TRANSLATE/TRADUTOR

sábado, fevereiro 07, 2015

PETROBRAS DO PETROLÃO INVESTE US$ 1 MILHÃO DE DÓLARES EM PROJETOS SOCIAIS NA BOLÍVIA

Clique sobre as imagens para vê-las ampliadas
Depois de ser expropriada em 2006 pelo governo do índio cocaleiro Evo Morales, o tiranete da Bolívia, a Petrobras não só continua atuando naquele país, já que o Brasil importa gás boliviano, mas foi destaque na imprensa local na semana que passou. 

O jornal bolivano La Razón, em sua edição do dia 1º de fevereiro deste ano de 2015, revela que a Petrobras acaba de investir 1 milhão de dólares em "projetos sociais", naquele país beneficiando cerca de 3 mil famílias.

O fato indica que apesar da roubalheira criminosa na esteira do escândalo do petrolão o PT continua agindo como se nada tivesse ocorrido, tanto é que a estatal aplica num país estrangeiro 1 milhão de dólares, logo na Bolívia onde o 'companheiro' de Lula e da Dilma estatizou todas as instalações da Petrobras em território boliviano sem qualquer indenização e ficou o dito pelo não dito.

Lula, então Presidente da República, inclusive justificou a ação do 'cumpanhêro Evo': “Não tem crise Brasil-Bolívia. Existirá o ajuste necessário de um povo sofrido e que tem o direito de reivindicar maior poder sobre a riqueza que tem”, conforme o noticiário veiculado naquela época.

Supõe-se que a expropriação pela Bolívia das propriedades e equipamentos da Petrobras naquele país tenha sido o primeiro teste do tal projeto "Pátria Grande", ao qual aludia frequentemente o finado caudilho Hugo Chávez e demais tiranetes cucarachas, como Cristina Kirchner. 

Esse tal projeto "Pátria Grande" é um arremedo da ex-URSS e que vem sendo levado a efeito pelo Foro de São Paulo. Significa a transformação de todos os países latino-americanos em repúblicas comunistas unificadas, espécie de bloco soviético cucaracha articulado pela Unasul, cuja sede foi recentemente inaugurada no Equador.

Neste caso, a expropriação da Petrobras nas terras de Evo Morales faz sentido, como também faz sentido a sangria da Petrobras e o recente investimento feito justamente na Bolívia.

Resta saber agora a quantas anda o BNDES que tem feito aplicação de dinheiro público brasileiro em diversos países, como em Cuba, onde financiou a construção majestoso porto de Mariel construído pela empreiteira Odebrecht.

Concluindo, resta indagar: por que tudo isso que está acontecendo não é veiculado pela grande mídia brasileira? Por que a existência e ação do Foro de São Paulo são solenemente ignoradas não só pela grande imprensa como também pela oposição? 

10 comentários:

Jurandir disse...

Imaginem o que deve ter de rolo no BNDES, CAIXA ECONÔMICA, BANCO DO BRASIL, FUNDOS DE PENSÕES, AGENCIAS que eram REGULADORAS, etc. etc. etc...

Carlo Germani disse...

Caro Aluizio,

A "caixa-preta" do BNDES representa a incrível soma de R$ 500 BILHÕES em empréstimos.

Anônimo disse...

Do Estadão: "Tarso Genro defende renovação profunda do PT"
O ex-governador do RS que deixou o estado praticamente falido nunca perde o senso do ridículo ou mais valeria dizer que é um "cara de pau"
Fez a mesma declaração quando estourou o escândalo do mensalão, ganhou um ministério e passou a trabalhar como garoto propaganda do Lula. Não seria surpresa que esteja à procura de uma boquinha no governo Dilma.

Anônimo disse...

somos nós sustentando a America Latina...

que por sinal não tem o menor apreço pela gente...

devem rir é muito da cara dos "macaquitos", que é como nos chamam...

Anônimo disse...

Quem ri por último ri melhor, aqui não é Cuba e nem Venezuela, vamos chutar a bunda desses vagabundos vermelhos.

Anônimo disse...

Olha, uma única certeza eu tenho, esses investimentos no exterior do governo brasileiro seja em Cuba, Bolívia ou países africanos são para o narcotráfico distribuir drogas com segurança e tranquilidade.

fred oliveira disse...

Porto em Cuba, com os nossos estrangulados; invstimentos na bolivia, em Angola, emprestimos suspeitos, sigilosos...e', o pt gosta de dar pinta mesmo.

Hamilton Caiumi disse...

Como será o adjetivo pátrio para quem nascer na "Pátria Grande"!

Anônimo disse...

Creio que a coisa é maior do que pensamos ou imaginamos. Depois das mulheres do MST terem destruído anos em pesquisa. Não ficaria surpreso se um exercito de bandoleiros não esta sendo formado por debaixo dos panos, o que podemos esperar de ex-terroristas. As forças armadas que se cuidem.

Rita Aparecida disse...

Inacreditável é que o ministério publico não parece ser conivente com isso por que, não vê nada de errado neste governo, estamos sendo roubados descaradamente e posso até apostar que não acontecerá com estas escórias humanas, nossos doentes morrendo em portarias de hospitais e estes abutres petistas investindo no exterior é de embrulhar o estomago.