terça-feira, janeiro 03, 2012

HAITIANOS INVADEM O BRASIL PELO ACRE

Praça da pequena Brasileia está tomada pelos imigrantes ilegais
Nos últimos três dias de 2011, uma leva de 500 haitianos entrou ilegalmente no Brasil pelo Acre, elevando para 1.400 a quantidade de imigrantes daquele país no município de Brasileia (AC). Segundo o secretário-adjunto de Justiça e Direitos Humanos do Acre, José Henrique Corinto, os haitianos ocuparam a praça da cidade. A Defesa Civil do estado enviou galões de água potável e alimentos, mas ainda não providenciou abrigo.
Corinto irá hoje ao município para discutir medidas de emergência no atendimento aos haitianos. Outra equipe estará em Assis Brasil (AC), fronteira com a Bolívia, para saber se há mais haitianos chegando.
A chegada em massa de imigrantes nos últimos dias ocorreu depois de boatos de que o governo brasileiro passaria a expulsar haitianos a partir do dia 31 de dezembro. Os rumores começaram depois de reunião do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), ocorrida em 16 de dezembro. A assessoria do comitê, órgão presidido pelo Ministério da Justiça, confirmou na semana passada que o Brasil estuda medidas para reprimir a imigração ilegal e o tráfico de pessoas pela fronteira com o Acre, mas negou que qualquer decisão a respeito dos haitianos tenha sido tomada.
A situação dos haitianos em Brasileia se torna dramática porque a espera pela documentação chega a 40 dias e o município, de apenas 22 mil habitantes, não tem infraestrutura para suportar a chegada de tanta gente. No hotel da cidade, com 30 quartos, estão cerca de 700 haitianos. Com a chegada de centenas de novos imigrantes nos últimos dias, os banheiros do hotel passaram a ser coletivos.
Muitos haitianos foram trazidos por "coiotes" (traficantes de pessoas) e roubados na mata, a caminho do Acre. Com a denúncia de crimes, a Polícia Federal permitiu na semana passada que os haitianos entrassem pela fronteira oficial, na Estrada do Pacífico.
— Os brasileiros sempre criticaram a forma como os países europeus tratavam os imigrantes. Agora, chegou a nossa vez — afirma Corinto. Leia MAIS

MEU COMENTÁRIO: O secretário Adjunto de Justiça do Estado do Acre, José Henrique Corinto, faz uma afirmação no final desta matéria do site de O Globo, que não corresponde à verdade. Não são todos os brasileiros que criticam as leis de imigração de países europeus. Quem faz esse tipo de crítica é o Lula, a Dilma, a turma do PT e seus sequazes que defendem o multiculturalismo.
E é justamente o multiculturalismo, ação decorrente do deletério pensamento politicamente correto abraçado por por todos os esquerdistas e ambientalistas ecochatos, responsável por boa parte dos problemas vividos pela Europa. Esses problemas começaram depois que a Europa abriu as porteiras para a imigração o que acabou gerando favelas, coisa até então inexistente nos países desenvolvidos do continente europeu.
Estamos portanto perante um grande problema e, pelo que consta, não existe uma política de imigração no Brasil, como inexiste fiscalização eficaz nas fronteiras. E não se trata apenas de controlar imigrantes do Haiti, mas de qualquer parte do mundo.
Este é um problema que tem de ser encarado de forma racional. O Brasil já tem dificuldades demais para suportar correntes imigratórias. Nossa população já está chegando perto de 200 milhões de habitantes.

8 comentários:

Anônimo disse...

Esse é o idílio dos comunistas de plantão: quanto mais confusão, melhor...

*Quem está bancando para esses invasores chegarem até aqui?

Anônimo disse...

..."Os brasileiros sempre criticaram a forma como os países europeus tratavam os imigrantes. Agora, chegou a nossa vez".

Não chegou não! Abrigue-os na sua casa e sustente-os com o seu dinheiro!!!

Anônimo disse...

Chegaram MAIS 500...

gutenberg disse...

LEVAR PARA ATIBAIA.

Eu penso que a solução correta é levar toda essa gente para o sítio do Lula, em Atibaia. Afinal, foi ele que mandou soldados brasileiros para lá, na fase em que resolveu governar o mundo.

Hermitão do Deserto disse...

O Brasil deve manter a tradição de receber bem os imigrantes, afinal, muita da riqueza do país é devida aos imigrantes que vieram para cá em massa!!!
Imigrantes quetrabalham são pessoas que produzem riquezas, não importa se são brasileiros natos ou não!!!

Eu sou do Sul disse...

E o litoral de SC foi invadida por bandoleiros e gente da pior especie vindas de paises vizinhos.
O tipo de turista que ninguem quer.
Nossa pacata Floripa ja era.

Salve-se quem puder.

Sam Spade disse...

Porque não fugiram para Cuba? É bem pertinho.

Uma das coisas que mais critiquei em FHC foi o marasmo em importar para nossas universidades, após a hecatombe da URSS, os cientistas "nuclear-militar-aéro-espacial", nisso eles eram bons, que estavam loucos para deixar a escravidão do regime. Outras nações com sucesso fizeram isso.

Para variar né meu caro Aluízio, nós, o lixo ocidental, estamos importando batedores de tambor.

Anônimo disse...

Hermitão do Deserto: o Brasil não tem tradição de importar hordas de imigrantes porcaria nenhuma - essa é mais uma falácia sendo engendrada pelos comunistas. Aqui não, "cara"!!!