TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, outubro 30, 2016

REPORTAGEM-BOMBA DE 'ISTOÉ' EM EDIÇÃO ESPECIAL PARA BELO HORIZONTE REVELA OS FANTASMAS DO PT ZANZANDO NO COMITÊ DE KALIL

A capa da edição especial de IstoÉ sobre o segundo turno da eleição municipal de Belo Horizonte
A revista semanal IstoÉ, que chegou às bancas neste final de semana, teve uma edição nacional e outra especial para Belo Horizonte, com uma reportagem-bomba revelando que o candidato a prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, do PHS, não consegue explicar a origem de 2,2 milhões que doou à própria campanha. Segundo IstoÉ, Kalil estaria iludindo o eleitor e se apresentando como um grande gestor, mas suas empresas desprezam os direitos dos trabalhadores e acumulam dívidas milionárias.
Além dos problemas financeiros apontados por IstoÉ, a campanha de Kalil está cercada de muitos mistérios.
É que seu companheiro de chapa, o candidato a vice-prefeito Paulo Lamac é um ex-petista que se bandeou para a Rede de Marina Silva, em razão da implosão do PT em decorrrência das roubalheiras e corrupção reveladas pela Operação Lava Jato, sendo que Lula, o chefão petista, já é réu em três processos.
Por baixo dos panos Alexandre Kalil tem o apoio do PT pelas mãos do governador Fernando Pimentel. O vice na chapa de Kalil, Paulo Lamac, tem como “padrinho” Pimentel, que o lançou na política mineira.
A jogada no PT nessa história é a possibilidade de Lamac, no caso de vitória de Kalil, assumir a Prefeitura. A expectativa petista é que Kalil poderia ser condenado em segunda instância na Justiça Federal em decorrência de processo a que responde por não ter recolhido o INSS dos trabalhadores de suas empresas.
A eleição em Belo Horizonte, segundo o Ibope, estaria muito equilibrada. Houve um inusitado crescimento da campanha de Alexandre Kalil nos últimos dias mas as mais recentes pesquisas sugerem um equilíbrio em nível de virada a favor do tucano João Leite.
Faço a seguir a postagem da primeira parte da reportagem-bomba de IstoÉ que faz estremecer Belo Horizonte, com link ao final para leitura completa. Leiam: 
FANTASMAS PETRALHAS EM BH
As mais recentes pesquisas revelam que a disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte (MG) chega na reta final absolutamente indefinida. Depois de promover uma campanha marcada pela agressividade e pela absoluta falta de compromisso com a verdade, o candidato do PHS, Alexandre Kalil, ex-presidente do Clube Atlético Mineiro, passou a última semana contabilizando uma enorme perda de votos. De acordo com o Ibope divulgado na quinta-feira 27, ele perdeu dois pontos percentuais das intenções de voto em apenas sete dias. Kalil e o tucano João Leite estão em empate técnico. O primeiro, segundo o Ibope, soma 39% e Leite cresceu para 36%. “É natural que logo depois do primeiro turno houvesse um crescimento da candidatura de Kalil devido ao seu maior tempo de exposição no horário eleitoral nesse segundo turno. Mas, nos últimos dias, o eleitor passou a verificar que o candidato é uma fraude montada por marqueteiros”, analisa o cientista político André Ventura. De fato, na última semana, ficou claro que os fatos desmentem as falas do candidato do PHS. Ele não consegue sequer explicar de onde vêm os recursos destinados à sua campanha e até esconde o fato de receber “clandestinamente” o apoio do PT.
BALANÇA E PODE CAIR
Nos debates do segundo turno, o tucano desafiou Kalil a explicar a origem de R$ 2,2 milhões que ele próprio destinou à sua campanha. Trata-se de uma quantia enorme para o dono de duas empreiteiras que se encontram atoladas em dívidas, até com a Prefeitura de Belo Horizonte, e que colecionam uma série de processos por continuamente desrespeitar os direitos trabalhistas, inclusive tomando recursos dos funcionários e não repassando-os ao FGTS e ao INSS, como denunciaram diversos antigos empregados. Em sua declaração de Imposto de Renda, apresentada à Justiça Eleitoral, Kalil declarou ser dono de um patrimônio avaliado em R$ 2,7 milhões, incluindo sociedade em alguns imóveis, quatro motos Harley Davidson, um Mercedes e um Land Rover. Como poderia, então, alguém que tem um patrimônio de R$ 2,7 milhões doar, em espécie, R$ 2,2 milhões para a campanha? Quando indagado por João Leite, Kalil nada respondeu. Assessores, no entanto, fizeram chegar a jornais e rádios de Belo Horizonte que o candidato do PHS havia vendido um imóvel para obter os recursos declarados no TSE. Na quarta-feira 26, ISTOÉ perguntou a Kalil qual seria a origem dos recursos. No email encaminhado à campanha, a reportagem questiona que imóvel teria sido vendido, qual o valor da venda, o nome do comprador e o cartório em que fora registrada a negociação. Até o fechamento dessa edição, nenhuma resposta havia sido dada. Na quinta-feira, procuradores do TRE de Minas afirmaram à ISTOÉ que, nos próximos dias, independentemente do resultado da eleição, Kalil e o PHS terão que justificar a origem dos R$ 2,2 milhões. “As contas da campanha precisam ser transparentes e o eleitor tem que saber de onde vem o dinheiro gasto pelos candidatos”, disse o procurador. “Ele pode até vencer a eleição, mas se não comprovar a legalidade da campanha corre o risco de não tomar posse”. Continue LENDO AQUI

10 comentários:

samuel disse...

PETISMO É UMA DEFINIÇÃO DE CARÁTER. Uma vez petista, está definido o caráter. Aquele caráter do qual LULA é o paradigma.

Anônimo disse...

COMUNISMO/NAZISMO/FASCISMO = CHUVAS ÁCIDAS.
NAZISMO/FASCISMO = PESTES NEGRAS
COMUNISMO = PESTE VERMELHA - Bento XVI
EVIDENTE, como disse, AA: as esquerdas estão por detrás do KALIL apenas para confrontarem o Aecio!
SE DER A AZARENTA A VITORIA DO KALIL SERÁ A VITORIA DAS ESQUERDAS E DO PT!
Os mineiros que cometerem a burrada de votarem no Kalil promoverão o maldito PT, e seriam os mesmos-idiotas úteis aos comunistas que elegeram o verme comunista Pimentel!
Essa peste vermelha acima, envolveu-se em não quantos casos tenebrosos de pilhagem do Brasil no desgoverno da golpista Dilmabutre, em repasse de nossos recursos para carniceiros comunistas, caso do esquerda-caviar e burguês Fidel Castro!
Será que v quer se promover o PT votando em Kalil, associar-se aos membros do Partidos das Bruxas, o PT, o Halloween tupiniquim que foi a desgraça do Brasil?
Confiram o caos total, quase sem saída, na Venezuela onde o 171 sob efeito da 51 disse que tem democracia(comunismo) até demais!

Anônimo disse...

Minas aprenda a votar...

Anônimo disse...

Minas nao aprende, dilma, pimentel, e agora kalil ?; pelo amor, ne'. E' terra de Tiradentes mesmo?!
So' fortalece o STF assim como todo judiciario, ne' minas, da inconfidencia mineira!

Ah, os atleticanos votam em kalil !!! Putz, politica nao e' futebol!
Por isso a media do quociente de inteligencia, QI,no Brasil, nao sai dos 87. Com tantos idiotas...

Votem no menos, muito menos pior, mas nunca nesse 'cara'. Ainda da' tempo.

Anônimo disse...

Essa capa veio tarde demais!!!

Anônimo disse...

Para quem acreditou na versão oficial da nova moda do harakiri brasileiro, no qual o suicida em vez de cortar o ventre, tira a roupa e enfia uma faca de churrasco no pescoço, mentira maior que isso, só a urna eletrônica brasileira, que até o Paraguai rejeitou (veja os documentários da TV paraguaia sobre a urna brasileira no youtube). Acorda, Brasil!!!

RADIOVOX_ORG
EXCLUSIVO: CONFIRMADO ASSASSINATO DE PLÍNIO ZALOWSKI - 28/10/2016

https://soundcloud.com/rvox_org/exclusivo-confirmado-assassinato-de-plinio-zalowski-28102016

Cactus disse...

.
Discordo totalmente.
.
Democracia sugere liberdade de escolha, inclusive a escolha de não escolher, afinal todo mundo nasceu livre, e será livre para fazer o que bem entender -claro, desde que não prejudique alguém, como é o caso -.
Se a pessoa preferiu votar nulo, em branco ou nem votar, não é ela a culpada por tudo de errado que se passa, está muito longe disso.
A culpa está mais para quem vota errado, pois vejamos.
.
Se tivermos um conluio de bandidos, existindo somente bandidos como candidatos -todo mundo está percebendo que isto existe, salvo algumas exceções localizadas -, e, como você diz, temos que votar assim mesmo, ora, é óbvio que os bandidos vão sempre continuar no poder. De que adianta votar no bandido menos pior? Este vai continuar bandido.
.
Se você pensa que nem todos são bandidos, deve ser respeitado, assim como aqueles que pensam contrariamente também devem ser. Ou não?
.
Jamais a culpa deve recair sobre quem não quer votar, afinal ali existem tanto os que votariam nos seus candidatos preferidos, quanto votariam nos outros candidatos, e você jamais saberá se saiu "ganhando" ou "perdendo" com o suposto voto de todos os que não votaram.
.
"Ah, mas o voto é obrigatório" alguém vai dizer, está aí uma boa atitude de protesto para que a lei mude e passe a não ser obrigatório. Afinal, qual é o interesse de ser obrigatório? Legitimar a eleição com grande quantidade de votos para os bandidos? Neste aspecto entra uma coisa passível de discussão. Lembrando que nas maiores democracias do mundo não é obrigatório.
.
Esta é a verdade.
.

Anônimo disse...

Vai ver a "tchurma" do oriente médio está usando exatamente o esporte mais popular por estas bandas para, primeiro penetrar, e depois corroer...

Anônimo disse...

Artigo esclarecedor.
“A milícia de Renan Calheiros e o abuso de poder.”- Modesto Carvalhosa.
Aqui: http://www.tribunadainternet.com.br/a-milicia-de-renan-calheiros-e-o-abuso-de-poder/#comments


Anônimo disse...

Kalil eleito.....Chorem.....kkkkkkkkkkk