TRANSLATE/TRADUTOR

sexta-feira, outubro 16, 2015

REPORTAGEM-BOMBA DE 'VEJA' ARRASADORA REVELA QUE OPERAÇÃO LAVA JATO VAI EMERGIR. O ALVO É DILMA, LULA E EDUARDO CUNHA.

A reportagem-bomba de Veja, que chega às bancas neste sábado é devastadora e traz com exclusividade um fato que que fará deste final de semana o mais longínquo torturante para que tem culpa no cartório, isto é, para aqueles figuraços do Palácio do Planalto e adjacências que se julgam intocáveis. 

Segundo a reportagem-bomba, a Lava Jato vai emergir. Tanto é que ilustra a capa de Veja um tubarão com dentes afiados rumo à superfície onde bóiam sorridentes e faceiros Dilma, Eduardo Cunha e Lula.

A reportagem assegura que os tenebrosos acordos pela impunidade feitos em Brasília não vão matar a esperança dos brasileiros de terem um país em que a justiça é para todos.

Portanto, essa novela tétrica e diabólica ainda terá o seu epílogo e isto pode ocorrer, quem sabe, já na próxima semana. 

Além desta reportagem-bomba, Veja ainda traz com exclusividade que a delação do operador do PMDB arrastou Renan Calheiros e Delcídio Amaral para o escândalo do petrolão.

Por tudo isso, a reportagem-bomba de Veja desta semana é imperdível. Corram às bancas cedo porque a turma do PT por certo vai querer dar um jeito de fazer sumir a edição impressa das bancas.

Todavia, os assinantes digitais daqui a pouco já podem ler online essas agradáveis notícias. Os cidadão de bem deste Brasil que não perdem a esperança de ver a Justiça triunfar sobre a malta petista e seus sequazes que colocaram o Brasil no buraco e agora enviam a conta para o povo pagar.

Não passarão! Acertem os relógios.

Na seqüência um aperitivo de parte da reportagem-bomba de Veja. Mas ainda tem outra parte da matéria que aborda a volta das ações da Lava Jato. Leiam:
LULA, O CHEFÃO!
O ex-presidente Lula se reuniu no fim de junho com os líderes do PT e do PMDB, em Brasília. O encontro ocorreu na casa de Renan Calheiros, presidente do Senado. Acossado pelo petrolão, o maior escândalo de corrupção da história do Brasil, Lula saiu-se com a tática que sempre adotou, com sucesso, nesses casos: arrastar mais gente para o seu lado, na tentativa de tornar o grupo maior do que a boca do abismo que o ameaça. Lula disse aos presentes que toda a primorosa investigação da Polícia Federal secundada pelo trabalho implacável dos procuradores federais e de juízes de diversas instâncias não passa de uma "campanha para desmoralizar a classe política". Lula chamou de arbitrários o juiz Sergio Moro e os demais responsáveis pela Operação Lava-­Jato. "O país foi sequestrado pelo Moro. Temos de reagir no Supremo Tribunal Federal", concordou José Sarney, o ex-­presidente cuja filha, Roseana, é investigada no caso. Obviamente o objetivo da reunião na casa de Renan não foi arrancar o país das garras do arbítrio e devolvê-lo à normalidade democrática. O objetivo foi encontrar um jeito de restaurar a velha ordem da impunidade para os poderosos da República que a Lava-Jato ameaça contrariar pela primeira vez em nossa história.
Em comum, muitos dos participantes da reunião tinham, além do fervor republicano, o fato de estarem na boca dos delatores da Lava-Jato como beneficiários do dinheiro desviado da Petrobras. Até mesmo Delcídio Amaral, líder do governo no Senado, que participou da reunião, acabou enlaçado no escândalo. Lula, Renan e Delcídio foram listados como beneficiários do petrolão pelo lobista Fernando Soares, o Fernando "Baiano". Em sua delação premiada ao Ministério Público, Baiano declarou ter pago a José Carlos Bumlai, compadre de Lula, 2 milhões de reais em propina, cujo destinatário final seria uma nora do ex-presidente. Comparsa de petistas e peemedebistas, Baiano narrou minuciosamente como intermediou propina para as lideranças dos dois partidos. Tudo custeado pelos cofres da Petrobras. Tudo registrado em um documento de dezesseis páginas obtido por VEJA, no qual o delator, condenado a dezesseis anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, relata em detalhes sua atuação a serviço do PT e aliados no assalto à Petrobras. Do site de veja

16 comentários:

Anônimo disse...

Aluízio:

As 'bombas' da veja já não passam de meros traques para esse governo psicopata.

Infelizmente não será mais uma simples reportagem em uma revista que irá aniquilar essa alcateia que está a esquartejar o que sobrou do cadáver desse país.

Anônimo disse...

Como assim, Lula e Dilma!!! Todo mundo sabe, e o JN reiterou isso hoje, que LULA, DILMA E O PT SÃO INOCENTES e tudo, o Petrolão, o Mensalão, e os demais "ãos", obra do CUNHA!!! Por isso, prendam e arrebentem CUNHA, para fazer justiça neste País!!!

Anônimo disse...

O Brasileiro médio não tem o hábito, digo, não foi educado para o hábito da leitura. Tanto faz como fez qualquer reportagem.

Anônimo disse...


Como diz o Ciro Botini:
Comprem!Comprem!Comprem!

Ajudem a Editora Abril a não depender apenas das verbas públicas.

Anônimo disse...

Agora a Veja deu para ameaçar os ladrões do PT e asseclas? Desconfio que eles não estão preocupados com isso, pois já perceberam que o PGR e o STF são ideologicamente afinados com o desgoverno petista e estão devidamente cooptados!!!!

Anônimo disse...

O Brasil é grande e os brasileiros também. Paciência é uma sabedoria que nosso povo tem. Tenho certeza de que, quando a população decidir boicotar os males que lhe perturba a vida e atrasa a sua prosperidade, não sobrará pedra sobre pedra. Somos um povo que fala por telepatia, com simples gestos nos fazemos entender.

Roberto disse...

Bom dia!
Prezados amigos, de que adianta as notícias bambas da revista veja! só mesmo pra vender revistas, entra reportagem bomba sai reportagem bomba, e as bombas continuam lá em Brasilia explodindo tudo!

Anônimo disse...

''Dar na Veja de nada adianta. Tem que noticiar essas bombas no JN! Isso nunca acontecera'!
So' na epoca de collor isso aconteceu por razoes obvias. De que adiantaria blindar collor?!

Moises Barnabe disse...

Veja parabéns, não vamos desistir, estes bandidos vão ter que pagar, eles roubaram o nosso futuro

Moises Barnabe disse...

Parabéns veja pela reportagem, vamos botar estes caras na cadeia.

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
Difícil ver o país nessa situação, os homens de bem estão acuados, mas não se pode esmorecer. A mídia honesta e corajosa faz sua parte, o povo mais esclarecido politicamente também. O grande problema é a blindagem dos principais atores do maior escândalo da era republicana no país. Nossa formação social-política e ética também contribuiu para esse se chegar nesse estado. A pilhagem aos cofres do Estado vem de longe e faz parte de nossa cultura política. Vejo poucas saídas neste processo.Pressão das ruas e o "minimo dever de casa" por parte de nossos magistrados, apenas aplicando a lei, doa a quem doer.

Anônimo disse...

Finalmente a Operação Laja-jato está próxima de abocanhar os peixões, lula, dilma e outros que se julgavam intocáveis e acima da lei e da justiça. CHEGA DE IMPUNIDADE!! Teori e janot estão em acelerada campanha seletiva para a desmoralização e queda de Eduardo Cunha. Isso com um objetivo claro de desviar o foco da atenção da população sobre o impeachment de dilma. E eu lá quero saber destas distrações acessórias? Eu quero é que dilma, lula e o pt sejam desmascarados e presos pelos enormes níveis pensados e inimagináveis, que só o tempo irá mostrar. Hoje, danos morais e perdas financeiras que causaram ao país, em todos os numa notinha tímida no jornal Correio Brasiliense , pág. 9, Economia,li esta notícia arrasadora (pelo menos para nós que somos patriotas e que aprendemos que a Petrobrás e o petróleo, eram a nossa riqueza - puro engano, a Petrobrás tem outros donos):

"Os chineses sócios da Petrobrás no Campo de Lira, privatizado pela Presidente Dilma Rousseff, não estão dando sossego à empresa. Eles se instalaram em uma sala exclusiva no prédio da estatal , no Rio, no qual não deixam nenhum brasileiro entrar. Dalí saem cobranças enormes à petroleira , que é obrigada a ceder em tudo, já que o dinheiro para exploração do petróleo está vindo da China."

Transcrevi o texto , pois acho que todo brasileiro deveria saber como as coisas estão se passando por lá. É ou não é de estarrecer?

Anônimo disse...

Errata: desculpem,o texto anterior foi enviado com incorreções. Novo texto :
Finalmente a Operação Laja-jato está próxima de abocanhar os peixões, lula, dilma e outros que se julgavam intocáveis e acima da lei e da justiça. CHEGA DE IMPUNIDADE!! Teori e janot estão em acelerada campanha seletiva para a desmoralização e queda de Eduardo Cunha. Isso com um objetivo claro de desviar o foco da atenção da população sobre o impeachment de dilma. E eu lá quero saber destas distrações acessórias? Eu quero é que dilma, lula e o pt sejam desmascarados e presos pelos enormes danos morais e perdas financeiras que causaram ao país, em todos os níveis pensados e inimagináveis, que só o tempo irá mostrar. Hoje li numa notinha tímida no jornal Correio Brasiliense, pág. 9, Economia, esta notícia arrasadora (pelo menos para nós que somos patriotas e que aprendemos que a Petrobrás e o petróleo, eram a nossa riqueza - puro engano, a Petrobrás tem outros donos):

"Os chineses sócios da Petrobrás no Campo de Lira, privatizado pela Presidente Dilma Rousseff, não estão dando sossego à empresa. Eles se instalaram em uma sala exclusiva no prédio da estatal , no Rio, no qual não deixam nenhum brasileiro entrar. Dalí saem cobranças enormes à petroleira , que é obrigada a ceder em tudo, já que o dinheiro para exploração do petróleo está vindo da China."

Transcrevi o texto , pois acho que todo brasileiro deveria saber como as coisas estão se passando por lá. É ou não é de estarrecer?

Anônimo disse...

Palmira Souza : É assim que aparecem os petistas pagos para defender o Lula e a Dilma por aqui...E todo mundo sabe o que ? O JN reiterou o que mesmo? Agora os Petistas passaram a acreditar na Globo? Muito conveniente né.

Marcos Bertoli disse...

Tomara. Mas, ainda acho que, a Lava Jato, é uma gigantesca PIZZA.

Carlo Germani disse...

As capas de VEJA,valem por uma matéria inteira.