TRANSLATE/TRADUTOR

quinta-feira, maio 17, 2018

DETONANDO A GRANDE MÍDIA: POR QUE A PALAVRA DO PRESIDENTE DONALD TRUMP VALE MAIS DO QUE QUALQUER TRATADO?


A Embaixada da Resistência em sua página do Facebook traduziu e legendou um vídeo muito importante. Trata-se de uma análise formulada pela famosa juíza norte-americana Jeanine Pirro em relação às últimas decisões do Presidente Donald Trump, dentre elas a transferência da Embaixada dos EUA em Israel para a verdadeira e histórica capital de Israel, que é Jerusalém.

Além disso, a Juíza Jeanine Pirro analisa ainda outras ações de Donald Trump no que tange à política internacional e seu impacto global. Vale pena ver o vídeo já que as informações nele contidas jamais serão veiculadas nas grande mídia que continua, toda ela, em nível nacional e internacional, produzindo uma torrente de "fake news". 

Ou alguém já leu ou viu pelas televisões alguma matéria sobre Donald Trump que não seja para criticá-lo e/ou acusá-lo de alguma coisa que normalmente se opõe à realidade evidente? 

Todavia o conteúdo deste vídeo reflete a verdade e comprova que a maior produção de "fake news', não está na internet, não está nas redes sociais, mas na solerte mainstream media já que seus produtores de 'notícias' são rematados comunistas. As exceções, quando ocorrem, acabam virando notícia e viralizam justo nas redes sociais!

Portanto, não gastem seu dinheiro assinando esses panfletos comunistas, essas redes de televisão que professam a ideologia esquerdista bundalelê. Com as redes sociais, blogs e site independentes, em sua maioria se custo, vocês terão acesso a conteúdo muito melhor. Basta ficar atento e aprender como selecionar as fontes.

O DISCURSO DE DONALD TRUMP
No vídeo abaixo o pronunciamento oficial do Presidente dos EUA, Donald J. Trump, sobre a inauguração histórica da Embaixada americana em Jerusalém. A tradução e legendas são de HSilver e a revisão é de Yuri Mayal, da equipe dos Tradutores de Direita:

19 comentários:

Anônimo disse...

VALE MAIS, DE CARA, POR TRUMP NÃO SER UM ESQUERDIOTA, DO PT AMERICANO CHAMADO FALSAMENTE DE "PARTIDO DEMOCRATA"...
Esfriou os árabes, os comunistas em geral mundo inteiroo, a UE politicamente correta, deu 1 copo de sedativo ao nervosinho Irã...
Podemos comparar Trump como aquele que nada tem de esquerdismo, portanto, não age como os cãomunistas, como aqui mesmo no Brasil, ele faz, faz e foda-se quem discordar!
Por onde andam Obama que pretendia fazer dura oposição ferrenha a ele? Mesmo a Hillary, foram para Marte?
Lembram que as milicias comunistas do coronéu Stédile, junto com a histérica ca-pitã Gleisi prometeram incendiar o Brasil se despachassem Dilma do Planalto, e muito mais ainda se OUSASSEM prender o Lularapio?.
Já foi o tempo que os black blocks faziam e aconteciam: se sairem às ruas serão rechaçados, como os SULISTAS que meteram o pé no rabo da cachorrada do PT, querendo irem lá fazerem politicagem, acharem eles com cara de otarios de ouvirem os rosnados do cão Lula, apenas late, nada mais!
Bolsonaro, e imitando ele Alckmin, ambos prometeram tratores e fuzis aos agricultores, porém, evite votar no disfarçado comunista Alckmin do PSDBandido-PT-PC do B etc., e desse vermelho é apenas promessa, conversa fiada!

Sempre Mais do MESMO disse...

-
Na verdade a oposição aos judeus por parte da Europa é exatamente a mesma dos cristãos da Idade Média.

Quando o decadente Império Romano criou o cristianismo ao pinçar de um emaranhado de seitas oriundas do judaísmo que cultuavam um messias judeu que viria salvar o seu povo, o fez no intuito de estabelecer uma nova moral que induzisse a população à absoluta SUBMISSÃO a seus algozes (o próprio governo romano).
Os judeus, apesar da vertente essênia ser comunista enquanto zelotas priorizavam-se como guerreiros, na média o judaísmo é conduzido por um MORAL do GUERREIRO e o governo romano precisava de um povo que praticasse a MORAL o ESCRAVO.
- Claro que os escravos deveriam lutar porseus senhores, meu caro Watson ...rsrs

Com a captura do Judaísmo pelo Cristianismo, que o modificava completamente em favor de governos tiranicos de Roma, que precisavam explorar a própria população romana na decadência do Império (que inclusive dividiu-se no sec V em Império Bizantino e Romano ...daí a Igreja Ortodoxa separada da Católica Romana), tornou-se uma pedra no sapato a existência dos judeus que recusaram-se a aceitar a invenção do governo em favor de uma MORAL do ESCRAVO que induzisse o povo à submissão aos governantes (algo clarissimo na Espistolas de Paulo ou Romanos 13).

Assim os judeus foram tomados como inimigos dos cristãos, pois se recusavam a aceitar a religião oficial imposta pelo governo Romano a fim de adestrar a população à mansidão para aceitar o jugo do governo.
Os judeus foram PERSEGUIDOS, pelos cristãos, em tentativa de extermina-los, como aos Cataros entre outros seguidores de seitas aparentadas.

A união entre políticos e aspirantes com barbaros apenas resultou na promessa de um WALHALLA para os "escravos guerreiros" e o FEUDALISMO instaurou-se privilegiando políticos e líderes militares que ganharam os ítulos de nobreza que lhes atribuia o "direito" de EXPLORAR SERVOS nas extensões de terra que "protegeriam" e que logo tornaram-se propriedades destes "protetores" "9que protegiam suas terras de outros iguais e não aos SERVOS ou ESCRAVOS VOLUNTÁRIOS mas nem tão voluntários.

Essa AVERSÃO EUROPEIA AOS JUDEUS decorre exatamente desse instinto FEUDAL: a Europa com suas autoridades e NOBREZA ressentida, quer ESCRAVOS SUBMISSOS que paguem pesados impostos orgulhosamente. Querem um povo absolutamente SUBMISSO segundo a MORAL do ESCRAVO. Vestigios da MORAL do GUERREIRO lhes é nociva e há os RESSENTIMENTO HISTÓRICO.

Ainda prefiro os Judeus...

Ferreira pena disse...

Estupendo Aluízio, continue assim.

Sempre Mais do MESMO disse...

.
Cada um que se dedique ao seu negócio se torna um expert nele.
O PODER É UM NEGÓCIO aqueles que pretendem perenizar o Poder e dele viverem e deixarem-no como herança, tornam-se expert em Poder.

O raciossímio (raciocínio seria incorreto) por antagonismos, a linguagem binária, é o mínimo em termos de reflexão: optar entre polos antagônicos é a mais fácil das decisões:

Não há que refletir sobre nuances, pois tudo é preto ou branco sem tons intermediários. Daí o sucesso das polarizações.

Aqueles que sempre almejaram ou usufruiram do PODER sempre banalizaram os temas em fajutos antagonismos (DICOTOMIAS) para "facilitar" escolhas e ludibriar suas vítimas.

Assim criou-se o antagonismo entre EMPREGADOS x PATRÕES, como se o sucesso de um lado necessitasse do fracasso do outro. Com isso a idéia de LIBERDADE que se opõe a governos que impõem-se ante a sociedade, foi associada ao benefício dos patrões em detrimento dos empregados.

É uma falsa dicotomia que serve para ESCONDER o terceiro polo: O ESTADOb ou GOVERNO.

Ocorre que os governos NADA TROCAM com a sociedade, MAS IMPÕEM SUA VONTADE á SOCIEDADE que CEDERÁ os FRUTOS do SEU TRABALHO para o USOFRUTO dos que VIVEM de IMPOSTOS e NÃO de TROCAS VOLUNTÁRIAS.

Marx escondeu a CLASSE ESTATAL da tal luta de classes e é exatamente essa classe estatal que LUTA (faz política: guerra por outros meios) para EXPLORAR a Sociedade IMPONDO sua vontade e CUSTEIO aos que trabalham e produzem para pagar IMPOSTOS ou o Estado não lhes permitirá que trabalhem para opróprio conforto: impedirá ou os EXPROPRIARÁ dos FRUTOS do SEU TRABALHO através de TROPAS ARMADAS (policiais e soldados).

Imagine-se um supermercado onde os donos e funcionários cobrassem impostos do bairro para fornecer aos moradores aquilo que quisessem fornecer como compensação aos IMPOSTOS que recolheriam ameaçando os moradores de dano ainda maior caso se recusassem a ceder-lhes o exigido.

Alguém acredita que esses moradores receberiam boa compensação?
...alguém acredita que esse supermercado teria administração enxuta e seus funcionários se esforçariam para prover o melhor a baixo custo para os moradores tornados SERVOS do supermercado?

Anônimo disse...

Ótimo, mas só um detalhe, os judeus nada tem a ver com o cristianismo, aliás rejeitaram a Cristo preferindo a Barrabás, além de pedirem a crucifixão de Jesus. Seguidamente perseguiram os discípulos, inclusive martirizou a muitos dentre eles, Estêvão (o primeiro mártir).
Há em Israel e ao redor do mundo, milhões de judeus que não fraternizam com os cristãos e ainda os espezinham.
Quando é para pedir apoio, os cristãos são e serão sempre bem-vindos (como aliás, milhões e milhões são manipulados pelos interesses judaicos e sionistas), fora isso...
É bom que se separe o joio do trigo. Que se informe a verdade.

O que escrevi aqui poderia muito bem ser exemplificado com passagens Bíblicas, porém aqui não seria o caso.

Ad Iesum per Mariam

Eduardo

Sempre Mais do MESMO disse...

.
As três religiões abraâmicas são: judaísmo, cristianismo e islamismo.

A necessidade dos governos em obter a submissão da sua própria população é certamente a origem do termo ISLÃ para a nova religião também aparentada do judaísmo e então nominada ISLÃ que vem a significar SUBMISSÃO.

FAZ SENTIDO!

Certamente a idéia de fazer descender do judaísmo uma OUTRA nova religião para dominar as massas pode ter surgido do ambiente dos assunto romanos. Claro que é e)speculação, mas em um IMPÈRIO já dividido (romano e bizantino - 476dc) certamente haveria assuntos de SECESSÃO sob a AMBIÇÃO de soldados/guerreiros com pretensão a governantes emergentes.

Se a idéia de fabricar um povo SUBMISSO através de uma ideologia com promessas para um futuro sem data e incerto, nada mais natural do que ser um assunto entre guerreiros pretenciosos a forma de fazer um POVO CEGAMENTE OBEDIENTE a seus LÍDERES ideológicos na confortável esperança de obter num futuro prometido a não só a redenção, mas as maravilhas da sua vontade.

Um povo atrasado e sofrido seria facilmente ADESTRADO por qualquer espertalhão conhecedor do sucesso de uma ideologia de RESIGNAÇÃO e SUBMISSÃO com alguns séculos desse sucesso. Faz até sentido deixar claro o objetivo na própria designação: ISLÃ (Submissão, rendição) ...afinal ideologias exigem OBEDIÊNCIA CEGA a seus SENHORES e principalmente aos INTERMEDIÁRIOS que tudo conhecem sobre os desejos do SUPREMO SENHOR.

...faz sentido!

Anônimo disse...

Refutando "o mais do mesmo", pessimamente informado de realidade, vomitando fraudes históricas, como que o cristianismo proveio de seitas do judaísmo e para se submeter ao Imperio Romano-IR!
Ao contrario, o cristianismo católico foi o aperfeiçoamento do A Testamento, além de o IR tentar eliminar o cristianismo da terra...
Um cristianófobo, anti católico; só ignorantes acreditando no abaixo:
... "Quando o decadente Império Romano criou o cristianismo ao pinçar de um emaranhado de seitas oriundas do judaísmo que cultuavam um messias judeu que viria salvar o seu povo, o fez no intuito de estabelecer uma nova moral que induzisse a população à absoluta SUBMISSÃO a seus algozes (o próprio governo romano)".

A Língua News Netnotícias disse...

Então enfie-os no cú, você protestante. Você não entende de Igreja Católica, você finge que ignora o que Jesus disse a Pedro.

Não é no protestantisno do satânico assassino Lutero que ha corpos incorruptíveis.

Vá estudar a história das aparições de La Salette, Fatimae a visão da irmã Lúcia quando criança.

Judeus merecem tudo que passaram porque só sabem debochar de Jesus Cristo como Caifás.

A Língua News Netnotícias disse...

Bravo, Eduardo.

A minha mãe foi atacada por judeus no centro de São Paulo. E eu por Facebook.

Anônimo disse...

Na base do "cola e vai",as mentiras e as distorções históricas vão sendo impostas a quem não busca a informação veradeira.Os verdadeiros hebreus são negros,mas os "judeus" de olhos azuis querem a todo custo convencer a humanidade de que eles são o povo escolhido.Uma grande mentira.
Qualquer um pode ser judeu,mas nem todos poder ser hebreus.Existe diferença entre convicção religiosa e raça.
Valha-me Senhor.

Sempre Mais do MESMO disse...

Cuma?

"o cristianismo católico foi o aperfeiçoamento do A Testamento, além de o IR tentar eliminar o cristianismo da terra." ...muito bom!

- Então Constantino também queria eliminar o cristianismo da Terra? ...muito bom.

- Então não havia seitas cristãs (onde o Cristo era o prometido messias judeu e não o Jesus) e apenas a Igreja Católica desde o ano 30? ...hummm muito bom.

- Também cristãos de seitas divergentes da Igreja Católica (esta repleta dos mitos pagãos devido o SINCRETISMO) inexistiram depois do ano 30 ou do sec IV ? ...hummm muito bom mesmo.

Sempre Mais do MESMO disse...

.
Taí a razão dos esquerdinhas afirmarem que o Nazismo, notabilizado por perseguir judeus, foi malandramente afirmado "di direita".
...Tem tipos esquisitos que ainda odeiam judeus com base em suas manias de torcedor do time católico.

Não atoa o Papa Francisco tem se solidarizdo com o Islã e não por acaso a pouco tempo atras afirmou que todo cristão deveria ser comunista.

Hitler anunciou o cristianismo como religião oficial do nazismo (NSDAP) e não economizou em elogios em seu livro "MINHA LUTA" ao fanatismo cristão que perseguiu os judeus. Está no "Mein Kampf" com todas as letras.

Eu torço pelo Palmeiras!

Infelizmente ideologias destroem toda a capacidade de raciocinar.

Enquanto isso no Brasil real... disse...

Falta trabalho para 27,7 milhões de pessoas, mostra dados do IBGE

www.msn.com/pt-br/dinheiro/economia-e-negocios/falta-trabalho-para-277-milh%C3%B5es-de-pessoas-mostra-dados-do-ibge/ar-AAxpJdh?ocid=chromentp

*Depois o atual "governo" não sabe porque sua aprovação não passa de 2,6%...

Anônimo disse...

O arrogante e atrevido Lula disse a Gleisi que não aceita indulto, que é inocente, durmam com essa, hoje rosnando para Gleisi que visitou ele, mais outro, Haddadoidão.
Foi com disse a golpista Dilma: é um homem de "diálogo e faz pontes"..
Nem pinguelas saber fazer!

Odilon Rocha disse...

Excelentes vídeos. O resto é conversa fiada.

Anônimo disse...

A falta de trabalho para 27,7 milhões não quer dizer que estas pessoas estão desempregadas. Não faça a leitura errada do noticiado. A chamada da noticia no mínimo é tanto tendenciosa, porque é preciso ler o texto todo para entender a noticia.
Estão incluídos aí a taxa de desocupação, a taxa de subocupação por insuficiência de horas e a taxa da força potencial- pessoas que não estão em busca de emprego, mas que estariam disponíveis para trabalhar.

https://exame.abril.com.br/economia/falta-trabalho-para-277-milhoes-de-pessoas-revela-ibge/

Anônimo disse...

Tenho certeza que você tem um disco do Caetano Veloso .

Marco disse...

Constantino veio mesmo quantos anos após a morte de Cristo?

Ultra 8 disse...

EXISTEM DUAS MAÇONARIAS, A MATERIALISTA E A ESPIRITUALISTA.

A MATERIALISTA, OS COMUNISTAS, A ESPIRITUALISTA, OS CAPITALISTAS.

NESTE JOGO ENTRE A LUZ E A TREVA, OS HUMANOS TOMAM NA B....E A MAÇONARIA GANHA EM QUALQUER LADO,SEMPRE...

AQUI, NOVAMENTE, COLO A CARTA DE ALBERT PIKE A GIUSEPPE MAZZINI.

TUDO JÁ FOI PREVIAMENTE PLANEJADO...

Trump, é a "fina flor da honestidade".


Albert Pike supostamente teria recebido uma visão, cuja qual foi descrita pelo próprio numa carta endereçada a Giuseppe Mazzini, com data de 15 de Agosto de 1871. Nesta carta estão descritos os traços gerais para a criação de três guerras mundiais cujas quais seriam necessárias para trazer a Nova Ordem Mundial.

Esta carta esteve em exposição por um breve período de tempo no British Museum Library de Londres em 1925, de acordo com o Cardeal Caro y Rodriguez de Santiago do Chile, cujo qual a transcreveu e posteriormente a publicou no seu livro “The Mistery of Freemasonry Unveiled”.

No entanto, o museu nega a existência de tal documento.


A CARTA :


“A Primeira Guerra Mundial deve decorrer de forma a permitir que os Illuminati derrubem o poder dos Czares da Rússia e garantir que esse país se torne um bastião do comunismo ateísta. As divergências causadas pelos agentes Illuminati entre a Alemanha e a Inglaterra serão usadas para fomentar esta guerra. No final da guerra, o comunismo será criado e usado de forma a destruir outros governos e ainda para enfraquecer as religiões.”

“A Segunda Guerra Mundial deve ser fomentada por forma a tirar vantagem das diferenças entre os Fascistas e os Sionistas políticos. Esta guerra tem de surgir de forma a que o Nazismo seja destruído e o Sionismo político se torne forte suficiente para instituir um Estado soberano de Israel na Palestina.
Durante a Segunda Guerra Mundial, o comunismo internacional tem de se tornar forte suficiente de forma a contrabalançar a Cristandade, o qual deverá então ser refreado e contido em cheque, até ao momento em que nós voltaremos a necessitar dele para o derradeiro cataclismo social.”

“A Terceira Guerra Mundial tem de ser fomentada de forma a tirar vantagem das diferenças causadas pelos agentes Illuminati entre os Sionistas políticos e os líderes do mundo Islâmico. Esta guerra tem de ser conduzida de forma a que o Islã (Mundo Árabe Muçulmano) e o Sionismo político (Estado de Israel) se destruam mutuamente. Entretanto as outras nações, mais uma vez divididas nesta matéria serão constrangidas a lutar até ao ponto de completa exaustão física, moral, espiritual e econômica. Nós iremos então libertar os niilistas e os ateus, e então iremos provocar um formidável cataclismo social em que em todo o seu horror mostrará claramente a todas as nações as consequências do ateísmo absoluto, origem de selvajaria e agitação sangrenta.

Então por todo o lado, os cidadãos, obrigados a se defender eles próprios contra as minorias revolucionárias, irão exterminar esses destruidores da civilização, e a multidão, desiludida com o Cristianismo, cujos espíritos ficarão a partir desse momento sem compasso ou direção, ansiosos por um ideal mas sem saber para onde direcionar essa adoração, irão receber a verdadeira luz da manifestação universal da doutrina pura de Lúcifer, trazido finalmente aos olhos do público. Esta manifestação será resultado de um movimento reacionário geral no qual se seguirá a destruição da Cristandade e do ateísmo, ambos conquistados e exterminados ao mesmo tempo.”