TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, março 08, 2018

ATO DE FILIAÇÃO DE BOLSONARO AO PSL QUEBRA A MODORRA DE BRASÍLIA E DEIXA OS POLÍTICOS DO DO ESTABLISHMENT DE CABELO EM PÉ


Com um dos auditórios da Câmara dos Deputados lotado o deputado e pré-candidato presidencial Jair Messias Bolsonaro ingressou oficialmente, nesta quarta-feira, no Partido Social Liberal (PSL), sigla pela qual pretende disputar o pleito presidencial de outubro deste ano.

Mas o ato de filiação do pré-candidato foi muito além de um mero rito cartorial e se transformou num ato político forte reunindo centenas de pessoas entre senadores, deputados e apoiadores.

O evento não pôde ser escamoteado totalmente pela grande mídia, ainda que esta assim desejasse. Entretanto, as redes sociais foram intensamente utilizadas pela pré-campanha desse candidato que sobressai sobre o espectro político nacional como o único que não integra o establishment e que, por isso mesmo, não tem contas a acertar com a Lava Jato.

O ato de filiação de Bolsonaro ao PSL se transformou num forte evento político, sobretudo marcado pela espontaneidade e pela emoção, algo raro de acontecer no âmbito da política partidária nos últimos tempos, desde que explodiu o petrolão, o mega escândalo que engolfou todas as velhas lideranças políticas, sobretudo três partidos: MDB, PSDB e PT aos quais está grudada uma miríade de partidos nanicos que formaram (e ainda formam) a deletéria dita "base aliada".

Por isso faço a postagem deste vídeo que enfoca - mais ou menos da metade em diante - o discurso do pré-candidato Jair Bolsonaro, principalmente para aqueles estimados leitores que por ventura não utilizam as redes sociais, especialmente o Facebook. Trata-se de gravação da transmissão que foi feita ao vivo (live) online na página de Bolsonaro no Facebook.

13 comentários:

Anônimo disse...

só o "culto relampago" é que ficou um bocado esquisito..

Antipetista disse...

Avante, Capitão!

jane cristina aquino disse...

Vendo seu comentário, sei que o jornalismo verdadeiro ainda respira!

Alexandre Sampaio disse...

Acho impressionante a tara de usar o epíteto "social" em praticamente todos os partidos políticos! Partido Social Libaral, Partido Socilalismo e Liberdade (???), Partido Socialista Brasileiro, Partido da Social Democracia Brasileira..., Continuo aguardando a fundação do PC, PARTIDO CONSERVADOR!

Anônimo disse...

as feminazi espanholas enlouqueceram geral...

agora inventaram uma greve feminista...

as mulheres teriam de deixar de fazer comida para a familia por se tratar de uma atividade "opressora"...

mamãe empoderada agora nao cozinha mais...

é muito degradante...

realmente nao falta mais nada, so a chegada do Armagedom pra acabar com essa esculhambação que esta virando o mundo...

Ferreira Pena disse...

É isso, gostei, mas ainda não me decidi se voto no Bolsonaro.

Eleitor Anônimo disse...

Olá Caro Aluízio,
-----
-----
Obrigado, mais uma vez, por quebrar o bloqueio da mídia e nos trazer informações relevantes à fim de que possamos tomar melhores decisões sobre nossos Votos...
Sempre Seminal, este, o MELHOR BLOG do PAÍS NA ATUALIDADE !!!
-----
-----
ABC

Anônimo disse...

Vá e vença, Bolsonaro!

O Brasil precisa ser salvo das garras desses populistas, mimizentos, promíscuos e ladrões.

Já erramos no passado não elevando o brilhante do Dr.Enéias Carneiro ao cargo de presidente da República. Preferimos os ladrões com discurso de defensores dos pobres. Agora chegou a hora da redenção parã elegermos um homem de pulso firme e contrário à venezuelização de nossa Pátria.

Vivian Fauvel disse...

CAríssimo Aluízio,
Mutíssimo obrigada pelo seu trabalho
grande abraço

Lino Abel Nunes disse...

Partido Social, não quer dizer partido socialista.

Gilmar Coimbra disse...

Muito obrigado por compartilhar este artigo. Desde 1986 que eu não acreditava em político e não tinha mais esperanças. Bolsonaro nos devolve a esperança de consertar este país. Tomara o STF-STE não se atreva a tentar impedir que assuma em 2019.

Alexandre Sampaio disse...

Lino Abel Nunes, não quer dizer, de fato. Mas está no caminho para tornar-se.

Anônimo disse...

Os partidos com o "S" me dão arrepios. Que o partido de Bolsonaro pense numa sigla melhor. essa história do social confunde.