sexta-feira, outubro 26, 2012

"EXCREMENTO DO DIABO", O COMBUSTÍVEL QUE DÁ VIDA AOS "BOLIBURGUESES", OS NOVOS RICOS ÁULICOS DE HUGO CHÁVEZ.

A jornalista argentina Olga Wornat assina no jornal La Nación, de Buenos Aires, uma reportagem que dá uma idéia da transformação da Venezuela sob a ditadura de Hugo Chávez. O tiranete conseguiu dividir o país em três classes: um setor esclarecido que repudia a supressão da liberdade individual, outro completamente ignorante que apóia a aventura comunista e um outro muito especial cognominado de "boliburgueses", ou seja, os burgueses bolivarianos, os novos ricos aliados de Chávez e que usam a proximidade com o ditador para enriquecer com negócios ilícitos ou lícitos, vinculados ao manejo do petróleo, produto qualificado de "excremento do diabo", por Juan Pablo Pérez Alfonzo, legendario fundador de la OPEP.

Zunindo nesse excremento, feitos escaravelhos num monte de esterco, os "boliburgueses" exibem um modo de vida extravagante e "kitsh", superlotando as suntuosas lojas de marcas famosas nos shoppings de Caracas ou exibindo seus carros luxuosos como BMW e Ferrari, tendo amarrado ao pulso Audemars Piguet ou Patek Philippe, que estão entre as marcas de relógios suíços mais caros e que deslumbram esses novos ricos.

Transcrevo no original em espanhol um excerto dessa reportagem de Olga Wornat, com link ao final para leitura completa. Vale a pena ler:

EN ESPAÑOL - "El rico es un animal con forma humana", le dice el presidente a un humilde habitante de un barrio miserable de las afueras de Caracas. El hombre, moreno, encorvado y flaco, lo observa en silencio y asiente. "Ser rico es muy malo, sabes", repite Chávez, mientras le coloca las manos sobre los hombros. El hombre, asiente de nuevo. El mandatario vuelve a la carga, mientras las cámaras lo graban: "Yo no he dicho que ser rico es malo, sólo estoy tomando una frase de mi Señor, de mi Cristo en el que creo. El profeta Isaías maldijo a los ricos. Cristo y los profetas eran socialistas porque luchaban por los pobres contra los ricos como en esta revolución." Todos aplauden al presidente que se ríe y continúa con su discurso, mientras recorre las calles de tierra de la barriada donde se hacinan miles de venezolanos.

Lejos de allí, en las zonas VIP de la ciudad, la realidad es diametralmente opuesta. Las tiendas de los shoppingS están llenas. Las joyerías de lujo reciben a sus clientes que llegan acompañados de sus custodios y salen con sus joyas simuladas en cajas de chocolate. Los restaurantes de lujo están abarrotados de neomillonarios que conversan en voz alta, hacen bromas y se ríen a carcajadas. Entre ellos, empresarios reunidos con funcionarios y hasta con algunos militares, de perfil más bajo, pero no por ello menos voraces. Todos hablan de negocios. Todos visten trajes de marca, camisas hechas a medida, corbatas de seda y grandes y costosos relojes suizos. Audemars Piguet, Hublot, Vacheron, Jaeger-Le Coultre y Patek Philippe, son los mas solicitados a las joyerías de Caracas. Tienen aviones, yates y mansiones en Miami y en Europa. Vacacionan en playas exóticas o disfrutan del frío de la Patagonia argentina, donde aprovechan la temporada de esquí. Adoran las 4x4 Hummer, Toyota o Cherokee, el BMW, la Ferrari y el Audi. Exhiben el último modelo de BlackBerry (nunca cargan menos de tres), que en nada se parece al Vergatario, el celular "revolucionario" que promociona el presidente. Coleccionan caballos árabes y obras de arte, y se mueven con un ejército de custodios. Dejan jugosas propinas en dólares y les encanta exhibirse con bellas y voluptuosas jóvenes, aspirantes a modelos o finalistas del Miss Venezuela; chicas pragmáticas, cuya máxima aspiración es asegurarse el futuro y vivir como reinas.

Es difícil entender lo que sucede en la Venezuela de Chávez, un país exuberante, mágico, violento y contradictorio, donde parece que hoy sólo reina el absurdo y el disparate. Desde el fondo de los tiempos, la lucha por el poder giró alrededor del aprovechamiento licito e ilícito del petróleo. El "excremento del diablo", como lo llamo Juan Pablo Pérez Alfonzo, legendario fundador de la OPEP. Lo más desconcertante es cómo convivieron durante 14 años un discurso "socialista y revolucionario", un presidente que se declara en guerra contra los ricos para salvar a los pobres, con la ostentación, el lujo, el exhibicionismo y el enriquecimiento obsceno de funcionarios, familiares, amigos, empresarios y banqueros mimados por el gobierno, en un país que padece una grave crisis económica, altísima inflación, control de cambios, desabastecimiento, desigualdad e inseguridad. La pregunta que surge es: ¿Chávez es consciente de esta situación? ¿Cómo se entiende su relato? Haga CLICK AQUI para leer toda la história. Incrible!

2 comentários:

caioportella disse...

(PARTE I)...BEM,ISSO AQUI É ESTARRECEDOR(extraído da coluna do Augusto Nunes da Veja),e realmente comprova que esses vagabundos do PT, a fortuna do Lula,o poderio economico do PT pode sim, vir do NIÓBIO...è longo,mais vale a pena ler com atenção e repassar...REPASSEM,O BRASIL PRECISA TOMAR CONHECIMENTO DESSA ROUBALHEIRA DESLAVADA..........

PT - Partido de Trambiqueiros - 26/10/2012 às 17:14
NIÓBIO
Vocês já ouviram algo a respeito?
Nióbio, o metal que só o Brasil fornece ao mundo. Uma riqueza que o povo
brasileiro desconhece e tudo fazem para que isso continue assim.
Como é possível o fato de o Brasil ser o único fornecedor mundial de
nióbio (98% das jazidas desse metal estão aqui), sem o qual não se
fabricam turbinas, naves espaciais, aviões, mísseis, centrais elétricas
e super aços; e seu preço para a venda, além de muito baixo, seja fixado
pela Inglaterra, que não tem nióbio algum?
EUA, Europa e Japão são 100% dependentes do nióbio brasileiro. Como é
possível em não havendo outro fornecedor, que nos sejam atribuídos
apenas 55% dessa produção, e os 45% restantes saindo extra-oficialmente,
não sendo assim computados.
Estamos perdendo cerca de 14 bilhões de dólares anuais, e vendendo o
nosso nióbio na mesma proporção como se a Opep vendesse a 1 dólar o
barril de petróleo.
Mas petróleo existe em outras fontes, e o nióbio só no Brasil;
podendo ser uma outra moeda nossa.
Não é uma descalabro alarmante?
O publicitário Marcos Valério, na CPI dos Correios, revelou na TV para
todo o Brasil, dizendo: “O dinheiro do mensalão não é nada, o grosso
do dinheiro vem do contrabando do nióbio.”
E ainda: “O ministro José Dirceu estava negociando com bancos, uma mina
de nióbio na Amazônia. Ninguém teve coragem de investigar… Ou estarão
todos ganhando com isso?
Soma-se a esse fato o que foi publicado na Folha de S. Paulo em
2002: “Lula ficou hospedado na casa do dono da CMN (produtora de nióbio)
em Araxá-MG, cuja ONG financiou o programa Fome Zero.
As maiores jazidas mundiais de nióbio estão em Roraima e Amazonas (São
Gabriel da Cachoeira e Raposa – Serra do Sol), sendo esse o real motivo
da demarcação contínua da reserva, sem a presença do povo brasileiro
não-índio para a total liberdade das ONGs internacionais e mineradoras
estrangeiras.
Há fortes indícios que a própria Funai esteja envolvida no contrabandodo
nióbio, usando índios para envio do minério à Guiana Inglesa, e dali aos
EUA e Europa.
A maior reserva de nióbio do mundo, a do Morro dos Seis Lagos, em
SãoGabriel da Cachoeira (AM), é conhecida desde os anos 80, mas o
governo federal nunca a explorou oficialmente, deixando assim o
contrabando fluir livremente, num acordo entre a presidência da
República e os países consumidores, oficializando assim o roubo de
divisas do Brasil.
Todos viram recentemente Lula em foto oficial, assentado em destaque, ao
lado da rainha da Inglaterra.
Nação que é a mais beneficiada com a demarcação em Roraima, e a
maior intermediária na venda do nióbio brasileiro ao mundo todo. Pelo
visto, sua alteza real Elizabeth II demonstra total gratidão para com
nossos “traíras” a serviço da Coroa Britânica.
Mas, no andar dessa carruagem, esse escândalo está por pouco para
estourar, afinal, o segredo sobre o nióbio como moeda de troca, não está
resistindo às pressões da mídia esclarecida e patriótica.
Cadê a OAB, o MFP, o Congresso Nacional???
Os bandidos são mais honestos.

caioportella disse...

PARTE II....O nióbio apresenta numerosas aplicações. É usado em alguns aços
inoxidáveis e em outras ligasde metais não ferrosos.
Estas ligas devido à resistência são geralmente usadas para afabricação
de tubos transportadores de água e petróleo a longas distâncias.
Usado em indústrias nucleares devido a sua baixa captura de nêutrons
termais.
Usado em soldas elétricas.
Devido a sua coloração é utilizado, geralmente na forma de ligametálica,
para a produção de jóias como, por exemplo, os piercings.
quantidades apreciáveis de nióbio são utilizados em superligas
para fabricação de componentes de motores de jatos , subconjuntos de
foguetes , ou seja, equipamentos que necessitem altas resistências a
combustão. Pesquisas avançadas com este metal foram utilizados no
programa Gemini.
O nióbio está sendo avaliado como uma alternativa ao tântalo para a
utilização em capacitores.
O nióbio se converte num supercondutor quando reduzido a
temperaturascriogênicas. Na pressão atmosférica, tem a mais alta
temperatura crítica entre os elementos supercondutores, 9,3 K.
Além disso, é um dos três elementos supercondutores que são do tipo II
(os outros são o vanádio e o tecnécio ), significando que continuam sendo
supercondutores quando submetidos a elevados campos magnéticos.
http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=17578
URGENTE!
Muitos que receberão este e-mail simplesmente dirão;”o que eu tenho a
ver com Nióbio?”
Esquecem de ver o LADO PODRE desta questão: gente do Governo envolvida
com desvios desse mineral e “comendo por fora”.
Gente graúda, lá da “cabeceira” do Governo federal e órgãos como a FUNAI.
Leia e repasse, vamos tentar acabar com mais essa fonte de roubalheira.
Auditora Fiscal de Tributos Estaduais
Coordenadora Geral do PROFISCO/RO
Secretaria de Estado de Finanças de Rondônia – SEFIN
Tel.: 69 3211-6100 ramal 1089 http://www.sefin.ro.gov.br/