TRANSLATE/TRADUTOR

domingo, abril 02, 2017

A CRISE NO PARAGUAI E UMA MIRÍADE DE ONGS ACELERANDO O GLOBALISMO. TUDO JUNTO, MISTURADO E MISTERIOSO.

Alguns dos estimados leitores deste blog me perguntaram se eu não iria analisar e comentar a recente crise política que acaba de eclodir no Paraguai e que culminou inclusive com o incêndio criminoso do prédio do Congresso Nacional. A minha resposta é que até agora não se sabe exatamente qual é o nó da questão. Aliás, desde que Horácio Cartes assumiu a presidência do Paraguai o noticiário político e econômico relativo àquele país reduziu-se ao contrário da época em que bispo comunista Fernando Lugo fazia uma dobradinha com Lula e seus sequazes no contexto do Foro de São Paulo.
Depois que Lugo foi afastado do poder o noticiário relativo ao Paraguai encolheu. O que se sabe por alto é que Cartes deu um novo impulso econômico e social para o país com mais segurança para investidores e geração de empregos.
Mas os últimos acontecimentos políticos em nível global que colocam uma imensa pedra no caminho do dito globalismo, principalmente com a eleição de Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos e o Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) colocaram em xeque como nunca antes na história da imprensa todo o noticiário que é veiculado pela grande mídia. O termo Fake News - que em inglês quer dizer ‘notícia falsa’ - resume tudo. E foi Trump que apontou o dedo contra um jornalista da CNN e lascou: ‘fake news’. Condensou tudo em duas palavras demolindo as falácias dos pretensos impolutos jornalistas.
A última eleição presidencial norte-americana é sem dúvida um “acontecimento”, como foi o Brexit. O acontecimento só é acontecimento de verdade quando é capaz de mudar o curso da história.
Mas retomando o caso da crise política paraguaia sabe-se pelo que foi noticiado que além do Presidente Horacio Cartes há outro ator por trás de toda a agitação e quebra-quebra que se viu: o ex-presidente comunista Fernando Lugo. 
Segundo foi noticiado, Lugo estaria liderando as pesquisas de intenção de votos para a sucessão de Cartes. Neste caso tanto a Lugo quanto a Cartes interessaria as mudanças nas regras constitucionais que proíbem a reeleição.
A Fundação Avina, que aparece como doadora da ONG brasileira UpDate 
Mas uma pergunta que fica de tudo isso é quem são os agitadores que incendiaram o parlamento? A crise surgiu de repente? Sabe-se todavia que não se arregimenta com facilidade gente como coragem de cometer tal atentado. Fala-se num dito Movimento Liberal de jovens. Mas convenhamos, “liberal” no sentido estrito do conceito no que concerne aos cânones da filosofia política não combina com ativistas encapuzados que incendiam prédios públicos e promovem a anarquia.
Na sequência desta postagem ofereço um pitaco, apenas, do que está acontecendo e que provisoriamente se conceitua como globalismo. Leiam que vocês terão uma ideia geral. Considero imprescindível a leitura, porquanto essas informações são zelosamente escamoteadas pela mainstream media. Constatarão também que os acontecimentos no Paraguai não são fatos isolados. E a dificuldade em apurar esses fatos resulta, evidentemente, do conluio da grande mídia com as agências e organizações globalistas.
Pedro Abramovay, ex-AVAAZ, Diretor Regional da Open Society Foundations de George Soros para América Latina e o Caribe. E para entender porque George Soros financia movimentos de esquerda clique AQUI
ESQUEMA INFERNAL
Folha de S. Paulo publicou um texto de autoria do fotógrafo e cinegrafista João Wainer narrando os acontecimentos. Aparentemente o fotógrafo estava trabalhando para uma ONG brasileira, já que se refere a essa organização e que seus dirigentes foram atingidos por petardos não-letais (suponho que são as ditas balas de borracha) desferidos pela polícia e que ele, Wainer escapou por um milagre de ser atingido.
Trata-se de um grupo da ONG denominada UpDate sediada em São Paulo cujos integrantes, quatro pessoas, estariam no Paraguai realizando estudos e levantamentos, já que opera em nível latino-americano. Coincidência ou não o certo é que lá estavam os ‘ongueiros’ brasileiros justo no olho do furacão a ponto de serem alvos de projéteis não-letais disparados pela polícia.
Se meu esforço no sentido de entender o que está de fato rolando no Paraguai logrou apenas relativo êxito, por outro lado ofereceu o fio da meada que envolve uma miríade de ONGS, as tais organizações não-governamentais, em sua maioria,com seus seus cofres irrigados com dinheiro público.
A logomarca da UpDate, no site dessa organização com sede no Brasil e que opera em toda a América Latina e o Caribe. Seus diretores estavam no Paraguai realizando estudos políticos quando estourou a agitação.
As que não mamam diretamente nas tetas governamentais, sugam o dinheiro por vias oblíquas, ou seja, por meio da ONU e outras organizações multilaterais menores. Como a ONU e congêneres sobrevivem dos bilhões de dólares dos países que a compõe por meio de repasses anuais, trata-se de dinheiro público, ora essa. Quem mantém os burocratas e tecnocratas da ONU a peso de ouro somos todos nós. Juntos estamos diluídos no elástico conceito de povo no qual cabe o mundo inteiro!
Mas é claro que a ONU não está sozinha no financiamento dessas tais ONGs. Aparecem como seus doadores uma miríade de organizações, muitas delas outras ONGs maiores. Mas também tem os mecenas particulares que custeiam essas ditas organizações não-governamentais.        
A ONG UpDate, por exemplo, tem entre seus apoiadores financeiros a socióloga Maria Alice Setubal, herdeira do Banco Itaú e que se notabilizou principalmente no apoio à candidatura presidencial de Marina Silva da tal Rede Sustentabilidade. Na verdade, a Rede não é um partido mas sim parte do esquema do dito globalismo.
Outro doador da ONG UpGrade é o indefectível mega investidor George Soros, por meio de sua fundação a Open Society. 
Dentre os financiadores da UpDate a Open Society de George Soros e Maria Alice Setubal, herdeira do Banco Itaú.
DE VOLTA ÀS CAVERNAS
O número de organizações ditas “não governamentais” é tamanho em todo o mundo que a tarefa de relacioná-las, suponho, seja impossível. São milhares dessas organizações e todas elas têm uma agenda comum: são politicamente corretas. Assim, são militantes e operadoras da disseminação da tal “agenda verde”, conhecida como “ecochatismo”. Mas não é só isso. Estão sintonizadas com todas as causas bundalelês e têm o apoio total dos jornalistas da grande mídia. São portanto militantes do feminismo e demais políticas de gênero. Possuem um meta idioma operado a partir de conceitos que corrompem a noção tradicional do empreendedorismo, da economia e da política.
Quem está por fora do que está de fato ocorrendo no mundo e faz análises com base nos conceitos tradicionais da política e da economia, será incapaz de decifrar um único discurso de um desses ongueiros da diversidade bundalelê. Na verdade já criaram um novo idioma que pode ser expresso em qualquer língua em todos pontos da Terra. É o que denomino provisoriamente de “metaformose dos conceitos”, verdadeira novilíngua.
Isto fica provado no vídeo que ilustra esta postagem. Trata-se do evento “Disruptive Innovation Festival”, realizado no Rio de Janeiro em novembro de 2016. Como podem notar um dos debatedores desse painel é um dos diretores da ONG UpDate que estava realizando estudos no Paraguai, justamente quando, supostamente “o “povo” endoidou e decidiu tocar fogo no Parlamento.  
Não é à toa que essa tal diversidade politicamente correta acolhe e, portanto, jamais censura, esses fatos violentos que promovem o retorno da humanidade, sobretudo os povos ocidentais, de volta às cavernas. Digo os ocidentais, porque os demais continuam vivendo nas cavernas, se é que me entendem.

12 comentários:

Anônimo disse...

O Paraguai está progredindo demais...
Está ficando intolerável...
Isso não pode continuar pois de como ficaremos, como retornaremos ao poder, temos que deter esse processo!
Assinado: as esquerdas!
A baderna seria promovida pela globalista OPEN SOCIETY, embora signifique CLOSED SOCIETY, pois ela e mais grupos herméticos e obscuros operam apenas na penumbra, sempre à traição!
Dizer que as garras das esquerdas não estão por detrás disso é ser devoto e acreditar nos deu$e$ Lula-Lugo e cupinchas!
É o mesmo como ter bandidos de estimação, como fazem os otaridiotas dos movimentos sociais=milicias comunistas defendendo nas vias públicas seus vilões preferidos!

Sheila. disse...

Com certeza tudo isso foi armado há muito tempo e Lugo "aliou-se" à direita para "reeleição" como pretexto para causar a confusão, culpar a "direita" pelo "golpe" da reeleição e por fim alcançar a instabilidade que tanto esses canalhas comuno-globalistas desejam.

Anônimo disse...

Ah, muito bem: quer dizer que Temer nas "pesquisas" encomendadas - encomendadas! - está com apenas 10% de apoio do povo?
E Dilmerda em seus piores momentos que chegava a ter até 50% ou mais de apoio do "povo"?
Temer deve ter uns 60%, embora Dilmamaracutaia tinha 05%, aí sim!
Todos que vi até agora apoiam Temer, muito menos ruim que Dilbosta do PTitica!

Anônimo disse...

Eu sempre alertei, a muito tempo atrás, que TODAS as ações políticas na A. Latina jamais voltariam a ser atos de puro livre-arbítrio.

TUDO relativo à política, hoje, na A. Latina, é fruto das mais perversas e odiosas manipulações que possa-se imaginar.

A eleição de Cartes no Paraguai foi algo semelhante à vitória de FHC no Brasil. E inclusive o governo de Cartes também mostrou-se, de certa maneira, um governo que promoveu e trouxe certos benefícios ao país vizinho.

Mas agora, no final, mostra sua verdadeira e cruel face: vai permitir a reeleição, um dos mais criminosos e odiosos ardis para plantar, de maneira eterna, as esquerdas no poder.

Não se enganem com a festa pirotécnica dos 'black-blocs' paraguaios, destruindo o congresso de lá. Faz parte da magia e ilusão. Na realidade, as esquerdas (os chefões) estão em júbilo com essa notícia. Isso agora vai viabilizar os sonhos de poder eterno e global das esquerdas na A. Latina.

P.S.: Na A. Latina jamais existiu "direitas". O latino nunca soube o que foi isso. Acho curioso e divertido ver brasileiros idolatrando figuras como Bolsonaro e até mesmo Dória, como sendo puros representantes de uma direita que nem existe no Brasil.

Estéfani JOSÉ Agoston disse...

ESTRATÉGIA DA DIREITA PODE ESTAR INCORRETA

A estratégia na qual a 'direita' se apoia para tentar alterar o curso da derrocada do Brasil pode estar equivocada, pode estar apoiada em crença que não bate com a realidade. Conforme reportagem do Estadão, pesquisas nas periferias indicam claramente que hoje, o povo da periferia (antigos votantes e militantes do PT) hoje consideram o Estado (governo da república, estados e municípios, principalmente o da república) o inimigo natural, ou seja, consideram que governo, partidos políticos e políticos é que são os inimigos naturais dos brasileiros que pretendam melhoria de vida.
O resultado da pesquisa leva na direção de que existem fatores comuns entre as mais diversas classes sociais e correntes de pensamento, ou seja, a constatação de que o governo (Estado) é o inimigo natural; o Estado é quem tenta de todas as formas possíveis prejudicar o povo, prejudicar a Nação, dai decorrendo que a 'direita' e 'esquerda' têm um pensamento em comum, a identificação do Estado como o inimigo.
Portanto a 'esquerda' não vê o movimento de 'direita' como o inimigo, e se os líderes da 'direita' forem pragmáticos e utilizarem pensamento estratégico, poderão tentar uma aliança mesmo que por tempo determinado e com um objetivo comum, a deposição do atual governo e em seguida uma eleição direta.
E o melhor disso tudo é que o resultado da pesquisa sinaliza que a 'esquerda' não considera as Forças Armadas Brasileiras (FFAA) como inimigo, aliás pensamento que também é o da 'direita' esclarecida e pragmática.
"Além disso, constatou a pesquisa, “a cisão entre a classe trabalhadora e a burguesia também não perpassa o imaginário dos entrevistados”. Isso significa, em outras palavras, que toda a discussão sobre a divisão da sociedade entre “nós” e “eles”, promovida incessantemente pelo PT, é significativa somente para as classes médias e as suas redes sociais.
O estudo é obrigado a reconhecer que “o principal confronto existente na sociedade não é entre ricos e pobres, entre capital e trabalho, entre corporações e trabalhadores”, e sim “entre Estado e cidadãos, entre a sociedade e seus governantes”
>>>>>>><<<<<<<
no Estadão
OPINIÃO EDITORIAL ESTADÃO
O COLAPSO DO DISCURSO PETISTA
Toda a discussão sobre a divisão da sociedade entre “nós” e “eles”, promovida incessantemente pelo PT, é significativa somente para as classes médias e as suas redes sociais
.......LEIA MAIS.......http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,o-colapso-do-discurso-petista,70001724096

Histórico disse...

Estou transferindo minha fábrica pro Paraguai. Tenho interesse em saber se LUGO estaria cotado para ser eleito. Se está cotado, se tem grande chance, A reeleição de HORÁCIO CARTES ESTÁ JUSTIFICADA. O resto é papo das esquerdas....

Anônimo disse...

Passei pela tortura de ouvir os socialistas fabinaos Carla Zambelli e Lobão durante o hangout com Olavo de Carvalho. Lobão, pseudo pensador, só enrolou. Carla Zambelli disse que intervencionistas são desonestos e petistas infiltrados no movimento intervencionistas. Olavo ouviu os absurdos de Carla Zambelli e não disse nada, silenciou. Olavo apenas comentou que falsas lideranças enganaram o povo no impeachment, mas não disse nomes. Olavo falava diante de dois lideres que enganaram o povo, mas fingia não saber que foram eles que enganaram o povo no impeachment. E agora, vamos ter novo hangout com Olavo, Carla e Lobão sobre o Paraguai?

Anônimo disse...

Caro Aluízio,
Texto Seminal.
Sabes mesmo das coisas !!!
=
Você bem esclarece em seu arrazoado que os Pesquisadores de Campo da tal ONGdoG (ONGG) eram, todo o Coletivo, na linha-de-pesquisa daquele beiçola importado...esqueci o nome do elemento filmador-espoleta...aquele Diretor de Cena dos dos Black-Blocs...aquele que mantinha um Dispensário de escravos numa República Popular de 5 quartos, 2 banheiros, 1 edícula e Adega com Molotovs...
=====
=====
ABC

Anônimo disse...

Carla Zambelli e Sara Winter funcionárias de Soros, ex-integrantes do Femen e pior ainda tem seguidores.
Protesto do Femen no MASP + Entrevista com Sara Winter e Carla Zambelli (29.07.12)
https://www.youtube.com/watch?v=Yvdsroup0lQ

Anônimo disse...

"E UMA MIRÍADE DE ONGS ACELERANDO O GLOBALISMO." PS: Eles já mudaram o nome, agora chamam de "planetização".

Cactus disse...

.
Não devemos escrever errado e contribuir com a canalhice: UpDate. Devemos escrever sempre corretamente, mesmo que os idiotas escrevam errado: Update.
.
Observe que o logotipo tem falta de parte das letras e isto acontece em várias outras, muitas compactam a frase ridiculamente, como o VemPraRua, tendendo a crescer muito mais.
.
Por exemplo a Vivara; eles escrevem a letra "A" sem o corte, ou seja um "V" invertido, isto escamoteia a expressão vagabunda "vi vara".
.
Eles usam o seu psicológico, para que você não questione o que é certo e o que é errado. No final vão dizer que o diabo é Deus, pois ele vai aparecer, e os idiotizados vão facilmente acreditar, tal o nível de hipnoze.
.

Anônimo disse...

Sai a lei maravilhosa que nos liberta dos SINDICATOS COMUNISTAS – Íntegra da Lei
3 de abril de 2017
LEI Nº 13.429, DE 31 DE MARÇO DE 2017!
Mensagem de veto. Altera dispositivos da Lei no 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros.
Eleição em Foz do Iguaçu: PT = 01,71% dos eleitores, achando que até os eleitores de Lulampião cairam fora...
homemculto.com