TRANSLATE/TRADUTOR

quarta-feira, março 07, 2018

JAIR BOLSONARO RETORNA DO GIRO PELA ÁSIA E É RECEBIDO POR SIMPATIZANTES À PORTA DE SEU GABINETE NA CÂMARA DOS DEPUTADOS


Depois de um giro pela Ásia, passando pelo Japão, Coreia do Sul e Taiwan o pré-candidato presidencial, deputado Jair Bolsonaro, já está de volta ao Brasil e foi surpreendido na manhã desta quarta-feira quando chegou à Câmara dos Deputados.

Conforme o vídeo acima dezenas der pessoas o aguardavam no corredor que dá acesso ao seu gabinete, o que dá uma ideia da popularidade do presidenciável.

Conforme noticiei aqui no blog, o giro de Bolsonaro pela Ásia teve por objetivo de ver de perto os fatores que contribuíram para que esses pequenos países se tornassem grandes nações de importância global, no passado cognominados de tigres asiáticos. Saltaram de uma condição econômica modesta para protagonistas globais, especialmente no que tange ao desenvolvimento tecnológico.

Como conseguiram essa proeza? É possível o Brasil dar um salto e romper o círculo vicioso do atraso? Bolsonaro foi ver de perto a performance desses países que atingem à condição de primeiro mundo, especialmente no que tange à área da educação.

Além disso, o pré-candidato Jair Bolsonaro sinaliza também, caso seja eleito Presidente do Brasil, que pretende quebrar as amarras que impedem o nosso país de ampliar seu comércio exterior e absorver, sobretudo, novas tecnologias.

Essa inusitada recepção ao pré-candidato num corredor da Câmara dos Deputados dá uma ideia da popularidade do presidenciável.

E fica uma indagação? Quais os políticos que desfrutam prestígio similar ao de Jair Bolsonaro? Quais os políticos que podem andar tranquilos pelas ruas e aeroportos e viajar de avião de carreira?

Depois do vendaval da Lava Jato restou de pé apenas Jair Bolsonaro. Até prova em contrário esta é a verdade e a razão fundamental que aduba sua pré-candidatura presidencial.

4 comentários:

alvaro marques disse...

Não é todo o mundo que apoia o Bolsonaro, eu não ví ai a Maria do Rosario recepcionando o futuro presidente.

Falcão Peregrino disse...

Pena que Bolsonaro não visitar Singapura, que igual ao Brasil estava atolada de corruptos e corruptores, muito mais pobre que o Brasil porque nãoátem minérios nem água potável, mas teve um Homem Lee Kuan Yew.

A estratégia de Singapura:
Singapura se tornou independente da Malásia em 1965. Na verdade, o país foi praticamente expulso da Malásia. À época, Singapura era um país pobre e atrasado — uma mancha estéril, improdutiva e sombria em uma das mais perigosas regiões do mundo. Com efeito, a renda per capita de Singapura em 1965 seria equivalente à de um país como Angola ou Kosovo hoje, ajustada pela inflação.
No entanto, Singapura contava com um líder, um fundador visionário: Lee Kuan Yew. E ele tinha ideias claras sobre como modernizar o país.
Sua estratégia continha os seguintes elementos:

Moeda forte e estável:
O primeiro e mais crucial — sem o qual nada mais funciona — era uma moeda forte e estável. Singapura implantou um sistema de Currency Board, um regime monetário no qual não há política monetária e nem interferência política.
Currency Board é o sistema que se utiliza quando se quer adotar uma genuína "âncora cambial", o que faz com que a moeda de um país se torne um mero substituto de uma moeda estrangeira....

Nada de ajuda internacional
O segundo elemento foi a total ausência de ajuda estrangeira. Lee Kuan Yew proibiu que o país mendigasse auxílio internacional. Singapura se recusou a aceitar ajuda estrangeira de todo e qualquer tipo...

Setor privado forte
O terceiro elemento foi o notável esforço de Singapura em criar empresas privadas de excelência, com características de primeiro mundo e genuinamente competitivas no mercado global.
Isso foi alcançado majoritariamente por meio de baixa tributação, burocracia quase inexistente e mínima regulação. Tudo isso em conjunto com tarifas de importação nulas e livre comércio pleno (sistema idêntico ao adotado em Hong Kong)...

Respeito à propriedade:
O quarto elemento na estratégia de Cingapura foi uma ênfase na proteção à propriedade privada, na segurança pública, e na ordem pública...

Do terceiro ao primeiro mundo:
Estes foram os quatro objetivos da estratégia de Lee Kuan Yew: moeda forte e estável, nada de ajudas estrangeiras, empresas privadas de primeiro mundo, plenamente competitivas, operando em um arranjo de livre comércio pleno e sem sofrer regulações onerosas, e um arranjo de lei e ordem.

Lee Kuan Yew percebeu com clareza que a única maneira de um país sem recursos naturais como Cingapura ter alguma vantagem competitiva era se convertendo em uma região livre e segura no mercado global, uma região em que investidores pudessem investir e poupar sem medo de expropriações:..."

Integra:
https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2059

Mandem para Bolsonaro, vale a leitura.

Anônimo disse...

Projeto ainda tipifica o crime de divulgação de cena de estupro; texto vai ao Senado. Objetivo de punir importunação sexual é evitar casos como de homem que ejaculou em mulher em ônibus.

esse país é um inferno incivilizado...

o sujeito EJACULA no que poderia ser a sua mãe, sua esposa, sua irmã, e pode pegar 1 aninho de cana, ja que será muito dificil o juiz dar 5 anos logo de cara...

por que diabos não colocam logo uma pena de 20 anos de prisão para um deliquente que pratica ato tao grotesco, repugnante e de inquestionavel debilidade comportamental como esse?

de onde vem essa tolerancia com o grotesco e injustificavel???

por que esse país nao consegue nunca mudar, nao consegue nunca escolher os caminhos direitos??

que inferno!

Carcará Insano disse...

Vejam isso:http://www.ilisp.org/noticias/universidade-federal-ensina-pedagogia-socialista-com-professora-ligada-ao-mst/