TRANSLATE/TRADUTOR

sexta-feira, maio 08, 2015

SENADOR RONALDO CAIADO ALERTA: SE O POVO NÃO REAGIR CONTRA O PT BRASIL VIVERÁ A MESMA SITUAÇÃO DA VENEZUELA COM DITADURA COMUNISTA, OPRESSÃO E MORTE DE OPOSITORES.


O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), fez um alerta nesta quinta-feira  sobre o processo de "venezuelização" do Brasil. Em audiência pública com as esposas de opositores Leopoldo Lopez e Antonio Ledezma, respectivamente Lilian Tintori de Lopez e Mitzy Capriles de Ledezma, o senador apontou que os mesmos elementos que levaram a implantação da tirania comunista, regime que atende pelo eufemismo de ‘bolivariano, estão sendo adotados no Brasil pelo governo do PT. "Se o povo não reagir poderemos ver no Brasil a mesma situação da Venezuela com a opressão e até morte de opositores", denunciou Caiado.
As esposas dos líderes políticos prisioneiros de Nicolás Maduro, Mitzy Ledezma e Lilian Tintori. Ao centro Rosa Orosco, cuja filha foi assassinada como mostra as fotos no destaque acima. (Foto do site Diário do Poder)
ITAMARATY ENVIOU APENAS UM ESTAFETA PARA ESPIONAR A REUNIÃO E SE NEGOU A RECEBER AS MULHERES DOS PRISIONEIROS POLÍTICOS DA DITADURA COMUNISTA
O Itamaraty mandou um diplomata de terceiro escalão para representar o ministério na sessão especial, realizada pelo Senado Federal, contra a violação de direitos humanos. A surpresa é que o representante do Itamaraty não apareceu; em vez disso, mandou um assessor para acompanhar a reunião. O assessor, que não se pronunciou na sessão que ouviu um representante do governo da Venezuela, mal entrou na sala da audiência pública: ficou parado, encostado na porta de entrada.
Mais cedo, a Comissão Relações Exteriores do Senado ouviu os depoimentos de Lilian Tintori López, Mitzy de Ledezma e Rosa Orozco, mulheres de presos politicos na Venezuela que detalharam a situação de deterioração do respeito aos direitos humanos no país vizinho. Lilian é mulher do líder de oposição na Venezuela Leopoldo López, preso há mais de um ano sob acusação de incitar protestos contra o presidente venezuelano Nicolás Maduro.
O representante Venezuelano, que ocupa o cargo público de “Defensor do Povo da Venezuela”, Tarek William Saab, disse que o país comandado por Nicolás Maduro “respeita os direitos humanos e os preceitos democráticos”. 
Para se contrapor à presença das esposas dos prisioneiros políticos da ditadura assassina de Maduro, o PT e do PSOL articularam com o regime de Caracas, a vinda simultânea ao Brasil de Tarek William Saab, que exerce o cargo de “defensor do povo”. Como todo psicopata faria, o andróide bolivariano afirmou na maior cara de pau que o regime de Maduro “respeita os direitos humanos e os preceitos democráticos”.
A presidente Dilma Rousseff se recusou a receber as mulheres dos políticos de oposição na Venezuela e destacou um diplomata para recebê-las em Brasília. O presidente da Comissão de Relações Exteriores, senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), classificou a atitude do governo Dilma como “vergonhosa”. Com informações do site Diário do Poder
O depoimento das venezuelanas na comissão do Senado e, ao lado, o estafeta espião enviando pelo Itamaraty (Fotos: Diário do Poder)
AMIGOS DO LULA E DA DILMA PROMOVEM OPRESSÃO, TERROR E MORTE NA VENEZUELA
Em emocionado depoimento à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), nesta quinta-feira (7), a ativista Lilian Tintori criticou duramente o regime chefiado pelo presidente Nicolás Maduro, da Venezuela, e pediu ao Brasil que “se levante e alce sua voz e para ajudar cada venezuelano a levantar as bandeiras da democracia e dos direitos humanos”.
Esposa do líder de oposição Leopoldo López, ela estava acompanhada de Mitzy Capriles, esposa do prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, e de Rosa Orozco, que teve uma filha assassinada durante manifestação contra o governo em Caracas. Leopoldo López está preso há mais de um ano. Também está na cadeia o prefeito de Caracas.
— O mundo inteiro sabe que na Venezuela não se vive em uma democracia. Mais de 80% dos venezuelanos pedem mudança. Necessitamos de ajuda dos países da região — disse Lilian na abertura da audiência pública promovida pela comissão, que contou com a presença de diversos deputados e foi realizada no auditório 2 da Ala Nilo Coelho, mais amplo que o reservado às reuniões ordinárias do colegiado. 
Além de participar da audiência, as duas esposas seriam recebidas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, e pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowsky. Mas não conseguiram marcar encontro com a presidente Dilma Rousseff. O presidente da comissão, senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), e o senador José Serra (PSDB-SP) estiveram no Ministério das Relações Exteriores para tentar agendar uma entrevista com o ministro Mauro Vieira. Não obtiveram êxito. Apenas no final da reunião da comissão foram informados pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ) de que as duas seriam recebidas pelo chefe do Departamento de América do Sul 2, Baena Soares.
Segundo Lilian, ocorreram 25 mil mortes por violência na Venezuela no ano passado. Existem grandes filas para comprar alimentos, há dificuldade para se obter remédios e a inflação já alcança 74%. Além disso, observou, existem 89 presos políticos no país vizinho. Por sua vez, Mitzy lembrou que seu marido foi “simplesmente arrancado de seu posto de trabalho”, na prefeitura de Caracas, e está preso há três meses.
No depoimento mais contundente, Rosa Orozco informou que sua filha de 23 anos foi baleada  “à queima-roupa” por um integrante da Guarda Nacional em 19 de fevereiro de 2014, simplesmente por participar de uma manifestação com cartaz contra o governo, e morreu dois dias depois. Ela mostrou aos parlamentares fotos de sua filha baleada.
— Não podemos permitir que essas coisas sigam acontecendo. Temos uma milícia de coletivos, que são pessoas civis armadas, que vivem matando os que opinam diferente do governo. É uma violação à minha alma, a minha vida se foi com minha filha — disse Rosa. Com informações do site Diário do Poder

25 comentários:

Anônimo disse...

Caro Jornalista Aluizio,
O que o Senador quis dizer, é que não há mais jeito de tira-los do poder por vias democráticas, "só pela intervenção militar".
Quando um político, chega a está conclusão é porque não tem mais como lutar contra tudo isto.
As FFAA já deixaram claro que estão prontas, e aguardando o pedido do povo brasileiro para acabar com toda está palhaçada.
Mas só não sei porque o povo ainda não foi aos milhões a rua pedir, pela intervenção?
Se querem que o Brasil seja livre, democrático, e viável economicamente e financeiramente, basta pedir!
Será que só vão se mexer quando a água bater em vossas bundas?
Nos que estamos fora do país, ficamos desesperados mandando e-mail´s e mensagens para amigos e parentes, para que peçam logo pela intervenção, não há mais jeito e o tempo está contra nós, cada semana a situação econômica e moral se agrava.
O Brasil está quebrado gente, é sério vocês não sabem da missa metade por que a impressa vendida não mostra.
Vão esperar o dia em que vão decretar confisco de vosso suado dindin, para pagar esta conta?
Vocês estão trabalhando para sustentar o resto da América latina, portos, pontes, usinas, aeroportos, metros, estradas, etc, sendo construidos em outros países com vosso suado dinheiro, dos impostos abusivos deste desgoverno, só isto já é motivo para coloca-los todos no paredão por traição ao país, mas tem mais, e a vossa liberdade?
Vocês já a perderam e nem se tocaram que já estão numa ditadura!
Fico pensando, talvez por estar fora do país que nossa cabeça é outra, quando vemos a real liberdade da democracia, os valores morais, e o respeito ao cidadão de bem que trabalha e paga seus impostos.
São estás coisinhas acima, que diferenciam um país de primeiro mundo, gente.
E isto, poderemos ter no Brasil, basta vocês pedirem!
Eu faço aqui meu pedido a vocês, pois estou fora e não poderei ir até aí para me manifestar, vão para as ruas peçam ajuda das nossas FFAA, e sejam felizes.

Anônimo disse...

Ao leitor anônimo, que fala sobre intervenção, recomendo que leia o Art. 142 da CF.

Da última vez que tal ocorreu, ficaram 25 anos no poder!

Eu digo NÃO à intervenção militar!



Chris/SP

Anônimo disse...

Aproveitando o post, gostaria de invadir seu espaço para pedir que o blog dê publicidade ao Tsunami Jurídico que o Matheus Faria está coordenando, centenas de advogados estão entrando com uma ação Civil Pública contra a União e as sacanagens da Smartmatic.
Todos os detalhes no post https://www.facebook.com/matheusbrazmatt/posts/449440995209892:0

Anônimo disse...

ao compartilhar um post seu o Facebook colocou a seguinte mensagem :
Verificação de segurança
Aparentemente um link que você está compartilhando é perigoso. Remova este link:

aluizioamorim.blogspot.com

Se tiver certeza de que deseja compartilhar esse link, faça a verificação de segurança abaixo.
Selecione todas as fotos que mostram uma cachoeira.
Você também pode fazer essa verificação de segurança com texto ou áudio em vez de fotos.

Anônimo disse...

INACREDITAVEL COMO AINDA TEM GENTE QUE ACEEDITA NUM POSSIVEL IMPEACHMENT?!? ACORDA POVO!!! AS QUADRILHAS DE POLITICOS, NAO VAI DEIXAR O PODER A NAO SER QUE HAJA UMA INTERVENCAO DAS FFAA!!!!

MARTA SERRAT CONVERSA COM DR. ANTONIO JOSÉ RIBAS PAIVA

https://www.youtube.com/watch?v=14C-Sh2ntTU

UNTERVENCAO JA!!!

Milton - SP

Fabiano Santos disse...

Acredito que uma parte bem significativa da sociedade brasileira clama pela intervenção militar, até porque, se for pra comparar ditadura por ditadura, a atual está castigando o povo, enquanto o regime militar de 65 tentou ( sem sucesso ) calar os marginais que hoje comandam o nosso país. O problema está na mídia esquerdista, que enxerga golpe só no clamor do povo, e tenta distorcer a história, com jornalistinhas que não viveram essa época. Eu vivi e posso garantir que, naquele tempo, dormia-se de janelas abertas, ia e voltava do trabalho sem medo, e marginal conhecia e tinha medo da lei.
Lógico que seria melhor se tivéssemos uma oposição de pulso firme, que pagasse sopapo com sopapo... O que vimos na última eleição, foi uma covardia da dita oposição. Então, já que não podemos fazer igual ao MST, ou seja, andar com armas brancas, só nos resta clamar às nossas, já aparelhadas, FFAA. Mas esqueçam, isto é utopia, general algum dará o pescoço pra mídia enrolar, em sua corda suja.

Anônimo disse...

OLAVO TEM RAZAO!
ALUIZIO,FELIPE, RODRIGO,CAIADO TEM RAZAO!

Me esforco pra chegar em um numero maior de politicos e jornalistas que combatem o FORO, mas nao consigo.

Anônimo disse...

VIVA RONALDO CAIADO!!! ESSE HOMEM DIGNIFICA O SENADO BRASILEIRO??

Anônimo disse...

Aluizio, tentei compartilhar este link no facebook e recebi uma msg dizendo que era um link "perigoso" e que era para fazer uma "verificação de segurança". Na dúvida, não fiz nada e resolvi te avisar.

Aluizio Amorim disse...

ANÔNIMO,

O problema é do Facebook. Já notifiquei a eles, porém até agora sem resposta. Isto já aconteceu com milhares de sites e blogs.

Anônimo disse...

as FFAA deveriam ter ficado até hoje, não deveriam ter dado anistia para nenhum comunista - jose serra fhc etc deveriam todos estar exilados até hoje e estaríamos muito melhor.

Infelizmente fomos doutrinados a pensar sobre as FFAA e a intervenção como sendo coisa ruim assim como colocam medo em uma criança ao citar o bicho-papão. É um medo irracional e sem fundamento.

E o comunismo sempre vai tentar dominar tudo até que se chegue ao final dos tempos. E quem acha que os EUA vão nos salvar estão enganados, acho que lá a agenda está mais adiantada...

Anônimo disse...

Parabéns ao Senador Caiado por fazer esse registro e relato às essas senhoras desesperadas que devem estar muito enganadas com o Brasil, pois acredito que o controle à mídia lá na Venezuela deve ser maior que aqui no país.
Aluísio, mas esse apelo destas mulheres deve ser feito à ONU que não vejo fazer pressão real à ditadura Venezuelana, e até acredito que essa organização não o faz porque já esteja esquerdizada e em parte é responsável pelo bolivarianismo na América Latrina. Mas a real pressão deverá vir dos EUA, com retaliações econômicas, principalmente não comprando mais petróleo desse governo criminoso, mas teremos que aguardar aquela merda do Obama deixar a Casa Branca.
No momento que se acabar a fraude nas urnas, acabou o Bolivarianismo aqui na América Latrina!
"Venezuela: Chavistas acrescentaram votos falsos nas eleições de 2013". Leiam esse artigo escrito por diário ABC-Espanha, em: http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/noticiasfaltantes/foro-de-sao-paulo/15802-2015-05-03-22-49-22.html

Eduardo Araújo disse...

Caro Aluizio, que exemplo de força dão essas admiráveis mulheres venezuelanas. Interessante, quiçá irônico, é aplicar-se a elas, mais do que as destinatárias da música Mulheres de Atenas do esquerdista Chico Buarque, a expressão "secam por seus maridos, orgulho e raça de Atenas".

As feministas, idiotas úteis e odientas, deviam mirar-se no exemplo delas.

TERMINATOR disse...

Lógico que a vaca da Dilma não foi receber as moças venezuelanas como receberia o vagabundo traficante que foi fuzilado se este fosse perdoado e mandado de volta para cá ainda mais depois de ver a loirinha F 16 e morrer de inveja da beleza dela. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

O povo vai fazer o quê? Brasil já era... Tristeza.

PT e PSDB = comunistas

Anônimo disse...

Caiado demonstra claramente que só oposição não resolve; de fato, na Venezuela os opositores estão presos. E o povo "frouxo desarmado brasileiro" tambem não resolvera´. Prefiro 50 anos de militarismo do que mais um de petismo.

Anônimo disse...

2 JUDAS!
Lula e FHC são os 2 gilettes, antiga lãmina de barbear, que cortava ora de um ládo ou do outro.
Ou então papeis-carbono de 2 faces: sai a escrita de um lado ou doutro.
Quem for desse partido faz oposição de mentirinha um ao outro; às escondidas são amigos pois tanto um como o outro se protegem; PSDB é ainda mais salvador do PT pois impediu outrora o impeachment de Lula.
2 merdas, fedem do mesmo jeito, 2 partidos traidores do povo fingindo fazerem oposição!
V nesse partido já era, Aécio; perdeu muitos votos!

Anônimo disse...

Os militares ficaram 20 anos e deixaram um Brasil com boa infraestrutura , só o PT vai para 16 anos e estamos afundados em sistema comunista e corrupto. Intervenção militar já.

Anônimo disse...

O google+ não permite a divulgação do post, não aceita compartilhamento, já tentei duas vezes e não consegui publicar.

Alvaro/Curitiba/

Anônimo disse...

Em Resposta a Chris/SP,
Cara senhora, PSDBista,
A intervenção militar constitucional passou a ser viável pelas nossas FFAA, quando e segundo o Art. 142. que diz: As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, ""((e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem))"".
Muito bem, como sabemos, os três poderes do Brasil estão e se encontram sob o julgo do Foro de São Paulo que é uma organização internacional, portanto um poder externo que ameaça a constituição e pior, a liberdade e a soberania, do povo brasileiro.
Este mesmo Foro é responsavel por ordenar que os poderes da republica infrijam a mesma constituição como tem feito o poder executivo, que atualmente comonda todos os poderes da republica Brasileira.
A situação, é clara, estamos sob ameaça de um poder externo, portanto é uma questão de defesa da Pátria e garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem.
E não nos esqueçamos que a mesma Constituição, diz, (todo o poder emana do povo).

Unknown disse...

Além disso, as FFAA estão desarmadas, sucacateadas.

Aluizio Amorim disse...

ÁLVARO:
Não há nenhum problema com o Google+ Eu mesmo acabei de compartilhar no Google+ o post da charge do Sponholz.
Talvez possa haver algum problema no seu próprio computador no que respeita a configurações.

TERMINATOR disse...

Verdade, as FFAAs estão desarmadas e sucateadas mas para destruir o PT e seus exércitos de bandidos tem mais do que o suficiente. O que me preocupa serão os danos colaterais entre os civis (sem treinamento militar nenhum) e que serão verdadeiros patos no fogo cruzado (já o são entre polícia e traficante imagina uma coisa bem ¨maior¨). Se pelo menos os civis que morressem fossem só os de bandidos e de eleitores patetas que colocaram estes comunistas no poder não iriam fazer falta.

Anônimo disse...

Para todos os que acham, nossas FFAA sucateadas, saibam que das Américas em matéria de poder bélico, as nossas FFAA são a 2º segunda força mais bem armada.
A 1º força é a dos Estados Unidos, a 2º força o Brasil, e a 3º Força o Canadá.
Portanto, fiquem tranquilos em matéria de poderio e treinamento as FFAA do Brasil são muito respeitadas fora do Brasil, e por quem entende do assunto.
Quando a coisa se der, vai ser tão rápida e inesperada que não haverá quase reação.
Fiquem tranquilos, os alvos já estão todos demarcados.
Ninguém melhor que a inteligência para separar o joio do trigo, antes da ação.

Anônimo disse...

Com certeza, todos esses que alegam que foram "perseguidos" durante o governo militar assim que assumiram cargos públicos a primeira coisa que fizeram foi montar uma quadrilha para fazer todo tipo de corrupção e foram presos e julgados pela mais alta corte de justiça e condenados. Então quem tinha razão?