TRANSLATE/TRADUTOR

quarta-feira, janeiro 23, 2019

EM DAVOS, EMPRESÁRIOS OFERECEM JANTAR AO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO QUE JÁ DÁ NOVO RUMO AO NOSSO COMÉRCIO INTERNACIONAL.


Além de ter o privilégio de fazer o discurso de abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, Suíça, o Presidente Jair Bosonaro foi honrado com um jantar oferecido pelos empresários reunidos nesse evento tradicionalmente realizado sempre no início de cada ano. Acompanhou o Presidente seu Ministro da Economia, Paulo Guedes

Numa breve alocução bem humorada o Presidente Jair Bolsonaro agradeceu a deferência do empresariado que participa desse evento, conforme se pode constatar no vídeo acima. E para os leitores que desejarem mais informações sobre esse Fórum e sua criação creio que o texto oferecido pela Wikipedia está de bom tamanho e tem boas fontes.

No mais a decisão do Presidente Jair Bolsonaro de participar desse Fórum tem a sua razão de ser, haja vista que seu programa de governo contempla, antes de tudo, reaquecer o comércio internacional do Brasil e abrir oportunidade de investimentos além de libertar nosso país das amarras dos sucessivos governos comunistas do PSDB, PT e MDB que conduziram o nosso país à falência. Aliás, um tema contido em suas promessas de campanha, isto é, o livre comércio levando em consideração os interesses nacionais sem qualquer viés ideológico.

Pelas informações procedentes de Davos o empenho do Presidente Jair Bolsonaro de aproveitar essa oportunidade para mostrar um novo Brasil liberto dos grilhões da nefasta ideologia esquerdista, aberto ao comércio internacional sem viés ideológico e aos investimentos de interesse nacional, tem tudo para dar bons resultados, em que pese o boicote vergonhoso do jornalismo da grande mídia. Os sequazes do esquerdismo ladravaz que campeiam nas redações açulados pelos seus patrões tentam de tudo para encontrar chifres em cabeça de burro. Estão dando tiro n'água. É bom Jair se acostumando.

Todavia o que se pode constatar até agora é que o Presidente Jair Bolsonaro não é e não será manipulado pelos titeriteiros comunistas. Ao que parece o empresariado presente em Davos percebeu isso e gostou.

NO SITE DO FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL
O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO É DESTAQUE
Clique AQUI para conferir

Sponholz: Diálogo pertinente.

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

terça-feira, janeiro 22, 2019

EM DISCURSO NO FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO INICIA A RECONSTRUÇÃO DA IMAGEM DO BRASIL


O Presidente Jair Bolsonaro, que se encontra em Davos, na Suíça, participando do Forum Econômico Mundial, fez nesta terça-feira seu discurso quando reafirmou os princípios conservadores de seu projeto de governo conjugados com os valores do liberalismo econômico de sorte a recolocar o Brasil no concerto das nações democráticas e livres. Além do mais coube ao Presidente Jair Bolsonaro proferir o discurso de abertura do evento. Em sua página do Facebook Bolsonaro anotou: "Tive a satisfação de realizar o discurso de abertura do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suiça. Sendo o 1º presidente do hemisfério sul, 1º da América Latina e 1º fora do G7 a abrir o evento. Muito obrigado a todos."

De certa forma é uma segunda "abertura dos portos do Brasil", depois de sucessivos governos comunistas desde FHC. Portanto, o Brasil esteve por um quarto de século subjugado aos ditames socialistas e sua política econômica nos níveis doméstico e internacional obedeceu aos interesses do movimento comunista internacional. O resultado dessa desgraça levou o nosso país literalmente à falência sem falar na corrupção e roubalheiras generalizadas.

Portanto, a presença do Presidente Jair Bosonaro nesse Forum Econômico em Davos tem especial relevância, pois abriu a oportunidade, imediatamente após sua posse, de comunicar ao mundo que o Brasil está liberto das amarras ideológicas.

Não é à toa a decisão do Presidente Bolsonaro de transferir a cirurgia à qual será submetido para retirar a bolsa coletora de colostomia, parte do complexo tratamento cirúrgico a que foi submetido em decorrência do atentado à faca que lhe dilacerou o ventre.

Portanto, o Presidente Bolsonaro intuiu acertadamente que sua presença nesse Forum Mundial seria uma oportunidade única de avisar para mundo que o Brasil começou a se livrar a deletéria carnavalização entranhada em todas as esferas da vida nacional. Aliás, um dos estratagemas comunistas destinados a impor a desordem perene tendo em vista a destruição dos valores morais e éticos. A desordem é a antessala do totalitarismo.

Daí o slogan de campanha do Presidente Bolsonaro: Brasil acima de tudo. Deus acima de todos! Assim  sendo, e sequiosos pela ordem, paz, segurança e progresso os eleitores conduziram Jair Messias Bolsonaro à Presidência da República.

Não é à toa que o Presidente Bolsonaro, mesmo ciente de seu estado de saúde fragilizado pelo brutal atentado à faca que sofreu decidiu enfrentar um vôo longo e estafante para comunicar de viva voz aos demais líderes mundiais que o gigante acordou. E o fez com serenidade, porém com firmeza e sinceridade, nesta abertura do Forum Mundial de Davos. 

segunda-feira, janeiro 21, 2019

DITADURA COMUNISTA DA CHINA USA TECNOLOGIA DA HUAWEI PARA PERSEGUIR OS CRISTÃOS

Acima à direita o ditador comunista da China, Ji Jinping que persegue os cristãos de forma implacável. 
A perseguição contra os cristãos na China tem crescido nos últimos tempos. A ditadura comunista está partindo com tudo contra a comunidade cristã. Inclusive, como se pode constar no artigo que segue, o ditador comunista Xi Jinping, ordenou a colocação de engenhocas da Huawei de reconhecimento facial nos templos cristãos.

Bob Fu, um dos autores deste artigo, é um pastor sino-americano e fundador da ChinaAid, uma organização internacional sem fins lucrativos pelos direitos humanos comprometida a promover a liberdade religiosa e o Estado de Direito na China. Ele serviu como líder interno de uma igreja em Pequim até ser preso por dois meses por causa de “evangelismo ilegal” em 1996. Bob fugiu para os Estados Unidos como refugiado religioso em 1997.

Bo Fu assina com Nina Shea o artigo que segue com tradução do site Tradutores de Direita. Este artigo foi publicado no site da Fox News. Leiam que vale a pena. Logo agora, quando um grupo de parlamentares brasileiros recém eleitos pelo PSL fazem uma visita justamente à China, com todas as despesas pagas pela ditadura comunista chinesa. Segue o artigo:
REPRESSÃO BRUTAL CONTRA CRISTÃOS
A Igreja de Sião, em Pequim, é a maior igreja no crescente underground protestante Chinês. Em setembro, essa igreja foi fechada pelo governo.
Qual seu crime? O pastor da igreja, Dr. Ezra Mingri Jin, graduado no Seminário Teológico Fuller, em Pasadena, Califórnia, rejeitou uma intolerável diretriz do Partido Comunista Chinês, para montar câmeras de reconhecimento facial no púlpito, apontadas para a congregação. Por sua recusa, o pastor, e praticamente todos os 1.500 membros da Igreja de Sião foram detidos, revistados e interrogados pela segurança pública – alguns mais de uma vez.
E o pior ainda está por vir. Os registros policiais deles agora serão usados no novo sistema Orwelliano de crédito social para dificultar seu acesso a serviços públicos, como trens, aviões, escolas, pensões e outros benefícios.
Os mais de 100 milhões de protestantes e católicos chineses estão se preparando para ter sua fé severamente testada em uma firme e dura repressão geral.
A repressão do governo contra as igrejas está sendo feita em nome da campanha de “sinicização” do Presidente Xi Jinping, com objetivo de fortalecer a cultura chinesa. Porém, o que cada vez mais parece é que ela busca remover a Bíblia e seus ensinamentos do cristianismo chinês.
Mais cedo neste ano o presidente Xi emitiu novas e fortes regulamentações para questões religiosas e incumbiu o oficialmente ateu Partido Comunista para reforçá-las. Tecnologia sofisticada, combinada com um policiamento de punho de ferro, agora estão sendo usados para suprimir as crescentes igrejas protestantes e Católica.
Estima-se que o surpreendente número de 100.000 ou mais cristãos foram presos este ano, em contraste com 3.700 em 2017, de acordo com a ChinaAid, uma organização de direitos humanos que promove a liberdade religiosa e o Estado de Direito na China. Maioria destes casos, como na Igreja de Sião, envolvidos em detenções de curto prazo.
Particularmente perseguidas são as chamadas igrejas “underground”, que não estão registradas no governo chinês, principalmente porque tais cristãos não querem o controle e a vigilância que vêm com o registro. Enquanto escrevemos este artigo, surgiram rumores de que algo em torno de 100 cristãos do movimento underground da Igreja Aliancista da Chuva Serôdia, em Chengdu, foram reunidos e detidos. Alguns acusam “estupros e abusos” por parte da polícia.
O pastor Ezra é parte do underground protestante, que um notável expert sobre a China, da Universidade de Purdue, estima que seja a fé de nada menos do que 30 milhões dos 93 a 115 milhões de protestantes no país. Ele e mais de 400 outros pastores protestantes underground, assinaram uma declaração corajosa, publicada pela ChinaAid. Nela, eles afirmam sua resolução de enfrentar esta perseguição que se desenrola, com uma resistência pacífica e fiel, dizendo em parte: “pois quando igrejas se recusam a obedecer leis más, isto não ocorre por qualquer agenda política, nem por ressentimento ou hostilidade; isto é consequência apenas das demandas do Evangelho e do amor pela sociedade chinesa”.
Apesar do acordo entre Pequim e o Vaticano acerca do apontamento de bispos, em setembro deste ano, aproximadamente doze sacerdotes católicos foram presos desde sua assinatura. Em novembro, o bispo Peter Shao Zhumin, de Wenzhou, foi submetido a duas semanas de doutrinação e interrogação estatal – foi sua quinta detenção em dois anos.
Alguns cristãos chineses passam anos na prisão. O bispo católico James Su Zhimin, de Boading, ficou preso por 20 anos, depois de conduzir uma missa sem permissão do governo, e o governo se recusa fornecer quaisquer informações sobre ele.
Um residente americano está entre os prisioneiros religiosos da China, o pastor John Sanqiang Cao, da Carolina do Norte, foi sentenciado em março, a sete anos de cadeia por “organizar travessias ilegais da fronteira” depois de abrir escolas e entregar auxílios humanitários em Burma. Notícias informam que ele compartilha a cama com 12 prisioneiros e perdeu 22 quilos.
Menores agora são proibidos de entrar qualquer igreja, vendas on-line de Bíblias são bloqueadas, o catecismo católico é censurado, as igrejas alegam que suas cruzes e outros símbolos cristãos foram derrubados e em algumas vezes, trocados por imagens de nada menos do que o próprio presidente Xi.
Desde fevereiro, milhares de igrejas foram forçadas a fechar. É particularmente aterrorizante saber que muitas das 10.000 igrejas protestantes que fecharam em uma província eram aprovadas pelo governo. Ainda, agora em setembro, a Igreja Católica do Sagrado Coração, em Henan, aprovada pelo governo, viu seu padre ser detido e excomungado pela Associação Católica Patriótica, que recebe dinheiro do Estado, pelo que indicam fontes, por organizar grupos de comunhão para a juventude e para os anciãos.
Como mostram estes exemplos, a repressão não é limitada às igrejas underground. Estes incidentes sinalizam que o presidente Xi quer reduzir todas as várias comunidades cristãs da China, ou mesmo eliminá-las.
Basta olharmos para o sofrimento dos Muçulmanos Uighur chineses – dos quais um milhão foram confinados em campos de doutrinação – para que tenhamos certeza que o presidente Xi está, sem piedade, lançando uma nova era de intensa perseguição religiosa.
A eloquente afirmação da declaração dos pastores deveria ser, ao mesmo tempo, um aviso e uma inspiração para nós: “As igrejas cristãs da China estão ansiosas e determinadas a trilhar o caminho da Cruz de Cristo, e estão mais do que dispostas a imitar passadas gerações de santos que sofreram e foram martirizados por sua fé”.
Enquanto cristãos ao redor do mundo celebram o nascimento de Jesus Cristo dois mil anos atrás, estes novos cristãos e todos os outros, perseguidos por sua fé na China, não podem ser esquecidos.
Deveríamos influenciar nossos líderes políticos e religiosos a falar sobre eles urgentemente, e tenazmente pressionar o presidente Xi para que respeite a liberdade religiosa. Click here to read in English
[*] Nina Shea & Bob Fu.China cracks down on Christians — a new era of religious persecution has arrived”. Fox News, 12 de Dezembro de 2018.
Tradução: Samuel Kultz
Revisão: Andrey Costa

Sponholz: Vergonha!

Clique sobre a imagem para vê-la ampliada

sábado, janeiro 19, 2019

QUANDO A BURRICE E A IGNORÂNCIA ATENTAM CONTRA A LIBERDADE E À SEGURANÇA NACIONAL


Um dos maiores problemas do mundo sempre foi o dramático fato de que a inteligência é extremamente rarefeita. Humanos são demasiadamente humanos. De partida abandone a confusão entre esperteza e inteligência. Digo isso para abordar o tema do momento no que tange à política nacional, ou seja, um grupo de neófitos em matéria de política aboletou-se ao lado Jair Bolsonaro ao longo de sua campanha e acabou se elegendo para cargos legislativos. E sua primeira façanha foi anuir ao convite da camarilha comunista chinesa para uma viagem àquele país à guisa de conhecer um novo sistema tecnológico de espionagem por reconhecimento facial. Olavo de Carvalho saiu na frente em vídeo e disse tudo.

Em postagem aqui no blog em 3 de dezembro de 2018, reproduzi o vídeo que ilustra esta postagem então postado com a tradução da página da Embaixada da Resistência no Facebook. Naquela oportunidade chamei a atenção para o fato de que as premonições de George Orwel, no seu famoso livro "1984", afinal estavam se concretizando.

No entanto, jamais poderia imaginar que um grupo de parlamentares brasileiros eleitos sob o embalo de propostas eminentemente conservadoras de Jair Bolsonaro, algo inaudito na nossa história desde o golpe da República de 1889, haveria de anuir a um convite da camarilha comunista chinesa para conhecer o mais brutal sistema de controle de cada cidadão.

Daí repito a primeira afirmativa que abre este texto: um dos maiores problemas do mundo sempre foi o dramático fato de que a inteligência é extremamente rarefeita. Esse grupo de neófitos políticos é a prova cabal da minha assertiva.

Por outro lado, a reação dos integrantes desse grupo às críticas de que foram alvo particularmente nas redes sociais comprova a existência de dois tipos de burros. Há um tipo que flagrado em sua burrice baixa a cabeça, enquanto há outra modalidade que fica exaltado, trata-se do burro dinâmico. Este último tipo é aquele que se acha o tal e deita falação, concede entrevistas à imprensa, sem nenhum vestígio de rubor nas faces.

Essa patacoada, infelizmente, está longe de terminar. Imaginem esses parlamentares investidos em suas funções e prerrogativas?

A propósito os Tradutores de Direita em sua página do Facebook publicaram um texto e traduziram com legendas em português a reportagem do jornalista e youtuber britânico Joseph Watson que dá uma ideia do tamanho da encrenca, ou seja, a famigerada engenhoca chinesa capaz de vigiar noite e dia todos os cidadãos onde quer que estejam.
COISA DE COMUNISTA
Os Tradutores de Direita também postaram um texto que vale a pena ser lido. Leiam:

Na esteira da caravana do PSL que zarpou para visitar a China, devemos questionar exatamente qual o sistema chinês que poderia ser modelo para o mundo. O que a ditadura de Xi estaria pronta para exportar para o mundo?
A resposta é um sistema de vigilância nunca antes visto no mundo, capaz de reconhecer faces e rastrear o comportamento de cada cidadão e cuja implantação é o primeiro passo para a criação de um sistema de crédito social, formado na China para controlar todas as pessoas e, finalmente, criar uma sociedade em que cada um seja o vigilantes do comportamento de todos os seus compatriotas, defendendo, na sociedade, o governo, que é, por sua vez, a própria materialização do poder do Partido Comunista Chinês.
Essa mecânica só é possível devido a um projeto extremo de capitalismo de compadrio em que, numa dança louca entre o governo e as corporações chinesas, não há fundamentalmente diferença alguma entre o privado e o público. Desta forma, o próprio governo da China se encarna em empresas como a Huawei, que tornam-se uma máquina de espionagem capaz de transformar toda a sociedade em óleo para lubrificar a máquina do Estado.
Foi contra este mesmo sistema de vigilância sufocante que se insurgiram o Prof. Olavo de Carvalho e o restante da parte mais esclarecida da intelectualidade brasileira. É fato de que quando instalado um sistema de câmeras de reconhecimento facial no Brasil não só estaríamos entregando a vida dos cidadãos ao governo brasileiro a uma profundidade nunca antes vista, mas também ao próprio governo chinês, que, segundo denuncias recentes nos EUA e na Alemanha, tem disponíveis para si parte substancial dos dados coletados.
Neste caso, os deputados que foram à China para trazer esta monstruosidade ao Brasil não estavam nem ajudando a China a "comprar no Brasil", nem ajudando a China a "comprar o Brasil"; estavam, ao fim e ao cabo, em uma aventura cujo objetivo era comprar o grilhões made in China para amarrar nos próprios pés e nos pés de todo o povo brasileiro.
A tradução do vídeo é de Andrey Costa 

sexta-feira, janeiro 18, 2019

A GRANDE MÍDIA EMBARALHA TUDO, MAS QUEM DÁ AS CARTAS É O JORNALISMO INDEPENDENTE NA INTERNET.


Tudo aquilo que a grande mídia sonega do público, já firmei aqui, poderá ser encontrado cada vez mais na internet, seja em blogs e sites independentes, como também nas próprias redes sociais e, sobretudo em diversos canais no Youtube.

Não há dúvida que o Youtube tende a se sobrepor às redes de televisão, a não ser que essas empresas midiáticas estejam sintonizadas com aquilo que realmente interessa à maioria do grande público. A televisão, como de resto todos os veículos da mainstream media, têm de já ir se acostumado a fazer jornalismo. Se teimarem em promover a doutrinação comunista serão, sim, ultrapassadas pelas novas mídias que surgem no âmbito da internet.

É o caso do vídeo acima. Trata-se do canal dirigido e apresentado pelo jornalista e youtuber Bernardo Küster que em outras oportunidades já foi objeto de postagem aqui no blog. Desta feita, Küster comenta e analisa o caso da viagem à China de um grupo de parlamentares do PSL, o partido do Presidente Jair Bolsonaro, fato que também já comentei e analisei aqui no blog.

Além de tecer considerações sobre essa inusitada viagem de parlamentares à  China comunista, Bernardo Küster refere-se também ao decreto recentemente assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro relativo ao direito ao porte de arma pelos cidadãos de bem.

Para tanto, Küster leva ao ar na parte final deste vídeo uma alocução do conhecido especialista em segurança pública Bene Barbosa. Conheço Bene Barbosa e já conversei com ele em duas oportunidades em que esteve aqui em Florianópolis.

Bene é realmente um especialista brasileiro na área da segurança pública além de ser uma pessoa muito competente e dedicada. Portanto vale a pena ouvir a análise que formula sobre o decreto recentemente assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro tendo em vista o direito dos cidadãos à posse de arma visando à defesa pessoal.

É por meio de análises como estas formuladas no vídeo desta postagem, pautadas pela seriedade e o equilíbrio, que a opinião pública poderá ter uma visão mais clara e objetiva sobre o que realmente está acontecendo.

O histerismo midiático e o dito jornalismo partisan são os principais inimigos da verdade e jamais fornecerão os elementos fundamentais para que leitores, ouvintes e telespectadores possam formar um juízo mais claro e objetivo sobre os fatos.

A ficção pode ter lugar de honra na produção literária, mas é terminantemente vetada no jornalismo.

quinta-feira, janeiro 17, 2019

DEU A LOUCA NOS NEÓFITOS DA POLÍTICA BRASILEIRA. SEGURA ELES PRESIDENTE BOLSONARO!


Ninguém poderá deixar de ver o vídeo acima. Sua duração é de 4 minutos e 23 segundos, o bastante para Olavo de Carvalho detonar um bando de neófitos políticos do PSL que embarcaram na cantilena chinesa sobre uma tecnologia de reconhecimento facial das pessoas. E, pasmem, embarcaram de corpo e alma num avião com destino a maior e mais violenta ditadura comunista do mundo com a finalidade de adquirir a tal tecnologia para o Brasil! 

O PSL, como todos sabem ou pelo menos deveriam saber é a sigla que acolheu o então candidato presidencial Jair Bolsonaro que havia desembarcado do PP, haja vista que essa sigla estava enterrada no lodaçal da corrupção descoberto pela Operação Lava Jato. 

O Brasil possui atualmente 35 partidos e mais uma penca na "sala de espera" da Justiça Eleitoral. A verba partidária governamental instituída pelos comunistas do PT, MDB, PSDB, é generosa. Assim, todos os políticos ou pretendentes a tal status querem um partido para chamar de seu e embolsar anualmente a "bolsa partidária" que sai do bolso dos brasileiros extorquidos pelo cipoal de impostos e taxas variadas e que mantêm a boa vida dessa casta de espertalhões.

Seja como for, o fato é que o PSL, até há pouco uma sigla nanica e obscura acabou crescendo justamente por acolher Bolsonaro então candidato líder nas pesquisas. O dono do PSL é o político pernambucano Luciano Bivar. Para espanto dos velhos políticos, Jair Bolsonaro teve uma vitória robusta. Quase 60 milhões de sufrágios que endossaram totalmente suas propostas todas elas de viés nitidamente conservador. Aliás, é a primeira vez na história do Brasil que é eleito um Presidente cuja plataforma de governo está ancorada essencialmente em valores conservadores.

E Bolsonaro ainda ajudou a eleger uma densa bancada de deputados do PSL e de outros partidos que o apoiaram. E isto aconteceu em todo o Brasil. A força de Bolsonaro elegeu deputados estaduais, federais e senadores. Sem Bolsonaro esses neófitos em política que acabaram agora caindo na rede comunista chinesa jamais teriam logrado sucesso.
A COISA É MUITO GRAVE
Em rápidas pinceladas foi isto que aconteceu. Os casos e ocasos raros que aparecem aqui e ali decorrem fundamentalmente da ignorância política da maioria desses novatos. Quais desses neófitos leu pelo menos algum manual de teoria política? A probalidade dessa ocorrência é praticamente zero. Ainda mais por aqueles que se rotulam como de "direita" haja vista para o fato que a literatura política conservadora é recente no Brasil. Muito do que se avançou deve-se ao esforço de Olavo de Carvalho com a sua obra e seus cursos online de filosofia, já que nas escolas e universidades a teoria política resume-se às cartilhas comunistas.

A matéria sobre a viagem dos parlamentares está postada na homepage do PSL sendo que o texto é uma transcrição de matéria veiculada pelo site UOL que parece ter achado divertida essa viagem da turma do PSL à China Comunista. O site UOL pertence à Folha de S. Paulo. São unha e carne. Ambos, é claro, de viés essencialmente esquerdista. E bota comunismo nisso aí!

De forma muito sintética é isto que está acontecendo no arraial do PSL. E é grave. Gravíssimo! Denota uma tremenda ignorância política e desinformação que comprometem todo o Governo do Presidente Jair Bolsonaro, além de trair os eleitores dos candidatos do PSL e do próprio Presidente da República.

Portanto vale a pena ver o vídeo acima com a alocução de Olavo de Carvalho que além de professor, filósofo e escritor é também um experimentado jornalista e analista político tendo atuado na grande imprensa brasileira durante anos antes de mudar-se para os Estados Unidos onde vive atualmente. 

Está na hora do Governo do Presidente Jair Bolosonaro fechar a boca das matracas assanhadas e determinar que toda e qualquer iniciativa de ordem política nacional e internacional tenha conhecimento prévio da Presidência da República. Isso é o mínimo que se pode esperar de um governo como este que desfruta de um enorme apoio popular e mantém acesa uma grande expectativa sobre tudo aquilo que concorre para resgatar o Brasil desse atoleiro em que foi lançado pelos sucessivos desgovernos comunistas.

quarta-feira, janeiro 16, 2019

UM LEMBRETE INDISPENSÁVEL DE OLAVO DE CARVALHO. ABRA O OLHO PRESIDENTE JAIR BOLSONARO.


Neste vídeo Olavo de Carvalho dá um recado curto e preciso no que tange ao preenchimento de cargos e nomeações do novo governo do Presidente Jair Bolsonaro.

Olavo mais uma vez tem absoluta razão. Afinal, a política não é tarefa para amadores ignorantes e mal informados. A questão ideológica, os vínculos políticos não são apenas importantes, são fundamentais! 

Olavo não cita nomes. E nem é preciso. Nesta breve alocução ele diz tudo.

Abra o olho Presidente Jair Bolsonaro!

PRESIDENTE JAIR BOLSONARO TEM UM MINISTÉRIO MINIMALISTA SE COMPARADO AOS GOVERNOS COMUNISTAS DE FHC, LULA, DILMA E TEMER.

Acima o Ministério do Presidente Jair Bolsonaro. Abaixo, o Ministério da comunista ex-presidente Dilma Rousseff.
Nestas imagens uma comparação: os tamanhos dos ministérios do Presidente Jair Bolsonaro e de sua antecessora a comunista Dilma Rousseff.
Enquanto Bolsonaro governa com 22 ministérios, o que já é uma número grande, a comunista Dilma possuía 39, quiçá um recorde internacional.
Mas quem conhece Brasília e teve a oportunidade de ver de perto o aparelho burocrático federal sabe muito bem que não dá para mostrar em filmes ou fotos porque o troço é grande. Coisa medonha.
Durante muito tempo por razões profissionais fui a Brasília trocentas vezes. No Palácio do Planalto, no Congresso e Ministérios, além de outros prédios que abrigam centenas de repartições públicas, pude ver de perto a espantosa e aparatosa máquina burocrática e seu eterno festival de empreguismo.
Creio que a razão que levou JK a mudar a Capital Federal do Rio para Brasília teve, entre outros objetivos, o de utilizar o espaço sem limite daquela planície estranha para acolher funcionários públicos que haveriam de proliferar, como de fato ocorreu. A burocracia replica burocratas.
Dizem que Oscar Niemeyer e Lucio Costa que conceberam Brasília com base nas ideias modernistas do arquiteto franco-suíço Le Corbusier, no que diz respeito à arquitetura, pensaram numa cidade de 500 mil habitantes. Esqueceram que os políticos seriam os primeiros habitantes daqueles palacetes estranhos e sem graça. 
Espera-se que o Presidente Bolsonaro puxe o freio de mão. No que concerne ao seu Ministério deu uma enxugada. Mas poderia ser menor ainda.
Todavia, se comparado com os ministérios dos comunistas FHC, Lula, Dilma e Temer, é doce de coco. 

terça-feira, janeiro 15, 2019

PRESIDENTE JAIR BOLSONARO CUMPRE PROMESSA E ASSINA DECRETO SOBRE DIREITO DE POSSE DE ARMA QUE HAVIA SIDO CASSADO PELOS COMUNISTAS.


Conforme sua promessa de campanha o Presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira, em solenidade no Palácio do Planalto, Decreto que viabiliza a posse de arma de fogo pelos cidadãos de bem tendo em vista a defesa pessoal. Aliás, esse direito foi decidido pelo próprio povo brasileiro no referendo de 23 de outubro de 2005 quando o eleitor votou respondendo à seguinte pergunta: O comércio de Armas de Fogo e Munições deve ser proibido no Brasil?

Resultado: 63,94% dos votantes (algo em torno de 95 milhões de eleitores brasileiros) votaram NÃO. Mas o então governo comunista do PT/PSDB e MDB simplesmente não respeitou o resultado do Referendo e, mais adiante, conseguiu aprovar no Congresso Nacional, completamente apetralhado, o deletério “Estatuto do Desarmamento”. Sabe-se lá quantas propinas e benesses variadas compraram os votos que fizeram tábula rasa da decisão majoritária dos eleitores no Referendo, francamente ao favor do direito à venda de armas e posse de arma de fogo de acordo com a lei por parte dos cidadãos de bem tendo em vista a defesa pessoal.

Na verdade, com a assinatura desse decreto o Presidente Jair Bolsonaro não está inovando em nada, mas fazendo valer o que decidiu a maioria do eleitorado em 2005! Pela primeira vez em muitos anos, desde o comunista-mór Fernando Henrique Cardoso e seus sequazes do PT/MDB que levaram o Brasil à falência, se vê um governo que respeita o povo. Sim, porque o Presidente Jair Bolsonaro ao assinar esse decreto obedeceu só e apenas àquilo que o povo decidiu em 2005.

Entretanto, os idiotas comunistas travestidos de jornalistas em todos os veículos da grande mídia estão enlouquecidos. Boa parte das desgraças que vive o povo brasileiro, dentre elas a insegurança, deve-se ao comportamento pusilânime dessa imprensa vagabunda e mentirosa que por ação ou omissão sempre reforça e resguarda o interesse do movimento comunista e afaga todos os tipos de bandidos.

Tanto é que os comunistas tupiniquins decidiram chamar a CNN fake news para se estabelecer no Brasil. E até encontraram um milionário petralha para bancar o empreendimento. O foco é tentar solapar o governo do Presidente Jair Bolsonaro. Não passarão!

segunda-feira, janeiro 14, 2019

COMUNISTAS VESTIDOS DE 'DEMOCRATAS' LUTAM PARA TRANSFORMAR OS ESTADOS UNIDOS NUMA REPUBLIQUETA BANANEIRA.


Neste vídeo uma alocução do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dirigida ao povo norte-americano e, sobretudo, aos representantes (deputados) democratas que se valem de uma pequena maioria para tentar destruir os Estados Unidos.

A excelente tradução com legendas deste vídeo é dos já famosos Tradutores de Direita que realizam um trabalho excelente. 

Para entender o comportamento do Partido Democrata é simples. Os ditos Democratas são, na verdade, o Partido Comunista dos EUA. Não diferem um pingo dos partidos esquerdistas latino-americanos. Se empenham desde sempre na destruição da maior potência do planeta e agora, mais do que nunca, se alinham à ONU e a União Europeia, as duas principais organizações multilaterais decididas a destruir os Estados-Nação. A estratégia para levar a termo essa investida contra a cultura ocidental é derrubar todas as fronteiras permitido que o nosso Ocidente seja invadido por hordas de imigrantes. E os Estados Unidos, como não poderia deixar de ser, são a joia da coroa. Há anos, o movimento comunista tenta destruir os Estados Unidos.

Uma das principais promessas de campanha de Trump foi exatamente preservar os Estados Unidos de ser contaminado por andróides procedentes do lixo do Oriente Médio, da África e das republiquetas bananeiras da América Latina.

Para alcançar essa meta de defesa da Nação norte-americana, o Presidente Donald Trump prometeu levantar um muro na fronteira Sul.

Os vigaristas do Partido Democrata, que são rigorosamente iguais aos áulicos da ditadura cubana, estão utilizando uma pequena maioria na Câmara de Representantes para expor a população americana ao lixo que entra nos Estados Unidos pela fronteira Sul. Além do tráfico pesado de drogas!

O Partido Democrata e seus parlamentares são iguais a todos os demais comunistas em qualquer lugar do mundo. A única diferença é que escovam os dentes e falam o inglês. Mas o nível de burrice e canalhice desses socialistas de iPhone não tem limite. 

Entretanto, nós brasileiros, sabemos muito bem o que desejam os esquerdistas nos Estados Unidos e em qualquer região onde aparecem. Eles querem dinheiro, muito dinheiro. Se esses esquerdistas lograrem seu objetivo de retornar ao poder nos Estados Unidos veremos o mesmo filme que passou há pouco no Brasil. Nosso país está falido. E quando água já batia no traseiro da nossa população houve então o famoso revertério eleitoral que levou o Presidente Jair Bolsonaro ao poder.

O Chile, por exemplo, foi salvo no último minuto. Allende já tinha combinado tudo com Fidel Castro. Os comunistas resistiam no Palácio La Moneda. O General Pinochet não hesitou. Mandou a Força Aérea bombardear o Palácio La Moneda detonando os comunistas. Simples assim. Dizem que aquele idiota do Allende se matou. Ou foi morto por algum dos agentes cubanos que o rodeavam? Seja como for o fato é que os comunistas não entendem outra linguagem. Para acalmá-los só a pau!

O importante é que o bombardeio de La Moneda salvou os chilenos de uma ditadura comunista. Se não fosse o General Pinochet os chilenos estariam hoje matando cachorro a grito para se alimentar, como fazem os venezuelanos agora.

Os comunistas são todos iguais. Neste momento estão entrincheirados na "House"... nos Estados Unidos da América, vejam só...


OS CANHÕES DA LIBERDADE
A cena do ataque ao Palácio La Moneda, no Chile, em 11 de setembro de 1973, onde estava entrincheirada a canalhada comunista de Allende e Fidel Castro.