TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, dezembro 24, 2015

MAURÍCIO MACRI, O NOVO PRESIDENTE DA ARGENTINA, JÁ INICIOU O DESMANTELAMENTO DA CENSURA À IMPRENSA MONTADA PELOS AMIGOS DO LULA E DA DILMA.

Presidente argentino Maurício Macri: detonando os esbirros do Foro de São Paulo.
A matéria que segue após este prólogo, publicada no site do Estadão, é das agências Reuters e EFE. Refere-se as ações que o novo presidente argentino, Maurício Macri, está tomando para desarticular o esquema de censura à imprensa.
Como podem verificar trata-se de uma narrativa burocrática onde o tema "censura à imprensa" é tratado com uma frieza criminosa. Esta é o tipo de matéria escrita pelos andróides comunistas que controlam essas agências internacionais de notícias. Os comunistas ainda dão um jeito de conferir "imparcialidade" a um troço nojento e asqueroso que é a censura à imprensa e a perseguição aos veículos de comunicação.
Mas como estou cansado de afirmar aqui no blog, e sei muito bem o que estou falando, com mais de 40 anos de jornalismo, são os jornalistas em sua maioria os principais defensores da censura, por meio do eufemismo "controle social da mídia", ou "regulação da mídia".
E quem são esses jornalistas? Ora, alguns são cretinos e idiotas por natureza outros são militantes do Foro de São Paulo. São eles que elaboram e controlam as pautas, copidescam matérias para introduzir a desinformação. Do ponto de vista moral e ético esses canalhas são imorais, vagabundos, maconheiros, cheiradores, vadios que nunca estudaram e mentirosos. Todos esses tipos, sem exceção, são psicopatas. Por isso que os comunistas fizeram de tudo para fechar os hospícios.
Muitos desses esbirros do Foro de São Paulo, formados nessas espeluncas conhecidas como "Cursos de Jornalismo" nunca trabalharam num veículo de mídia e são incapazes de escrever um press-release de mais de dez linhas. Esses vulgos "jornalistas" dedicam-se ao controle dos sindicatos de jornalistas aqui no Brasil e nos demais países ditos "bolivarianos", eufemismo para disfarçar a deletéria e permanente atividade comunista. Muitos desses pelegos dominam as organizações de classe dos jornalistas desde que receberam o diploma desses cursinhos de araque. Hoje já estão de cabelos brancos e barrigudos. São autênticos pelegos, chupins das verbas sindicais auferidas pelo desconto de um dia de trabalho de todos os trabalhadores de todo o Brasil. O dito "imposto sindical", além de outras verbas amealhadas pela CUT, a central pelega do PT que faria inveja ao esquema sindical do fascismo italiano de Mussolini.
Não poderia deixar de fornecer aos estimados leitores estas informações relevantes. Como disse, sou velho de guerra na profissão. E conheço essa cambada de vagabundos. Tive a infelicidade de ter de aturá-los nas redações, pois a maior parte do tempo em que estive em redação de jornal fui editor, exercendo cargos de chefia em diversas áreas. 
Transcrevo a notícia que vem da Argentina, cheia de mechas, é verdade. Leiam tomando o cuidado de excluir as assertivas mentirosas:
UM CENSOR JÁ ESTÁ DESEMPREGADO
Martin Sabbatella, chefe da Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual (AFSCA), foi demitido pelo presidente Macri. Notem como esses comunistas são todos parecidos. É uma espécie de etnia, com aquela barba e aquele olhar imbecil e pretensioso.
O novo governo da Argentina decidiu intervir por seis meses em dois órgãos reguladores de comunicação do país, argumentando que suas autoridades tiveram condutas de rebeldia contra as diretrizes da nova administração, anunciou o governo nesta quarta-feira, 23. O ministro das Telecomunicações, Oscar Aguard, disse que a medida foi adotada por decreto e seria colocada em vigor imediatamente. 
Enquanto era feito o anúncio oficial, uma forte operação policial foi mobilizada em torno da sede do órgão governamental, onde se concentravam partidários da ex-presidente Cristina Kirchner. O ministro Aguad explicou que o governo ordenou este dispositivo de segurança especial diante da possibilidade de distúrbios.
Martín Sabbatella, diretor do órgão que foi afastado, disse estar disposto a resistir à medida, amparado na Lei de Meios que lhe confere um mandato até 2017. "É um atropelo brutal. Aguad expressou que a Lei de Meios tem que desaparecer. Se é assim tem que ir ao Parlamento, revogá-la e fazer outra", havia declarado Sabbatella antes da intervenção à rádio 10.
Por sua resistência, Sabbatella foi aplaudido espontaneamente no domingo ao ser reconhecido quando se dirigia ao último show em um teatro de Buenos Aires do músico de rock Fito Paéz, próximo do kirchnerismo.
A Lei de Meios foi sancionada em 2009 com o apoio de setores da oposição, para colocar fim a monopólios midiáticos e abrir licenças de rádio e televisão a organizações sociais. "Estamos estudando uma convergência tecnológica e de controles", respondeu sem dar detalhes Aguad diante de uma pergunta sobre se impulsionará mudanças na Lei de Meios.
A Lei está impugnada na Justiça pelo Grupo Clarín, um dos maiores conglomerados de meios de comunicação da América Latina, o que iniciou a batalha judicial e uma enorme polêmica. A divisão antimonopólio nunca pôde ser aplicada ao Grupo Clarín, que apelou aos tribunais.
Os meios de comunicação do Clarín denunciavam que o governo de Kirchner queria silenciá-los, mas Cristina sustentava que a acusação era uma desculpa para defender interesses de grandes grupos econômicos. Macri assumiu no dia 10 após derrotar o peronismo que governou a Argentina por 12 anos. Do site do Estadão

21 comentários:

Anônimo disse...

Caro Aluízio[Não li todo o artigo, porém, o que e chamou atenção, foi o parágrafo dos loucos, simplesmente porque eu tenho um primo louco e x querido. Ele já quis matar os pais e próximos. Ai, ai, ele ficou e merece ter ficado co a casA de mina tia. Mas, ninguém toma conta dele. ENTÃO...M

Viviane Buzato disse...

Ótimo texto e noticia, creio nesse Magri que o comunismo na América latina começou a enfraquecee justamente com ele....

Anônimo disse...

Inveja da Argentina!

Brasil para os brasileiros! disse...

Só a cara que ele fez para a tal enviada venezuelana no recente encontro em que cobrou a Liberdade para presos políticos mostra bem a que veio.
Quando teremos oposição no Brasil??

Anônimo disse...

e todos tem cara de:

-desgosto;
-de frustração;
-de cretinice;
-de inveja;
-de rancor;
-enfim, cara de morte.

nao sabem viver sem arrebentar com a vida dos que seguem seu caminho em paz...

Anônimo disse...

As disputas, os desentendimentos surgidos entre o Macri da Argentina e o Maduro caindo de Podre da Venezuela, a vitoria da direita lá já surtem os primeiros efeitos!
O otario, ameaçador de invadir o Brasil Evo Morales está quietinho na sua, nem triscou nada contra a Argentina, se enfiou na toca!
Acontece que a futura derrota geral em 2016 no Brasil dos candidatos do Partidos da Trevas-PT e de seus capachos do Partido Meretriz Do Brasil-PMDB será uma cacetada de arrebentar a mais na peste comunista que assola a América Latina, que tem transformado ela na América LATRINA!
Mãos à obra, eleitores, para despachar essas urucubacas em 2016!

Anônimo disse...

Feliz Ano Novo - de preferencia, sem em breve o PT!

Anônimo disse...

BRASIL = CAOS!
Parabens, povo argentino, que, demorou mas tirou a corja.
E aqui?! Bom aqui tem PhD em em bolivarianismo/comunismo. Sem a Lava Jato, estariamos pior que a venezuela!
Mas, ta' baum, hoje tem foguetorios, shows, e assim ate' o fim do ano. Depois invadem os hospitais pra se curarem da bebedeira...e dai vao encontrar muitas portas fechadas. Saude, seguranca, educacao falidos e vai piorar.

Anônimo disse...

O sorriso de Magri é cativante. Quebrou os grilhões da escravidão cruel imposta ao povo argentino por desses homens de barba com seus projetos de poder. Desejo sucesso ao seu governo e que os argentinos trilhem novamente o caminho da verdadeira democracia, do respeito à lei, do caminho do desenvolvimento e progresso. Espero que o Brasil também se livre dessa corja sem alma e sem pátria.
Que Deus abençoe a todos e que o Santo Natal una os homens de boa vontade em prol da liberdade.
Feliz Natal!

Anônimo disse...

"Martín Sabbatella, diretor do órgão que foi afastado, disse estar disposto a resistir à medida"

tal lá como cá...

os abusados perdem as eleições mas se acham donos do país e querem continuar nos cargos de comando do governo dos outros...

Anônimo disse...

O mais incrível é ver que eles saíram do poder mais continuam autoritários!
Que coisa mais maluca, o presidente está acabando com a censura no país e os bolivarianos defendendo a permanência dela na Argentina mesmo não fazendo parte do governo! Isso foi a coisa mais louca vindo desses cara que vi em 2015! Que inveja da Argentina! Está se distanciando a passos largos do Foro de San Pablo!

Anônimo disse...

Aluízio,o povo brasileiro deve pedir Intervenção Militar,não deve mais perder tempo pedindo impeachment,porque no Brasil não há oposição a esse governo comunista para fazer igual na Argentina, lá pelo menos existe uma oposição que parece verdadeira a julgar pelo que você diz neste artigo, aqui não, pois o PSDB é também comunista e todos já sabem que FHC-Fernando Henrique Cardoso é comunista de carteirinha e é o cérebro do comunismo no Brasil, ele sempre foi, junto com Lula, Dilma e toda essa cambada de comunistas, um grande amigo de Fidel Castro. Agora se os comandantes militares estiverem cooptados talvez seja preciso pedir ajuda internacional, pois a maioria do povo brasileiro não quer o comunismo. No entanto, Fernando Henrique Cardoso pelo que eu li em algum site da Internet, não me lembro bem agora, protocolou na ONU um documento de não Intervenção Militar no Brasil, que bloqueia a Intervenção Militar a não ser em caso de grave crise e perturbação da ordem pública.É preciso anular esse documento. Todo o povo ou a maioria mais esclarecida, deve pedir na ONU ou outros organismos internacionais como a OEA e outros para que haja uma Intervenção Militar aqui no Brasil quem sabe até com tropas da OTAN ou outras se for possível.É preciso urgentemente, tirar esse governo petista comunista do poder e desmantelar o maldito Foro de São Paulo. Só assim o Brasil voltará a normalidade!

Anônimo disse...

Obrigado por expressar em seu ótimo texto todos os meus conceitos em relação a estes "jornalistas chapa-branca", que nada mais fazem do que prestar serviço de desinformação, com cinismo, arrogância e certeza de acobertamento de suas ações. Nos sindicatos impõem a unanimidade burra e psicopata das esquerdas, usando o dinheiro do imposto sindical para se financiarem em campanhas e ações de apoio do governo .

Anônimo disse...

Se tirar a barba do sujeito fica a cara do ministro Barroso. São todos da mesma fornada.

Anônimo disse...

Se preparem comunistas, o sangue de vocês será derramado por toda AL.

Anônimo disse...

Aluízio, é o que todos dizem: em poucos dias Macri fez mais pela DEMOCRACIA do que a tirana e acéfala 'Dilmamona Asinina' em 5 terríveis e corruptos anos.

VIVA A ARGENTINA LIVRE!!!

Anônimo disse...

A mensagem foi clara: "Não queremos mais você aquï". Como todo comunista cara de pau, fez de conta que não entendeu e deram um chute na bunda dele. Ainda acho pouco. Deveriam investigá-lo a fundo. Não existe um comunista que não tenha metido a mão na coisa pública. A cadeia é o lugar deles.

Anônimo disse...

Aedes AegyPTi, fora com essa peste do Brasil!

Compilador disse...

Precisamos de ter um canal que representa a oposição. O Grupo O Clarim, de oposição ao governo na Argentina, foi bastante perseguido durante a ditadura Kirchner, que queria suspender as concessões de rádio e televisão do grupo. Hoje, após a eleição do Presidente Macri, o grupo está livre da perseguição populista.
O Clarim possui cerca de 200 concessões de tv a cabo, dez emissoras de rádio e cerca de quatro canais de tv aberta.
No Brasil é necessário o surgimento de um investidor que tenha os recursos necessários e a coragem para enfrentar a ditadura da esquerda. Excelentes jornalistas que representam a oposição nós temos tais como você, Joice, Orlando Tambosi, Rodrigo Constantino, Reinaldo Azevedo e outros.

Anônimo disse...

Aluizio

FELIZ NATAL junto a seus familiares. E, que em 2016, tenhamos nossas esperanças renovadas. Que você continue aqui firme e forte !


Chris/SP

Anônimo disse...

Só faltou o aproveitador Martin, usar a tática do Lula e Anta.Dizer que é golpe.