TRANSLATE/TRADUTOR

segunda-feira, fevereiro 16, 2015

O 'O EXCREMENTO DO DIABO' RESTARÁ APRISIONADO NAS PROFUNDEZAS DA TERRA. O CAPITALISMO PREPARA UM SALTO DE PROPORÇÕES FANTÁSTICAS.

Nos silenciosos e discretos laboratórios e centros de pesquisa científica e tecnológica se desenha um novo cenário do futuro próximo.  
Se alguém ainda alimenta a idéia de que o barril de petróleo poderá custar mais de 100 dólares como ocorreu há pouco tempo, está totalmente enganado. Vários fatores concorrem aceleradamente para manter o preço desse combustível nos patamares atuais. No médio prazo tende a cair ainda mais. Não sou eu quem está afirmando isso, mas os experts no setor.
Embora não domine a área do petróleo o fato de exercer o que denominam na atualidade “jornalismo digital” ou “web jornalismo”, me confere o acesso a informações que muitas vezes o jornalismo tradicional escamoteia ou por ignorância, incompetência ou ainda por estar contaminado pela funesta ideologia esquerdista marcadamente antiamericana.
Para quem não sabe falta pouco para os Estados Unidos atingirem a completa autosuficiência na produção de petróleo, graças as abundantes jazidas de xisto que possui e a tecnologia discretamente desenvolvida pelos cientistas norte-americanos e que vem sendo aperfeiçoada no sentido de minimizar eventuais impactos ambientais. A produção já começou.
Inicialmente os ecochatos ficaram enlouquecidos. Obama, como não poderia deixar de ser, no início seguiu o esquerdismo ecochato. Mas como há pela frente uma campanha árdua para o partido obamístico Democrata derrubar os Republicanos, Obama não toca mais no assunto e as empresas já perfuram em busca do precioso xisto. Quando começar a campanha eleitoral Obama dirá que foi ele quem viabilizou a independência energética americana. Fará como tem feito até agora ao fechar os olhos para o terror islâmico. Todavia, dia desses ele já disse que deseja degolar os tarados do Oriente Médio. Lembram do Bin Laden? Comunistas são assim mesmo. Não importa se agora degolam cidadãos ocidentais. Importará apenas num contexto de lucro político.
Por isso com a autosuficiência na produção do combustível a partir dos gás de xisto Obama detonará também os bolivarianos da Venezuela que vivem praticamente da venda de petróleo para os Estados Unidos. Fará o mesmo com os países árabes produtores de petróleo que, a exemplo da Venezuela, vivem exclusivamente daquilo que foi denominado como “excremento do diabo”, pelo venezuelano Juan Pablo Pérez Alfonzo, legendário fundador da OPEP. 
Com o desenvolvimento de novas tecnologias otimizando baterias de longa duração e alta potência para os automóveis, os potentados árabes e suas teocracias islâmicas também definharão. Simples assim. Esta é a dinâmica do capitalismo que avança e avançará sempre sem parar e sempre melhorando a vida das pessoas, abrindo novas oportunidades e liquidando ditaduras assassinas como as existentes no Oriente Médio e mais recentemente na América Latina. Boa parte da performance bolivariana no continente sul americano é decorrente do petróelo extraído pela Venezuela. Com a derrubada dos preços do barril, Nicolás Maduro e as tribos de turbante, sobretudo os aiatolás do Irã, irão comer capim. O mesmo pode se dizer do herdeiro do império soviético, o megalomaníaco Putin.
Protótipo de automóvel elétrico. A Apple já está investindo intensamente no âmbito do novo salto tecnológico captalístico.
Ah! E no caso brasileiro o desastre será ainda maior. O pré-sal já era. Lula e seus sequazes terão de inventar ou história. Pelo que se constata, se é que há petróleo nas profundezas da terra de Pindorama, essas jazidas permanecerão incólumes porque não terão mais qualquer viabilidade econômica.
‘Uzamericanu’ cada vez estão mais à frente do mundo inteiro. Enquanto os comunistas alimentam o circo bolivariano e os os terroristas do Estado Islâmico, os cientistas norte-americanos continuam trabalhando silenciosos nos laboratórios dos grandes centros de ciência e tecnologia. Igualmente os israelenses. 
Sorry idiotas de todos os gêneros. Mas ao longo da próxima década quem viver verá mais um salto científico e tecnológico extraordinário. O capitalismo tem uma característica: seu desenvolvimento sempre acontece por saltos estupendos. O que qualificam de “crises” nada mais são do que os hiatos que separam esses saltos de fabulosa inovação.
Recomendo que leiam um post do excelente blog do jornalista de Veja, Geraldo Samor, a respeito do rumoroso investimento da Apple para a produção de automóveis movidos a energia elétrica. É coisa grande. Capitalistas de verdade não jogam dinheiro fora e também não ficam inventando petrolões e nem paparicando Lula, Chávez, Morales, Cristina Kirchner e idiotas análogos. Capitalistas de verdade estudam e trabalham muito, sem parar. Não fossem os capitalistas, sobretudo os norte-americanos, por certo ainda estaríamos vivendo em cavernas e roendo ossos de nossos semelhantes.

23 comentários:

CaGadÃO disse...

Entendo que o xisto pode dar uma boa longevidade à economia americana, mas tem tb a teoria de que a Rússia e a China estariam tramando um golpe no dólar, e que a China agora é a maior detentora de ouro do mundo. Os dados estão na mesa.

Anônimo disse...

Essa será a realidade daqui pra frente: com a tecnologia para se extrair petróleo de xisto, o cartel dos atuais países da OPEP está com os dias contados. Haverá uma mudança radical na geopolítica do petróleo. E o pré-sal... Bem, podem esquecer o pré-sal. Com o barril bem abaixo dos 100 dólares, torna-se inviável a exploração. Acabou-se o que era doce. C'est fini.

Anônimo disse...

Uma vez sugerí para um desses farsantes que deveria jogar fora tudo o que é invenção capitalista incluindo seu celular que não parava de olhar. Eu paguei por ele, respondeu. Mas para você comprar alguém inventou e produziu. E esses comunistas nunca contribuiram com nada a não ser miséria e milhões pessoas assassinadas por onde eles passaram. Esse o grande calcanhar de aquiles dos comunistas. São gente mediocre e na sua mediocridade tentam nivelar todo mundo por baixo. Eles se alimentam do lixo, precisam que o pais vire um grande favelão para se alimentar. A pobreza e a miséria são suas matérias primas.

Anônimo disse...

Dizem que a China está comprando ouro pra caralho para lastrear a sua moeda yuan tentar dar um golpe econômico. Espero que isso não aconteça! Parabéns aos USA, Israel, Canadá Austrália e Nova Zelândia!

Cristiano disse...

Ouro é uma coisa... serve como reserva não depreciável. Mas ninguém compra coisas com ouro, mas com cédulas. É aí que os americanos "crau" e fazem lucro com o poderoso documento chamado dinheiro.

Anônimo disse...

Grças a Deus, e gloria a Deus!Fora comunistas chatos e nefastos.

Anônimo disse...

Grande Aluízio. Os "bovinos" habitantes da terra do carnaval, que não estudam mas se acham brilhantes por natureza, não compreendem que um império não cai da noite para o dia e nem é derrotado por forças externas (e sim internas). Os EUA usaram a OPEP, a China e a URSS para a manutenção da moeda e agora empunham a espada da morte, através da alta tecnologia. A China, que muitos tontos acreditavam ser o novo impérios, será implodida pela bolha das cidades fantasmas, a OPEP pelo petróleo sem valor e a URSS pela simples falta de competitividade no nível exigido pelo mundo capitalista. Nenhum País possui, como os EUA, as ferramentas e os qualificativos para se manter no poder mundial. O Obama, que representa o câncer interno, já está sendo extirpado pela força criativa e empreendedora dos verdadeiros americanos, que criaram e continuam sendo a chama viva da américa.

jomabastos disse...

Senhor Aluizio Amorim, Você está correto em muitas coisas, essencialmente no desastre econômico e político, comunista,cubano e bolivariano, que atinge quase toda a América Latina e países como a Rússia e Irã.
Mas quanto ao Obama, este conseguiu fazer uma boa gestão do país, mesmo em plena crise econômica Norte-americana mundial.
Há um livro que eu aconselho-o a ler, que é "A Terceira Onda" de Alvin Toffler, que escreve precisamente sobre esta nova vaga econômica e social que está acontecendo nos países mais desenvolvidos, caso dos Estados Unidos e União Europeia.




Anônimo disse...

O premio dos comunistas é a divisão de bens que foram produzidos pelos capitalistas, até a sua exaustão e o desânimo de quem produziu, terminando por ninguém querer produzir mais nada, desde que o poder de administrar esteja nas mãos deles. Imaginam que o capitalismo é o que é porque existem "feitores" comandando uma classe de escravos, os operários. Daí, se fazem " os feitores" desses operários, conduzindo a todos ao abismo da estagnação.

Brasil, 100 anos de atraso!

Existe muito petróleo no continente. A razão de buscarem petróleo no mar é que ali, um navio transporta muito mais petróleo para fora do país. Desta forma, enquanto as estatísticas dizem que produzimos 2 milhões de barris ao dia, certamente já chegamos aos 3 milhões. Entenderam?

Anônimo disse...

Pior que isso para o petróleo é o hidrogênio, o motor magnético e o carro movido a Ar.

Motores magnéticos de grande potência serão geradores de energia elétrica, instalados no solo, sem poluição e sem o uso de qualquer combustível.

Anônimo disse...

Bom dia, me explica como faço uma transferência eletrônica com ouro? Não tô entendendo como fazer direito, com o dólar eu posso sem problemas.. a China vai dar um golpe no dólar? Meu caro você tem consciência do que estar escrevendo?

Anônimo disse...

`dinovo us istaduzuniduz; que que' ''xisto'', meu deus`; us cumunistas di cuba, da cureia, vinizuela, e ete caterva num inventum nada, so' que' sabe de dim dim! vagabundaiada!

Anônimo disse...

Então não precisamos mais dar plantão para guardar o pré sal da cobiça duzamericanu? Puxa, que sorte !

Anônimo disse...

quero ver o que irao fazer aqueles sheiks das arabias...

hoje ainda estava assistindo um programa sobre a construção de um shopping em Dubai onde os "homens da bata branca" foram dar uma vistoria...

pensei, o que essa gente fara quando o petróleo acabar ou se tornar menos relevante?

deram sorte de estar sentados em cima de tanto petróleo esse tempo todo...

vão ter que passar a vender areia...

Anônimo disse...

e ainda morreríamos de tuberculose, sem duvida...

Anônimo disse...

mas se faz o que com ouro?

jóias?

nao se faz pneu de ouro...

nem combustível para carros, aviões, navios...

a chinesada vai morrer na praia agarrada a tanto ouro...

o beneficiamento dessa porcaria é nulo...

Gil Rikardo disse...

E imaginar que nossos grandiosos parlamentares ficaram meses se digladiando pelas promessas do pré-sal e o barril de petróleo a 160 dólares... é rir para não chorar pela incompetência de nossos governantes de meia pataca... O mundo lá fora avança, enquanto aqui a preocupação é encher a cueca com dinheiro público... somos muito miseráveis...

Anônimo disse...

A China também agradece a queda no preço do petróleo, e a Arábia Saudita sabendo que isso não terá volta, inclusive aumentou a sua produção para continuar mantendo o mercado chinês, e não perde-lo para novos produtores, e deve ter feito contrato de longo prazo, o que deixou mais irritados ainda os governos da Rússia, e o Irã que é um inimigo histórico seu!
Os EUA está tirando a força de seus inimigos sem mesmo dar um único tiro! E se a coisa continuar assim, a Petrobrás que está endividada como nunca, talvez não consiga se recuperar e terá de ser privatizada pelos imbecis que queriam usá-la para financiar o bolivarianismo aqui e em toda a América Latrina!
AVANTE CAPITALISMO "OPRESSOR"!

Anônimo disse...

Essa notícia ajuda a explicar um pouco o porquê o preço da gasosa, mundo afora, baixou de valor, enquanto que na Terra de Santa Cruz, com 'pré-sal' e tudo mais, aumentou.

Simples: o brasileiro é tão trouxa, mas tão trouxa, que está pagando a conta dos sonhos megalomaníacos que um certo gorducho barbudo do ABC paulista tinha lá por 2003-2005. Como o preço do petróleo despencou lá fora, só tinha um único lugar da onde o PT pode continuar a sugar dinheiro com o 'pré-sal': do mercado interno.

P.S.: Coloquei 'pré-sal' entre aspas pois, considerando que vivemos em Terra de Santa Cruz, onde a mentira tornou-se lei e cultura, acredito fortemente que o 'pré-sal' é mais uma das muitas propagandas eleitoreiras que possuem muito pouco embasamento na realidade.

Anônimo disse...

Ao comentarista 'CaGadÃO' (o primeiro post).

A sua teoria sobre os BRICS estarem tentando 'atacar' o dólar é até verdadeira, mas isso é uma ação de gente desesperada e detentora das piores qualidades humanas. É somente um bando de comunistas imbecis achando que conhecem economia (coisa que eles nunca conheceram e a história pode facilmente provar isso). E a economia é uma ciência que tem provado aos comunistas que a vida não é fácil, mesmo para aqueles que acham que a 'revolução' é a solução para todos os problemas.

Enfim, de nada adianta a China ter 1.000.000 de toneladas de ouro em reservas se esse ouro não pode ser trocado por nada. Uma coisa são reservas e outra coisa é o valor/papel/câmbio de troca. É necessário um papel para poder haver a troca entre as diferentes fronteiras. Não se pode andar com ouro no bolso para realizar isso. Esse papel hoje é o dólar. Imagine agora que a Venezuela tenha bilhões de toneladas de ouro em estoque (até tem, mas é ouro negro). Agora pergunto: você compraria Bolívares venezuelanos para viajar para a Europa ou EUA? Você compraria Bolívar para viajar para a Rússia? Você compraria Bolívar para viajar para a China? Tente comprar alguma coisa na China ou mesmo na Rússia. Qual o papel de troca será exigido? Bolívares venezuelanos? Rsrsrs...

Enfim, não são as reservas de ouro que dirão ao mundo qual será o papel/câmbio utilizado para a troca. Eu diria que o papel de troca (câmbio) e reservas (em ouro ou não) SÃO INDEPENDENTES.

A China, ao estocar tanto ouro, pode estar querendo somente vender ouro no futuro, EM DÓLARES.

Anônimo disse...

Qualquer esquerdista, radical ou não, adoram bater nos USA. E fazem isso por pura dor de cotovelo, inveja - aliás, a base de sua doutrina. Na realidade, deveríamos copiar os americanos, imitá-los em tudo, pois dentre os povos atuais, são os que mais se aproximaram da perfeição. Sua inconteste liderança mundial é consequência de amor ao trabalho. Como consequência, são o povo de maior número de invenções práticas que revolucionaram o planeta, a começar pelo para-raio, a lâmpada elétrica, calculadoras eletrônicas e culminando ultimamente com o computador, sem esquecer que até hoje, foram os únicos a pisar na Lua...

rafernandes disse...

Aluízio,

Pegando um gancho no tema, lembro que os árabes sempre pintam os EUA como os exploradores de sua riqueza mais básica que é o petróleo.

Então é bom lembrar também que toda essa demanda por petróleo é o resultado do incrível avanço tecnológico do Ocidente e que os árabes nada fizeram por merecer essa riqueza. Por mera sorte do destino seus países posicionaram-se sobre estas jazidas. Quando o avanço tecnológico relegar o petróleo a uma importância marginal nas economias, nada restará aos árabes senão a alternativa de fritar quibe com petróleo! Bom apetite....

Anônimo disse...

Muito bom este post Aluizio. Fica claro e evidente que a destruição criativa do capitalismo está agindo mais uma vez. Imaginem se com o advento da energia elétrica houvessem medidas protecionistas às fábricas de velas, afinal como ficariam os coitados trabalhadores daquele setor, pois a lâmpada elétrica iria gerar desemprego, mas é obvio que isso não aconteceu, simplesmente esses trabalhadores foram fazer outra coisa, no verdadeiro capitalismo negócios que não sejam mais viáveis vão a bancarrota, como tem que ser, mas ao mesmo tempo que um via a falência, nascem muitos outros. Aqui em banania temos o capitalismo de estado, onde os amigos do rei tem toda ajuda necessária para firmarem seus oligopólios, assim não atuam as verdadeiras forças do mercado e tudo fica distorcido. Todo esse lixo comunista mundial achar que vai destruir os EUA da noite para dia é algo bem presunçoso, afinal quem é que gera a maior parte da inovações, das patentes, das novas tecnologias e etc, mas é claro que não é a China, Russia, Coreia do Norte, mas sim os EUA, então meus amigos o buraco é mais embaixo. Concordo com um dos posts onde o autor diz que deveríamos sim é copia-los e não odiá-los.