TRANSLATE/TRADUTOR

sexta-feira, agosto 21, 2015

CHANCELER ANGELA MERKEL TOMA UMA "SAIDEIRA" NO BAR DO HOTEL E POSA PARA FOTO COM DEPUTADA TUCANA

A chanceler alemã Angela Merkel e a deputada Mara Gabrilli (Facebook/Mara Gabrilli/Reprodução)
A chanceler alemã Angela Merkel desembarcou no Brasil na noite desta quarta-feira para uma visita de menos de 24 horas. O tempo escasso, no entanto, não a impediu de cumprir uma agenda apertada, com reuniões e encontros com autoridades e empresários. Na quarta, depois de sair do jantar oferecido pela presidente Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada, Merkel deu uma esticada em sua noite e foi ao bar de seu hotel, o Royal Tulip, em Brasília. Antes de se sentar em uma mesa para tomar um drink, a mulher mais poderosa do mundo circulou pelo local sem seguranças e cumprimentou as pessoas presentes.
A deputada tucana Mara Gabrilli estava no bar e tirou uma foto com Merkel. "Foi tudo tão inesperado! Sem nenhuma programação. Quando vimos ela entrou no pub, sentou numa mesa ao fundo, com amigos, e ficou por algum tempo se divertindo como uma pessoa qualquer", disse ele ao jornal O Globo. "Eu disse que era a primeira deputada tetraplégica e que minha atuação é em defesa das pessoas com deficiência. Ela ficou admirada e foi super fofa comigo. Foi muito enaltecida pelos que estavam no pub e todos falaram da diferença de comportamento da chanceler alemã com nossa presidente, que só anda escoltada por carros e ninguém chega perto". Gol da Alemanha. Do site da revista Veja
MEU COMENTÁRIO: Ainda que essa inusitada incursão de Merkel pelo Brasil muito rápida - menos de 24 horas - não deixe ser misteriosa, esse registro do site de Veja merece ser republicado. Vale muito pela simplicidade e o despojamento de Angela Merkel que, apesar de ser considerada uma das mulheres mais poderosas do mundo cultiva a simplicidade.
Num país como o Brasil, onde são poucas as autoridades que podem aparecer de forma descontraída em ambientes públicos sem serem  vaiadas, fatos como esse viram notícia.

14 comentários:

Anônimo disse...

só não cola essa de estar "sem segurança"...

obviamente os homens foram instruídos para permanecerem à distancia, como se invisíveis fossem...

Anônimo disse...

Aluizio, sem dúvida vale esse registro.
Ontem em Porto Alegre, do nada na nossa frente apareceu Jair Bolsonaro caminhando na Praça Julio de Castilhos, dirigindo-se ao 1. mortadelaço.
Figura agradável, foi cercada e saudada com músicas, alegria e todos em volta boquiabertos com a acessibilidade a ele.
Bons exemplos para construir a democracia tão sonhada.

Anônimo disse...

A Anta da Dilma,nao poderia descer no saguao do Hotel na Alemanha sem escolta pois se um brasileiro estivesse por la, faria um descurso contra ,daria uma vaia.

Ceci disse...

Olha, no tempo que eu morei na Alemanha (4 anos)não era incomum encontrar políticos circulando normalmente como pessoas privadas. Quando eu ia para a faculdade - de bicicleta - volta e meia cruzava com o prefeito indo trabalhar - de bicicleta. A capital ainda era em Bonn, e aos domingos, nos museus, cruzei algumas vezes com altos políticos federais. Sem seguranças, com a família, curtindo seu domingo.
Quem não deve não teme.

Cavallier Bus disse...

Eu sei que ela não ficou sem segurança, mas notem a diferença de trato que ela quis ter e a discreção dela. Isso é um tapa na cara da arrogância megalomaníaca brasileira.

Um exemplo de quem não deve não teme, não treme, não Temer!

TERMINATOR disse...

Adoro a Alemanha e admiro os alemães. Gosto da Merkel também mas fico um pouco atrás do partido ¨conservador¨ dela que de conservador não tem nada. Esta mais para progressista.

Anônimo disse...

Ah se Gabrilli pudesse falar ao pé do ouvido desta distinta senhora sobre a quadrilha que tomou conta do poder no Brasil. Ela saia correndo.

Anônimo disse...

"Em 50 anos os alemães saíram da penúria da guerra e se tornaram a Nação mais respeitada e forte da Europa. Juntamente com a França exerce o controle das finanças do modelo da unificação e não brinca em serviço quando se trata dos interesses difusos ou coletivos da população.
O marido da Angela viaja em avião de carreira. Ele e ela não realizam despesas em cartões corporativos e levam vida austera. Povo maduro e preparado para viver as vicissitudes do pós guerra, ao passo que no Brasil,em 5 séculos não saímos do lugar. Patinamos - e o pior - a economia experimenta voo de galinha, com a queda da produção industrial, acentuada inflação, fechamento de vários pontos comerciais, e a moeda norte americana oscilante.
A viagem programada de Angela Merkel tem vários pontos de acordo de cooperação, inovação industrial, pesquisa marinha, cadastro rural único, popularização da ciência e a questão climática da Amazônia em relevo. Essa discussão reabre o caminho da novidade e do investimento em ciência e tecnologia, o estudo de fontes de energia renováveis , a diminuição do efeito estufa, e variantes que nos aproximam de índices mais aceitáveis em relação ao primeiro mundo."

http://www.alertatotal.net/2015/08/licoes-da-alemanha.html

Anônimo disse...

Enquanto isso, a dilma e o lula não podem nem sair na frente do condomínio sem levar uma vaia.

Paulo Helmich disse...

Ela tá com a cara de quem tomou uns 10 chopps!! Se bem que, pros alemão, isso é mixaria!!! Grande chanceler, todavia!!!

Anônimo disse...

O desespero do governo terrorista é tanto que elles até trouxeram a 1ª ministra da Alemanha para ver se ela empresta um "granório" pra salvar o barco vermelho que está indo a pique. Muito me admira Angela Merkel, a maior autoridade da maior economia europeia ter aceitado o convite...

samuel disse...

Ei! na Alemanha não tem petista, mas tem o espelho, os islámicos, perigo! perigo!
kkkkkk

Anônimo disse...

Pobre quado fica rico de uma hora para outra,empina o nariz.

Wanderley Camy disse...

Com todo o respeito a deputada Mara, mas não esqueço que ela votou pela admissão do Fachini no STF, o comunista, então deputada, se atenha aos seus atos, vamos cobrar! E quanto a Merkel, a durona, que seja também com a Dilma, a notória Anta!
WSC