mata Pires procurou Marcelo Odebrecht, diretor-presidente da dita-cuja, para saber como era possível que a empreiteira comandada pelo menino não tivesse ninguém preso. Na mesma conversa, ele disse que não estava preocupado em salvar a própria pele, mas que não deixaria os seus herdeiros pagarem por "erros cometidos em equipe" -- menção a lambanças cometidas pela OAS com a cumplicidade da Odebrecht, que até agora vem se safando. A informação foi tirada de uma reportagem publicada pelo Estadão, cujo tema principal eram os encontros de Lula e Paulo Okamotto com empreiteiros à beira de um ataque de nervos. Ao jornal, a Odebrecht negou o encontro e a OAS saiu-se com uma evasiva.
O Antagonista resolveu apurar os desdobramentos dessa história e descobriu que César Mata Pires procurou também Emílio Odebrecht, pai de Marcelo e presidente do Conselho de Administração da empresa. O encontro foi na ilha de Kieppe, na baía de Camamu, no sul da Bahia, de propriedade dos Odebrecht. O dono da OAS formulou a mesma pergunta a Emílio: como era possível que a empreiteira dele não tivesse ninguém preso, ao passo que a sua estava com toda a diretoria em cana. E acrescentou: o que eu posso fazer para salvar a OAS?
A resposta de Emilio Odebrecht foi: "Procure Lula".
Emílio contou-lhe então que, temendo pela prisão de Marcelo, foi direto ao ponto com o petista. Emílio Odebrecht disse a Lula o seguinte: "Se for preso, o Marcelo não aguentará a pressão: ele vai abrir a boca e contará tudo o que sabe sobre as suas relações com a Odebrecht."
O Antagonista revelou que Lula interferiu para que Renato Duque fosse solto, depois de ser ameaçado pela mulher do ex-diretor da Petrobras, operador do PT na estatal. Não se sabe se Lula moveu um dos seus tentáculos para manter, até o momento, graúdos da Odebrecht fora da prisão. Não se está insinuando, aqui, nada contra a Justiça. O empenho dos procuradores da Lava Jato em incriminar a empreiteira é grande, assim como o do juiz Sergio Moro. A nossa impressão é de que a Odebrecht será pega no momento certo pelos bravos paranaenses.
O único fato da nossa apuração -- e fato assombroso, por mais que conheçamos as relações promíscuas entre a Odebrecht e Lula -- é que Emilio Odebrecht ameaçou Lula e recomendou a César Mata Pires que fizesse o mesmo com o petista se quisesse salvar a sua empresa.
A única certeza da nossa apuração é que, se a Odebrecht cair, Lula também cairá. Do site O Antagonista

MINHA CONCLUSÃO: Mais vale dois Antagonistas na mão do que uma penca de jornalistas da grande mídia brasileira.

Sponholz: As 'empreitadas' do PT.


GRANDE MÍDIA MANIPULA A INFORMAÇÃO PARA TENTAR SUFOCAR REBELIÃO POPULAR CONTRA O GOVERNO DO PT. CASO ANÁLOGO OCORREU NA TAILÂNDIA, MAS LÁ AS FORÇAS ARMADAS DEPUSERAM O PARTIDO VERMELHO.


Verificando todos os portais na internet da grande imprensa brasileira se nota um esforço tremendo para esvaziar o movimento dos caminhoneiros. Quem lê as manchetes pensa que tudo voltou ao normal. Quando se lê os textos nota-se que na realidade o movimento ainda resiste, pois uma das exigência é a redução imediata dos combustíveis.
Se os combustíveis subiram de preço para os brasileiros, os paraguaios estão pagando bem menos. A Petrobras é fornecedora de combustíveis para vizinho país. Tanto é que na fronteira brasileiros vão até o Paraguai para encher o tanque bem mais barato.
Os brasileiros continuarão sendo explorados de forma vil pelo governo do PT, do Lula, da Dilma e de seus sequazes.
Impeachment, convenhamos, é muito pouco. No ano passado, na Tailândia, o Partido Vermelho (Camisas Vermelhas) que estava no poder, como faz o PT no Brasil, afogou aquele país na corrupção e roubalheiras variadas. O povo foi para às ruas e houve inclusive violência com mortes. Porém ninguém desistiu. A deposição do governo vermelho tailandês ocorreu depois que o povo resolveu ir para a rua. Lá aconteceu o confronto com o Partido Vermelho. O povo foi às ruas e a Primeira Ministra Yingluck Shinawatra inclusive contratou mercenários, assassinos profissionais e franco-atiradores variados para alvejar os manifestantes! Houve mortes! Houve sangue! E o povo não teve outra alternativa: pediu ao Rei - lembrem que a Tailândia é uma Monarquia Constitucional - uma intervenção militar.
O Rei atendeu ao clamor popular e ordenou que as Forças Armadas agissem. Foi o que ocorreu e, posteriormente, foram convocadas novas eleições. Como esse fato não correspondente à narrativa esquerdista dominante nas redações dos veículos de comunicação, todos esses fatos foram cuidadosamente escamoteados ou então falsificados pelos jornalistas que controlam a grande imprensa sob o comando do Lula e seus asseclas. 
Deposto o governo vermelho, o povo comemorou aliviado. Foi isto que aconteceu na Tailândia e que é narrado neste vídeo que republico agora, contendo de viva voz a narrativa de um brasileiro que vive em Bangkok, a capital, conforme todos podem ver e ouvir aí acima.
Postei esta informação aqui no blog em post datado de 18 de novembro de 2014. Quem quiser ler pode clicar aqui.
E mais não precisa ser dito.