TRANSLATE/TRADUTOR

terça-feira, novembro 01, 2016

CONHEÇA OS CHARLATÕES OCIDENTAIS QUE JUSTIFICAM A JIHAD. (DESTAQUE PARA OS IDIOTAS FRANCESES. SEMPRE ELES...)

Por Giulio Meotti (*)
Transcrito do site Gatestone - Original em inglês: Meet the Western Charlatans Justifying Jihad
Tradução: Joseph Skilnik
Após o 11 de setembro de 2001, a nata dos intelectuais europeus imediatamente começou a procurar e encontrar justificativas para a jihad. Eles obviamente estavam fascinados com o fuzil automático Kalashnikov, "a arma dos pobres". Para eles o que se passou em Nova Iorque foi uma quimera, uma ilusão. Hipoteticamente, os assassinatos em massa eram o suicídio da democracia capitalista, e o terrorismo foi a fúria dos desempregados, a arma desesperada de um lumpemproletariado ofendido com a arrogância da globalização ocidental.
Esses intelectuais semearam as sementes do desespero em uma enorme câmara de eco ocidental. Do 11 de setembro até os recentes massacres em solo europeu, os cidadãos ocidentais assassinados são retratados apenas como vítimas colaterais em uma guerra entre "o sistema" e os condenados da terra, que só estão reivindicando um lugar à mesa.
O filósofo alemão Martin Heidegger (à esquerda) foi um dos muitos intelectuais e artistas europeus que abraçaram o sonho de Adolf Hitler. Hoje, o filósofo francês Michel Onfray (à direita) se tornou o queridinho do grupo jihadista Estado Islâmico, por conta da sua visão segundo a qual, a despeito dos islamistas matarem e massacrarem, não é culpa deles. Ele culpa as vítimas, porque "o Ocidente atacou primeiro".
Michel Onfray é um desses intelectuais. Já faz um bom tempo desde que ouvimos a expressão: "idiota útil". A cínica expressão é muitas vezes atribuída a Lenin e era utilizada para identificar aqueles simpatizantes ocidentais que justificavam os horrores do comunismo. A revista francesa L'Express a usou em relação a Onfray: "o idiota útil do islamismo".
Quando o seu "Manifesto Ateísta" foi publicado em 2005, Onfray jamais poderia ter imaginado que dez anos depois ele se tornaria o queridinho do grupo jihadista Estado Islâmico (ISIS). No entanto, em 21 de novembro de 2015, isto é, uma semana após o massacre de Paris, Onfray apareceu em um vídeo de propaganda do Estado Islâmico. Alguns dias mais tarde, Onfray, este ídolo da classe média europeia displicente , afirmou que uma "trégua poderia ser assinada entre a França e o ISIS".
Onfray concedeu uma entrevista para a revista Famille Chrétienne, na qual explica que não há nenhuma diferença moral entre "matar vidas inocentes de mulheres, crianças e idosos" e o "terrorismo de estado" − entre o ISIS e a guerra do Ocidente contra o terror.
Onfray é o filósofo francês mais lido no mundo, deixando para trás Michel Serres, Michel Foucault e Jean-Paul Sartre. Este filósofo, endiabrado com o Iluminismo, já escreveu 80 livros, traduzidos para cerca de 30 idiomas. Ele não é marxista e sim um hedonista libertário. Segundo Onfray, toda a tradição judaico-cristã impede o prazer livre e amoroso. Daí a sua insistência, em última análise, que a civilização ocidental está "morta".
QUERIDINHO DOS ASSASSINOS
Como é que este grande hedonista, teórico do materialismo e do ateísmo, se tornou o queridinho desses cruéis assassinos islâmicos? O primeiro-ministro Manuel Valls o acusou de ter "perdido o rumo."
Ao postular uma trégua com o Estado Islâmico, Onfray mostra que ele acredita que a França é responsável por aquilo que está lhe acontecendo. Em seu recente livro Penser l'islam ("Meditando sobre o Islã"), Onfray assinala: "se nós nos ativéssemos aos fatos históricos e não às emoções, veríamos que quem atacou primeiro foi o Ocidente". A França, ao que tudo indica, está colhendo o que plantou. Indubitavelmente os islamistas matam e massacram, mas não é culpa deles, uma vez que, em sua opinião, foi o Ocidente quem os atacou primeiro.
Onfray também deu a impressão de encontrar mais desculpas para o ISIS ao falar sobre a "islamofobia" francesa. Por qual razão Onfray se tornou tão querido entre os jihadistas franceses que lutam na Síria e no Iraque? O jornalista David Thomson, especialista em movimentos jihadistas, explicou que "Onfray foi traduzido para o árabe e é compartilhado em todos os sites pró-ISIS". Ao conversar com Jean-Jacques Bourdin em 2013, Onfray chegou a defender o direito dos islamistas aplicarem a Lei Islâmica (Sharia) em Mali.
           FILÓSOFOS OU PSICOPATAS?
Onfray admite que estamos em guerra. Mas esta guerra, para ele, foi iniciada por George W. Bush. Ele "esquece" que 3.000 americanos foram mortos no 11 de setembro de 2001. Se você lembrá-lo que o "ISIS mata inocentes", Onfray responderá: "nós também já matamos inocentes". É a perfeita equivalência moral entre o ISIS e o Ocidente. Bárbaros contra bárbaros! Os 130 franceses assassinados em 13 de novembro de 2015 são apenas marionetes do Ocidente. Com esse relativismo moral, Onfray abre as portas para os cruéis assassinos islâmicos.
Onfray pertence a uma longa lista, repleta de charlatões entre os intelectuais da Europa. Escrevendo para o Le Monde, o mais famoso filósofo alemão vivo, Jürgen Habermas, afirma que "o jihadismo é uma forma moderna de reação às condições de vida caracterizada pelo desenraizamento". Alguém deveria ter explicado a ele que todos os terroristas estavam bem integrados nas democracias belgas e francesas, além de viverem às custas da assistência social.
Thomas Piketti, outro francês bobalhão idolatrado pelos esquerdistas assassinos, ladravazes, mentirosos e recomendado por professores comunistas que infestam as universidades. 
Outro filósofo celebridade, o guru esloveno neomarxista Slavoj Zizek, sustenta que o islamismo pode parecer reacionário, mas "em uma curiosa inversão, a religião é um dos locais onde é possível lidar com as dúvidas cruciais acerca da sociedade atual. Ela se tornou um dos locais da resistência". Zizek também ressalta que os "fascistas islâmicos" e os "racistas anti-imigração europeus" são "os dois lados da mesma moeda."
Após o massacre em Paris, o intelectual francês Thomas Piketty, apontou a "desigualdade" como sendo a raiz do sucesso do ISIS. Outro consagrado filósofo alemão, Peter Sloterdijk, ressaltou que os ataques do 11 de setembro foram apenas "pequenos incidentes".
José Saramago, ganhador do Prêmio Nobel de literatura, afirmou que os dois aviões lançados contra as torres gêmeas foi a "vingança contra a humilhação".
O ÁPICE DO CINISMO
Há também aqueles que, assim como o pensador francês Jean Baudrillard, dizem que os ataques contra as torres gêmeas era algo realmente desejado pelos Estados Unidos. Em suma, os terroristas islâmicos realizaram os atentados, mas nós realmente os desejávamos. Ou então, só para citar o famoso compositor alemão Karlheinz Stockhausen: o ataque ao World Trade Center foi "a maior obra de arte possível de ser realizada em todo o universo".
O ápice do cinismo foi alcançado por Dario Fo, vencedor do Prêmio Nobel de literatura de 1997 que assinalou após o 11 de setembro:
"Os grandes especuladores chafurdam em uma economia que mata anualmente dezenas de milhões de pessoas com a pobreza — de modo que o que são 20.000 mortos em Nova Iorque? Independentemente de quem tenha perpetrado o massacre de 11 de setembro, esta violência é filha legítima de uma cultura da violência, fome e exploração desumana".
Isso já aconteceu antes. Filósofos como Martin Heidegger e Carl Schmitt, escritores como Knut Hamsun e Louis Ferdinand Céline, músicos, como Wilhelm Furtwangler e Ernst von Karajan, são apenas alguns dos mais famosos representantes da cultura europeia que abraçaram o sonho de Adolf Hitler. Seus herdeiros agora justificam a jihad como o castigo supremo no tocante às liberdades ocidentais e à democracia.
(*) Giulio Meotti Giulio Meotti, Editor Cultural do diário Il Foglio, é jornalista e escritor italiano.
Nota do blog: Recomendo que leiam com atenção este artigo para saber o que está de fato acontecendo e que é escamoteado pela grande mídia. Aliás, todos esses ditos intelectuais listados neste artigo são permanentemente aquinhoados com vasto espaço nos maiores veículos da grande mídia, enquanto os professores comunistas que dominam as universidades nas áreas das ditas "ciências humanos" empurram cérebro a dentro do alunado o que defendem essas pestes européias. Com destaque, é claro, para os intelectualóides bundalelês franceses. Os alunos devem repudiá-los. Joguem no lixo, no esgoto, o que escrevem esses jagunços comunistas. 
EM TEMPO: Os entretítulos foram editados pelo autor deste blog.

24 comentários:

Helena Amorim disse...

Continuo te seguindo. Grata pelas matérias. Seguem links de meus últimos trabalhos. Dei início a análise sobre o desaparelhamento do Estado.
Grande abraço.
http://www.brasilbrasileiro.pro.br/CRUZALTA-2016%20-%20texto%20final.pdf
http://www.brasilbrasileiro.pro.br/IMIG%20CON%20TERROR%20-%202016.pdf

Anônimo disse...

Segundo Onfray, toda a tradição judaico-cristã impede o prazer livre e amoroso.

ó, estou supreso em ver um filósofo frances propor a putaria ampla, geral e irrestrita como forma de se alcançar a felicidade plena...

Anônimo disse...

o chororô do Globo com o derrotado Fresco é de da pena, caso eu sentisse alguma pena de comunistas...

o colunismo daquele jornal tirou o dia de ontem para malhar em peso o vencedor do pleito de domingo, concedendo largos espaços no site para o perdedor...

agora estao la com nova reportagem sobre o perdedor, elencando as possiveis maravilhas que os eleitores "burros e ignorantes" se privaram de desfrutar ao elegerem o Crivella...

finalmente o cidadão comum esta se livrando da influencia de jornalistas, cantores, cantoras, atrizes e atores, enfim, esse pessoalzinho a que chamam de "formadores de opinião"...

Cactus disse...

.
O Reinaldo Azevedo anda falando nada com nada, hoje na Rádio Jovem Pã (S. P.), com relação ao número de votos nulos e abstenções, disse que ele é católico e que todo católico sabe que tem compromisso com o voto no mal menor, como que induzindo, na base da lavagem cerebral, utilizando-se de uma emissora de grande abrangência, os eleitores a votarem em qualquer candidato, mesmo que não seja isto o que querem fazer.
.
Este jornalista é burro ou mal informado, não é possível um comnetário cretino desse, eu quero que ele prove onde está na Bíblia que o católico tem compromisso com o mal menor.
Mas, vá lá, nem na Bíblia existe o catolicismo, entendi, o catolicismo é baseado na Bíblia, mas não existe catolicismo na Bíblia, interessante. Então vamos ao ponto: o jornalista deve demostrar onde o papa disse isso, ou onde está escrito nas bases dos dogmas da igreja tal afirmação. Não sabe?
.
Acho que ele nem sabe o significado do que disse, vou ter de desenhar (desculpe-me pelo sentido figurado):
Há o diabo e os seus capetas, ou seja, o mal maior é o diabo, e o menor os capetas. Sendo assim, se existirem figuras desse gênero nas eleições, pela lógica, do “inteligente” Rei, todo os católicos têm compromisso com o... capeta. Grande!
.

Anônimo disse...

A MORTE DE UMA PESSOA, UMA TRAGEDIA; A DE MILHÕES APENAS ESTATÍSTICA - Stalin.
Sabemos que o povo aqui no Ocidente vem sendo aos poucos imerso no MARXISMO CULTURAL, quer dizer, no POLITICAMENTE CORRETO desde a caída do Muro de Berlim e, por onde passaram governos comunistas, caso Brasil, França etc., a devastação das mentes fazendo delas reféns foi e continua, são como uma mancha que deixa nódoas.
Quem estaria manipulando as invasões das escolas e que suceda todo tipo de caos na sociedade, como contra o Teto de Gastos, PEC 241, senão esquerdistas que passaram por lavagem cerebral e são conduzidos como autômatos pelos ideologistas?
Os dinossauros Onfray, Piketti, Zizek e outros trastes esquerdistas foram dopados pelo iluminismo-marxismo-globalismo-ONU - a mesma merda - e não mais raciocinam, mostrando-nos como a lavagem cerebral transforma o homem num fantoche!
Os golpistas acima e associados não passam de uns cínicos, trastes, apoiadores bem pagos por globalistas para vomitarem asneiras e convencerem as multidões ao suicidio coletivo, recebendo em seus países seus futuros carrascos!

Cactus disse...

.
Ontem assisti na tevê Rede Esgoto, parte daquela novela Malhação (fui obrigado enquanto aguardava em uma sala de um hospital), que por acaso, vejam só a cena:

Havia uma professora da novela, que no final da aula abordou uma aluna, esta tinha, juntamente com um grupo, realizado uma rifa, para angariar fundos para a escola adquirir equipamentos de informática - que beleza! -, disse para que não se preocupasse com o outro aluno que pegou o dinheiro e o utilizou em outras necessidade da escola, já que a menina reclamava do fato. A professora ainda salientou, para a aluna, que ela estava errada em reclamar - que absurdo! - , uma vez que a escola é dos alunos e os alunos tem que cuidar da escola, inclusive na limpeza.
.
Uma maravilha, tudo muito bem orquestrado, numa simbiose impressionante com este caso da menina Ana Júlia, que só disse bobagens numa gravação de vídeo, muito mostrada na imprensa geral, e na "reforma" do ensino.
.
É isto que esta Rede Podre de televisão ensina, ou seja, além dos pais pagarem impostos para construção e manutenção das escolas, o governo desvia a grana e ainda faz os alunos de idiotas, dizendo que a escola é deles, então tem que cuidar de tudo, desde a compra de materiais e até da limpeza, fazendo-os de escravos idiotizados. E ainda ensina os alunos a desviarem o dinheiro para outros propósitos que não estavam no acordo inicial.
.
É uma nojeira, o que passam para as crianças, e tem trouxas que querem escola integral, com aula o dia inteiro com alimentação, sabe-se lá com que qualidade, que provavelmente será feito pelos próprios alunos e com dinheiro desviado.
.
Assim caminha a humanidade, uma verdadeira Zumbilândia.
.

Rudimar Eggers disse...

Esses esquerdopatas ideológicos são imbecis, porém em uma coisa ele tem razão....se formos nos ater à história, vamos constatar que o ocidente atacou primeiro....as cruzadas foram um absurdo, com conivência do clero....os ingleses e franceses estrelaram as cruzadas, matando mulheres e crianças tudo em nome de Deus. Acredito que depois disso as sequelas são inevitáveis....agora que paga a conta somos nós....

Cactus disse...

.
O Brasil está virando um imenso corredor de animais e insetos, graças ao comunista zumbi Temer e sua agenda "globalista", que a mim nunca enganou, não sou otário.
.
O Brasil abriu mão da soberania sobre esses 12 milhões de hectares depois que o presidente Michel Temer ratificou o Acordo de Paris.
.
Leia esta estrovenga dos infernos:
.
http://www.midiasemmascara.org/artigos/ambientalismo/16801-2016-10-31-22-13-06.html
.

Augusto disse...

Onde está a moral da esquerda?

https://scontent.fcgh11-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14907684_459838804140268_7744877619437284096_n.png?oh=b7a1937cfd2b51f8e32eb617abdae69d&oe=58D5583B

Cactus disse...

.
Como sempre, prêmio Nobel consagrando crápulas da esquerda.
.

Cactus disse...

.
Hillary Clinton em meio ao satanista, veja:
.
https://www.youtube.com/watch?v=M1VvmWbpWLA
.

Anônimo disse...

As Cruzadas salvaram foi o Ocidente de ser islamico, isso sim...

Anônimo disse...

Com o Brexit soubemos que a Europa é o centro do comunismo internacional. Toda esse processo de lavagem cerebral baseada no controle do indivíduo tais como as bicicletas, redução de velocidades, aquecimento global, poluição, racismo, homofobia, etc. vem lá do centro da comunidade econômica europeia. Inclusive o termo "comunidade", hoje utilizada para designar as favelas brasileiras, vem da Europa.
O que posso fazer? Não compro mais nada que venha da Europa, carros franceses, vinhos, perfumes, Tvs Phillips da Holanda etc.

Paulo Garnero disse...

Rudimar Eggers está completamente errado e desinformado!* As Cruzadas foram a resposta de 400 anos de jihadismo contra Europa, porque desde Maomé, a política islâmica é conquistar e subjugar os não-muçulmanos. Tanto é que os maometanos da África invadiram violentamente a península ibérica bem antes das cruzadas, tanto quem nem os próprios muçulmanos até o século XIX lembravam dessas Cruzadas, foi por causa de um soberano ocidental oportunista que essa mentira se espalhou no mundo.
O EI só está imitando esses califados da época mas não tem o poderio militar deles.
Aqui um vídeo do professor especialista em política islâmica explicando no mata a comparação do (jihadismo que ainda existe nesses últimos 1300 anos) com as cruzadas:

*https://www.youtube.com/watch?v=xJmHHCOIlXg

Agora outra falácia, sobre as cruzadas, vinda desses intelectuais charlatões dos caiu por terra!

Anônimo disse...

Ao Rudimar Eggers:

Pelo contrário, Rudimar. As Cruzadas foram feitas para conter a expansão do islã no Ocidente. A Espanha na época estava praticamente tomada pelos islâmicos chamados mouros.

O islã sempre quis tomar o Ocidente. A partir do século XV, as ofensivas do islã se deram através do Império Otomano, que chegou a dominar direta ou indiretamente o leste europeu (Romênia, Hungria, Balcãs) e chegou até as portas da Áustria.
Queriam os otomanos fincar a bandeira do islã em Roma. Houve muita resistência no leste europeu, principalmente na Romênia (o príncipe Vlad, o Drácula real, e outros, combateram os otomanos, mas alguns outros monarcas foram fantoches dos otomanos).

Anônimo disse...

Caro Aluízio
Não tolero os "artistas" e nem os "intelectuais" dos dias de hoje. Aliás, tenho nojo deles e de sua pobre intelectualidade.
Esther

Anônimo disse...

"Segundo Onfray, toda a tradição judaico-cristã impede o prazer livre e amoroso.
ó, estou supreso em ver um filósofo frances propor a putaria ampla, geral e irrestrita como forma de se alcançar a felicidade plena..."
Não há nenhum surpresa. A putaria ampla, geral e irrestrita com pitadas de homossexualismo, álcool, maconha e cocaína, sempre foi uma das propostas da esquerda. Já ouviu falar da putaria nas escolas invadidas por esses alunos retardados? Já ouviu falar do "kit gay" nas escolas? O objetivo principal é destruir a família e a sociedade.

Alexandre, The Great disse...

Prezado Aluízio, fico a pensar: o que levaria esses intelectuais a defenderem essas teses? Seriam completos idiotas? Ou estariam recebendo algum pro labore? Só não acredito que sejam realmente convictos de suas idéias, a não ser que as tomassem após altas doses de substâncias alucinógenas. É simplesmente intrigante que existam pessoas assim.

Alexandre, The Great disse...

Seriam apenas idiotas? Ou haveria um pro labore para fazerem essas afirmações absurdas? Não creio que realmente pensem assim, exceto se estiverem sob efeito "daquilo".

Anônimo disse...

A tecnologia foi e é uma revolução da informação e do conhecimento para a humanidade, mas como tudo tem pelo menos dois lados como ensina o Tao, também propiciou a difusão das ideias mais macabras e porras-loucas. Pois vejamos uns exemplos: o 11 de Setembro foi uma armação da CIA autorizada pelo Bush; o pouso na Lua é uma fantasia americana (não citam a Rússia); e, “em verdade, em verdade, vos digo que a terra é plana” e, até pode ser azul como não viu, mas “imaginou” Yuri Gagarin. Essa leva de filósofos do contra começou a aparecer naquele maio de 68, gente jovem, leitora contumaz de orelha de livro, esquerdistas liderados intelectualmente pelo existencialista-marxista Sartre e consorte. Deu no que deu, dá no que dá: os franceses e outros europeus carregando nas costas, há décadas, milhares de muçulmanos das ex-colônias e, agora, também os “refugiados” das guerras do oriente que chegaram para arrasar a cultura ocidental no discurso, na imposição dos próprios costumes e, quando conveniente, usando o terrorismo como convencimento, o que os ousados idiotas úteis justificam como revanche. (lídia)

Unknown disse...

Quanta aberração desses pseudos intelectuais europeus com destaque para os franceses que sempre estão produzindo e divulgando ideias equivocadas e sombrias influenciando mentes doentes e parasitas sociais que encontram um patrocinador pra divulgar suas asneiras e estultices camufladas de "pensamentos originais e salvadores dos pobres e oprimidos".pobre humanidade que se deixa levar por panfletários idiotizados e acostumados com a vagabundagem e os aplausos das plateias abestalhadas que pululam no dito "meio intelectual".

Cactus disse...


Á (lídia)
.
Está claro que você não tem uma linha de raciocínio e faz uma mistureba para dar a impressão de que tem razão, se achando a dona da cocada preta.
.
Quanto à terra plana, não diga asneiras, ou então tente com ARGUMENTOS, não com idiotices, destruir os argumentos provados nestes vídeos, se tiver alguma capacidade, coisa que é óbvio que não tem!
.
https://www.youtube.com/watch?v=20COeYL9ztU - Perspectiva das nuvens.
.
https://www.youtube.com/watch?v=d6MRUjO_Zvw - A terra tem 6.000 anos
.
https://www.youtube.com/watch?v=ygUTf3jV8pE - As sombras não mentem.
.

Cactus disse...

.
Mais provas de que a Terra é plana:
.
https://www.youtube.com/watch?v=DPy0cyZn19g
.

Unknown disse...

Se a FN de Marine Le Pen chegar ao poder, a França ainda terá uma chance de se livrar do comunismo e do islamismo apesar dos 15 milhões de muçulmanos vivendo em território francês. Caso contrário,estará perdida e mais uma vez terá que pedir ajuda aos ingleses e seus aliados, e a história se repetirá mais uma vez vomo tragédia para o mundo ocidental.