sábado, abril 12, 2014

NOVA LEI DA EDUCAÇÃO DA DITADURA CHAVISTA QUE PREVÊ DOUTRINAÇÃO COMUNISTA DO PRÉ-ESCOLAR À UNIVERSIDADE CAI NAS REDES SOCIAIS E GERA MAIS PROTESTOS NA VENEZUELA


Um dia depois do tiranete Nicolás Maduro acenar com um “diálogo com a oposição”, um novo pesadelo se abate sobre o povo venezuelano. Trata-se de um decreto emitido pela ditadura chavista que cria um sistema de doutrinação comunista em todo o sistema educacional da Venezuela, conhecido como “Projeto 15”. Esse projeto começou a ser idealizado durante o governo do difundo caudilho Hugo Chávez (vejam o vídeo acima).

Durante esta sexta-feira e agora na madruga deste sábado, pelo Twiter, o projeto vem sendo seguidamente denunciado por cidadãos venezuelanos e por lideranças políticas da oposição. Trata-se de uma lei do Ministério da Educação que fornece as diretrizes de como funcionará o sistema educacional público e privado.

Em síntese, o tal Projeto 15, seria uma cópia da Lei de Educação cubana, que objetiva doutrinar todos os alunos desde a pré-escola até a universidade de forma a transformá-los em ativistas do comunismo, conforme explica Robert Alonso, dissidente venezuelano exilado em Miami. Esse conhecido ativista anti-comunista é irmão da famosa atriz e cantora venezuelana Maria Conchita Alonso, que também vive exilada nos Estados Unidos.

O texto veiculado por Robert Alonso, por meio do Twitter, explica que essa nova lei educacional chavista prevê, nas escolas e universidades, a presença permanente de espiões do regime que denunciarão os alunos e professores que não se enquadrarem nesse projeto de doutrinamento. Esse mesmo critério será adotado nos estabelecimentos de ensino privado. Todos eles passarão a ser bolivarianos, como por exemplo ‘Colégio Bolivariano Dom Bosco’, ‘Universidade Bolivariana Metropolitana’ e assim por diante, numa perspectiva de tornar públicas todas as escolas e universidades existentes na Venezuela.

Segundo informam pelo Twitter, já há reações nas ruas contra o denominado "Projeto 15" e isso deve entrar na pauta das manifestações que continuam em todo o território venezuelano, desafiando a violenta repressão da polícia bolivariana, a mostrar que o regime comunista de Maduro continua avançando e os manifestantes se preparam para novos protesto, inclusive já neste sábado.

Tais fatos comprovam que o regime chavista segue sendo contestado pela maioria dos venezuelanos, fato confirmado por pesquisas de opinião recentemente divulgadas no país e não há qualquer indicador de que os venezuelanos sairão das ruas.
Criancinhas do pré-escolar já receebem doutrinação comunista com o culto à personalidade do defunto caudilho Hugo Chávez.

3 comentários:

  1. RBAlencastro12 abril, 2014

    Os uniformes já são vermelhos.
    Hitler fez o mesmo e deu no que deu.

    ResponderExcluir
  2. Tal qual nas "escolinhas" do MST no Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Petistas ainda tramam o golpe bolivariano da "assembleia constituinte"

    http://otambosi.blogspot.com.br/2014/04/petistas-ainda-tramam-o-golpe.html

    ResponderExcluir

Prezados leitores:
Os comentários devem, de preferência, se ater ao assunto da postagem. Procurem sintetizar os seus comentários. Lembrem-se que comentários muito longos devem ser evitados.
Fico muito grato a todos os leitores.